Goiás

Liminar que proibia apreensão de veículos com IPVA atrasado é suspensa

Todo veículo que estiver com o pagamento do tributo em atraso pode ser apreendido.
13/01/2018, 12h31

Tribunal de Justiça de Goiás suspendeu nesta sexta-feira (12/01), liminar que proibia o recolhimento de veículos com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

Com a liminar suspensa, todo veículo que for abordado e estiver com o pagamento do tributo em atraso pode ser retido.

Os veículos com IPVA em débito não estavam sendo apreendidos desde dezembro de 2017, o que, de acordo com o Detran, estava em desacordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), pois para circular com o veículo nas vias, é indispensável que ele esteja dentro das normas estabelecidas pelo mesmo.

O Detran ressalta ainda que é indispensável que o motorista esteja com o Certificado de Licenciamento de Registro do Veículo (CRLV), que só é emitido após a quitação de todos os débitos vinculados ao veículo.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Morre, aos 66 anos, jornalista Isanulfo Cordeiro, em Goiânia

Ele lutava contra câncer na bexiga e intestino desde 2016.
14/01/2018, 07h49

Morreu na noite deste sábado (13/01), aos 66 anos, em Goiânia, o jornalista Isanulfo de Abreu Cordeiro. O secretário-chefe de Assuntos Internacionais do Governo de Goiás, lutava contra um câncer na bexiga desde 2016.

No ano passado, uma metástase acabou espalhando o tumor para o intestino. Desde então, o jornalista foi submetido a alguns tratamentos, inclusive quimioterapia, mas não resistiu.

Nascido em Campos Belos, no nordeste goiano, Isanulfo Cordeiro era formado em Comunicação Social e em Direito pela Universidade Federal de Goiás, e pós-graduado pelo IICS/Universidad de Navarra, na Espanha.

Já foi editor-executivo do jornal O Popular e também se dedicou durante muitos anos ao serviço público, como auxiliar do governador Marconi Perillo.

Foi chefe de Gabinete de Gestão de Imprensa do governador e, antes de morrer, ocupava o cargo de secretário-chefe de Assuntos Internacionais.

Em novembro do ano passado, o jornalista foi homenageado pela UFG com Medalha de Honra. A condecoração é destinada a ex-alunos da instituição que tenham se destacado por contribuições relevantes prestadas à sociedade. Por motivos de saúde, ele pode comparecer à cerimônia.

O velório de Isanulfo será no Cemitério Parque Memorial, a partir das 10 horas deste domingo (14/01), mesmo local onde ocorrerá o enterro, às 17 horas.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Campeões Mundiais: episódio 1 - Uruguai

A Copa do Mundo de Futebol chega a 21ª edição de sua história, mas quando foi realizada a primeira?
27/01/2018, 14h00

O segundo maior evento esportivo do mundo será disputado este ano na Rússia, de 14 de junho a 15 de julho.

A Copa do mundo de Futebol da FIFA, reúne atualmente 32 seleções divididas em oito grupos, com quatro seleções em cada chave.

Essa será a 21ª edição do evento, mas as perguntas que ficam são: Você conhece todos os campeões deste torneio? Ou sabe em que país foi realizada a primeira edição? Ou qual seleção foi a primeira conquistar esse título?

Bom, caso você não tenha a resposta para nenhuma dessas perguntas, nossa equipe irá trazer a partir de hoje (27/1), uma série especial sobre os campeões do mundo.

Vamos começar pela equipe do Uruguai, neste primeiro episódio da série. Confira:

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

André Fernandes assume como delegado-geral da Polícia Civil

O ex-delegado-geral, Álvaro Cássio dos Santos, publicou nesta quinta-feira uma carta de agradecimento a todos que contribuíram para sua gestão.
01/02/2018, 20h56

O delegado André Fernandes, que era titular da 2ª Delegacia Regional de Aparecida de Goiânia, assume como delegado-geral da Polícia Civil de Goiás, no lugar de Álvaro Cássio dos Santos.

O ex-delegado-geral publicou nesta quinta-feira (1/2), uma carta de agradecimento a todos que contribuíram para sua gestão. Na carta, Álvaro também destaca que foi mais um ciclo importante de sua vida.

Confira a carta na íntegra:

“Há 37 anos, quando entrei na Polícia Civil, não poderia vislumbrar que um dia chegaria ao cargo máximo dentro da Instituição. Atuei como Agente de Polícia e como Delegado, tendo trabalhado no interior, na capital, em delegacias distritais, especializadas e regionais e em variadas funções administrativas até ocupar a direção geral.

Hoje, concluo mais um importante ciclo de minha vida. Pretendo continuar servindo à comunidade goiana, em outras esferas, na vida política. Sendo assim, diante dessa decisão de seguir novos caminhos e buscar outros desafios encerro minha gestão à frente da DGPC com a certeza de que fiz o meu melhor.

Durante esta administração conseguimos avanços significativos. Sei que há muito ainda a se buscar, mas tenho a consciência tranqüila de que deixo a instituição em um caminho correto. Saio feliz por ter tido a oportunidade de dirigir a melhor Polícia Civil do Brasil. E me sinto ainda mais feliz por saber que meu sucessor será o delegado André Fernandes, meu amigo pessoal, homem probo, correto e trabalhador, um entusiasta da PCGO.

Diante da mudança que se anunciou, já determinei a meus auxiliares que preparem um minucioso relatório para que seja apresentado ao novo delegado-geral, com detalhes acerca de processos, projetos e ações de interesse institucional. O objetivo é levar a termo uma transição tranqüila e madura, que atenda aos interesses da Polícia Civil.

Finalmente, agradeço a todos aqueles que colaboraram com minha gestão. Sempre digo que um delegado não trabalha sozinho. Sou grato a meus companheiros agentes, escrivães, papiloscopistas, delegados e demais servidores que se dedicam incansavelmente à Polícia Civil do Estado de Goiás.

Contem sempre comigo.”

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Trechos de avenidas importantes de Goiânia estão sem iluminação pública

A falta de iluminação facilita para que haja mais acidentes e assaltos no período noturno.
02/02/2018, 14h41

Quem passa pela Marginal Botafogo, Avenida Perimetral Norte ou pela  Avenida Castelo Branco percebe que alguns trechos estão escuros, o que pode ocasionar acidentes de trânsito.

Por causa da escuridão, quem também mora na região, ou precisa esperar pelo transporte coletivo nas imediações, têm de conviver com assaltos constantes, que na maioria das vezes acontecem durante a noite.

Na Perimetral Norte, por exemplo, um dos pontos mais escuros é em frente a uma faculdade. Os alunos reclamam que além de dificultar no trânsito, os assaltos nos pontos de ônibus também são constantes.

Um dos pontos de ônibus em frente a faculdade

Outro ponto que ainda continua escura na Avenida é em frente a um motel da região. No ano passado, um homem morreu atropelado nesse trecho. A Delegacia de Investigação de Crimes de Trânsito (DICT), suspeita de que o motorista não tenha vsito a vítima, já que estava muito escuro na região.

Trecho onde aconteceu o acidente: Foto: Reprodução/ Dict

Já na Avenida Marginal Botafogo, um dos trechos mais escuros é perto do Parque Mutirama, onde fica um dos radares instalados pela SMT, no Centro de Goiânia.

Outra Avenida importante que também está sem manuntenção dos postes públicos é a Avenida Castelo Branco, no trecho que passa no setor Cidade Jardim. Apenas algumas lâmpadas funcionam.

Moradores também sofrem com a falta de iluminação pública na Rua Goiânia, na Vila Santa Rosa.

Tentamos reposta com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra), mas até o momento não fomos respondidos.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.