Dinake Núbia
01/02/2018, 16h02

Inep assina mais um convênio para uso da nota do Enem em universidade portuguesa

O primeiro convênio interinstitucional foi realizado em 2014, com a Universidade de Coimbra.

Por meio de um acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a Universidade Católica Portuguesa passará a aceitar os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para selecionar brasileiros interessados em estudar na instituição. Com o novo convênio, o Inep completa 28 acordos firmados com instituições portuguesas.

O primeiro convênio interinstitucional foi realizado em 2014, com a Universidade de Coimbra. As instituições portuguesas que usam o Enem têm liberdade para definir qual será a nota de corte para o acesso dos estudantes brasileiros aos cursos ofertados.

A revalidação de diplomas e o exercício profissional no Brasil dos estudantes que cursarem o ensino superior em Portugal estão sujeitos à legislação brasileira aplicável à matéria. Os convênios não envolvem transferência de recursos e não preveem financiamento estudantil por parte do governo brasileiro.

O Inep já tem convênios com as seguintes instituições portuguesas:

  1. Universidade de Coimbra;
  2. Universidade de Algarve;
  3. Instituto Politécnico de Leiria;
  4. Instituto Politécnico de Beja;
  5. Instituto Politécnico do Porto;
  6. Instituto Politécnico de Portalegre;
  7. Instituto Politécnico do Cávado e do Ave;
  8. Instituto Politécnico de Coimbra;
  9. Universidade de Aveiro;
  10. Instituto Politécnico de Guarda;
  11. Universidade de Lisboa;
  12. Universidade do Porto;
  13. Universidade da Madeira;
  14. Instituto Politécnico de Viseu;
  15. Instituto Politécnico de Santarém;
  16. Universidade dos Açores;
  17. Universidade da Beira Interior;
  18. Universidade do Minho;
  19. Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário;
  20. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias;
  21. Instituto Politécnico de Setúbal;
  22. Instituto Politécnico de Bragança;
  23. Instituto Politécnico de Castelo Branco;
  24. Universidade Lusófona do Porto;
  25. Universidade Portucalense;
  26. Instituto Universitário da Maia;
  27. Instituto Politécnico da Maia;
  28. Universidade Católica Portuguesa.