Entretenimento

Fica 2018 abre inscrições para shows musicais nesta terça-feira

Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental – Fica 2018 será realizado de 05 a 10 de junho, na cidade de Goiás.
16/04/2018, 08h57

A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) abre nesta terça-feira (17/4) inscrições gratuitas para seleção de artistas que queiram se apresentar na 20ª edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental – Fica 2018, que será realizado de cinco a 10 de junho, na cidade de Goiás.

Os interessados podem se inscrever até o dia seis de maio, por meio de formulário eletrônico disponível no site www.fica.go.gov.br/apresentacoes artísticas, onde deverá constar o link do show a ser apresentado, release, entre outros documentos. Dúvidas sobre a inscrição podem ser sanadas pelo e-mail: musicafica2018@fica.com.br .

Podem se inscrever artistas maiores de 18 anos, e grupos musicais nascidos ou residentes em Goiás há pelo menos três anos, com residência comprovada por meio de documentação.

O festival irá selecionar 12 shows musicais, que serão escolhidos pela coordenação geral do 20º Fica, por meio da superintendência Executiva de Cultura da Seduce, em conjunto com entidades representativas do segmento musical em Goiás.

A seleção será feita com base na originalidade, diversidade e interpretação das músicas inscritas, levando em consideração, também critérios de notoriedade comprovada e carreira continuada. Suas decisões serão soberanas, não sendo passíveis de questionamentos e recursos.

A lista dos selecionados será divulgada até o dia 14/5, nos sites da Seduce e do festival.

As apresentações ocorrerão no mês de junho, entre os dias cinco a dez, na cidade de Goiás, dentro da programação do Fica 2018.

O Fica é realizado pelo Governo de Goiás, por meio da Seduce. Toda a programação é gratuita e aberta a todos os públicos.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Tríplex de Lula no Guarujá é invadido por sem-teto

Se o tríplex é dele, então o povo está autorizado a ficar lá, diz Guilherme Boulos.
16/04/2018, 09h46

O MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) e a Frente Povo Sem Medo ocuparam na manhã desta segunda-feira (16/4) o tríplex atribuído a Lula no Guarujá.

“É uma denúncia da farsa judicial que levou Lula à prisão. Se o tríplex é dele, então o povo está autorizado a ficar lá. Se não é, precisam explicar porque ele está preso”, diz Guilherme Boulos, coordenador do MTST e pré-candidato a presidente pelo PSOL.

Boulos é hoje uma das lideranças sociais mais próximas de Lula. Esteve ao lado dele o tempo todo no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, nas horas que antecederam a prisão, e mobilizou integrantes de um acampamento próximo para engrossarem as manifestações em torno do prédio que pediam que o petista não se entregasse.

No dia da prisão, ao discursar em uma missa em homenagem a dona Marisa, Lula chamou Boulos para a frente do caminhão de som e disse que ele tinha “futuro”.

Um dia depois, Lurian, a filha de Lula, discursou para integrantes do MTST, agradeceu o apoio e disse que Boulos era como “um filho” para Lula.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Chico Buarque defende Lula livre em show em São Paulo e critica Globo

Na apresentação, que aconteceu no sábado (14/4), ele ganhou uma camiseta vermelha, com a imagem do ex-presidente, que está preso em Curitiba, e ainda criticou a Rede Globo.
16/04/2018, 09h50

O cantor Chico Buarque saiu em defesa de Lula durante um dos shows de sua turnê Caravanas em São Paulo.

Na apresentação, que aconteceu no sábado (14/4), ele ganhou uma camiseta vermelha, com a imagem do ex-presidente, que está preso em Curitiba, e ainda criticou a Rede Globo.

Se em boa parte dos shows Chico deixa para o público protestos políticos — é comum gritos de “Fora Temer” em suas apresentações –, desta vez ele aceitou uma camiseta jogada ao palco com a imagem de Lula.

Ao microfone, entre gritos de “Lula livre”, aplausos e vaias, disse: “Aqui, ao contrário da Globo, é um espaço democrático.”

Foto: Reprodução

Chico já está na reta final de sua passagem por São Paulo, que teve inclusive datas extras marcadas. Os shows vão até o próximo dia 22.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Prefeitura lança campanha com foco na prevenção de acidentes de trabalho

A campanha 'Abril Verde' visa incentivar um ambiente de respeito às normas de segurança, saúde e higiene nos locais de trabalho.
16/04/2018, 10h22

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Diretoria de Saúde e Segurança do Servidor da Secretaria Municipal de Administração (Semad), realiza neste mês a campanha ‘Abril Verde’, dedicada às discussões relativas aos acidentes de trabalho e à prática prevencionista.

A iniciativa foi desenvolvida depois que a Lei Nº 10.135, de 15 de Março de 2018, que instituiu a campanha de promoção para a prevenção aos acidentes de trabalho e doenças ocupacionais em âmbito municipal, foi sancionada.

Entre as ações, a Diretoria de Saúde e Segurança do Servidor realiza na próxima quinta-feira (19/4), um trabalho de capacitação com os representantes do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) de todas as secretarias da administração.

Entre os dias 23 e 27 de abril, após o trabalho de capacitação, o SESMT visitará todas as pastas com sede no Palácio das Campinas Venerando de Freitas Borges (Paço Municipal).

A finalidade da blitz, de acordo com Priscila Marcelino, técnica em Segurança do Trabalho da Prefeitura de Goiânia, é divulgar a campanha e chamar a atenção dos mais de 38 mil colaboradores ativos para a adoção de uma cultura permanente de prevenção.

Dados

Com o tema “Não vire manchete!”, a Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho (Canpat) de 2018 ocorre em inúmeras cidades da país.

A ação visa incentivar um ambiente de respeito às normas de segurança, saúde e higiene nos locais de trabalho.

Além disso, a campanha pretende reduzir os gastos financeiros com acidentários. Dados extraídos do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, entre os anos 2012 e 2017, apontam que Previdência Social gastou mais de 26 bilhões de reais com trabalhadores que se acidentaram no trabalho.

Apenas no primeiro trimestre deste ano, por exemplo, segundo o Ministério Público do Trabalho (MPT), os valores já ultrapassam R$ 1 bilhão em todo território nacional.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Assassinos de homem que foi morto com chutes e com capacete são presos

A vítima, André Rodrigues de Souza, teria sido assassinada por usar uma porção de drogas de um traficante sem o consentimento do mesmo.
16/04/2018, 10h48

A Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH) cumpriu três mandados de prisão, durante a primeira quinzena de abril, em desfavor de Bruno Henrique Teixeira dos Santos, de 27 anos,  vulgo “Magrelo”, Fabian Carvalho Cunha, também de 27 anos, vulgo “Macarrão” e Murilo Martins Bittencourt, de 30 anos, vulgo “Índio”, suspeitos de terem matado juntamente com Angelo Castro Arruda (morto) e Gernilson Alves dos Santos (foragido), André Rodrigues de Souza em 15 de junho de 2017.

O crime

Os cinco homens agrediram André Rodrigues de Souza com chutes e capacetadas até a morte. O motivo seria o uso de drogas ilícitas.

O crime ocorreu em frente a uma distribuidora de bebidas localizada na avenida César Lattes, no Setor Novo Horizonte.

A vítima foi encaminhada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no mesmo dia.

Investigações

Durante as investigação realizada pela Polícia Civil, os investigadores tiveram acesso a imagens de câmera de do estabelecimento comercial, que filmou a ação criminosa.

Foi possível constatar André, por volta de 04h30min, parando sua moto em frente a distribuidora de bebidas, já fechada, e conversando com Ângelo e Fabian, ambos conhecidos traficantes de drogas do setor.

Logo em seguida chega Murilo – também traficante de entorpecentes na região -, que foi o precursor das agressões.

Bruno e Gernilson também foram identificados na cena do crime e participaram ativamente do homicídio do mesmo modo que Ângelo e Fabian, dando socos, chutes e diversos golpes com um capacete na cabeça da vítima.

André também teve o pescoço perfurado com uma garrafa de vidro quebrada.

Os suspeitos Bruno, Fabian e Murilo confessaram o crime.

Eles relataram que André, que também era usuário de drogas, consumiu dias antes uma porção de drogas pertencente a Fabian, sem o seu conhecimento, sendo esse o fator que impulsionou a prática do crime.

Além dos envolvidos já presos, o suspeito Ângelo Castro foi assassinado em janeiro desse ano e Gernilson encontra-se foragido.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.