Entretenimento

Gravação de DVD da dupla Cleber e Cauan é cancelada por conta da chuva

O evento será remarcado para os próximos dias e vai ser realizado no mesmo horário e local.
16/04/2018, 11h03

O evento “Resenha na Fazenda”, da dupla Cleber e Cauan, foi adiado devido a fortes chuvas que caíram neste domingo (15/4).

A gravação estava prevista para começar às 14h, no município de Bela Vista, região metropolitana de Goiânia, com a participação do DJ Alok.

Em nota, a assessoria do evento disse que produção achou por bem não dar início aos shows, já que a chuva era forte e ininterrupta e isso poderia colocar em risco a segurança do público.

A nota diz ainda que a decisão foi tomada seguindo orientações dadas pela equipe de brigadistas presente no evento.

O evento será remarcado para os próximos dias e vai ser realizado no mesmo horário e local.

Os ingressos não utilizados poderão ser apresentados no próximo show.

As pessoas que tiveram os ingressos validados no local ou quem não puder comparecer na nova data, receberão instruções nos próximos dias de como fazer para receber o dinheiro de volta.

Mais informações poderão ser solicitadas pelo email da dupla: contato@cleberecauan.com.br

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Motorista passa mal ao volante e invade farmácia em Senador Canedo

Somente o motorista, de 85 anos, ficou machucado.
16/04/2018, 11h34

Um motorista perdeu o controle do carro e invadiu uma farmácia do Shopping Senador Canedo, no centro da cidade, na manhã desta segunda-feira (16/4).

O Corpo de Bombeiros da cidade foi acionado, às 8h30, de hoje, para socorrer o motorista.

De acordo com testemunhas, o condutor do carro teve um mal súbito ao tentar estacionar em frente à farmácia. Ele  perdeu o controle da direção e acabou invadindo o comércio.

Somente o motorista, de 85 anos, ficou machucado.

Ele foi encaminhado à UPA de Senador Canedo para avaliação médica.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

MP destina R$45 mil a obra da Associação Pestalozzi em Senador Canedo 

A obra da instituição está sendo finalizada, em parte, por meio de recursos provenientes de transações do Juizado Especial Criminal e compensações socioambientais.
16/04/2018, 11h35

A obra da Associação Pestalozzi, entidade que atende pessoas com deficiência, em Senador Canedo está sendo finalizada, em parte, por meio de recursos provenientes de transações do Juizado Especial Criminal e compensações socioambientais.

Segundo a promotora de Justiça Marta Moriya Loyola, da 2ª Promotoria de Justiça de Senador Canedo, que visitou, as futuras instalações da Associação no município, na última quinta-feira (12/4), foram destinados R$ 15 mil de compensação ambiental em virtude de festa promovida pela Agência Oscar sem licenciamento exigido.

Além disso, foram doados cimento, areia e brita, também obtidos em transações penais, em valor aproximado de R$ 10 mil.

Por fim, por meio de termo de ajuste de conduta (TAC) firmado em inquérito civil que apurava degradação ambiental, foram obtidos outros itens necessários à conclusão das obras, como tinta, massa corrida, lixa e pincéis, totalizando um valor de R$ 20 mil.

A visita buscou ainda conhecer e verificar a viabilidade de implementação de um centro de equoterapia (tipo de terapia com cavalos), em área pública contígua à nova sede, bem como a implementação de um parque acessível na região.

Parcerias

Em reunião realizada no local, com a presença da Agência de Meio Ambiente de Senador Canedo, das Secretarias de Planejamento (Seplan) e Infraestrutura (Seinfra), além da Procuradoria do Município, ficou definido com a representante legal da Associação Pestalozzi que o município irá analisar o projeto de equoterapia, a fim de verificar a possibilidade de implementação em área pública municipal ao lado da associação.

A Pestalozzi já obteve a doação de três cavalos para o projeto e conta com profissional da área de fisioterapia especializado na modalidade.

Quanto ao projeto de um parque acessível, foi informado pelo representante da Seinfra que o Parque Orivaldo da Silveira, em área anexa à associação, está em fase de implementação e poderá agregar infraestrutura que possibilite incorporar equipamentos de acessibilidade.

Além disso, a entidade está inscrita para ser beneficiada com a criação de um parque Anna Laura Parques Para Todos. Este projeto privado disponibiliza espaços compostos por recursos lúdicos que propiciam às crianças com e sem deficiência a possibilidade de compartilhar experiências. A Pestalozzi aguarda o resultado do sorteio.

Desse modo, foi definido que, em um prazo de 10 dias, a associação irá protocolar no município os projetos da equoterapia e do parque acessível para análise da gestão municipal quanto à possibilidade de adequação e aproveitamento das áreas públicas disponíveis

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Polícia Civil recupera 100 mil litros de combustíveis e prende quadrilha

Cinco suspeitos foram presas e 100 mil litros de combustível recuperados.
16/04/2018, 11h50

A Polícia Civil em parceria com a Polícia Rodoviária Federal realizaram, na última sexta-feira (13/4), a quarta fase da Operação Líquido Dourado.

Cinco ladrões de combustíveis foram presos e 100 mil litros do produto recuperados.

O pai e o filho, Marislandi Fernandes e Marislandi Filho, foram presos no dia 3 de abril em Cezarina, com 45 mil litros de etanol.

Lucas Pereira, de 31 anos, foi preso na cidade de Guapó, logo após roubar o carregamento de 60 mil litros de etanol em Posselândia.

Segundo o delegado de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar), Alex Vasconcelos, Rodrigo Fernandes, de 29 anos, que também participou do crime, está foragido. Eles também são suspeitos de roubar veículos.

No sábado, mais duas pessoas foram presas. Carlos Alberto Ferreira, de 51 anos, e Carlos Azevedo de Jesus, de 45 anos, com 15 mil litros de óleo diesel que tinham sido roubados horas antes em Cezarina.

“Apenas este mês recuperamos 100 mil litros de combustíveis roubados em dois postos que receptavam os produtos roubados”, revela o delegado.

O delegado conta que o grupo abordava os caminhões carregados e rendia os motoristas. “Eles agiam com muita violência, amarravam as vítimas até retirarem a carga”.

A operação teve início em dezembro de 2016 e já prendeu mais de 30 pessoas que já roubaram cerca de 16 milhões de reais em combustíveis.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Caixa reduz juros para financiar casa própria

O corte vale para financiamentos do SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo).
16/04/2018, 11h59

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta segunda-feira (16/4) redução das taxas de juros do crédito imobiliário e aumento do percentual do valor do imóvel financiado.

As taxas mínimas passaram de 10,25% para 9% ao ano, no caso de imóveis dentro do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), e de 11,25% para 10% para imóveis enquadrados no Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI).

De acordo com o presidente da Caixa, Nelson Antônio de Souza, a redução das taxas de juros facilita o acesso à casa própria e contribui para estimular o mercado imobiliário. “O objetivo da redução é oferecer as melhores condições para os nossos clientes, além de contribuir para o aquecimento do mercado imobiliário e suas cadeias produtivas”, disse em nota.

A última redução de juros feita pela Caixa ocorreu em novembro de 2016, quando as taxas mínimas passaram de 11,22% para 9,75% ao ano para imóveis financiados pelo SFH, e de 12,5% para 10,75% ao ano para imóveis do SFI.

Cota de financiamento

O banco aumentou novamente o limite de cota de financiamento do imóvel usado, de 50% para 70%. Em setembro do ano passado, a Caixa tinha reduzido para 50% do valor do imóvel o limite máximo de financiamento.

A Caixa também retomou o financiamento de operações de interveniente quitante (imóveis com produção financiada por outros bancos) com cota de até 70%.

Os prazos para permanecem entre 156 para 420 meses no caso do SFH e 120 a 420 meses, no SFI. A Caixa, que lidera o mercado com cerca de 70% das operações, possui R$ 82,1 bilhões para o crédito habitacional em 2018.

Sistemas de financiamento

Estão enquadrados no SFH imóveis residenciais de até R$ 800 mil para todo país, exceto para Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, onde o limite é de R$ 950 mil. Os imóveis residenciais acima dos limites do SFH são enquadrados no SFI. Essas alterações passam a valer a partir de hoje.

Além da redução de juros, a Caixa também elevou o limite de cota de financiamento do imóvel usado de 50% para 70%, para pessoa física. O banco também retomou o financiamento de operações de interveniente quitante (imóveis com produção financiada por outros bancos) com cota de até 70%.

A Caixa afirma na nota que possui R$ 82,1 bilhões para o crédito habitacional para 2018. Todas as mudanças anunciadas começam a valer nesta segunda-feira (164).

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.