Flavia Moreno
18/04/2018, 12h04

Polícia acredita que chefe do sequestro agia de dentro do presídio de Anápolis

Investigações continuam.

Dois sequestradores do empresário Carlos Roberto Martins, que foi levado como refém no último domingo, em Petrolina de Goiás, foram presos e apresentados hoje pela polícia. Segundo o delegado de Investigações Criminais (DEIC) Kleiton Manoel, pelo menos dez pessoas participaram do crime, um deles, direto do presídio. “Nossas equipes continuam trabalhando para prender os outros envolvidos nesse sequestros e já sabemos que a pessoa que coordenava o grupo pode ter agido de dentro do presídio de Anápolis”, revela.

Segundo a polícia, os bandidos tiveram informações de que a vítima teria 400 mil reais o que teria motivado o crime. “Eles reviraram a casa, como não encontraram o dinheiro, foram para loja, onde levaram quase 8 mil reais do caixa e vários eletrodomésticos e um caminhão”, conta Kleiton.

O delegado Valdemir Pereira informou que os criminosos foram localizados através do carro que usavam. O veículo foi identificado pelas câmeras de segurança e, com informações do dono, a Polícia Civil conseguiu rastrear os seqüestradores. “Na casa do dono do veículo estavam alguns objetos roubados do empresário. Fizemos levantamentos e descobrimos o endereço que estavam, em Aguas Lindas”, citou.

A vítima contou que foi agredida no momento do assalto a sua casa. Ele levou coronhadas antes de ser sequestrado, mas afirma que, após o cárcere, não foi torturado, amordaçado ou ferido.

Carlos ficou dois dias no cativeiro –  uma casa vazia, em Águas Lindas de Goiás, mesma cidade onde o caminhão da loja dele, carregado de eletrodomésticos, foi encontrado.

Sequestro

O comerciante foi sequestrado após ser assaltado na noite de domingo (15/4), no momento em que chegava em casa com a esposa e a filha. Depois de dois dias feito refém, ele conta se emocionou ao reencontrar a família. “Quando vi que estava com o pessoal da polícia, as sirenes ligadas, fiquei emocionado. Ver minha família toda aqui então, fiquei mais emocionado ainda”, relatou ele.

Empresário sequestrado é encontrado e chora ao ser resgatado em Águas Lindas de Goiás