Thyélen Lorruama
21/04/2018, 16h04

Gibiteca Jorge Braga tenta resgatar hábito da leitura em crianças e adolescentes

O acervo possui mais de seis mil exemplares.

A Gibiteca é um projeto Itinerante que tem como objetivo incentivar a leitura. O programa consiste em levar às escolas da Periferia de Goiânia e dos municípios vizinhos, gibis para crianças e adolescentes que não têm acesso a leitura.

A Gibiteca Jorge Braga foi inaugurada em 22 de setembro de 1994 pela Fundação Cultural Pedro Ludovico Teixeira o espaço recebeu o nome Jorge Braga em homenagem ao cartunista, considerado um dos poucos produtores da história de quadrinhos do Estado.

Antigamente a Gibiteca funcionava no edifício Parthenon Center, na Rua 4 Centro, mas devido a sua grande procura, foi transferida para o Centro Cultural Marieta Telles Machado na Praça Cívica. O funcionamento é de segunda a sexta, das 8h às 18h. Sábado, das 8h às 17h e aos domingos e feriados, das 8h às 12h.

Hoje a Gibiteca possui um acervo de seis mil exemplares, dentre eles, alguns muito raros.

Para melhorar a forma de incentivo, o projeto Pirlimpimpim, que começou em 1998, com o objetivo de comemorar a Semana da Criança, leva uma vez por semana, alunos do pré ao 2º grau, principalmente da periferia, para visitar a biblioteca. Devido ao sucesso da iniciativa, o projeto teve continuidade.

O objetivo central da Gibiteca é atender e estimular as crianças de escolas da cidade e propõe resgatar o hábito da leitura de histórias em quadrinhos.

Para ajudar a Gibiteca basta levar um livro em bom estado e trocar por outro.

Cartunista Jorge Braga

Jorge dos Reis Braga nasceu na cidade de Patos de Minas, em 1957 e começou seu trabalho de cartunista aos 13 anos. Criou a Gibiteca do Estado de Goiás itinerante, fez muitos carros alegóricos, decorações de carnaval e de aniversários de cidades. Durante 15 anos fez comentários humorísticos durante a programação da Rádio Cassetada, na Rádio Terra.

*Texto: Vanessa Cortes