Yago Sales
02/05/2018, 19h05

Ex-prefeito pagou a “funcionário fantasma” por três anos em Novo Gama

Manoel Silva de Oliveira recebeu R$ 60.179,17 sem trabalhar após apoiar candidatura do ex-prefeito Everaldo Vidal.

Depois de apoiar a candidatura de Everaldo Vidal Pereira Martins para a prefeitura do município goiano Novo Gama, no Entorno do Distrito Federal, em 2012, Manoel Silva de Oliveira recebeu o equivalente a R$60.179,17 sem trabalhar. Depois de investigação, a promotora de Justiça Tarsila Costa Guimarães, titular da 4ª Promotoria de Justiça de Novo Gama, propor ação contra o ex-prefeito.

Conforme Tarsila Costa, o funcionário foi mantido no cargo por três anos depois de pedir votos a Everaldo durante a campanha eleitoral de 2012. Agora, os bens do ex-prefeito serão bloqueados. Ele deverá devolver aos cofres públicos o dinheiro que pagou, com o caixa da prefeitura, ao “funcionário fantasma”. Além disso, a promotora pediu a condenação de ambos por Improbidade Administrativa.

Manoel Silva foi nomeado em 1º de julho de 2013 no cargo comissionado de assessor técnico administrativo da Administração do Distrito do Lago Azul, do qual ele foi exonerado pelo ex-prefeito apenas em 1º de março de 2016.

Com informações da Assessoria de Comunicação Social do MP-GO