Juliana Nogueira
09/05/2018, 10h05

Próximo ao Dia das Mães, Procon Goiás encontra variação de até 125% no preço das flores

Além das flores, outros 43 produtos, como perfumes e cestas foram pesquisados em 25 estabelecimentos de Goiânia.

O Dia das mães deste ano, comemorado no próximo domingo, 13 de maio, será o melhor em venda dos últimos 5 anos – desde 2013, quando as vendas subiram 6,1%.

Isso, se a previsão da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) se confirmar – de crescimento de 4,3% nas vendas na comparação com o mesmo período de 2017.

Com intuito de alertar o consumidor sobre os seus direitos e deveres, o Procon Goiás divulgou uma pesquisa de preços de diversos produtos para presentes.

Foram pesquisados 44 itens como perfumes importados, flores, cestas de café da manhã e eletros, em 25 estabelecimentos de Goiânia.

Alguns produtos como os eletros, mesmo se tratando de mesma marca, podem ter seus modelos diferenciados. Da mesma forma, no caso das cestas de café da manhã, ainda que do mesmo tamanho, podem ter quantidade e qualidade dos produtos distintas. Portanto, recomenda-se avaliar o melhor custo-benefício.

Os produtos pesquisados neste ano, se comparados com os preços médios praticados no mesmo período de 2017, estão praticamente com os mesmos preços.

Variações entre menor e maior preço chegam a 125% na flores e 59,87%nos perfumes importados. Uma redução média de – 0,30% e – 1,64%, respectivamente se comparados ao ano passado.

Aumento médio anual nas cestas de café da manhã foi de apenas 1,24%

Para acessar o relatório da pesquisa, clique aqui

Para acessar a planilha de preços de perfumes, clique aqui

Para acessar a planilha de preços de flores e cestas, clique aqui

Para acessar a planilha de preços de eletroeletrônicos, clique aqui

Dicas Importantes

  • Consumidor deve ficar atento às promoções e parcelamentos sem juros

Nos casos de produtos anunciados com preço promocional, o consumidor pode sempre utilizar o celular para identificar se o preço foi reduzido de fato. Nunca confie de imediato nos descontos. Muitas vezes, o barato pode sair caro.

Outra dica é evitar parcelamento a longo prazo, pois imprevistos podem ocorrer e aquela parcela que no momento da compra cabia no orçamento, pode posteriormente pesar no bolso do consumidor. Desconfie sempre de parcelamento a longo prazo sem a incidência “de juros”. Nestes casos, o celular também pode ser uma boa ferramenta para verificar se o produto está sendo parcelado sem juros.

  • Equilíbrio do orçamento doméstico deve ser prioridade

O presente ideal deve ser aquele adequado ao gosto da mãe, mas principalmente ao bolso de quem vai presentear. Por isso, defina previamente quanto poderá gastar, fazendo uma criteriosa análise das finanças. Só a partir daí, saia em busca do presente e é claro, pesquisando os preços.