Felipe André
11/05/2018, 18h05

Por disputa de tráfico, suspeito de matar trio é preso em Goiânia

Jovem foi detido em sua casa, em Aparecida de Goiânia com 61 celulares de origem irregular.

Suspeito de matar três rapazes no Morro da Serrinha, em Goiânia, Jhyeesson Pires Figueiredo, de 22 anos foi preso pela Polícia Civil na quarta-feira (9/5). O jovem que atuou com dois comparsas – que seguem foragidos – atuaram, segundo relatos, com muita violência e efetuaram diversos disparos. Segundo a investigação, um interno do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital teria ordenado os assassinatos, o motivo seria uma disputa por ponto de venda de drogas.

“Eles filmaram a execução, eles mandaram ajoelhar, falar que iam morrer porque integram outra facção. Vestígios apontam que foram aproximadamente 50 tiros”, disse o delegado Paulo Ribeiro, responsável pelo caso.

O suspeito negou o envolvimento no caso.

“Não tenho nada a ver com isso não. O que está acontecendo comigo é uma injustiça. Quero que puxem as câmeras, nem passei lá”, alegou Jhyeesson.

As vítimas foram identificadas como Pedro Henrique Lopes Borges, 27 anos, Eduardo Justino, 17, e Natan Dias dos Santos, 33. O crime aconteceu no dia 7 de março deste ano. Segundo o delegado, o crime poderia ter sido ainda maior, já que um casal conseguiu fugir.

“Cada um [dos suspeitos] portava uma arma, todos efetuaram disparos. Duas pessoas se fingiram de mortas e conseguiram pedir ajuda. O Eduardo e Pedro Henrique eram traficantes da região, as demais estavam no lugar errado, na hora errada”, contou o delegado.

Segundo o delegado, quem ordenou o assassinato, é um detento da ala C, entretanto, ainda não foi identificado. O jovem foi detido na casa do pai dele, no Setor American Park, em Aparecida de Goiânia, onde havia armas, eletrônicos, remédios e 61 celulares de origem irregular – a polícia investiga se são roubados ou receptados.