Thyélen Lorruama
15/05/2018, 17h05

Campanha contra influenza já imunizou 89% dos grupos prioritários em Goiás 

Foi revelado também na manhã de hoje (15/5) pela SES-GO, que o número de mortes pelo vírus H1N1 subiu para 39 no Estado.

A Campanha de Vacinação contra a influenza já imunizou mais de 89% das pessoas que integram os grupos prioritários. Em Goiás, a imunização começou com antecedência, no dia 13 de abril, por conta do surto de H1N1 no Estado. Os dados foram divulgados na manhã desta terça-feira (15/5) pela Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO).

Ainda de acordo com os registros da SES-GO, já foram aplicadas, até agora, 1.480.120 doses da vacina, de um total de 1.759.600 doses distribuídas pelo Estado. Ainda faltam 17 dias para o fim da campanha, prevista para acontecer em todo o País até 1º de junho.

A gerente de Imunização e Rede de Frio da SES-GO, Clécia Di Lourdes Vecci Menezes, informou que a meta de 90% de vacinação só não foi atingida nos grupos de gestantes,  crianças de seis meses a menores de cinco anos e população privada de liberdade.

Para garantir a imunização das pessoas que ainda não compareceram aos postos, a SES-GO vai recomendar às Secretarias Municipais de Saúde de todo o Estado a realização de uma busca ativa, ou seja, os profissionais vão até as casas das pessoas que precisam ser vacinadas.

Casos de H1N1 em Goiás 

Também foi divulgado na manhã de hoje (15/5) pela SES-GO, o balanço de casos de gripe no Estado. Em Goiás, o número de mortes pelo vírus H1N1 subiu para 39.

Confira a entrevista completa com a gerente de Vigilância Epidemiológica da SES-GO, Magna Maria de Carvalho:

Os registros da SES-GO mostram que os casos de influenza representam 25% do total de notificações de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Neste ano, até o fim da Semana Epidemiológica 19, em 12 de maio, foram feitos registros de 1.100 casos de SRAG. Destes, 278 foram por influenza. Entre os casos de influenza, 250 foram pelo vírus A H1N1, 25 pelo vírus A H3N2 e 3 foram de influenza B.

O boletim da SES-GO também revela que o número de casos de influenza verificado neste ano em Goiás é menor que o registrado em 2016, quando houve uma epidemia da doença no Estado. Em 2016, no mesmo período, foram notificados 320 casos de influenza, enquanto neste ano houve o registro de 278 casos.

*Com informações da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO)