Yago Sales
15/05/2018, 14h05

Veja porque você não pode perder a Pecuária 2018

Com transmissão ao vivo pelo Dia Online, Pecuária 2018 traz novidades para todos os públicos.

São 73 anos reconhecendo duas das maiores riquezas goianas: a agropecuária e a música sertaneja. De bota, calça jeans e chapéu, goianos vêm de todas as regiões de Goiás, se misturam ao público de outros estados e países a partir do dia 18 até dia 27 de maio.

Ali, o público pode negociar a compra de pelo menos 1800 animais – entre bois e cavalos – e se divertir  nos shows com os cantores mais famosos de 2018. Nesta edição, vão participar, entre outros, Gustavo Lima, Marília Mendonça e Zé Neto & Cristino (confira a programação completa abaixo).

A Exposição Agropecuária do Estado de Goiás, organizada pela Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura (SGPA), é a maior representação da cultura em Goiás. Em bares, cafés e ruas muito se fala do evento que vai ocorrer entre os dias 18 e 27 de maio. Saiba como comprar ingressos do evento que vai movimentar a cidade.

Pelo segundo ano, o Dia Online, com pelo menos 8 câmeras, vai transmitir com exclusividade para os que não puderem comparecer ao evento, todo os shows que podem ser acessados pelo site, pelo Facebook e pelo Instagram. Além de transmitir em tempo real, jornalistas de nossa redação vão percorrer a festa o tempo todo e publicar as melhores histórias que naturalmente surgem na festa.

O Portal vai sortear brindes durante as transmissão, em parceria com a TV Sucesso, SGPA e WORSHOW. Apenas no ano passado, seis milhões de pessoas foram alcançadas e 20 mil pessoas baixaram o app do Dia Online pelo smartphone.

Produzimos várias matérias para deixar o leitor antenado com o que vai acontecer na Exposição. Em uma das, a repórter Flávia Moreno deu dicas de como se vestir para a festança.

Nos 73 anos, a Exposição sempre traz grandes novidades ao público – que este ano deve ultrapassar 400 mil. Eles percorrem os pavilhões, sempre com o som típico sertanejo, do country. Fazendeiros estrangeiros negociam com os criadores dos mais saudáveis bovinos criados nos currais goianos. É o que vai acontecer na Roda de Negócios, com gente muito entendida no assunto.

Já confirmaram empresários do setor agronegócio e representantes comerciais da Bolívia, Colômbia, Suécia, Líbano, Israel e Alemanha. Ou seja, Goiás vai continuar sendo um grande exportador de carne, ganhando confiança comercial e aumentado seu poder econômico.

É a isso que se deve a economia goiana não ter sofrido grandes consequências da crise econômica que colocou em vermelho outros estados, como o Rio de Janeiro.

Visitação

Pelos mais de 15 hectares de área, erguido no setor Nova Vila, em Goiânia, vão abrir porteiras para o conhecimento para a importância  da rotina no campo para quem vive na zona urbana. Nos últimos dez anos, a SGPA decidiu trazer escolas para dentro do campo na Exposição.

Nesses anos todos pelo menos 1,7 milhões de crianças passaram pelo local. Sempre com olhos e ouvidos atentos – e bocas que perguntam. Elas são acompanhadas de monitores e aprendem como funciona a Cadeia do Boi – do nascimento ao abate. Passam pelo Museu Agropecuário, Suinocultura, Galeria dos Garanhões.

Este ano, a SGPA quer trazer 20% a mais de crianças. Pelo menos 15 mil vão adentrar o mundo agropecuário. E, ainda, o aluno que fizer a melhor redação sobre a experiência é premiado. Idosos abrigados em asilos também vão passar por lá. Pelo menos 25 mil idosos passaram por ali nos últimos dez anos.

O lugar favorito deles? Ah, claro que deve ser o tradicional Museu da Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura. Certamente se lembrarão da infância na roça, correndo atrás de bezerros e garrotes. No espaço, que mais parece residências dos anos 20 e 40, com mobília, culinária e trabalho rústico da época.

A grande novidade nesta edição vai mostrar, em mil metros de instalação, todo o ciclo do boi. Da genética à degustação. Estantes vão mostrar um canteiro que mostra a integração entre lavoura e pecuária com reflorestamento por mogno africano e sementes de pastagens, genética e nutrição.

No confinamento, os apaixonados pelas raças de bois mais cobiçadas, como Nelore, Nelore Mocho, Gir, Sindi, Nelore Pintado, Brahma, Tabanel e Guzerá.

Na Galeria dos Garanhos, as melhores raças equinas, ou seja,  reprodutores macho que se sobressaem aos outros. Entre as raças, pode ser encontrados o Mangalarga Marchados, Pampa, Pônei, Crioulo, Apaloosa, Paint Horse, Quarto  de Milha, Campolina e Lusitano. São animais criados em Goiás.

Depois de passar pelas exposições, escutar o boi berrar, e tirar selfies, é possível escolher uma das boates, bares e restaurantes conhecidos em Goiânia. Os estabelecimento vão estar ali na avenida principal da praça.

Para garantir a segurança do público, a SGPA estudou a área estrategicamente. Para entrar, detectores de metais vão flagrar qualquer engraçadinho. Serão posicionados, 24 horas por dia, 1.500 seguranças em todos os ambientes.

Homens e mulheres, à paisana, vão ficar de olhos abertos enquanto o visitante curte a música, morde um espetinho de picanha ou bebe a bebida de preferência.

A realização  fica por conta da tradicional Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura (SGPA). No dia 18, às 10 horas, a grande abertura oficial com autoridades ligadas ao setor do Agronegócio goiano do Brasil.

PROGRAMAÇÃO

Cerca de 800 animais bovinos de leite e mais de mil animais de gado chegarão ao parque no dia 15.

No dia 18, às 10 horas, será a abertura oficial da 73 Exposição Agropecuária. Autoridades ligadas ao agronegócio goiano e brasileiro participam do evento.

Alameda cultural

Os goianos poderão curtir shows folclóricos, exposições de artesanatos e shows ao vivo com grandes artistas.

18 de maio – Gustavo Lima e Zé Neto e Cristiano

19 de maio – Léo Santana e Dennis

23 de maio – Marília Mendonça e Kleo Dibah

25 de maio – Jads e Jadson e Naiara Azevedo

26 de maio – Henrique e Juliano e Luiza e Maurílio

AULAS PRÁTICAS PARA ESTUDANTES DE 3 A 16 ANOS

É o Projeto Escola que acontece há mais de 10 anos. Alunos de escolas públicas e particulares da Grande Goiânia farão as visitações pela manhã e tarde ao parque, acompanhados de monitores durante a visitação aos pavilhões, Cadeia do Boi, Museu Agropecuário, Suinocultura, Galeria dos Garanhões e ainda ouvindo palestra técnica sobre o agronegócio.

Cerca de 1,7 milhões de crianças e jovens passaram pelo projeto. Para 2018 haverá o aumento em torno de 20% no número de crianças. Algo em torno de 15 mil conhecerão a festa desse ano. O projeto contempla a premiação pelas três melhores redações feitas pelos alunos visitantes, cujo tema é o Agronegócio e a 73ª Festa Agropecuária do Estado de Goiás. 

PROJETO TERCEIRA IDADE

Idosos de asilos, centros de convivência e grupos comunitários de até 90 anos são recebidos com especial atenção pela Diretoria Social da SGPA. A visita começa com um lanche servido na sede da SGPA para todos.

Momento dedicado à confraternização do grupo.

Em seguida, eles fazem a visitação ao parque acompanhados. O objetivo é agregar, socializar e valorizar a autoestima de quem vence o tempo a cada dia. As Festas Agropecuárias de Goiânia receberam mais de 25 mil idosos no Projeto Terceira Idade em 10 anos de existência.

SEGURANÇA DENTRO DE FORA DO PARQUE

Toda a diretoria da SGPA cria estratégias para, a cada ano, a segurança ser maior e mais eficiente dentro e nas imediações do Parque.

Mais de 1.500 vigilantes foram contratados e estarão espalhados pelo Parque devidamente uniformizados. Homens e mulheres à paisana também farão a vigília nas áreas comuns e durante os shows coibindo qualquer atitude suspeita e alertando as autoridades policiais como Civil e Polícia Militar.

Nas entradas do Parque serão instalados detectores de metal para coibir a entrada de armas ou objetos que possam ser usados como tal.

Nas ruas próximas ao Parque de Exposições a Polícia Militar e a Guarda Civil Metropolitana colocarão as viaturas e homens fazendo a ronda.

LIMPEZA E MANUTENÇÃO

As equipes farão limpeza mantendo sempre banheiros, ruas e pavilhões impecáveis para quem for se divertir. Outra turma fará a manutenção dos espaços comuns à visitação. O trabalho acontece durante 24 horas.

BARES / BOATES / RESTAURANTES

A avenida principal do Parque concentrará grandes nomes do setor de bares, boates e restaurantes. Os preços estarão acessíveis a todos os bolsos.

MUSEU: FAZENDA DOS ANOS DE 1920 A 1950

 O tradicional Museu da Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura é uma das grandes atrações por trazer o sentimento de nostalgia a quem visita a exposição.

O lugar retrata as antigas fazendas do interior de Goiás com seu mobiliário, culinária, forma de trabalho e costumes.

O cenário remete dos anos 20 a 40. No local, em tempo real, é possível ver a fabricação da cachaça, rapadura e melado tocado a boi. A produção dos embutidos e ainda um armazém dos antigos povoados do Estado podem ser vistos no local.

O local estará funcionando em parceria com as entidades PUC, SENAR,FAEG e SEBRAE.

CADEIA PRODUTIVA DO BOI

 A grande novidade desta 73ª Exposição será A Cadeia Produtiva do Boi que mostrará todo ciclo de produção da cadeia que começa na genética e finaliza na degustação.

O local terá mais de 1 mil metros de instalação e estará situado entre os pavilhões 5 e 6, com estandes de grandes empresas envolvidas na área pecuária e mais um confinamento com cerca de 10 metros de extensão e animais de verdade.

Os estandes são compostos por:

Canteiro que mostra a integração entre lavoura e pecuária com reflorestamento por mogno africano e sementes de pastagens;

  • Genética;
  • Nutrição;
  • Confinamento (com animais das raças Tabapuã, Nelore, Nelore mocho, Gir, Sindi, Nelore Pintado, Brahma, Tabanel e Guzerá);
  • Manejo e sanidade,
  • Insumos e máquinas
  • Frigorifico,
  • Associação Goiana dos Criadores do Zebu,
  • Qualidade de carcaça no abate (Adir Leonel);
  • Parque Florestal com mogno africano, canteiro na integração lavoura/ floresta/fazenda e sementes e pastagens.
  • Banco do Brasil
  • Gestão de Negócio Agropecuários (Pool Assessoria)
  • Hospital de Câncer de Goiás – Unidade Inhumas

Para o chamamento da Cadeia Produtiva do Boi, serão colocados 10 bois de fibras pelo Parque com cerca de 2 metros de altura.

GALERIA DOS GARANHÕES

 Será uma galeria especial para receber os garanhões da raça equina. São reprodutores macho que sobressaem sobre os outros.

As raças presentes serão:  Mangalarga Marchador, Pampa, Pônei, Crioulo, Apaloosa, Paint Horse, Quarto de Milha, Campolina, Lusitano.

São animais criados em Goiás e o local terá entrada gratuita para todos os visitantes durante a exposição.

O objetivo é mostrar a toda população as raças de equídeos e a atribuição de cada raça no campo.

Todos os animais entrarão no parque em conformidade com as regras de sanidade animal da Agrodefesa.