Goiás

Mãe de criança filmada comendo ração é indiciada por maus tratos

Vídeo mostra o bebê no chão comendo ração de cachorro; caso ocorreu no dia 1º de julho, em Trindade.
16/07/2018, 17h53

A mãe e a tia-avó da criança de dois anos filmada comendo ração foram indiciadas por maus tratos e por submeter uma criança a constrangimento. O inquérito da Polícia Civil foi concluído nesta segunda-feira (16/7). As mulheres podem receber pena de seis a dois meses de prisão. Além disso, a guarda da criança deve ser dada ao pai.

O caso ocorreu no dia 1º de julho, em Trindade. Na ocasião, um vídeo que mostra o menino comendo ração de cachorro foi enviado à avó paterna, que fez a denúncia. As imagens foram feitas pela tia da criança.

De acordo com o delegado Vicente Gravina, responsável pelo caso, as investigações foram concluídas e o inquérito já foi enviado ao Poder Judiciário.

Reveja o vídeo:

Saiba mais:

Vídeo mostra criança de dois anos comendo ração em Trindade

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Ex-prefeito de Planaltina de Goiás tem direitos políticos suspensos por 3 anos

MP e Justiça entenderam que houve improbidade administrativa em licitação na área da saúde no município.
17/07/2018, 09h32

Acolhendo argumentação do promotor de Justiça Rafael Simonetti Bueno da Silva, o juiz Thiago Santos reconheceu a prática de ato de improbidade administrativa do ex-prefeito de Planaltina de Goiás José Olinto Neto, em razão de ilegalidades em processo de licitação da área de saúde, com valores acima de R$ 100 mil. Na decisão, o juiz suspendeu os direitos políticos do ex-gestor por três anos e aplicou multa de R$ 50 mil, em benefício do Fundo Municipal de Saúde.

No processo, o promotor teve por objetivo responsabilizar José Olinto pelas ilegalidades apontadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios no Pregão Presencial n° 25/2011, que resultou na formalização dos Contratos 205, 206, 207, 208 e 209, respectivamente com as empresas Magno Souza Comércio de Medicamentos Ltda., Recmed Comércio de Materiais Hospitalares Ltda., Stock Comercial Hospitalar Ltda,, All Médica Distribuidora de Materiais Hospitalares Ltda. e Med Roma Distribuidora de Medicamentos Ltda. Todos eles tiveram como objeto o fornecimento de remédios e materiais hospitalares.

Em razão das irregularidades, o TCM requisitou a apresentação de diversos documentos, verificando inconsistências pela falta do levantamento inicial de preços e escolha do tipo de licitação de menor preço por lote, o que levou o órgão a julgar ilegais os contratos administrativos. Assim, por não observar os princípios da administração pública e causar prejuízos aos cofres públicos, o MP acionou o ex-gestor, inclusive, por sua conduta dolosa em relação ao órgão fiscalizador

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Veja vídeos de execução de jovem na UFG

Cenas impressionam pela frieza dos assassinos.
17/07/2018, 14h50

A Polícia Civil divulgou imagens na manhã desta terça-feira (17/7) que mostram a forma com que um jovem foi morto a tiros no Campus Samambaia, da Universidade Federal de Goiás (UFG).

Os vídeos foram divulgados após a prisão de Pedro Henrique Garcia Costa, de 20 anos, suspeito de ter participado do assassinato de Luiz Carlos Pereira Castro, em 5 de junho de 2018, no Câmpus Samambaia da Universidade Federal de Goiás, se apresentou à polícia na última sexta-feira (13/7).

“Ele estava escondido em uma fazenda em Jaraguá e sabia que o cerco estava fechado, por isso o advogado entrou em contato para que ele se entregasse”, conta o delegado adjunto da Delegacia de Homicídios, Marco Aurelio Euzébio Ferreira.

Segundo a polícia, o crime foi motivado por tráfico de drogas, mas Pedro diz que não sabia que Vinícius pretendia matar a vítima. “Eles estavam sentados, tinham usado drogas e Vinícius levanta e atira e Pedro sai correndo”, relata o delegado ao ver as imagens de câmeras de segurança.

Veja a sequência de imagens:

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Mulher é presa após matar marido em Morrinhos

A mulher contou à Polícia que sofria violência doméstica.
17/07/2018, 16h36

A Polícia Civil de Morrinhos prende nesta terça-feira (17/7), Eliesia Cristina de Moura, de 37 anos. Ela é acusada de matar a facadas o marido, Atamir Mansano Martins.

De acordo com as investigações, no dia 19 de outubro de 2017, a mulher esfaqueou o marido na casa em que moravam. Após o crime, ela foi à delegacia e registrou uma ocorrência dizendo informando que tinha sido vítima de violência doméstica.

Porém, conforme demonstrado na investigação, neste momento, a investigada já teria ceifado a vida de Atamir.

Além disso, durante os trabalhos investigativos da Polícia Civil, foi possível descobrir que Eliesia teria alterado o cenário do fato criminoso, pois a vítima foi encontrada em local diverso de onde a facada teria sido ocasionada. Além disso, a residência foi lavada após o crime. Por isso, ela também será indiciada pelas práticas dos crimes de falsa comunicação de crime e fraude processual.

Desde a decretação da medida cautelar, as diligências foram intensificadas no intuito de localizar Eliesia, a qual, desde então, se encontrava foragida, dificultando a ação policial.  Após o cumprimento do mandado de prisão preventiva, a mulher foi encaminhada a Unidade Prisional local.  O Inquérito Policial será concluído no prazo de 10 dias e posteriormente remetido ao Poder Judiciário.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Policiais se passam por clientes e prendem homem que vendia motos roubadas

Policiais monitoravam redes sociais quando desconfiaram dos veículos oferecidos.
17/07/2018, 16h59

Policiais civis da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA) prenderam receptador que tentava vender, pela internet, motocicleta furtada e recuperam outros quatro veículos nesta terça-feira (17/7) no Bairro Santa Rita, em Goiânia. A polícia chegou ao suspeito depois de monitoramento feio pelos policiais por meio das redes sociais.

Os investigadores conseguiram descobrir o local onde a motocicleta estava guardada e, ao chegarem lá, encontraram outras motocicletas com sinais identificadores adulterados. Os veículos foram apreendidos e periciados. O resultado da perícia revelou que uma delas havia sido furtada há cerca de 1 mês.

O autor foi preso por receptação qualificada, uma vez que ele exercia atividade comercial pelas redes sociais. Não há possibilidade de fiança policial nesse caso.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.