Esportes

Veja onde comprar ingresso para a Corrida do Milhão em Goiânia

A corrida terá largada às 11h30 e será disputada no anel externo do Autódromo de Goiânia.
03/08/2018, 12h15

Os ingressos para a Corrida do Milhão, etapa da Stock Car, que será disputada em Goiânia, neste domingo (5/8), estão à venda.

A prova contará com pilotos famosos como Felipe Massa e Rubens Barrichello, nomes conhecidos da Fórmula 1, além dos astros da categoria, como o líder Daniel Serra, o vice-líder Marcos Gomes, Felipe Fraga, entre outros.

A Corrida do Milhão terá largada às 11h30 e será disputada no anel externo do Autódromo de Goiânia.

A venda é feita pela internet, mas o fã da categoria também poderá adquirir a entrada na Fnac (Shopping Flamboyant, em Goiânia, e Park Shopping, em Brasília) e também em alguns postos da rede Petrobras. Também haverá venda nas bilheterias do autódromo.

As opções são a área de arquibancada e arena, que custa R$ 50 e permite ao espectador uma ampla movimentação pelo autódromo.

Também está à venda o ingresso que dá direito a visitação aos boxes a partir das 9h45. O valor da inteira é R$ 130.

Ainda existe o ingresso para a área do paddock, no valor de R$ 370, que dá direito a serviço de alimentação e bebidas, visitação aos boxes e lugar coberto para ver a corrida.

Corrida do Milhão

Data: 5/8 (Domingo)

Local: Autódromo de Goiânia

Largada: 11h30

Ingressos:

– Arena: R$ 50

– Visitação aos boxes: R$ 130

– Paddock: R$ 370

Vendas:

– Online

– Fnac (Shopping Flamboyant, em Goiânia, e Park Shopping, em Brasília)

– Postos Petrobras:

– Rua 65, nº 33 – Jardim Goiás

– Av. Perimetral Norte, 1360 – Capuava

– Av. Brasil Qd. 2 Lt. 1E, n° 688 – Jardim Luz

– Rua Araguapaz nº 20 – Residencial Alphaville Flamboyant

– Av. C-17, nº 660 – Setor Sudoeste

– Av. T-4 esquina c/ T-12, nº 123 Qd.124 – Setor Bueno

– Av. Engler, nº 220 – Jd. Mariliuza

– Av. Goiás Norte, n° 4118 – Setor Criméia Oeste

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Igreja evangélica é roubada pela nona vez no interior de Goiás

O prejuízo estimado já chega a R$ 20 mil.

Por Ton Paulo
03/08/2018, 14h07

Uma igreja evangélica localizada em Gameleira de Goiás, interior do Estado, foi furtada pela 9ª vez na madrugada de quinta-feira (2/8). Os bandidos levaram o equivalente a R$ 5 mil equipamentos de som da Igreja Batista da Cidade.

De acordo com membros da igreja, o prejuízo somado ao longo de um ano chega a R$ 20 mil.

Os ladrões arrombaram uma janela para entrar, e roubaram uma mesa de som, base de microfones e quatro caixas de som. Nas invasões anteriores, foram furtados materiais de construção, cimento, uma pá entre outras coisas.

Os responsáveis pela igreja registraram um boletim de ocorrência na Polícia Civil. A Polícia Militar (PM) informou que tem feito levantamentos de suspeitos ligados a esse tipo de crime e que conta com viatura específica para a região.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Anápolis tem mais um caso de filho que matou o pai para defender a mãe; jovem está foragido

O crime impressiona por ter exatamente as mesmas características do anterior, ocorrido no mesmo município.

Por Ton Paulo
03/08/2018, 14h56

Um jovem de 20 anos fugiu depois de matar o pai asfixiado com um “mata leão” para defender a mãe, na madrugada desta sexta-feira (3/8). O crime ocorreu na rua TT-13, setor Parque dos Pirineus, em Anápolis.

Em entrevista ao Dia Online, o delegado responsável pelo caso, Cleiton Lobo Araújo, informou que o jovem, que é funcionário da prefeitura do município de Anápolis, teria presenciado ameaças do pai contra sua mãe durante uma briga do casal, por volta de 3h30 da manhã.

Para protegê-la, o rapaz avançou sobre seu pai e o asfixiou com um golpe conhecido como “mata leão”, levando o homem à morte e fugindo logo em seguida. A Polícia só foi chamada às 6h da manhã pela mulher.

De acordo com o delegado, o homem não tinha antecedentes criminais e nem histórico de violência doméstica contra a esposa, mas devido a um processo turbulento de divórcio, o imóvel em que morava o casal passou a ser motivo de brigas constantes, e o homem passou a ameaçar a mulher.

Ainda segundo Cleiton Lobo, o jovem também não tem passagens pela polícia. Ele está foragido.

Este é o segundo caso de filho que mata o pai para defender a mãe que ocorre em pouco mais de uma semana, em Anápolis. O crime anterior, ocorrido no dia 22 de julho, tem exatamente as mesmas características, onde rapaz de 21 anos matou o pai asfixiado que ameaçava sua mãe.

O caso será investigado pela Polícia Civil para constatar se realmente houve legítima defesa.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Polícia prende sete pessoas que faziam parte de uma facção criminosa do Rio de Janeiro

Durante as prisões, a polícia apreendeu vários carros, armas, munições e dinheiro.
03/08/2018, 15h01

Policias da Superintência de Inteligência da Polícia Civil, agentes da Delegacia de Repressão a Ações Criminais Organizadas, GT3,  1ª Delegacia Regional e Grupo de Repressão a Narcóticos de Aparecida de Goiânia deflagraram na madrugada de hoje (03/08) a  Operação Spectro.

Até o início da tarde sete pessoas tinham sido presas, uma delas no Mato Grosso. De acordo com o delegado Douglas Pedrosa, eles são suspeitos de participarem de uma facção criminosa do Rio de Janeiro que age em todo o Brasil. “Além do crime de tráfico de drogas, eles são suspeitos de cometerem outros delitos, mas ainda não podemos divulgar para não atrapalhar as investigações”, destacou.

Durante as prisões, a polícia apreendeu vários carros, armas, munições e dinheiro. Um dos agentes, que participou da Operação, contou que um dos bandidos foi preso na casa em que morava, em Goiânia. “Uma mansão bem luxuosa”, ressaltou.

O advogado Rafael Vasconcelos, que está defendo quatro dos sete presos, afirmou que não sabe do envolvimento deles com o crime organizado e que eles teriam sido presos por porte ilegal de armas.

A Operação Spectro ainda está em andamento, e segundo o delegado, mais pessoas devem ser presas até semana que vem. “Esperamos que até terça-feira da próxima semana o caso seja concluído”, afirmou Douglas.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Operação Strike desarticula quatro quadrilhas de traficantes que agiam em Goiânia e Região Metropolitana

Dos presos, seis usavam tornozeleiras eletrônicas.
03/08/2018, 15h34

Equipes da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc) desarticularam quatro grupos de criminosos que traficavam em Goiânia e região metropolitana da capital. Foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão e 14 de prisão preventiva.

Com os 13 suspeitos, a polícia apreendeu maconha, cocaína, crack, uma pistola 380. Outros três haviam sido presos nos meses anteriores.

Conforme apurou os policiais, cada associação criminosa tinha um chefe.  Fernando Rodrigues Nogueira e outros sete traficantes vendiam drogas em Aparecida de Goiânia, além de mandar drogas para Bahia e Pará.

Marcos Deivd de Souza distribuia drogas na capital goiana, sobretudo na região sul (nos bairros Jardim Goiás e Leste Universitário), Sudoeste, (Setor Eli Forte, Parque Santa Rita, Residencial Bouganville, Moinho dos Ventos) e Noroeste (Jardim Curitiba, Liberdade e Goiânia Viva) de Goiânia.

Operação Strike desarticula quatro quadrilhas de traficantes que agiam em Goiânia e Região

Willian Coelho da Silva Sena tinha a ajuda do irmão, Andre Luis Coelho da Silva Sena, com quem vendia drogas na região do Centro de Aparecida de Goiânia, Abadia de Goiás e vários setores da região noroeste da capital.

Já Deyvid  e Meire vendiam maconha, crack e cocaína na região norte de Goiânia, setores Balneário Meia Ponte, Urias Magalhães e Crimeia Oeste.

A Operação Strike da Denarc prendeu 12 pessoas e cumpriu mandados contra outras 3 que já estavam presas, chegando a 15 presos. Naisser Klennys Borges está foragido.

Operação Strike desarticula quatro quadrilhas de traficantes que agiam em Goiânia e Região

Lista dos integrantes da quadrilha: Meire Lucia Ribeiro da Silva, João Paulo Nunes Ferreira, João Arthur Rodrigues Duarte, Wanderson Dias da Mata, Adones Mendes da Silva, Henrique Carvalho dos Santos, Geovane Gomes, Marcones Deivid de Souza, Fernando Rodrigues Nogueira, Gilson Alves Cabral, Willian Coelho da Silva, Andre Luis Coelho da Silva Sena, Thiago Ferreira Meira, Rafaela Braz Pereira Melo, Suzane dos Santos Oliveira.

Veja a apresentação:

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.