Goiás

Dia D da Campanha de vacinação contra pólio e sarampo acontece neste sábado

No dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra Pólio e Sarampo, postos funcionarão das 8 às 17 horas imunizando crianças menores de cinco anos.
17/08/2018, 08h03

O dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra Pólio e Sarampo acontece neste sábado (18/8).  Segundo a Secretaria de Saúde de Goiás, desde o início na campanha, no dia 6 de agosto, apenas 17% do público-alvo foi vacinado. A meta em Goiás é imunizar 95% das crianças de um a quatro anos, 11 meses e 29 dias. No total, 364,6 mil crianças devem ser vacinadas no estado. A campanha segue até o dia 31 de agosto.

Campanha de vacinação contra pólio e sarampo

Em Goiânia, são 66 postos de vacinação abertos das 8h às 17 horas. Já em Aparecida de Goiânia, há outros 32 postos fixos.

Para a imunização, será administrada uma dose extra da vacina oral (gotinha) contra a poliomielite (VOP) em crianças que já tenham recebido uma ou mais doses da vacina injetável (VIP) ou até mesmo da VOP. Para a prevenção do sarampo será disponibilizada a vacina tríplice viral, que além do sarampo, protege também contra a caxumba e a rubéola.

De acordo com a superintendente de Vigilância em Saúde da SMS, Flúvia Amorim, o dia D deve ajudar as pessoas que não tem tempo de levar os pequenos para vacinar durante a semana. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) alerta para que pais e responsáveis aproveitem o dia e o restante da campanha para proteger as crianças. O sarampo pode levar à morte e a poliomielite, ou paralisia infantil, deixa sequelas graves.

Dia D de vacinação contra pólio e sarampo

A abertura do Dia D será realizada às 8h no Centro Municipal de Vacinação e Orientação ao Viajante, no setor Pedro Ludovico. De acordo com o Ministério da Saúde, das 364,6 mil crianças a serem vacinadas em Goiás, 72.23 estão dentro da faixa etária que deve ser imunizada na Capital. A orientação é que os pais ou responsáveis apresentem o cartão de vacinas para avaliação do histórico.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

TSE recusa pedido de Lula para participar do debate na Rede TV

O debate com os presidenciáveis vai ao ar hoje, pela emissora Rede TV.

Por Ton Paulo
17/08/2018, 10h09

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), através do ministro Sérgio Banho, rejeitou na última quinta-feira (16/8) pedido do Partido dos Trabalhadores que buscava permissão para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participar do debate na Rede TV! de candidatos a presidente da República previsto para ocorrer nesta sexta-feira (17/8).

O ministro Banhos declarou em sua decisão que “é público, notório e incontroverso” que Lula cumpre pena depois de ter sido condenado a 12 anos e um mês de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª-Região (TRF-4) no caso do triplex.

Sérgio ressaltou que, apesar de desdobramentos da condenação na esfera eleitoral, especialmente na questão do debate na Rede TV, o TSE não teria competência para deliberar sobre o “direito de ir e vir” do ex-presidente.

Ao recorrer ao TSE para conseguir a participação presencial de Lula no debate da emissora, a defesa do petista entrou com outras solicitações, para garantir ao menos a participação do ex-presidente no debate por videoconferência ou por meio de vídeos pré-gravados.

“De igual forma, carece esta Justiça especializada de atribuição constitucional e legal para intervir em ambiente carcerário, (…) dispondo sobre a eventual utilização intramuros de aparato tecnológico que possibilite, para além de todas as demais questões jurídicas certamente envolvidas, a participação do segundo requerente, por videoconferência ou por meio de vídeos pré-gravados, em debates a serem realizados nos mais diversos meios de comunicação social. Aliás, no que toca à gravação de vídeos, o modelo seria incompatível até mesmo com a já conhecida dinâmica desses debates”, escreveu Banhos, na decisão.

O ministro destacou ainda que as medidas solicitadas pelos petistas significariam uma “indevida interferência da Justiça Eleitoral na esfera de competência do juiz da execução da pena”. A juíza responsável é Carolina Lebbos Moura, que negou recentemente a Lula a possibilidade conceder entrevistas.

Argumentos da defesa

Para a defesa do ex-presidente, mesmo preso, Lula tem “em sua integralidade todos os seus direitos políticos” e a condenação no caso do triplex não pode “restringir a pré-candidatura ao cargo de Presidente da República”.

Os advogados do petista ainda alegaram que a “Lei das Eleições”, de 1997, prevê a participação em debates de candidatos de partidos com representação de, no mínimo, cinco parlamentares, como é o caso do PT.

“Sendo assim, percebe-se que o impedimento do exercício regular dos direitos do candidato de que padece o ex-presidente Lula, tem gerado grave falta na isonomia do próprio pleito eleitoral de 2018, o que, com certeza, caso não seja restabelecida a equidade, contaminará todo o exercício cidadão da democracia e aprofundará a crise de legitimidade, já evidente, das instituições democráticas”, observou a defesa de Lula.

Via: Estadão 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Homem é condenado por atirar em amigo para não pagar chuteiras em Aragarças

Homem disparou duas vezes contra o amigo quando este apareceu para cobrar a dívida do objeto vendido.

Por Ton Paulo
17/08/2018, 10h16

Um homem foi condenado pela Justiça de Aragarças, interior do Estado, por ter atirado contra um amigo para não pagar por um par de chuteiras que comprou da vítima. O caso aconteceu em 2017, mas só agora a sentença foi expedida.

Segundo informações do processo, no dia 26 de  agosto de 2017, Maycon Neves de Oliveira vendeu uma par de chuteiras a Jefferson Souza Tapetipor pelo valor de R$  60 reais. Jefferson teria pago inicialmente R$ 20 reais, e o restante deveria ser pago no dia seguinte.

Na hora combinada, Maycon foi ao encontro de Jefferson, e foi informado pelo amigo que receberia a dívida às 6 horas do dia 27, o que não aconteceu.

No dia 28, Maycon resolveu ir novamente à casa de Jefferson, que  atendeu a porta e disse: “aguarda aí, que eu vou buscar”. Maycon ficou esperando onde estava, do lado de fora da residência, até quando viu, pela janela, que Jefferson estava vindo em sua direção com um objeto nas mãos.

Na audiência que foi realizada, Maycon contou ao juiz que neste momento pegou sua bicicleta para ir embora, porém o amigo se aproximou e efetuou um disparo em sua direção, que não chegou a atingi-lo.

A vítima disse também que largou a bicicleta e saiu correndo a pé, mas quando olhou para trás, viu Jefferson correndo atrás dele, efetuando outro disparo.

Ainda de acordo com Maycon, ele conseguiu alcançar a casa de um tio que reside no Bar Jardim das Palmeiras, no município de Aragarças, e se escondeu.  Maycon revelou que nunca mais procurou Jefferson para receber o dinheiro e que nem quer mais saber do “amigo”.

Na audiência, Maycon relatou que jogava futebol com Jefferson e, como ele não tinha nenhum tênis ou chuteira,  ofereceu uma de seu uso pessoal.

Veja como foi a decisão do juiz de Aragarças

O juiz  Reinaldo de Oliveira Dutra, que deu a sentença no caso, ponderou que, diante das declarações da vítima, “denota-se que o acusado efetuou disparos, porém aquela não viu onde acertou tais disparos, estando a uma distância considerável do local em que a vítima estava”.

O magistrado prosseguiu dizendo que “neste contexto, não há dúvidas quanto à ocorrência do crime de disparo de arma de fogo, não havendo elementos suficientes para sua pronúncia pelo crime de tentativa de homicídio, uma vez que, de acordo com a prova oral colhida”.

Jefferson foi condenado a cumprir duas penas restritivas de direito, com prestação pecuniária (tipo de indenização em dinheiro) e prestação de serviço à comunidade, pelo prazo de três anos.

Além dissom ele também terá de pagar multa fixada em 10 dias-multas.

Via: MP-GO 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

O final de semana em Goiânia tem um leque de opções para você

O final de semana em Goiânia está cheio de atrações para todos os gostos e idades.
17/08/2018, 10h17

O final de semana em Goiânia está cheio de atrações. Tem shows de diferentes estilos musicais, programação infantil, teatro e outros.

O Dia Online fez uma lista das principais opções para você escolher e se divertir. Confira:

Shows e festas do final de semana

Sexta-feira (17/8)

1. Show Imagens da Alma no Teatro Sesc (20h)

Final de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

Uma viagem sonora à MPB para homenagear canções e compositores que fazem parte do imaginário popular, com acordes de instrumentistas de peso como Bororó, Ricardo de Pina, Gennyson, Rozinaldo e um grande compositor e intérprete como Renato Castelo.

Preço: R$ 8 (Trabalhadores do comércio e dependentes), R$ 10 (Conveniados), R$ 11 (Meia-entrada) e R$ 22 (Inteira)  Gênero: MPB Classificação: Livre Duração: 90 min

Sábado (18/8)

1Zé Neto e Cristiano no projeto ‘A Casa’ 2018 – Próximo ao Flamboyant – Rua Recife, Vila Alto da Glória (inicia às 18h)

Final de semana em Goiânia
Foto: Divulgação

Goiânia recebe até 18 de setembro o projeto A Casa, maior complexo de entretenimento de Goiás. Esta já é a segunda edição do projeto que reúne shows, festas e espaços para entretenimento. E quem chega agitando o primeiro fim de semana é a dupla Zé Neto e Cristiano, que se apresenta no sábado (18/8), e vai levar seus principais sucessos sertanejos para o espaço. Os ingressos para esse dia custam R$ 100,00 masculino e R$ 70,00 feminino (1º lote).

Pontos de vendas de Ingressos do show: Quiosque Shopping Flamboyant – Piso 1; Quiosque Buriti Shopping – Piso 2; Bahrem Burger & Grill – Unidades: Marista, Jamel Cecílio e Setor Oeste

2.Baile do Nego Véio – Atlanta Music Hall (21h)

Final de semana em Goiânia
Fotos: Reprodução

O cantor e compositor Alexandre Pires traz para Goiânia, no próximo dia 18 de agosto, o Baile do Nego Véio, projeto em que o artista resgata os principais sucessos dos anos 90. O show, que terá três horas de duração terá um repertório recheado de sucessos dos grupos Só Pra Contrariar, Raça Negra, Negritude Jr e outras. Logo em seguida o pagodeiro paulista Marquynhos SP sobe ao palco para gravar seu novo CD: Tá Diferente – Volume 1 – com três músicas inéditas e também sucessos da década de 90.

Ingressos: R$ 50 reais (pista); R$ 80 reais (camarote); R$ 120 reais (lounge). Vendas: Tribo do Açaí; Empório Enquanto Isso em Goiás; Vendas online: Sympla.com

3. Happy Holi Goiânia 2018 – Estádio Serra Dourada (14h – 21h)

O final de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

A Happy Holi – Evolution Tour acontece em Goiânia no dia 18 de agosto em comemoração aos cinco anos de sucesso do festival na cidade. DJs, comida, bebidas vão regar e embalar muitas horas de bagunça no Estádio Serra Dourada. Ingressos: R$ 50 – R$ 350

Domingo (19/8)

Illusionize encerra temporada do Deu Praia 2018 –  BR 153, Km 501, em frente ao Carrefour (16h)

O final de semana em Goiânia
Foto: Divulgação

No domingo, 19, um dos expoentes da cena house do Brasil se apresenta no Deu Praia, o ILLUSIONIZE será a atração principal que encerrará a temporada 2018. E para abir as apresentações do dia, o jovem Anneto comanda as pick-ups. O Deu Praia abre os portões a partir das 16h.

Natural de Goiânia, o “garoto do grave”, ou “do chapéu” — como é chamado pelos fãs —, é autor de grandes hits como “Take”, “Time” “Better Day” “Bring it Back”, e “Bass”, essa última que o consagrou, e definiu seu próprio estilo.

Valor do ingresso 1º lote: unissex – R$ 60 reais (meia). Pontos de vendas oficiais: República da Saúde – Rua 89, St.Sul; The Body Shop: Flamboyant Shopping; The Body Shop: Goiânia Shopping; Marola Surfwear: Buriti Shopping e Passeio das Águas Shopping;  Tribo do Açai – Rua 36 St. Marista; Bulls Hamburgueria – Av. T10 nº1025, St. Bueno

Opção de teatro do final de semana

Sábado (18/8)

1. “Saidera”- O bebim da Praça É Nossa – Teatro Madre Esperança Garrido (20h)

Final de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

O personagem “Saidera” do programa A Praça É Nossa, do SBT, chega à Goiânia no dia 18 de agosto, para fazer uma apresentação, prometendo muitas risadas para todos os presentes. O show, que promete muitas risadas, conta com a presença do humorista goiano, Lucas Batt. Classificação: 12 anos. Ingressos: R$70,00 Vendas Online: Meu Bilhete.com

Programação infantil do final de semana

Sábado (18/8)

1.Espetáculo Inesperável Público no Teatro Sesc (17h)

Final de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

O espetáculo cômico resgata a essência do circo de maneira minimalista, propondo assim um tema de relevância na história mundial com uma atenção especial para seu caráter lúdico e fantástico. Esse jogo cênico é conduzido pelas palhaças Marinês e Hipotenusa, que reinterpretam alguns números tradicionais de circo, como a mágica, o equilibrismo, a acrobacia e, é claro, muita palhaçada!

Preço: R$ 5 (Trabalhadores do comércio e dependentes), R$ 6 (Conveniados), R$ 7 (Meia-entrada) e R$ 14 (Inteira). Gênero: Teatro para crianças. Classificação: 3 anos. Duração: 60 min

Sábado (18/8) e Domingo (19/8)

1.Patati Patatá -show “Alegria” no Circo Maximus – estacionamento do Passeio das Águas Shopping (16, 18h e 20h)

O Circo Maximus, instalado no estacionamento verde do Passeio das Águas Shopping, trará para Goiânia nos dias 18 de 19 de agosto o show “Alegria” com Patati Patatá. O novo espetáculo promete uma interação de pais e filhos diante dos clássicos sucessos da dupla de palhaços mais amadas do Brasil.  Músicas como o “Ronco do vovô” e Pout Pourri são alguns dos sucessos que animarão o público. Os ingressos custam de R$ 15 a R$ 40 e podem ser adquiridos na bilheteria do circo.

Final de semana em Goiânia
Foto: Divulgação

3. Oficina gratuita de Minecraft – Goiânia Shopping (16h no sábado, 14h e 16h no domingo)

Final de semana em Goiânia
Foto: Divulgação

O fim de semana será de muita tecnologia no Clubinho Goiânia Shopping. No sábado, dia 18, das 16 às 17h40,  crianças com mais de 7 anos de idade poderão participar da “Oficina de Programação no Minecraft”. No domingo, dia 19, serão dois horários: das 14 às 15h40 e das 16 às 17h40. Os participantes aprenderão a programar um robô (ferramenta) dentro do Minecraft para que ele construa estruturas e objetos. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no espaço Clubinho Goiânia Shopping, Piso 3.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Casal que vendia ágio de carro roubado pelo WhatsApp é preso em Aparecida

Policiais marcaram encontro e prenderam os dois em flagrante em Aparecida.
17/08/2018, 10h25

A equipe da 2ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Aparecida de Goiânia prender em flagrante um casal por receptação na quinta-feira (16/8) casal que vendia carro roubado pelo WhatsApp. Juliana Aparecida de Carvalho e seu marido, Vinícius Silva Mattos, foram presos ao tentarem vender dois automóveis em uma rede social: um Honda Accord de cor preta e um Hyundai Azera de cor branca.

Ao investigarem um grupo de WhatsApp de compras e vendas de veículos no qual havia suspeita de ocorrência de negociações de veículos roubados, os policiais civis constataram que o Honda Accord e o Hyundai Azera eram anunciados para comercialização com ágio nos valores R$ 55 mil e R$ 75 mil, respectivamente.

Após levantamentos nos sistemas de informações da Polícia Civil, foi localizado o dono do veículo Honda Accord, que alegou estar na posse de seu veículo. Ele confirmou ter anunciado seu automóvel para venda em um site no valor de R$135 mil.

Carro roubado pelo WhatsApp

Diante dos fatos, os policiais marcaram encontro com Juliana na Vila Brasília, em Aparecida de Goiânia. Acompanhada do seu marido, Juliana chegou no local combinado de posse do Honda Accord preto, e afirmou ser o automotor procedente do município mineiro de Uberlândia. Assim os investigadores checaram o chassi e o motor do veículo, constataram tratar-se de um veículo com ocorrência de roubo.

Ao procederem a revista no interior do carro, os policiais civis localizaram a chave de um Hyundai. O casal alegou ser o modelo Azera que fora adquirido, também na cidade de Uberlândia. Constatou-se que também esse automóvel era produto de Roubo.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão a Vinicius e Juliana por receptação. A equipe responsável pelas diligências relativas ao caso é formada pelos policiais civis Silvana Maria, Karla Carrijo, Aryadne Lima, Alexandre Viseu, Framarion, Patrícia Figueiredo e Irio Rabelo, além dos estagiários Giovanna, Nathalia e Stive, coordenados pelo delegado Flávio Bernardes Melo.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.