Saúde

Mesmo com Dia D, Goiás segue abaixo da meta de imunização contra pólio e sarampo

A meta é vacinar no mínimo 95% da população-alvo do Estado, o que representa 346.364 crianças.
21/08/2018, 14h38

Mesmo com o Dia D de vacinação, Goiás segue abaixo da meta de imunização contra contra pólio e sarampo. Desde o dia de lançamento da campanha, em 6 de agosto, até esta segunda-feira (20/8), foram vacinadas apenas 58,68% contra pólio e 57,25% contra sarampo.

A meta é vacinar no mínimo 95% da população-alvo do Estado, o que representa 346.364 crianças.

Para a poliomielite, as crianças que ainda não tomaram nenhuma dose da vacina serão vacinadas com a Vacina Inativada Poliomielite (VIP). As crianças que já tiverem tomado uma ou mais doses receberão a gotinha (Vacina Oral Poliomielite – VOP). Todas as crianças devem receber uma dose das vacinas contra pólio e contra o sarampo, independente da situação vacinal.

De acordo com a enfermeira Clécia Vecci, gerente de Imunização e Rede de Frio da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), além de proteger a criança individualmente, a vacinação durante a campanha também protege a população de forma coletiva.

Clécia esclarece que as crianças vacinadas contra a paralisia infantil promovem uma proteção coletiva por disseminar, no meio ambiente, o vírus vacinal. Já a vacinação contra o sarampo tem o mérito de interromper a cadeia de transmissão da doença.

Em Goiânia, são 66 postos de vacinação abertos das 8h às 17 horas. Já em Aparecida de Goiânia, há outros 32 postos fixos.

Dados de pólio e sarampo no país

A poliomielite está erradicada no Brasil desde 1994. Em Goiás, o último caso confirmado foi em 1999, mas casos registrados em outros países apontam a necessidade de manter a vacinação em território brasileiro.

Já o sarampo, dois surtos são enfrentados no Brasil atualmente, em Roraima e Amazonas. Até o dia 14 de agosto foram confirmados 910 casos de sarampo no Amazonas e 5.630 permanecem em investigação. Já em Roraima, foram 296 casos confirmados e 101 continuam em investigação.

Casos isolados, também relacionados à importação, foram identificados em São Paulo (1), Rio de Janeiro (14); Rio Grande do Sul (13); Rondônia (1) e Pará (2). Até o momento, foram confirmados seis óbitos por sarampo, quatro em Roraima (três estrangeiros e um brasileiro) e dois no Amazonas (os dois brasileiros).

O vírus é altamente transmissível e causa paralisia flácida irreversível.

A campanha de vacinação segue até o dia 31 de agosto.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

"Aprendi arte sozinho", conta gari de Goiânia que vai representar a capital em famosa exposição de São Paulo

Manoel dos Santos é funcionário da COMURG desde 2006. Mas sua real vocação é outra: Manoel é um artista nato e vai representar Goiânia em uma famosa exposição em São Paulo.

Por Ton Paulo
21/08/2018, 15h01

Quem vê Manoel dos Santos, de 53 anos, realizando o trabalho de limpeza urbana diariamente nas ruas da capital, não imagina o exímio artista que se esconde atrás do uniforme laranja padrão. O gari de Goiânia foi selecionado recentemente para representar a cidade na famosa exposição da 14ª Bienal Naïfs do Brasil, em São Paulo, e não é à toa.

Funcionário da Companhia de Urbanização de Goiânia (COMURG), Manoel passou no concurso da empresa em 2006. Antes, Manoel, que nasceu e foi criado em Goiânia, trabalhava como metalúrgico, mas sua real vocação era outra. “Aos 16 anos eu pintei meu primeiro quadro, de forma improvisada. Eu chegava do colégio todos os dias e ficava olhando para a pintura”, conta, em entrevista ao Portal Dia Online.

Manoel não tem instrução superior, aprendeu tudo o que sabe sobre arte por conta própria. Ele se considera primitivista, mas, segundo ele, tem influência de mestres clássicos da arte. “Sempre me espelhei em nomes como Antonio Poteiro, Picasso, entre outros”, revela.

"Aprendi arte sozinho", conta gari de Goiânia que vai representar a capital em famosa exposição de São Paulo
Foto: Reprodução/Facebook

A obra escolhida para representar Goiânia na 14ª Bienal Naïf em São Paulo é o acrílico sobre tela “Ajuda Nois Humanos”, pintado nas dimensões 60×80 cm e que passou pelo crivo de avaliadores especialistas em artes. A comissão recebeu quase 1200 trabalhos, inscritos por 583 artistas. Entretanto, essa não é a primeira exposição ou premiação que Manoel participa.

O artista ganhou o primeiro lugar numa premiação artística promovida pela Toctao Engenharia em Goiás, e levou o terceiro lugar num concurso realizado pela Telebrás.

O estilo primitivista de Manoel se volta para a fauna e flora, além de casos relacionados a ela. O quadro “Ajuda Nois Humanos”, que estará em exposição em São Paulo, faz referência à epidemia de febre amarela que assolou Goiás há algum tempo (e que ainda tem vestígios dela), e a matança indiscriminada de macacos que ocorreu na época, impulsionada pela ignorância de alguns que pensavam ser o animal transmissor da doença.

A pintura não é a única especialidade de Manoel. O artista também faz esculturas, e tem seu próprio ateliê montado nos fundos de sua residência. “Tudo relacionado à arte eu estou dentro. Pinturas, esculturas. Tenho meu ateliê, que eu mesmo montei. Não é uma grande coisa, mas sempre quando volto pra casa, posso ver meu quadros lá, no mesmo lugar”, conta.

"Aprendi arte sozinho", conta gari de Goiânia que vai representar a capital em famosa exposição de São Paulo
Foto: Reprodução/Facebook

Manoel relata ainda que sempre teve o apoio da esposa e dos dois filhos, um rapaz de 18 anos e uma moça de 22, que já demonstram ter a veia artística do pai. “Minha filha toca violão, e meu filho é quase especialista em cinema”.

Segundo o pintor, escultor e gari, os detalhes para uma exposição de sua obra estão sendo acertados com o Hospital Alberto Rassi

A Bienal Naïfs

Originada das mostras anuais realizadas pelo Sesc Piracicaba de 1986 a 1991, a Bienal teve sua primeira edição em 1992 na mesma cidade. Desde então, consolidou-se como uma referência para aqueles que possuem algum vínculo com sua proposta, voltada para as expressões artísticas de caráter popular, autodidata e espontâneo.

Atualmente, a seleção dos artistas participantes ocorre via edital aberto, bem como por convite, a partir da formação de uma comissão composta por curadores, artistas e pesquisadores. Seus principais objetivos são incentivar a produção artística popular e oferecer espaço para sua apreciação, além de estimular o pensamento crítico a seu respeito.

“Naïf” é um termo de origem francesa, derivado do latim nativus. Sugere algo natural, ingênuo, espontâneo, tendo sido utilizado originalmente no campo das artes para descrever a pintura e as propostas do artista modernista francês Henri Rousseau (1844-1910).

A adoção do termo pela Bienal, no plural e desvinculado da palavra “arte”, evidencia seu foco no artista e em suas manifestações diversas e múltiplas, deixando em aberto os possíveis significados e características do que é ser naïf.

Via: Bienal Naïfs 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Leonardo passa por cirurgia nos olhos, faz piada e viraliza

"Que co ce tem nos zoi?", comentou uma seguidora que seguiu coro de piadas.
21/08/2018, 15h40

Vestido com roupa de cirugia, o cantor sertanejo goiano Leonardo passa por cirurgia nos olhos, posta foto nas redes sociais e viraliza manhã desta terça-feira (21/8). “Confesso que estou com medo da cirurgia dos olhos 👀, mas estou com muita raiva de ficar 8 dias SEM beber”.

Nos comentários, quase 11 mil seguidores brincaram com a situação e deixaram mensagens de fé, esperança e, claro, zoação.

A postagem foi publicada mais de 15 mil vezes no Facebook e teve milhares de comentários. A reação foi imediata. Edna Alves  comentou: “é por isso que não faço cirurgia kkkkkk.”

Helena Beija-flor brincou: “Que co ce tem nos zoi?”. “Kkkķkk só pensa na cachaça”, lembrou  Maria Aparecida. 

Segundo a assessora de imprensa do cantor Leonardo, Ede Cury, ele passou pelo procedimento cirúrgico na manhã desta terça-feira para tratar de miopia, após uma primeira, anos atrás.

Ede Cury ainda informou que o procedimento estava programado antecipadamente para evitar choque com a agenda de shows do cantor. Ele vai ficar oito dias sem fazer shows para a recuperação.

Leonardo que passa por cirurgia nos olhos é um sucesso desde 1983

Do interior de Goiás, na cidadezinha de Goianápolis, a 41,9 km de Goiânia, Leonardo iniciou carreira ao lado do irmão Leandro – que deixou o Brasil enlutado quando morreu de câncer em há 20 anos, em 1998.

Ao lado de Leonardo, chacoalhou o coração de brasileiros apaixonados por meio de discos de vitrola, fitas, Cds e, agora, aplicativos e YouTube. As mais emocionantes têm milhões de visualizações. “Eu juro”, “Não aprendi a dizer adeus”, “Deu medo”, “um sonhador” e “Desculpe, mas eu vou chorar” são algumas das mais procuradas.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Empresário que locava material para explosão de caixas eletrônicos é preso em Goiânia

O empresário alugava os instrumentos especiais que explodiam caixas eletrônicos. O crime recebeu penas mais duras com aprovação de lei em março deste ano.

Por Ton Paulo
21/08/2018, 15h56

O Grupo Antirroubo a Bancos da Delegacia Estadual de Investigação Criminal (DEIC) prendeu nesta semana um homem apontado como proprietário de uma empresa acusada de locar instrumentos comumente utilizados na explosão de caixas eletrônicos, além de outros artefatos explosivos.

Helmar Magalhães dos Santos foi atuado por delito de receptação qualificada. A polícia apreendeu, durante a ação, sete motocicletas com restrições de roubo e furto, furadeiras eletromagnéticas, serra-copo e maçaricos.

Também foram presos Rômulo Ferreira Barbosa, que se apresentava falsamente como policial civil lotado Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores, e Erivanaldo Alves de Souza, ex-funcionário da empresa, que se encontra no cumprimento de regime aberto, com tornozeleira eletrônica, pelo delito de roubo.

As investigações continuam para verificar a procedência da denúncia inicial, assim como verificar a destinação final das motocicletas apreendidas.

Projeto de lei que endurece pena para explosões de caixas eletrônicos foi aprovado este ano

O Senado aprovou em março deste ano um projeto que endurece as penas para modalidades de roubo como o de caixas eletrônicos com uso de explosivos. O texto acrescentou modificações feitas na Câmara dos Deputados que obrigavam os bancos a instalarem dispositivos que inutilizem as cédulas dos caixas atacados.

O projeto aprovado tem o efeito de aumentar em dois terços a pena por roubo com uso de explosivos para destruir um obstáculo. Já o furto com uso de explosivos passa a ser furto qualificado, com pena de quatro a dez anos de prisão.

O texto também aumentou as penas para furto e o roubo dos próprios equipamentos explosivos: quatro a dez anos de prisão em caso de furto, e elevação da pena em até 50%, para roubo. Além disso, o roubo realizado com uso de armas vai render aumento de dois terços da pena, de acordo com o novo projeto.

Segundo a proposta aprovada, caso o roubo resulte em lesão corporal grave, a punição passa a ser de 7 a 18 anos de reclusão – hoje, é de 7 a 15 anos. O texto também estabelece que bancos serão obrigados a instalarem equipamentos para inutilizar as cédulas depositadas em caixas eletrônicos em caso de arrombamento, movimento brusco ou alta temperatura.

O texto seguiu para sanção do presidente Michel Temer.

Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Agências dos Correios poderão emitir carteira de trabalho sem custo

Acordo com a empresa está em estudo pelo Ministério do Trabalho.
21/08/2018, 16h08

O Ministério do Trabalho e Emprego pretende ampliar os pontos de emissão da carteira de trabalho em todo o país, sem custos para os cidadãos, utilizando Agências dos Correios. A ampliação seria possível por meio de um acordo em discussão com os Correios, que têm agências nos 5.570 municípios brasileiros.

Acordo facilitará acesso do trabalhador à carteira profissional em todo o país

A emissão do documento continuará gratuita. De acordo com o ministério, a taxa de entrega da carteira expedida pelos Correios seria custeada pela pasta. O custo do serviço ainda está sendo avaliado.

Em julho deste ano, foi anunciado que um acordo de cooperação técnica seria assinado entre o Ministério do Trabalho e os Correios e um projeto-piloto teria início no estado de São Paulo.

Acordo com Agências dos Correios vai facilitar vida de quem vive distante dos centros urbanos

O objetivo do acordo é permitir que todos os trabalhadores brasileiros, em especial os que vivem nos municípios mais distantes dos grandes centros, tenham acesso ao documento.

A pasta informou que a expedição da carteira de trabalho continuará ocorrendo normalmente em toda a rede de atendimento como postos do Sistema Nacional de Emprego (Sine), gerências regionais e superintendências do Trabalho nos estados.

A carteira de trabalho é obrigatória para toda pessoa prestar algum tipo de serviço, seja na indústria, no comércio, na agricultura, na pecuária ou de natureza doméstica. Os registros das atividades do trabalhador feitos no documento garantem o acesso a alguns dos principais direitos trabalhistas, como seguro-desemprego, benefícios previdenciários e Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Imagens: Agência Brasil 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.