Goiás

Aplicativo do Detran GO e lançamento da CRLV digital facilitam a vida dos condutores de Goiás

Com a proposta de facilitar a vida dos condutores do estado, o Detran GO desenvolveu um aplicativo que oferece serviços de forma acessível e gratuita.
29/08/2018, 17h58

O Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran GO) lançou no dia 27 de março, um aplicativo com o intuito de orientar e oferecer maior acessibilidade aos motoristas do estado. Quem dirige pelas ruas de Goiás sabe que nem sempre é possível ter acesso a informações sobre a própria CNH de forma fácil e ágil.

Foi pensando justamente por esse lado que o Detran desenvolveu a ferramenta chamada “Detran GO ON”, que oferece serviços e alertas aos condutores, bem como informações sobre a atual situação de sua carteira de habilitação. Disponível para os sistemas Android e iOS, funciona de forma gratuita e para ter acesso a todos os serviços, basta enviar fotos de documentos pessoais e comprovante de endereço pelo próprio aplicativo.

Quem utiliza a ferramenta pode contar com lembretes sobre o prazo de renovação da CNH, alertas sobre débitos vencidos e que estão prestes a vencer, e alerta também aqueles motoristas que possuem entre 14 e 19 pontos, que por sinal, precisam passar pela reciclagem.

Para otimizar a funcionalidade do aplicativo, os usuários também podem consultar sua aprovação ou reprovação em exames teóricos ou práticos. E não para por aí! Segundo informações cedidas pelo órgão, também é possível acompanhar o andamento de solicitações, verificar prontuários, rastrear como anda a entrega de documentos, dentre outros serviços.

Como a aplicativo é novo, vale considerar que alguns usuários ainda podem se deparar com erros e bugs que impeçam o bom desempenho da ferramenta. No entanto, o Detran GO afirma que investe constantemente para melhorar a usabilidade e fazer com que todos consigam desfrutar de máxima efetividade.

Atualizações são lançadas com regularidade, afim de implementar novos serviços. A última – até o momento de publicação desta matéria – foi feita no dia 15 de junho, inserindo novidades que abrangem: confirmação por SMS, pré-cadastro de Desmonte, melhorias no acompanhamento de solicitações, bem como a correção de alguns bugs.

Serviços que ainda serão lançados no aplicativo do Detran GO

Se você ainda não conhecia o aplicativo e ficou interessado, vale a pena conferir os recursos que ainda serão lançados na ferramenta até o fim do ano. Dá uma olhada!

A partir de 4 de setembro:

Inscrição em curso de reciclagem;

Avaliação dos serviço eletrônicos;

Agendamento de serviços em pontos de atendimento;

Solicitar restituição de taxa não utilizada ou paga em duplicidade.

A partir do dia 4 de outubro:

Solicitar liberação de CNH apreendida;

Solicitar inclusão de comunicado de venda;

Emissão de CNH definitiva.

A partir do dia 6 de novembro:

Envio de notificação push – Credenciamento realizado;

Envio de notificação push – Segunda via de CNH disponível;

Envio de notificação push – Primeira via de CNH disponível;

Envio de notificação push – Credenciamento a vencer;

Envio de notificação push – CRLV disponível para retirada em um ponto de atendimento ou correios, com sua respectiva rastreabilidade.

A partir do dia 6 de dezembro:

Envio de notificação push – Informação de isenção ou descontos nos débitos do veículo;

Envio de notificação push – CNH Apreendida;

Envio de notificação push – CNH Suspens.

Documento de carro também ganha versão digital

Além do aplicativo disponibilizado pelo Detran GO, também é de conhecimento popular que a CNH digital já está disponível. Visando facilitar ainda mais a vida dos condutores, também há um projeto que pretende lançar até o fim do ano, a versão digital para o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) em todos os Detrans. Tal medida é mais uma evolução para o aplicativo CNH digital, que agora conta também com o CRLV eletrônico.

A partir do momento em que estiver disponível em todo o país, será uma excelente forma para evitar fraudes, uma vez que o aplicativo fornecerá dados que permitem às autoridades a identificação de qualquer tipo de falsificação no documento físico.

A novidade já começou a ser implementada nesta segunda (27), e o Distrito Federal foi o primeiro a ser beneficiado. A intenção é de que seja lançado gradualmente em cada estado.

De acordo com Murilo Couto, gerente sênior de Certificação Digital da Serasa: “É muito importante esse tipo de comodidade. Se a pessoa possuir certificado digital, poderá usar o mesmo aplicativo da CNH – e a partir do portal do Denatran. Caso o celular com a CNH e CRLV digitais seja roubado ou perdido, basta ao usuário bloquear o documento, se tiver o certificado digital, poderá fazer isso no mesmo portal do Denatran e solicitar o bloqueio remoto”.

Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Educação

Concurso da Câmara Municipal de Goiânia: confira o local de prova

Prova objetiva está marcada para o próximo domingo, 2 de setembro.
29/08/2018, 18h38

O Centro de Seleção da Universidade Federal de Goiás (UFG) divulgou o local onde os inscritos para o concurso da Câmara Municipal de Goiânia farão a prova objetiva, marcada para o próximo domingo, 2 de setembro. A seleção está prevista na Lei nº 10.137/2018.

Para consultar o local, o candidato precisa ter em mãos o CPF. A consulta pode ser feita no site do Centro de Seleção da UFG (https://centrodeselecao.ufg.br/ConsultarLocalProva/ConsultarLocalDeProva.php).

O concurso da Câmara Municipal de Goiânia

De acordo com informações da Universidade, foram realizadas mais de 40 mil inscrições. Os inscritos concorrem para  o preenchimento de 75 vagas. Os interessados no processo seletivo puderam se inscrever até o dia 6 de agosto.

Segundo o cronograma estabelecido anteriormente pelo Centro de Seleção e divulgado junto com o edital, as provas discursivas e práticas e a apresentação de portfólio para alguns cargos serão feitas nesta quarta e quinta-feiras, antes da prova objetiva.

O resultado final do concurso público será divulgado no dia 19 de novembro, e a homologação está prevista para 22 de novembro deste ano.

Vagas concorridas

As vagas contemplam cargos de nível médio e superior. Os selecionados trabalharão 30 horas por semana, e os salários variam de R$ 4.379,33 a R$ 6.737,44.

Confira abaixo a lista de vagas a serem concorridas pelo mais de 40 mil candidatos.

Nível médio (Assistente Técnico Legislativo)

  • Agente Administrativo
  • Agente de Segurança do Plenário
  • Técnico em Segurança do Trabalho
  • Fotógrafo
  • Editor de Vídeo
  • Operador de Switcher

Nível superior (Assessor Técnico Legislativo)

  • Procurador Jurídico Legislativo
  • Designer Gráfico
  • Administrador
  • Revisor de Texto
  • Secretário Executivo
  • Analista de Sistemas
  • Assessor Geral
  • Assistente Social
  • Biblioteconomista
  • Cerimonialista
  • Educador Físico
  • Enfermeiro do Trabalho
  • Contador
  • Economista
  • Médico do Trabalho
  • Web Designer
  • Tradutor e Intérprete de Libras

Para mais informações, os interessados devem entrar em contato pelo email cs@ufg.br ou pelo telefone (62) 3209-6330.

O conteúdo também pode ser acessado pelos site da Câmara Municipal de Goiânia (http://goiania.go.leg.br/concurso) ou do Centro de Seleção da UFG (https://centrodeselecao.ufg.br/2018/concurso_camara_goiania/).

Imagens: MP-GO 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Saúde de Goiás alerta pais para '2º dia D' contra pólio e sarampo

Evento ocorre no próximo sábado, 1º de setembro.
29/08/2018, 20h51

No próximo sábado (1º/9) a Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO), em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde, realiza o segundo Dia D da Vacinação contra a pólio e sarampo. Até agora, dos 246 municípios goianos, somente 47 conseguiram atingir a meta para poliomielite e 44 alcançaram a meta para o sarampo.

O segundo dia D ocorre em todo o país. O objetivo é vacinar o maior número de crianças possíveis. A Campanha Nacional de Vacinação contra poliomelite e sarampo começou no dia 6 de agosto e segue até o dia 31. No sábado o evento extra de vacinação marca o fim da campanha.

De acordo com informações da SES-GO, até ontem (28/9), foram administradas em Goiás 277.966 doses contra a poliomielite, o que indica uma cobertura vacinal de 76,23%. Já contra o sarampo (tríplice viral) foram aplicadas 274.315 doses, o que representa 75,23% de cobertura.

No estado, o objetivo é imunizar 95% das crianças de um ano a quatro anos, 11 meses e 29 dias. Só na capital, a Prefeitura disponibiliza 66 postos de vacinação. Em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana, outros 32 postos fixos, além de sete extras para o dia D. Ao todo, 950 postos de saúde estão disponíveis no estado, além de outros mil postos volantes.

Mobilização contra pólio e sarampo

Segundo o secretário de Saúde, Leonardo Vilela, na reta final da campanha é fundamental continuar com a mobilização social. O secretario explica ainda que todos os municípios goianos devem se mobilizar e desenvolver estratégias para facilitar o acesso da população à vacinação.

“Essa ação é fundamental para interromper a cadeia de transmissão do sarampo que já está instalada em algumas unidades da federação e não haja a disseminação da doença para as demais regiões”, reafirma Leonardo.

Casos de pólio e sarampo em Goiás

Desde o início do ano, foram notificados em Goiás cerca de 40 casos suspeitos de sarampo. Os casos invetsigados pela SES-GO foram descartados.

O último caso confirmado da doença em Goiás foi em 1999. Mas ainda assim a Secretaria de Sáude alerta pais e responsáveis para a importância da vacina para as crianças.

Imagens: Preto no Branco 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Alckmin nega no Jornal Nacional que líderes do PCC comandem de dentro das cadeias

Alckmin respondeu perguntas sobre alianças políticas, corrupção, segurança pública e saúde.
30/08/2018, 07h23

O terceiro candidato a presidência a ser no Jornal Nacional, da TV Globo, foi Geraldo Alckmin, do PSDB. A conversa aconteceu nesta quarta-feira (29/8), e assim como os outros candidato Ciro Gomes, e Jair Bolsonaro, durou 27 minutos.

Alckmin respondeu perguntas sobre alianças políticas, corrupção, segurança pública e saúde.

O candidato negou irregularidades em obras como Rodoanel, apontadas pelos entrevistadores, e chegou a dizer que facções criminosas não dão ordens de dentro de cadeias.

Confira o resumo da entrevista com Geraldo Alckmin

Alianças e Corrupção

A primeira pergunta foi em relação às alianças de Alckmin com o “Centrão” que contém 41 investigados na Lava Jato.

Alckmin respondeu que todos os partidos têm “bons quadros”, e que quem for condenado irá pagar. Disse que defende a Lava Jato e que vamos sair melhores desse quadro após as investigações, mas que sem alianças não é possível fazer mudanças, e o Brasil tem pressa.

“precisamos ter maioria para fazer as mudanças que o Brasil precisa. Quem prometer mudança sem construir maioria é conversa fiada”, declarou.

Alckmin ainda foi indagado sobre Fernando Collor de Melo estar entre os aliados, e sobre Aécio Neves e Eduardo Azeredo ainda fazerem parte do partido.

O candidato afirmou que o partido de FHC não o apoia, que Aécio ainda não foi condenado mas foi afastado da liderança do partido, e que Azeredo, preso pelo chamado mensalão, está afastado da política há muito tempo e que vai pedir seu desligamento.

Voltou a afirmar que quem for condenado vai pagar, que o partido não passa a mão na cabeça de ninguém e nem transforma réu em vítima, e que a ética que o partido prega vale para os próprios membros do partido.

Desvio de dinheiro para campanhas

Questionado sobre desvio de dinheiro para campanhas políticas, o candidato afirmou que suas campanhas foram feitas rigorosamente dentro da lei.

Sobre o envolvimento de seu cunhado nas acusações o candidato afirmou que ninguém da sua família participa de governo e que é importante separar o joio do trigo. “Há tendência de misturar tudo e não é correto nem é verdade” declarou.

Rodoanel

As obras do Rodoanel são investigadas por desvio de dinheiro. A Polícia Federal já indiciou 12 pessoas por suspeita de envolvimento no esquema e a estimativa é de um superfaturamento de mais de R$ 600 milhões.

Um dos 12 indicados é Laurence Casagrande, seu secretário de transportes. O candidato foi questionado se é coerente ele sair em defesa do secretário com seu discurso anti corrupção.

Alckmin respondeu que é “absolutamente coerente” e que Casagrande está sendo injustiçado e que espera que “amanhã, quando ele for inocentado, tenha o mesmo espaço para fazer justiça”.

PCC não lidera de dentro de cadeias

A próxima pergunta foi em relação à segurança pública. Uma das maiores facções criminosas do país surgiu no Estado de São Paulo, governado por ele durante 11 anos.

Ao ser questionado sobre a forte atuação do grupo, inclusive de dentro dos presídios, o candidato negou essa realidade.

Ele declarou que as cadeias são equipadas com scanners e segurança máxima, e que a afirmação de que líderes comandam de dentro das cadeias “são coisas que vão sendo repetidas e acabam virando verdade”.

O presidenciável ainda negou o que alguns estudiosos afirmam, de que a redução da taxa de homicídios no estado deva ser mais atribuído à facção do que ao governo, o que o candidato respondeu ser uma afirmação inacreditável, e que a polícia é a responsável pela redução.

Alckmin ainda prometeu que se eleito, irá endurecer penas contra criminosos, acabando com as “saidinhas” de presos, concedidas em datas comemorativas por ordem de juízes.

Saúde

A última questão foi sobre saúde e Organizações Sociais, as quais Alckmin defende como modelo. Disse que o hospital mais bem avaliado pelos usuários do brasil é o Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, o Icesp, gerido por uma OS.

O candidato terminou dizendo que reconhece que ainda precisa melhorar e que é seu dever como médico melhorar a saúde do Brasil.

Próxima entrevista

A série de entrevistas termina nesta quinta-feira (30/8) com a candidata Marina Silva. A  ordem das entrevistas foi determinada por sorteio.

A emissora convidou apenas os que tiveram as melhores colocações nas pesquisas do Ibope e Datafolha.

Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, que aparece em primeiro lugar em ambas, foi proibido pela Justiça de dar entrevistas. Ele está preso desde abril em Curitiba por corrupção e lavagem de dinheiro.

Via: G1 
Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Polícia faz operação em cinco estados contra organização criminosa que usava mulheres atraentes para roubar cargas

A organização criminosa atuava no roubo de cargas em cinco estados brasileiros, entre eles Goiás, Pará, São Paulo, Mato Grosso e Rondônia.

Por Ton Paulo
30/08/2018, 07h56

A Polícia Civil de Goiás (PC), por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar) em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), deflagrou na madrugada desta quinta-feira (30/8) a Operação Zayn, que visa combater o roubo de veículos e cargas em Goiás e em outros estados.

A operação foi deflagrada após 18 meses de investigação numa força-tarefa entre a PC e a PRF. Estão sendo cumpridos hoje um total de 35 mandados de prisão e 62 mandados de busca e apreensão em Goiás, Pará, Mato Grosso, Rondônia e São Paulo.

Só em Goiás estão sendo cumpridos 26 mandados de prisão e 43 de busca e apreensão, nos municípios de Nerópolis, Padre Bernardo, Luziânia, Itumbiara e Anápolis.

Os presos deverão ser encaminhados à sede da Delegacia da PRF no Jardim Guanabara, em Goiânia, para exames de corpo de delito.

A operação conta com cerca de 340 policiais civis e rodoviários federais.

De acordo com o delegado Alexandre Bruno Barros, titular da Decar, a organização criminosa alvo da Operação Zayn já teve 19 integrantes presos nos últimos meses. Barros destaca, ainda, que a ação em parceria com a PRF já proporcionou a recuperação de 25 caminhões antes da deflagração das diligências desta quinta-feira.

A concentração da Operação aconteceu na madrugada desta quinta, às 4h, na sede do Tribunal de Contas Estado, em Goiânia, e contou com a presença de membros do Ministério Público.

A organização criminosa

Segundo informações veiculadas na imprensa local, a quadrilha atuava no sequestro de motoristas e roubo de carga. Os integrantes usavam mulheres atraentes para fazer os motoristas pararem nas estradas, e logo em seguida os surpreendiam, sequestrando os condutores e roubando a carga trazida por eles nos veículos de grande porte.

Após 18 meses de investigações e levantamentos de inteligência policial, foram identificados os membros da organização criminosa responsável por dezenas de crimes cometidos em vários estados, como sequestros, furtos e roubos de carga, adulteração veicular, falsificação de documentos, fraude em sistemas de informática de DETRANs e enriquecimento ilícito.

O aparato da quadrilha era requintado: composta por núcleos em diferentes estados e com diferentes funções, contava com divisões logísticas, motoristas profissionais e criminosos armados. Os chefes lideravam os núcleos enquanto amealhavam patrimônio considerável. A organização era diferenciada: nove empresas foram identificadas como fazendo parte da organização.

O trabalho integrado entre as duas polícias resultou no cumprimento de 97 noventa e sete medidas cautelares, sendo 35 trinta e cinco Mandados de Prisão e 62 sessenta e dois Mandados de Busca e Apreensão, todos cumpridos em sincronia nos estados de Goiás, São Paulo, Mato Grosso, Pará e Rondônia.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.