Economia

Preço dos imóveis residenciais sobe 0,04% em agosto no País, diz Abecip

Pesquisa aponta aumento em sete capitais com relação ao mesmo período do ano anterior; Goiânia registra alta de 0,19%.
19/09/2018, 15h37

O preço nominal médio dos imóveis residenciais em nove capitais brasileiras subiu 0,04% em agosto frente ao mesmo mês do ano passado. No acumulado do ano, a alta atingiu 0,18%, e no últimos 12 meses, houve crescimento de 0,43%.

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 19, pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), cuja pesquisa considera os valores de imóveis vendidos por meio de financiamento bancário.

Valorização dos imóveis residenciais

A pesquisa mostrou que, em agosto, sete das nove capitais pesquisadas tiveram alta nos preços: Recife (0,01%), Fortaleza (0,03%), São Paulo (0,07%), Belo Horizonte (0,08%), Curitiba (0,11%), Goiânia (0,19%) e Salvador (0,14%). As duas cidades com queda nos preços foram Rio de Janeiro (-0,04%) e Porto Alegre (-0,01%).

Em relatório, a Abecip avalia que a retomada mais vigorosa dos preços dos imóveis residenciais ainda depende de uma melhora do cenário nacional.

“Notadamente, as incertezas internas ligadas ao cenário eleitoral e à política fiscal, e externas decorrentes de um cenário mundial menos favorável, têm impactado negativamente as decisões de investimentos no País”, afirmou a entidade.

“Nesse cenário, a trajetória mais provável para os preços dos imóveis residenciais até o final do ano continua sendo a de uma lenta convergência rumo à estabilização dos valores nominais”, completou.

Imagens: portal vgv 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Vídeo mostra desespero de homem amarrado pelo pescoço após sequestro no DF

Os sete policiais militares que resgataram o jovem ficaram impressionados.
19/09/2018, 16h14

Um homem foi encontrado amarrado pelo pescoço em uma árvore, no Paranoá, no Distrito Federal, por volta das 22h da última terça-feira (18/9). Policias militares gravaram o flagrante, que foi divulgado pelo site Metrópoles.

O homem que aparece no vídeo foi vítima de sequestro-relâmpago, investigado pela Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF).

Conforme os policiais, a corporação recebeu uma denúncia de que o homem havia sido sequestrado por três bandidos armados em Sobradinho, e jogado no porta-malas do próprio carro, um GM Kadett. Em seguida, o veículo seguiu em direção à Rota do Cavalo, próximo ao Itapoã e Paranoá.

Depois de receberem o chamado, os policiais iniciaram ronda na área e localizaram o Kadett abandonado perto do Colégio Santa Helena. Quando entraram em um pinheiral, o homem foi encontrado amarrado pelo pescoço em uma árvore.

Os sete policiais militares ficaram impressionados. Um deles, o sargento Sandro, do Grupo Tático Operacional (GTOP), achou que a vítima estava morta.

“É uma coisa que assusta. Passou pela minha cabeça se ele estava morto ou se precisava de socorro. Quando cortei a corda, que estava com duas voltas no pescoço e nas mãos, como se estivesse crucificado, ele caiu no chão e reagiu”, contou o policial ao Metrópoles.

Conforme relato do sargento da Polícia Militar do Distrito Federal, é possível que os criminosos tenham tentado matar o sequestrado para que eles não fossem reconhecidos. “A única dúvida que ficou foi se eles estivessem com armas de verdade, não teriam usado a corda. Mas não descartamos nada. A bandidagem não tem limite”, declarou.

Os bandidos fugiram e, até o momento, não foram capturados. A vítima foi encaminhada para a 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho) e registrou ocorrência. Encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML), o  homem passou por exame de corpo de delito e passa bem.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Confira as 333 vagas de emprego ofertadas hoje em Goiânia

Do total de oportunidades, 120 são exclusivas para pessoas com deficiência.
19/09/2018, 16h32

Nesta quarta-feira (19/9) a Diretoria de Atendimento ao Trabalhador divulga 333 vagas de emprego em Goiânia. Desse total, 120 oportunidades são exclusivas para pessoas com deficiência (PCD), sendo 70 vagas para vigilantes. O Sine Goiânia oferta as outras 213 vagas de livre concorrência, além de uma vaga para professor de Educação Física ofertada para candidatos que tenham ensino superior.

Para quem ainda não sabe ou ainda não possui, o Sine Municipal também confecciona carteiras de trabalho, que é entregue cinco após o pedido. Ao interessado em alguma das 333 vagas de emprego, é necessário ir até o Sine, localizado no Edifício Pathernon Center, no Setor Central de Goiânia, entre 7h30 e 18h. O candidato deve levar o RG, carteira de trabalho, CPF e comprovante de endereço atualizado. O Sine dispõe também do aplicativo Sine Fácil, onde é possível agendar entrevistas de emprego para as vagas disponíveis, caso o cadastro e currículo estejam devidamente atualizados.

Confira a lista com as 333 vagas de emprego

  • Alinhador de direção 1
  • Alinhador de pneus 2
  • Analista contábil 1
  • Analista de custos 5
  • Analista de logística de transporte 1
  • Analista de suporte de sistema 1
  • Arrumador no serviço doméstico 1
  • Auxiliar de garçom 10
  • Auxiliar de logística 3
  • Auxiliar de manutenção predial 1
  • Auxiliar de marceneiro 2
  • Auxiliar de pessoal 2
  • Auxiliar de vidraceiro 1
  • Borracheiro 8
  • Cabeleireiro 3
  • Cartazeiro 1
  • Caseiro 1
  • Churrasqueiro 1
  • Comprador 1
  • Consultor de vendas 10
  • Consultor imobiliário 2
  • Coordenador de serviços de manutenção 1
  • Corretor de imóveis 3
  • Costureira de máquina overloque 1
  • Costureira de máquina reta 4
  • Cozinheiro de restaurante 1
  • Cozinheiro industrial 2
  • Dedetizador 1
  • Desenhista de páginas da internet (web designer) 1
  • Encarregado de controle financeiro 1
  • Enxugador de veículos 1
  • Faturista 1
  • Fonoaudiólogo em audiologia 1
  • Gerente de restaurante 1
  • Impressor de máquina ofsete 1
  • Impressor serigráfico 4
  • Instalador de som 1
  • Limpador de piscinas 1
  • Manicure 1
  • Marceneiro 2
  • Mecânico de auto em geral 1
  • Mecânico de manutenção de automóveis 3
  • Mecânico de manutenção de caminhão a diesel 6
  • Mecânicos de veículos automotores 1
  • Merendeiro 5
  • Modelista de roupas 1
  • Monitor de transporte escolar 1
  • Montador 1
  • Montador de equipamentos elétricos 2
  • Motofretista 4
  • Motorista carreteiro 2
  • Motorista de caminhão guincho pesado com munk 11
  • Motorista entregador 20
  • Nutricionista 5
  • Office-boy 3
  • Operador de pesagem de matéria-prima 2
  • Pintor de carros 2
  • Professor de física (ensino superior) 1
  • Programador de computador 1
  • Projetista de móveis 2
  • Promotor de vendas 3
  • Representante comercial autônomo 6
  • Sacristão 1
  • Secretária(o) executiva(o) 1
  • Soldador 2
  • Supervisor de carga e descarga 1
  • Tapeceiro de móveis 1
  • Técnico de laticínios 1
  • Técnico em nutrição 1
  • Técnico mecânico (máquinas) 1
  • Torneiro mecânico 1
  • Vendedor de serviços 1
  • Vendedor interno 5
  • Vendedor pracista 27

Vagas exclusivas para PCD

  • Ajudante de carga e descarga de mercadoria 1
  • Arrumador de hotel 2
  • Atendente de lanchonete 2
  • Auxiliar administrativo 5
  • Auxiliar de almoxarifado 2
  • Auxiliar de cozinha 2
  • Auxiliar de limpeza 3
  • Auxiliar de pessoal 2
  • Auxiliar de produção farmacêutica 1
  • Chefe de serviço de limpeza 1
  • Enfermeiro 1
  • Operador de caixa 10
  • Repositor em supermercados 8
  • Servente de limpeza 6
  • Socorrista (exceto médicos e enfermeiros) 1
  • Telefonista 3
  • Vigilante 70
Imagens: Ideal Empregos 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Ministério da Agricultura escolhe Sebastião Barbosa para presidir Embrapa

A indicação foi encaminhada ao Palácio do Planalto que dará a palavra final.
19/09/2018, 16h37

O secretário executivo do Ministério da Agricultura, Eumar Novacki, disse nesta quarta-feira, 19, que a pasta escolheu o pesquisador aposentado Sebastião Barbosa para a presidência da Embrapa. O nome foi encaminhado ao Palácio do Planalto, que dará a palavra final sobre a escolha.

Barbosa integrava uma lista tríplice na qual estavam também o atual diretor da empresa, Cleber Soares, e o ex-ministro da Agricultura Luis Carlos Guedes Pinto. O processo de seleção foi criticado pelas entidades do agronegócio, conforme mostrou o Estadão/Broadcast.

Entidades questionam Sebastião Barbosa na presidência da Embrapa

Na ocasião, 40 entidades do agronegócio enviaram uma carta ao ministro da Agricultura, Blairo Maggi, criticando o processo de seleção. O setor queria opinar na escolha, feita pelo conselho de administração, composto exclusivamente por integrantes do governo.

O protesto, encabeçado pelo Instituto Pensar Agrícola (IPA), era endossado por entidades de grande representatividade como Unica, Aprosoja, Viva Lácteos e Citrus Br, entre outras.

“Parece-nos que o processo seletivo de presidente, sem a prévia definição de sua estratégia e desenvolvimento futuro, traz uma enorme dificuldade”, dizia a carta enviada à Agricultura, assinada pelo presidente do Instituto Pensar Agrícola (IPA), Fabio de Salles. “Esse processo está invertido”, afirmou também, na ocasião, o vice-presidente da Sociedade Rural Brasileira (SRB), Pedro de Camargo Neto, cuja entidade também foi uma das signatárias da carta. “Antes de escolher o presidente, precisaria saber quais os planos dele para enfrentar os graves problemas da Embrapa.”

Imagens: agropro 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Servidor transferido tem direito a ingressar em universidade pública

A medida vale apenas para casos de transferência compulsória.
19/09/2018, 17h32

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (19) que o servidor público transferido compulsoriamente de sua cidade de origem para outras cidades tem direito à matrícula em universidades públicas.

A decisão só vale para servidores civis ou militares, além de seus dependentes, que forem removidos de sua cidade de origem por determinação do órgão em que trabalha. A efetivação da matrícula ocorrerá caso não existam instituições de ensino congêneres, ou seja, a transferência de uma faculdade particular para particular ou de universidade pública para pública.

A questão foi decidida na ação de um cabo da Marinha que foi removido do Rio de Janeiro para Rio Grande (RS). Na capital fluminense, ele estudava Direito em uma faculdade particular, onde ingressou em 2005. Ao chegar na cidade gaúcha, o militar pediu para ser matriculado na Universidade Federal do Rio Grande, pois seria a única forma de continuar seus estudos. Segundo ele, o curso existia somente na cidade vizinha, em Pelotas, a 70 quilômetros de distância.

Votação por direitos de servidor

Por 8 votos a 1, o julgamento foi concluído com o voto do relator, ministro Edson Fachin. O ministro entendeu que o direito à matrícula de servidores transferidos e seus dependentes já está garantido nos casos de transferência de faculdade pública para faculdade pública.

“Exigir que a transferência se dê somente entre instituições de ensino congêneres praticamente inviabilizaria o direito à educação não apenas dos servidores, mas também de seus dependentes”, disse o relator.

Seguiram Fachin, o ministro Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Celso de Mello e Dias Toffoli. Marco Aurélio divergiu e entendeu que o recurso não poderia ser julgado.

Desde 2009, o STF e o Judiciário já aceitavam a matrícula de servidores transferidos, mas autorizava somente em casos congêneres, ou seja, a transferência de universidade pública para pública ou privada para privada.

Imagens: sind fazenda 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.