Dia Gourmet

11 hamburguerias em Goiânia que você precisa conhecer

Se você é fã de um bom sanduíche e está em busca das melhores hamburguerias em Goiânia, pode comemorar! Nossa listinha vai te ajudar!
24/09/2018, 14h58

Você é do tipo de pessoa que não dispensa por nada um bom sanduíche? Que é simplesmente apaixonada pelas inúmeras combinações possíveis que um hambúrguer é capaz de oferecer? Então ficamos felizes em compartilhar com você algumas entre as melhores hamburguerias em Goiânia!

Acredite, tem para todos os gostos e fomes! Desde aquelas que trabalham com hambúrgueres artesanais e de linhas gourmet, até aquelas mais simples que ainda são capazes de deixar qualquer um com água na boca. Preparado (a)? Confere aí!

Conheça algumas hamburguerias em Goiânia:

1 – Studio Burger

11 hamburguerias em Goiânia que você precisa conhecer

Se você ainda não conhece, vale a penah! O Studio Burger não é uma simples casa de sanduíches. O ambiente por si só, já é capaz de proporcionar para seus visitantes uma experiência única, repleta de arte e cultura. Os hambúrgueres são artesanais e desenvolvidos de forma minuciosa, desde a escolha da carne, até o molho que a acompanha. São combinações elaboradas feitas a partir de produtos de altíssima qualidade. Você precisa conhecer!

Funcionamento: segunda a quinta das 11h às 14h30, e das 18h às 22h30 / sexta das 11h às 14h30, e das 18h às 23h30 / sábado das 18h às 23h30 / domingo das 11h às 14h30, e das 17h30 às 23h

Telefone: (62) 4101-4206

Endereço: R. T-37, 3000 – St. Bueno, Goiânia – GO, 74230-022

2 – Hamburgueria Casa do Cordeiro

hamburguerias em Goiânia

Se você procura por boas hamburguerias em Goiânia, precisa conhecer a Casa do Cordeiro. Os hambúrgueres são especiais e feitos de forma artesanal, com carnes seletas em versões encorpadas. Por lá é possível encontrar o Burger de Buffalo, um sanduíche composto por pão francês, mix de folhas, 200 gramas de hambúrguer de búfalo, tomate, queijo caciotta, cebola caramelizada na rapadura e mandioca palha. É pra ninguém colocar defeito!

Além dos sanduíches, os clientes ainda podem desfrutar de variadas bebidas, como cachaças, vinhos e refrigerantes.

Funcionamento: terça a domingo, das 18h às 23h30

Telefone:(62) 3642-4884

Endereço: Av. Eng. Euríco Viana, 25 – Vila Maria Jose, Goiânia – GO, 74815-480

3 – Lifebox Burger

hamburguerias em Goiânia

A Lifebox Burger está quase completando seus 10 anos de atuação, se consolidando como uma das primeiras hamburguerias em Goiânia. Nasceu na cidade de Anápolis, mas não demorou muito para que chegasse na capital fazendo a cabeça de seu público.

Também com uma proposta artesanal, a casa possui hambúrgueres para os mais diversos gostos e para todos os tamanhos de fome. Cada sanduíche foi cuidadosamente pensado para despertar sabores únicos, em composições que satisfazem (e muito) o paladar.

Funcionamento: unidade Jd. Goiás – segunda a domingo, das 18h às 6h (Jd. Goiás)

Unidade St. Oeste – segunda a quinta + domingo, das 18h às 23h50 / sexta e sábado das 18h às 00h50

Telefone: (62) 3432-9726

Endereço: 

  • unidade Jd. Goiás – Av. E, 2-46 – Jardim Goiás, Goiânia – GO, 74810-560
  • Unidade St. Oeste – Av. R 11, 1056 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74120-030

4 – Redneck Burger

hamburguerias em Goiânia

E se você busca por hamburguerias em Goiânia que prezam pelo bem-estar de seus clientes, além de satisfazê-los pela qualidade de seus produtos, a Redneck é uma excelente opção. Existem sanduíches que agradam a todos os gostos, mas além disso, ainda dispõe de um ambiente temático e bem decorado e sempre tem música boa.

Funcionamento: terça a quinta, das 19h à 1h / sexta a domingo, das 19h às 2h

Telefone: (62) 3218-6343

Endereço: R. 83, 477 – St. Sul, Goiânia – GO, 74083-020

5 – 14 Bis Burger e Grill

hamburguerias em Goiânia

Com um ambiente contemporâneo e climatizado, a hamburgueria 14 Bis tem como objetivo agradar não apenas por sua excelente carta de sanduíches, mas também pelo bom atendimento e por dispor de boa estrutura. Focada na produção artesanal, possui robustas opções de lanche que satisfazem até as maiores fomes. Possui unidades espalhadas pela cidade.

Funcionamento: domingo a quinta, das 18h às 23h / sexta e sábado, das 18h às 00h

Telefone: (62) 3645-7068

Endereço: Av. Eng. Eurico Viana, 2 – Alto da Glória I, Goiânia – GO, 74815-465

6 – Paidim House Burger

hamburguerias em Goiânia

Apenas para que você tenha ideia, o público da hamburgueria já elegeu seu sanduíche como o melhor da capital! Não é para qualquer um! Existe sempre uma opção para cada gosto, mas as lihas gourmet ganham destaque, a exemplo do hambúrguer de carneiro. No entanto, entre os mais pedidos também está o de picanha. Para acompanhar essas delícias, ainda é possível pedir porções de quibes, coxinhas ou as tradicionais batatas fritas.

Funcionamento: segunda a domingo, das 18h às 00h

Telefone: (62) 3251-4247

Endereço: Rua C-137 Quadra 563 Lote 04 – Jardim America, Goiânia – GO, 74275-060

7 – Plutus Hamburgueria

hamburguerias em Goiânia

Oferecendo combos de sanduíches, refrigerantes e fritas, também há possibilidade de o cliente pedir porções de frango frito. O ambiente é bastante informal e ainda conta com um espaço kids.  A hamburgueria possui 4 unidades, sendo no Jardim da Luz, Alto da Glória, Setor Sul e também uma unidade em Anápolis.

Funcionamento: segunda a quarta, das 11h às 00h / quinta e sexta, das 11h às 2h / sábado, das 18h às 2h / domingo, das 18h às 00h

Telefone: (62) 3087-1010

Endereço: Alameda do Contorno, 2881 – Jardim da Luz, Goiânia – GO, 74850-400

8 – Komiketo Sanduicheria

hamburguerias em Goiânia

No mercado desde 1986, a sanduicheria apenas cresceu e mostrou como transformar um pequeno negócio em algo de proporção nacional. Referência no segmento e point de encontro entre famílias e amigos, o lugar não oferece apenas hambúrgueres de excelente qualidade para seus clientes, mas também possui em sua carta batatas, refrigerantes, especiais, almoço executivo, sucos e cremes, milkshakes e açaí. Existem unidades espalhadas pelos shoppings da capital, e também no Setor Serrinha.

Funcionamento: segunda a quinta + domingo, das 11h às 00h / sexta e sábado, das 11h à 1h

Telefone: (62) 3255-4040

Endereço: Av. T-4, 6000 – Serrinha, Goiânia – GO, 74230-030

9 – Bulls Hamburgueria

hamburguerias em Goiânia

Com foco em manter a excelente qualidade de suas carnes, a hamburgueria disponibiliza ainda um ambiente confortável e acolhedor, com decoração baseada em madeira. Existem inúmeras opções de sanduíches, que são servidos em tábuas, o que marca a característica do lugar.

Funcionamento: segunda a quinta + domingo, das 18h às 00h / sexta e sábado, das 18h à 1h

Telefone: (62) 3256-6922

Endereço: Av. T-10, 1025 – Qd 118, Lote 01E – St. Bueno, Goiânia – GO, 74223-060

10 – Madero Steak House

hamburguerias em Goiânia

Uma das maiores e mais tradicionais hamburguerias em Goiânia, e também em todo o Brasil, a Madero apresenta uma proposta inovadora para seus clientes. Além de deliciosos hambúrgueres e sanduíches gourmet, a casa também funciona como um elegante restaurante, servindo os mais nobres grelhados. Possui uma unidade no Goiânia Shopping e outra no Jardim Goiás.

Funcionamento: segunda a sábado, das 11h45 às 23h /domingo, das 11h45 às 22h

Telefone: (62) 3233-3090

Endereço: Goiânia Shopping – Av. T-10, 1300 – St. Bueno, Goiânia – GO, 74223-060

11 – Fred Burguer Grill

hamburguerias em Goiânia

Este é um restaurante, com foco em hambúrgueres e grelhados, que foi especialmente elaborado para atender uma variada opção de alimentação, com um tipo de prato para cada momento do dia. Os hambúrgueres grelhados, sem dúvida, são seu diferencial, agradando o paladar de qualquer pessoa que não dispensa um bom sanduíche.

Funcionamento: segunda a sábado, das 11h15 às 00h15 /domingo, das 18h às 00h15

Telefone: (62) 3088-3081

Endereço: Avenida T-14, Nº 351 Esquina com Av. T-04, Qd 168-A, Lt 10 – St. Bueno, Goiânia – GO, 74230-130

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Temer admite procurar sucessor para fazer reforma

Presidente diz que irá contatar sucessor para propor retomada de reforma da Previdência logo após as eleições. Revelação foi feita a empresários americanos.
24/09/2018, 15h25

O presidente Michel Temer disse hoje (24), durante reunião-almoço com empresários em Nova York, promovida pela Câmara de Comércio dos Estados Unidos (US Chamber of Commerce), que vai procurar o presidente eleito para propor a retomada da reforma da Previdência tão logo as eleições de outubro sejam concluídas. Temer fica no comando do Executivo até 1º de janeiro, quando o eleito assume o Planalto. Até lá, ele pretende convencer seu sucessor da necessidade de revisão imediata do sistema.

“Tenho a certeza de que, ao procurá-lo, ele atentará para o fato de que a medida é indispensável. Isso não é essencial para um governo: é essencial para o Brasil”, disse, ao alertar sobre o déficit previdenciário brasileiro. Em um discurso pautado na exaltação da credibilidade do país diante dos empresários americanos, Temer disse acreditar na continuidade da agenda de reformas coordenada por seu governo. “[Tenho] confiança na nossa democracia, na solidez de nossa economia, na nossa capacidade de crescer com justiça social”, completou.

Segundo ele, é natural que às vésperas do pleito eleitoral “no calor do embate, no afã de buscar votos, candidatos se permitam jogar com diferentes posições, em discursos vagos e até contraditórios”, mas Temer disse acreditar que mesmo com divergências, todos os presidenciáveis coincidem na defesa da responsabilidade fiscal, manutenção da rede de proteção social e na garantia da democracia.

“Isso só faz fortalecer essa agenda [de reformas]. Afinal, a nossa é agenda que reflete, justamente, esses consensos. Assim, abstraída a retórica eleitoral, podemos afirmar que não haverá volta atrás nas reformas que temos empreendido”, disse.

Temer avalia economia com saldo positivo em seu governo

O presidente apresentou um balanço das ações de seu governo. “Desde a primeira hora, nosso compromisso com a responsabilidade tem sido total”, destacou. Segundo ele, os resultados desse esforço aparecem com a inflação novamente sob controle, com o recuo da taxa básica de juros e a retomada do crescimento da economia brasileira. “Os empregos estão voltando – só em agosto, foram criados 110 mil empregos formais”, completou.

Amanhã (25), Michel Temer faz o discurso de abertura da 73ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) que deve ser permeada por discursos em defesa do multilateralismo, críticas ao protecionismo, a preocupação com a imigração e questões de segurança internacional. Antes de voltar para o Brasil, Temer também se encontrará com o secretário-geral da ONU, o português António Guterres, e o novo presidente da Colômbia, Iván Duque, e terá uma reunião com os líderes do Mercosul (bloco que reúne Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, pois a Venezuela está suspensa).

Imagens: ig 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Hugo é interditado por falta de medicamentos e insumos

Os diretores informaram que a gestão Zé Eliton não repassou os recursos suficientes para a manutenção do atendimento.
24/09/2018, 16h12

Após denúncias de médicos e enfermeiros, a Superintendência Regional do Trabalho no Estado de Goiás (STRE/GO) delimitou, nesta segunda-feira (24/9), atividades médicas, de enfermagem e farmacêuticas no Hospital de Urgências de Goiânia(Hugo).

O parecer foi emitido após auditoria e destaca que há falta de medicamentos e insumos. A falta desses instrumentos “colocam em risco grave, iminente e recorrente” as pessoas que trabalham no hospital.

Por telefone, a assessoria de imprensa do Instituto Gerir, responsável pela gestão do Hugo, informou que aguarda aprovação de nota que deve enviar à imprensa. Com a interdição, o Hospital de Urgências precisa garantir um plano de emergência até  quarta-feira (26/9). O intuito é admissão de novos pacientes e a criação de “protocolos emergenciais”.

O ultimato que resultou na interdição foi uma lista de reclamações de médicos, enfermeiros e farmacêuticos que denunciaram, na quarta-feira (13/9),

Assim que receberam as reclamações, uma equipe do SRTE/GO, com representantes fiscais do Conselho Regional de Farmácia de Goiás (CRF-GO) foram ao hospital e identificaram as irregularidades.

Os diretores informaram que a gestão Zé Eliton não repassou os recursos suficientes para a manutenção do atendimento. A dívida do Governo de Goiás com a OS ultrapassa R$20 milhões.

Nota-resposta do Governo de Goiás, por meio da Secretaria Estadual de Saúde:

“A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) esclarece que, mesmo antes de tomar conhecimento do termo de interdição do Hospital de Urgências de Goiás (Hugo), emitido pela Superintendência Regional do Trabalho em Goiás, do Ministério do Trabalho, já havia liberado R$ 2 milhões, na manhã desta segunda-feira, 24, para a recomposição dos estoques da farmácia do hospital. A SES-GO informa ainda que, juntamente com a Gerir – organização social que administra o Hugo – já está providenciando o Plano de Contingenciamento exigido pelo Ministério do Trabalho, que será entregue no prazo determinado, ou seja, às 15h da próxima quarta-feira, 26. Em paralelo, já foi definida com a Secretaria de Estado da Fazenda a liberação de novos e repasses, para atender às demais áreas do Hugo.Vale frisar, no entanto, que o atendimento segue dentro da normalidade.”

O que é o Instituto Gerir:

“O Gerir é uma organização social que tem o objetivo de levar as melhores práticas da gestão privada para a administração pública. Com sede em Goiânia, o Gerir é formado por uma equipe multidisciplinar e vem se notabilizando pela gestão eficiente e humanizada de unidades públicas de saúde em diversas cidade e estados do Brasil.”

Funcionário-Fantasma no Hugo, conforme o Ministério Público

Um funcionário fantasma do Hugo (Hospital de Urgências de Goiânia), denunciado em ação proposta pelo promotor de Justiça Fernando Krebs, do Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), teve R$ 3.200.289,76 bloqueados pelo juiz Élcio Vicente da Silva em agosto.

Além do bloqueio da quantia de Thiago Sobreira da Silva, o juiz determinou a suspensão de pagamento salarial pelo Instituto Gerir, com recursos públicos provenientes de contrato de gestão com a Secretaria Estadual de Saúde. Respondem ao processo, além do servidor fantasma, o instituto e o presidente da entidade, Eduardo Reche de Souza.

Conforme relatado pelo promotor, desde 2012, Thiago é empregado do instituto, organização social responsável pela gestão do Hospital de Urgências de Goiânia. No entanto, desde julho de 2013, o servidor, contratado para o cargo de controlador, passou a exercer atividades exclusivamente a favor dos interesses particulares da OS, mas sendo remunerado com verba pública, o que configura improbidade.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

MP e UFG lançam nesta terça-feira aplicativo "Olho na Bomba"

Consumidores podem usar a ferramenta já nesta terça, 25 de setembro.
24/09/2018, 16h20

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) juntamente com a Universidade Federal Goiás (UFG) lançam nesta terça-feira (25/9) o aplicativo “Olho na Bomba“. A partir desta data, os consumidores poderão baixar a ferramenta, onde é possível localizar e identificar os postos de combustíveis que estão ao redor e os preços dos combustíveis.

O lançamento da nova ferramenta é feito em comemoração aniversário de 28 anos do Código de Defesa do Consumidor (CDC). No evento, que ocorrerá no no auditório do MP, no Jardim Goiás, serão detalhadas as etapas de desenvolvimento do aplicativo e suas funcionalidades.

A criação do projeto foi possível após a aprovação da Lei Estadual nº 19.888, publicada em 21 de novembro de 2017, que determina que “os postos revendedores de combustíveis são obrigados a informar ao Ministério Público do Estado de Goiás o valor cobrado pelo litro da gasolina, do etanol e do diesel”, sob pena de multa.

Olho na Bomba

A intenção do aplicativo “Olho na Bomba” é efetuar o direito de informação do consumidor, e, simultaneamente, criar mercado com preços mais justos, e proporcionar, aos órgãos de fiscalização, uma ferramenta de combate às práticas abusivas. O download é gratuito e pode ser feito, a partir do dia 25 de setembro, nas lojas virtuais dos sistemas Android e iOS, Play Store e Apple Store respectivamente.

Com o aplicativo, os consumidores poderão se localizar em um mapa GPS e identificar os postos de combustíveis que estão ao seu redor e seus respectivos preços. Por meio do app, é possível também traçar rotas para qualquer destino de Goiás e receber informações sobre os postos existentes no caminho, com destaque aos preços mais baixos e mais altos. Os usuários poderão contar ainda com funcionalidades como escolha de postos favoritos e visualização de preços em forma de lista por cidades.

De acordo com informações do Ministério Público, caso o consumidor encontre divergência entre o preço apresentado no aplicativo e aquele efetivamente cobrado, poderá também realizar denúncia pelo “Olho na Bomba”, que estará habilitado a ler o QRcode da nota fiscal para compará-la com o preço informado pelo estabelecimento ao MP-GO.

Via: MP-GO 
Imagens: Cidade 24H 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Educação

Cora Coralina, expoente da literatura goiana e brasileira

Apesar de escrever poemas desde muito nova, Cora Coralina conquistou reconhecimento nacional somente depois de completar 70 anos de idade.
24/09/2018, 16h49

Em uma breve viagem ao passado de Goiás, podemos encontrar um dos maiores nomes que já deu vida à cidade: Cora Coralina. E quando falamos em dar vida à essas terras, é algo quase literal, uma vez que a poetisa se estabeleceu por aqui e fazia de sua morada, fonte de inspiração para seus escritos.

Nascida em 20 de agosto de 1889, com o nome de Anna Lins dos Guimarães Peixoto Bretas, foi até certo ponto, uma simples doceira que viveu afastada dos grandes centros urbanos e que não conhecia os modismos literários da época. Filha de Francisco de Paula Lins dos Guimarães Peixoto, que foi um desembargador nomeado pelo próprio D. Pedro II, e de Jacyntha Luiza do Couto Brandão, nasceu às margens do Rio Vermelho, e também foi ali que se deu sua criação.

Os primeiros poemas de Cora Coralina

Cora Coralina: conheça um pouquinho sobre a vida e obra da poetisa

Cora Coralina sempre se mostrou um verdadeiro prodígio, embora não tivesse esse reconhecimento inicial. Seus primeiros poemas foram escritos quando ainda tinha 14 anos de idade e chegou a publicar alguns pelos jornais da cidade. Com a ajuda de amigas, criou o jornal de poemas intitulado “A Rosa”, em 1908.

Já no ano de 1910, o “Anuário Histórico e Geográfico do Estado de Goiás” publicou seu conto “Tragédia na Roça”, onde já aparecia o pseudônimo Cora Coralina, que passou a ser adotado por ela. Embora parecesse que sua carreira literária começava a engrenar, um fato acabou chocando não apenas seus pais, mas também todos da Cidade de Goiás que a conheciam.

Em 1911, fugiu com o advogado Cantídio Tolentino Bretas, que era um homem bem mais velho e divorciado. Foram morar em uma pequena cidade do interior de São Paulo, conhecida como Avaré. Durante esse período tempestuoso, sua produção literária sofreu um grande hiato, no entanto, algumas histórias que remontam a época dizem que Cora nunca parou de escrever.

Cora Coralina: conheça um pouquinho sobre a vida e obra da poetisa

Ela apenas mantinha seu amor pela poesia em segredo, mas supostamente, alguns de seus escritos ainda circularam pela região e ocasionaram em um convite para participar da Semana de Arte Moderna, que ocorreu em 1922. Entretanto, o marido não teria permitido e ela permaneceu em seu solitário anonimato.

Sua história como doceira começou apenas em 1934, após a morte de Cantídio. Ela precisou vender doces para sustentar a casa e os quatro filhos, mas também gozou de sua liberdade para recomeçar a escrever seus livros, que posteriormente também se tornaram fonte de renda.

Segundo Marlene Velasco, diretora do Museu Casa de Cora: “Quando ela voltou à cidade de Goiás, em 1956, depois de passar 45 anos fora daqui, o que lhe deu sustento foi a produção de doces. Cora viveu disso por 15 anos“. De volta à terra natal, tomou posse da casa velha da ponte, após a morte de seus pais. Foi ali que se deu início a verdadeira construção de sua obra-prima.

Embora continuasse escrevendo poemas inspirados na própria história e nos ambientes onde fora criada, Cora Coralina se considerava mais doceira do que poetisa. Seus doces cristalizados de abóbora, cajú, laranja e figo, que sempre aguçavam o paladar de seus amigos e vizinhos, eram para ela, obras muito melhores que seus contos escritos em simples folhas de caderno. No entanto, podemos considerar que nem todos pensavam da mesma forma, felizmente!

Lançamento do primeiro livro

Cora Coralina alcançou o auge de sua carreira como escritora quando já tinha mais de 70 anos. Nessa idade, resolveu aprender datilografia na intenção de preparar suas poesias e entregá-las para editores. Foi apenas em 1965 que ela conseguiu realizar seu maior sonho: o de ter seu primeiro livro publicado. “O Poema dos Becos de Goiás e Estórias Mais” é o nome de seu primogênito literário.

Cinco anos depois, tomou posse da cadeira nº 5 da Academia Feminina de Letras e Artes de Goiás. Seu segundo livro – Meu Livro de Cordel – foi lançado em 1976 e após cair nas graças de Carlos Drummond de Andrade, deixou de ser apenas um nome na poesia goiana para conquistar seu lugar entre os nomes mais importantes da literatura brasileira.

Sua obra foi reconhecida em seus últimos anos de vida, e ainda lhe rendeu prestigiosos prêmios. Cora foi convidada para participar de diversos programas de televisão e de conferências pelo país. Pelo livro “Vintém de Cobre: Meias Confissões de Aninha“, recebeu o “Prêmio Juca Pato”, concedido pela União Brasileira dos Escritores, como intelectual do ano de 1983. No ano seguinte foi nomeada para a Academia Goiana de Letras, onde ocupou a cadeira nº 38.

A poetisa faleceu em 1985, na cidade de Goiânia, aos 95 anos de idade. No entanto, a construção de sua vida inteira ainda permanece viva, seja na memória ou nas recordações físicas deixadas por ela. Além dos livros, ainda é possível apreciar o Museu Cora Coralina, que fica exatamente na casa onde a escritora viveu por tantos anos, e ainda preserva detalhes arquitetônicos dos séculos 18 e 19, sendo nomeado em 2002 como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, pela Unesco.

Obras de Cora Coralina

  • Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais, poesia, 1965
  • Meu Livro de Cordel, poesia, 1976
  • Vintém de Cobre: Meias Confissões de Aninha, poesia, 1983
  • Estórias da Casa Velha da Ponte, contos, 1985
  • Os Meninos Verdes, infantil, 1980
  • Tesouro da Casa Velha, poesia, 1996 (obra póstuma)
  • A Moeda de Ouro Que um Pato Engoliu, infantil, 1999 (obra póstuma)
  • Vila Boa de Goiás, poesia, 2001 (obra póstuma)
  • O Pato Azul-Pombinho, infantil, 2001 (obra póstuma)

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.