Entretenimento

"Amados do Amado": o mais impressionante show de Amado Batista em Goiânia

Vão participar do evento artistas consagrados como Leonardo, Eduardo Costa, Cesar Menotti e Fabiano, Léo Magalhães, Zé Felipe, Mariana e Mateus, Fagner, Tato (Falamansa), Rick Batista, Guilherme e Santiago.
25/09/2018, 10h19

Para comemorar os 43 anos de carreira do cantor Amado Batista, um show no Estádio Serra Dourada vai emocionar fãs do artista no dia 14 de outubro. Com ingresso no valor de R$30, o show é a memória das décadas de muito romantismo do artista.

Vinte e cinco artistas consagrados já marcaram presença no show Amados do Amado e cantaram sucessos do artista goiano.

Vão participar do evento artistas consagrados como Leonardo, Eduardo Costa, Cesar Menotti e Fabiano, Léo Magalhães, Zé Felipe, Mariana e Mateus, Fagner, Tato (Falamansa), Rick Batista, Guilherme e Santiago.

Os ingressos já estão sendo vendidos no site www.eventim.com.br, e nas lojas físicas: Armazém do Livro, em Goiânia; na loja Eventim do Brasília Shopping, em Brasília; na loja Eventim no Shopping 5ª Avenida; em Belo Horizonte e na Casa Natura Musical, em São Paulo.

Batizado como Amado Rodrigues Batista, o artista nasceu em uma fazenda de Divinópolis, em Goiás no ano de 195 e enfrentou a pobreza, mesmo assim chegou ao topo das mais tocadas no Brasil.

Ao longo da carreira, Amado Batista gravou 39 discos, dos quais 28 inéditos, vendeu mais de 35 milhões de discos. Batista recebeu centenas de prêmios, entre eles, 28 discos de ouro, 28 discos de platina e um de diamante.

Amado escreveu e interpretou nessas décadas “Anjo Bom”, “Seresteiro Das Noites”, “Quem É Você”, “Eu Sou Seu”, “Reclamando Sua Ausência”, “Morro De Ciúmes Dela”, “Nao Quero Falar Com Ela”, “Princesa”, “Tum Tum De Saudade”, “Sonho Dourado”, “Cor De Rosa”, “Amar Amar”, “Como Na Primeira Vez”, “Amigo (Acústico)” e, claro, “Carta Sobre A Mesa (Acústico)”.

Os ingressos já estão à venda e parte do valor arrecadado pela bilheteria será doada para uma instituição de caridade.

SERVIÇO

Amados do Amado

Data: 14 de outubro (domingo)

Horário: 18h

Local: Estacionamento do Estádio Serra Dourado – Avenida José Fued Sebba, n° 1170, Goiânia-GO

Ingressos: a partir de R$ 30

Classificação indicativa: 18 anos.*Menores a partir de 16 anos podem entrar acompanhados dos pais e/ou responsáveis legais.

Confira entrevista do Amado Batista para o Jornal do Meio Dia, da TV Serra Dourada.

AMADO BATISTA NO JORNAL DO MEIO DIA

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Após protestos e brigas, reforma da Previdência de servidores de Goiânia é votada em definitivo hoje

Ao todo, 23 propostas foram emendadas à proposta original, sendo 18 acordadas entre a Prefeitura, sindicatos, servidores de Goiânia e o conselho do IPSM.

Por Ton Paulo
25/09/2018, 10h34

O projeto de lei da Prefeitura que reestrutura o Instituto de Previdência dos Servidores Municipais (IPSM) deve ser votado em definitivo nesta terça-feira (25/9). A reforma está na pauta do plenário de hoje e pode receber a segunda e última votação dos vereadores. Possibilidade de greve causada pela reforma já havia sido deliberada por servidores de Goiânia.

Ao todo, 23 propostas foram emendadas na proposta original e, dessas, 18 foram acordadas entre a Prefeitura, sindicatos, servidores e o conselho do IPSM. Já as outras cinco emendas foram apresentadas após a aprovação do projeto em primeira discussão no Plenário.

Uma delas, assinada por 18 parlamentares, tem em seu texto a intenção de manter em 11% a alíquota de contribuição dos servidores para o Instituto. Pela proposta original da Prefeitura, esse índice chegaria a 14% gradualmente até 2021.

Os vereadores também retiraram o artigo 62, que poderia congelar o valor das aposentadorias, e o inciso VIII do artigo 122, que poderia dificultar a obtenção de pensões por viúvas e viúvos.

O relator da matéria na Comissão do Trabalho e Servidores Públicos, vereador Calin Café (PPS), teve seu parecer aprovado no dia 19 deste mês. Ele também acolheu no relatório a aposentadoria especial para os guardas civis metropolitano, proposta do vereador Romário Policarpo (PTC).

Já uma emenda da vereadora Sabrina Garcêz (PTB), que garantia o mesmo benefício aos coveiros do município, foi rejeitada, mas uma nova emenda com o mesmo teor foi acatada pelo relator.

Servidores de Goiânia já haviam ameaçado fazer greve em razão da reforma

Em agosto deste um protesto na Câmara Municipal de Goiânia foi convocado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (SINTEGO), Fórum Sindical dos Servidores do Município de Goiânia e outros trabalhadores do município em razão da votação desta nova proposta de reforma municipal da previdência apresentada pelo prefeito Iris Rezende.

O ato ocorreu simultaneamente com a deliberação do projeto, assim como as emendas apresentadas pelo Conselho Municipal de Assistência Previdenciária (CMAP), na Comissão de Constituição, Redação e Justiça (CCJ), que discutiu a legalidade dele.

Uma proposta para a reforma previdenciária dos servidores municipais havia sido apresentada pelo Paço no início do último semestre, mas foi arquivada depois de inúmeros protestos dos trabalhadores, alguns vereadores e sindicatos.

Depois de várias discussões com os representantes da classe, o prefeito enviou, este semestre, outra proposta para a Câmara Municipal. Entretanto, segundo a presidente do SINTEGO, Bia de Lima, o novo documento veio com quase todos os problemas do anterior.

“Nós não concordamos com inúmeros pontos apresentados na nova proposta enviada pelo prefeito”, declarou Bia de Lima em vídeo veiculado pelo SINTEGO à época.

De acordo com a presidente do sindicato, o CMAP apresentou 32 emendas que foram discutidas pela CCJ.

A classe reivindicou também o reajuste do piso e da data-base que, segundo Bia, não são pagos desde o ano passado.

Imagens: Mais Goiás 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Mercado de trabalho goiano tem melhor agosto dos últimos 6 anos

A capital de Goiás, Goiânia, liderou as contratações em agosto, com saldo positivo de 1.486 inserções no mercado de trabalho.
25/09/2018, 10h57

Com 4.721 novas oportunidades com carteira assinada abertas em agosto, Goiás é a sétima Unidade da Federação que mais gera empregos no país. Aliás, o mês passado é o melhor dos últimos anos porque Goiás não via um agosto tão bom assim desde 2012. Os dados foram divulgados na última sexta-feira (21) pelo Ministério do Trabalho (MTb), por meio de seu Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que é uma espécie de bússola das contratações no mercado formal.

Os números de agosto revelam que, em relação a julho, o crescimento no número de postos de trabalho foi de 0,38%. No estado, à exceção da administração pública, que apresentou 12 baixas, todos os setores econômicos contrataram mais que demitiram. O grande destaque é o setor de serviços, que apresentou 2.088 novas oportunidades como saldo líquido entre admissões e demissões. Os setores de comércio (935 contratações), construção civil (759) e indústria de transformação (533) também triunfaram, seguidos da agropecuária (285), dos serviços industriais de utilidade pública (125) e da indústria extrativa mineral (oito contratações).

No acumulado de 2018, Goiás já criou 42.825 oportunidades. Em termos comparativos, o volume de empregos gerados no estado este ano é superior à população inteira de 218 municípios goianos (ou 89% dos 246). O estado tem, hoje, conforme dados do MTb, 1,24 milhão de trabalhadores com carteira assinada, o oitavo maior estoque do país.

Mercado de trabalho em Goiás

A capital de Goiás, Goiânia, liderou as contratações em agosto, com saldo positivo de 1.486 inserções no mercado de trabalho. Goiânia foi puxada pelo setor de serviços que, sozinho, criou 970 oportunidades. Ao lado, Aparecida de Goiânia segura o bastão de segundo lugar, com saldo de 1.192 empregos criados, e seu motor é o mesmo da capital: o setor de serviços de Aparecida abriu 666 postos com carteira assinada.

Na outra ponta, o município de Valparaíso de Goiás fechou no vermelho, com 306 demissões de saldo, em razão das baixas no setor de serviços, que sepultaram 270 empregos. Ele é seguido por Bom Jesus de Goiás, que registrou 137 desligamentos e é vice-líder. O carro-chefe das demissões em Bom Jesus é a agropecuária, que encerrou 66 oportunidades.

No acumulado do ano, de janeiro a agosto, Goiânia é o quinto município do Brasil que mais gerou empregos, com 7.045 vagas computadas pelo Caged. Em seguida está Cristalina, na oitava posição e com 5.572 novas oportunidades.

Por outro lado, Mineiros é um dos 50 municípios que mais demitem no país, com 755 trabalhadores expulsos do mercado formal.

MUNICÍPIOS QUE MAIS CONTRATARAM

Goiânia – 1.486

Aparecida de Goiânia – 1.192

Cristalina – 823

Nerópolis – 351

Alto Horizonte – 194

Formosa – 157

Anápolis – 150

Luziânia – 120

Niquelândia – 108

Senador Canedo – 102

Goianésia – 89

Quirinópolis – 82

MUNICÍPIOS QUE MAIS DEMITIRAM

Valparaíso de Goiás – 306

Bom Jesus de Goiás – 137

Planaltina – 126

Caldas Novas – 104

Santa Helena de Goiás – 101

Trindade – 97

Rio Verde – 58

Catalão – 53

Ipameri – 50

Pontalina – 50

Santo Antônio de Goiás – 42

Uruaçu – 42

Com informações do jornalista André Santos.

Imagens: Hora Extra 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Com apendicite, Isco será operado e vira desfalque do Real para os próximos jogos

Meia-atacante deve passar por cirurgia na terça.
25/09/2018, 11h06

O Real Madrid divulgou um comunicado para confirmar que o meia Isco está sofrendo com uma apendicite aguda e, por isso, será submetido a uma cirurgia nesta terça-feira. Por causa do problema de saúde, o jogador se tornou desfalque certo para os dois próximos jogos do time, que nesta quarta encara o Sevilla, fora de casa, pela sexta rodada do Campeonato Espanhol.

Depois disso, o meio-campista também não poderá atuar no clássico contra o Atlético de Madrid, no sábado, no estádio Santiago Bernabéu, pela joranada seguinte da competição nacional, na qual hoje o Real ocupa a vice-liderança, com 13 pontos, mesma pontuação do Barcelona, líder pelos critérios de desempate.

Isco passou mal na noite de segunda-feira e por isso não pôde participar do treino que o elenco da equipe madrilenha realizou na manhã desta terça. Exames realizados em uma hospital da capital espanhola constaram que ele está com apendicite.

O técnico do Real, Julen Lopetegui, lamentou o problema de saúde enfrentado pelo meio-campista e também o fato de que não poderá contar nesta quarta-feira com o lateral-direito Dani Carvajal, vetado pelo departamento médico do clube por causa de dores musculares.

Situação de Isco

“Isco chegou aqui nesta manhã com dores abdominais, tem apendicite e precisa operar. Desejo que tudo corra bem e ele tenha uma rápida recuperação. Todas as baixas são notícias ruins e agora temos de pensar em soluções dentro do elenco e no jogador que vai entrar no time.

As lesões e baixas em uma temporada sempre vão existir. Neste caso foi uma desgraça porque é uma apendicite, mas é preciso enfrentar os problemas com a máxima confiança no jogador que vai entrar no campo como substituto”, afirmou o comandante, em entrevista coletiva nesta terça-feira.

O jogo contra o Sevilla está marcado para começar às 17 horas (de Brasília) desta quarta-feira. Pouco antes, às 15h, o Barcelona terá pela frente o lanterna Leganés, também atuando como visitante, por esta mesma sexta rodada do Campeonato Espanhol.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Em Portugal, Lava Jato abre sua fase de número 54

A Polícia Federal cumpriu 5 mandados de busca e apreensão.
25/09/2018, 11h17

A Operação Lava Jato abriu nesta terça-feira, 25, sua fase 54, a segunda etapa realizada no exterior. A partir de um pedido de cooperação internacional feito pelo Ministério Público Federal, o Ministério Público de Portugal obteve autorização judicial e cumpriu cinco mandados de busca e apreensão em endereços em Lisboa, ligados ao operador financeiro Mário Ildeu de Miranda.

Miranda foi alvo da 51ª fase da Operação Lava Jato, realizada em 5 de agosto, quando havia mandados de prisão e de busca e apreensão em endereços no Brasil ligados a ele. Naquela oportunidade, as investigações revelaram o pagamento de propina superior a US$ 56,5 milhões entre os anos de 2010 e 2012. Esses valores eram relacionados à obtenção fraudulenta de um contrato de mais de US$ 825 milhões, firmado em 2010 pela Petrobras com a Construtora Norberto Odebrecht.

Parte dos pagamentos de vantagens indevidas foi realizado mediante estratégias de ocultação e dissimulação, contando com a atuação do chamado Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, e com a participação decisiva de Mário Ildeu de Miranda para que os recursos, na ordem de pelo menos US$ 11,5 milhões, chegassem a contas secretas mantidas no exterior por funcionários corrompidos da Petrobras.

Operação Lava Jato

Quando deflagrada a 51ª fase da Operação lava Jato, não foi possível o cumprimento imediato do mandado de prisão preventiva de Mário Ildeu de Miranda, vez que ele tinha deixado o país na véspera, com destino a Portugal. Conforme se apurou, o investigado deixou sua residência portando quatro grandes malas de viagem e seus dispositivos eletrônicos. Em 14 de maio, o investigado se apresentou às autoridades brasileiras, porém, sem as malas e dispositivos pessoais que levara ao exterior.

Assim, as buscas nos endereços de Miranda, realizadas nesta data em Lisboa, têm por objetivo apreender os documentos e dispositivos eletrônicos que possam estar escondidos naquele país, além de identificar provas de outros crimes, ainda não denunciados, para a continuidade das investigações. Miranda pagou fiança de R$ 10 milhões e responde ao processo em liberdade.

Cooperação internacional

A força-tarefa Lava Jato em Curitiba obteve autorização judicial perante a 13ª Vara Federal da capital para formalizar pedido de cooperação internacional à República Portuguesa. Contando com o auxílio da Secretaria de Cooperação Internacional (SCI) da Procuradoria-Geral da República, em menos de quatro meses desde o envio do pedido, o Ministério Público de Portugal, com autorização judicial, pôde cumprir os mandados de busca e apreensão requeridos pelo Ministério Público Federal, objetivando encontrar as provas retiradas do território nacional.

O procurador da República Júlio Noronha, integrante da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba e que acompanhou as buscas em Lisboa, afirma que “a realização desta operação consolida uma nova perspectiva das investigações: vamos atrás das provas onde elas estiverem.

As fronteiras nacionais não impedem as investigações. Como as medidas cumpridas evidenciam, a realidade é que o Ministério Público Federal, com o auxílio de autoridades estrangeiras, hoje busca não apenas bens e valores mantidos no exterior, mas provas dos crimes cometidos no Brasil”.

As medidas cumpridas nesta terça em Portugal correspondem à segunda fase internacional da Operação Lava Jato. A primeira fase realizada no exterior, também em Lisboa, ocorreu em 21 de março de 2016, e teve como alvo o operador financeiro Raul Schmidt Felippe Junior.

A ação resultado dos esforços do Ministério Público Federal para a manutenção de uma rede de cooperação internacional ativa. Partiu da Procuradoria-Geral da República o pedido de autorização para que o procurador Júlio Noronha, o delegado de Polícia Federal Felipe Eduardo Hideo Hayashi e o Agente de Polícia Federal Tiago Preto de Souza participassem da operação em Lisboa, acompanhando as autoridades portuguesas.

Assim, as buscas nos endereços de Miranda, realizadas agora em Lisboa, têm por objetivo apreender os documentos e dispositivos eletrônicos que possam estar escondidos naquele país, além de identificar provas de outros crimes, ainda não denunciados, para a continuidade das investigações. Miranda pagou fiança de R$ 10 milhões e responde ao processo em liberdade.

Imagens: R7 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.