Economia

Petrobras reivindica à ANP crédito de R$ 60 milhões por subsídio do diesel

25/09/2018, 17h00

A Petrobras e a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) discordam sobre o pagamento de R$ 60 milhões em subsídio do óleo diesel. A estatal acredita que tem esse valor a receber por vender o produto a valores abaixo do praticado no mercado internacional, na primeira semana do programa de subvenção do governo, no início de junho.

A estatal entrou com recurso administrativo na agência para reivindicar o ressarcimento, mas a agência questiona o crédito, segundo o gerente de Marketing e Comercialização da petroleira, Guilherme França. Após participar de palestra no congresso Rio Oi&Gas, no Riocentro, o executivo afirmou que a empresa “nunca teve dúvida de que receberia o subsídio, porque está certa de que está fazendo jus a ele”.

Até agora, recebeu cerca de R$ 1,5 bilhão de ressarcimento, já aprovados pela ANP. Falta ainda uma fatia da terceira fase do programa, relativa às vendas em agosto, que, segundo acredita o gerente da estatal, deve ser liberada ainda em setembro. Além disso, a petroleira deve receber juros Selic por atrasos no pagamento pelo Tesouro.

O programa de subvenção do diesel estará valendo até o dia 31 de dezembro ou até acabar o orçamento de R$ 9,5 bilhões definido pelo governo. Ele foi criado em resposta à greve dos caminhoneiros, durante a qual os consumidores questionaram os frequentes reajustes de preços, principalmente, nas refinarias da Petrobras.

“Surgiu, com a greve dos caminhoneiros, uma neurose no Brasil. Não é com um modelo novo (de precificação do diesel) que vamos conseguir competitividade. Precisamos atrair investimento no refino. E só grandes grupos têm capacidade para isso”, disse Leonardo Gadotti, presidente da Plural, que representa grandes distribuidoras de combustíveis.

Ele alerta para um possível encarecimento brusco do litro de diesel a partir de janeiro do dia 1º de janeiro do ano que vem, quando o programa de subvenção perderá a validade. Neste dia, o produto, automaticamente, ficará R$ 0,30 mais caro, o que, em sua opinião, pode causar um problema de segurança. Ele disse ainda temer que uma nova solução seja criada pelo governo que assumir o País no ano que vem, sem que o mercado seja ouvido.

“O que vamos fazer no dia que acabar a subvenção? O País vai parar no dia 1º e repetir o que aconteceu durante a greve dos caminhoneiros?”, questionou Gadotti.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Educação

IF Goiano campus Trindade abre seleção para 220 novos alunos

Saiba como se inscrever e confira todos os cursos disponíveis.
25/09/2018, 17h46

O Instituto Federal Goiano – Campus Trindade lançou nesta terça-feira (25/9) dois editais para seleção de 220 novos alunos para o primeiro semestre de 2019. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pela internet a partir desta quarta-feira (26/9), e seguem até o dia 18 de novembro.

A seleção dos 220 novos alunos será realizada por meio de análise do histórico escolar. O IF informa que não há cobrança de mensalidade nos cursos ofertados. Para 2019, a unidade abriu vagas para Cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio e Cursos Técnicos Subsequentes ao Ensino Médio EAD.

Para conferir os editais os interessados devem acessar os seguintes links https://www.ifgoiano.edu.br/home/index.php/processos-seletivos-trindade/9892-edital-n-15-2018-processo-seletivo.html e https://www.ifgoiano.edu.br/home/index.php/processos-seletivos-trindade/9893-edital-n-15-2018-processo-seletivo-2.html. Nesses endereços os estudantes também poderão acessar a aba de inscrição.

Inscrição para os 220 novos alunos

No ato da inscrição, os candidatos devem informar, obrigatoriamente, as informações socioeconômicas, os dados pessoais como o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF), o endereço de email, no qual tenha acesso, e as notas por disciplinas do nível exigido, nível fundamental para os cursos técnicos integrados ao Ensino Médio e nível Médio para os cursos técnicos subsequentes na modalidade de Ensino a Distância (EaD).

De acordo com os editais, as seleções preveem ainda que 50% das vagas devem ser destinadas para os alunos que tenham estudado em escolas públicas, pessoas com deficiência e candidato autodeclarado preto, pardo ou indígena.

Os candidatos devem entregar os seguintes documentos em envelope: comprovante de inscrição, a cópia e original do Histórico Escolar ou documento equivalente e os demais documentos relativos à política de ação afirmativa.

A análise de histórico escolar será aplicada para a seleção após homologada a inscrição com a entrega da documentação comprobatória no Núcleo de Protocolo do Campus Trindade no período de 27 de setembro a 19 de novembro, de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 16h.

Ao todo, as 220 vagas estão distribuídas em dois cursos técnicos subsequentes ao Ensino Médio EAD e quatro cursos técnicos integrados ao Ensino Médio. Confira abaixo os cursos disponíveis para o primeiro semestre de 2019:

Cursos técnicos subsequentes ao Ensino Médio EAD

Técnico em Edificações

  • Vagas: 40
  • Turno: Noturno
  • Período: 1 ano e meio

Técnico em Eletrotécnica

  • Vagas: 40
  • Turno: Noturno
  • Período: 1 ano e meio

Cursos técnicos integrados ao Ensino Médio

Técnico em Automação Industrial

  • Vagas: 35
  • Turno: Matutino e vespertino
  • Período: 3 anos

Técnico em Edificações

  • Vagas: 35
  • Turno: Matutino e vespertino
  • Período: 3 anos

Técnico em Eletrotécnica

  • Vagas: 35
  • Turno: Matutino e vespertino
  • Período: 3 anos

Técnico em Informática para Internet

  • Vagas: 35
  • Turno: Matutino e vespertino
  • Período: 3 anos
Via: IF Goiano 
Imagens: Jornal Daqui 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Conheça os mais agitados festivais de música em Goiânia

Embora seja conhecida como a capital do sertanejo, trazendo eventos como Villa Mix, boa parte dos festivais de música em Goiânia prestigiam a cena do rock.
25/09/2018, 18h07

A capital do sertanejo também é terrinha de muito rock, bebê! Quando falamos dos festivais de música em Goiânia que já possuem um cronograma anual, boa parcela deles prestigia o cenário alternativo e independente. De fato, muitas bandas de reconhecimento nacional possuem origem goiana e merecem um espacinho em nosso calendário de eventos.

Mas é claro, há espaço de sobra para todos os estilos! Pensando nisso, preparamos uma lista com os principais eventos de música que acontecem anualmente em nossa cidade. Dá uma olhada!

Festivais de música em Goiânia: rock e musica alternativa tem cena de peso

1 – Goiânia Noise Festival

Conheça os mais agitados festivais de música em Goiânia
Foto: Reprodução/Incontrole

Presente na cena musical goiana desde 1995, começou como algo pequeno. Apenas para que você tenha ideia, sua primeira edição foi realizada na Praça Universitária, mas já contava com muitas atrações: 14 no total.

Sempre prezando por levar aos palcos bandas do rock alternativo independente, ao longo dos anos se tornou um dos festivais mais duradouros não apenas de Goiás, mas também do Brasil. Atualmente é considerado como o maior festival de rock independente do país!

Neste ano aconteceu sua 24ª edição, trazendo nomes como “The Galo Power” (GO), “Cerebro de Galinha” (PA), “Supla” (SP) e “Mechanics” (GO).

2 – Festival Bananada

Conheça os mais agitados festivais de música em Goiânia
Foto: Reprodução/Pulso

O Bananada é mais um dos festivais de música em Goiânia que fazem toda a diferença. A história do evento começou de forma despretensiosa, ainda em 1999. Fabricio Nobre – idealizador – tinha apenas 20 anos quando teve a ideia de organizar algo que pudesse mostrar aos goianos o que a cena musical da região tinha a apresentar, e claro, também queria tornar a própria banda conhecida.

Assim nasceu o festival. Todos os anos, bandas locais iniciantes se apresentavam em três dias de evento, que sempre ocorria no mesmo lugar e em dois palcos diferentes. No entanto, inspirando-se em festivais gringos, houve a necessidade de renovação.

Em 2012 o Bananada se tornou algo completamente inovador. Passou a acontecer durante uma semana, onde shows são realizados em casas noturnas, restaurantes e teatros da cidade, transformando-se em um festival multi-cultural, onde bandas de todo o país podem se apresentar, abrindo espaço ainda para a galera do skate e de circuitos gastronômicos.

Neste ano completou 20 anos, com um evento simplesmente empolgante e com aquela sensação de dever cumprido. Que venham as próximas edições!

3 – Vaca Amarela

Conheça os mais agitados festivais de música em Goiânia
Foto: Reprodução/MaisGoiás

Presente no cenário musical de Goiânia desde 2001, o Vaca Amarela é um festival que sempre tem presença carimbada não apenas no calendário regional, mas também no nacional. Realizado pela Fósforo Cultural, abre espaço para artistas do rock, pop e MPB, prezando sempre por celebrar o que há de mais atual nas diversas regiões do país.

Alcançou este ano sua 17ª edição, apresentando no Centro Cultural Martim Cererê em um único dia de evento, grandes nomes como LetruxRubel. Forte e independente, não conta com leis de incentivo e nenhum tipo de apoio público, o que apenas o reforça como um símbolo de resistência. Agora, nos basta aguardar ansiosamente pelas edições que ainda estão por vir!

4 – Grito Rock

Conheça os mais agitados festivais de música em Goiânia
Foto: Reprodução/ Revista Factual

Diferente dos mencionados anteriormente, o Grito Rock não acontece apenas nas terras de Goiânia. Trata-se de um festival integrado e colaborativo, considerado como o maior da América Latina no segmento.

Diversas cidades do Brasil e do mundo recebem o evento, que tem como principal característica ser um símbolo de resistência, levando muito amor, diversidade, alegria e claro, muito rock por onde quer que passe!

Neste ano, aconteceu entre os dias 9 e 12 de fevereiro, em sua 12ª edição.

5 – Projeto Cidade Rock

Conheça os mais agitados festivais de música em Goiânia
Foto: Reprodução

O Projeto Cidade Rock voltou para mais uma edição em Goiânia. De acordo com a programação, acontece em 10 etapas diferentes e vem sendo realizado desde abril, com previsão para ser finalizado em outubro.

Com entrada gratuita, garante para o público uma mistura de estilos que contempla desde o indie até o metal, e do punk ao psicodélico. O evento é organizado pela Monstro Discos, com o objetivo de abrir espaço para os trabalhos locais, incentivando bandas iniciantes e até mesmo aquelas com carreira mais extensa, como símbolo de resistência do rock goiano.

E claro, a expectativa de quem acompanha o evento é que ele aconteça também nos anos seguintes!

Festival de música sertaneja

6 – Villa Mix

Conheça os mais agitados festivais de música em Goiânia
Foto: Reprodução/Villa Mix

Embora Goiânia seja considerada a capital do sertanejo, o evento de maior peso que acontece anualmente e contempla o estilo é o Villa Mix. Sua primeira edição ocorreu no ano de 2011, na capital, com o objetivo de reunir grandes nomes da música sertaneja de nosso país.

Desde o princípio o festival conta com uma super produção, com estrutura bem preparada e áreas específicas de camarote, espaços diferentes e praças de alimentação. Não demorou muito até que ganhasse proporções nacionais, passando a ser realizado também em outras cidades do país.

Seu sucesso faz com que a festa ganhe uma representatividade ímpar, o que a faz ser um dos melhores festivais de música em Goiânia e em todo o país. Vale lembrar que algumas edições também aconteceram fora do Brasil. Em suas últimas edições, contemplou não apenas o sertanejo, mas trouxe atrações de outros estilos musicais e até mesmo artistas internacionais. Demi Lovato já passou pelo palco, e na edição deste ano, recebeu os cantores Shawn Mendes e Nick Jonas.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Eleições 2018: Centro-Oeste registra mais de 1.500 denúncias pelo aplicativo Pardal

App é voltado para a fiscalização por parte do eleitor quanto à campanha de partidos e candidatos; ferramenta permite encaminhar denúncias de irregularidades com fotos, áudio e vídeo.
25/09/2018, 18h55

Lançado há um mês pela Justiça Eleitoral, o aplicativo Pardal já registrou 10.275 denúncias de supostas irregularidades cometidas durante a campanha eleitoral de 2018. No Centro-Oeste, foram registradas 1.544 denúncias, sendo a maioria contra candidatos aos cargos de deputado estadual e federal. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, as infrações mais recorrentes envolvem propaganda eleitoral, com 6.839 notificações, seguidas de crimes eleitorais, 1.376 notificações, outros crimes, com 921 notificações, compras de votos, 238 notificações e doações e gastos eleitorais, com 89 denúncias.

Os dados foram divulgados às 18h desta segunda-feira (24/9) por meio do boletim do TSE, e segundo as estatísticas do app, São Paulo é o estado recordista em denúncias, com 1.372 registros. Considerado o maior colégio eleitoral do país, São Paulo também lidera as notificações na categoria propaganda eleitoral, com 967 registros.

Em segundo lugar, o aplicativo Pardal mostra Pernambuco com um número total de 1.178 denúncias, sendo 861 delas relacionadas a irregularidades em propagandas eleitorais e 125 a crimes eleitorais. Já o estado em que os eleitores meno usam a ferramento é Tocantins, com apenas 23 denúncias.

De acordo com o balanço, a região Nordeste é a que mais usa a ferramenta, com 3.596 denúncias, seguida pela região Sudeste, com 2.674. A região Centro-Oeste fica em terceiro com 1.544 registros, Sul em quarto, com 1.449, seguida da região Norte, com 1.012. A maior parte das denúncias envolvem candidatos que disputam cargos de deputado estadual (2.805), seguidas de campanhas de deputado federal (1.798) e governadores (674).

Aplicativo Pardal

O app é voltado para a fiscalização por parte do eleitor quanto à campanha de partidos e candidatos. A ferramenta permite encaminhar denúncias de irregularidades eleitorais, juntamente com evidências que podem servir de provas em eventual processo, como fotos, áudio e vídeo. Podem ser encaminhadas denúncias de diversos temas, como propaganda eleitoral, uso da máquina pública, compra de votos, crimes eleitorais, doações/gastos eleitorais, dentre outros.

Nas denúncias feitas pelo Pardal, é necessário constar o nome e o CPF do cidadão que as encaminhou. Segundo informações do TSE, supostas irregularidades na propaganda eleitoral veiculada nas emissoras de TV ou rádio e na internet, bem como notícias de infrações relacionadas a candidatos aos cargos de presidente e vice-presidente da República, não serão processadas pelo Pardal. Nesses casos, o eleitor deverá encaminhar as eventuais denúncias pelos meios tradicionais, como o MPE.

O aplicativo Pardal está disponível para download nas lojas virtuais Apple Store e Google Play desde agosto.

Via: TSE 
Imagens: Rádio Tangará 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Trânsito

Prefeitura libera oficialmente nesta quarta trânsito na rotatória do Anel Viário

Mais de 50 mil veículos passam pelo local todos os dias.
25/09/2018, 20h21

A Prefeitura de Aparecida de Goiânia libera oficialmente nesta quarta-feira (26/9) o tráfego na rotatória (elipse) construída no Anel Viário, em Aparecida de Goiânia. A obra foi realizada com o objetivo de melhorar a mobilidade urbana da cidade e desafogar o trânsito na BR-060/Anel Viário, na região dos setores Cidade Vera Cruz e Morada dos Pássaros. Diariamente, mais de 50 mil veículos passam pelo local.

Segundo informações da Prefeitura de Goiânia, a obra da elipse, que começou no dia 24 de agosto, está 90% concluída, faltando apenas ações pontuais. As intervenções ocorreram na região dos setores Cidade Vera Cruz, Mansões Paraíso, American Park, Bairro Itapuã e Morada dos Pássaros.

O evento de inauguração da construção da rotatória será realizado às 8h, e contará com a presença do prefeito Gustavo Mendanha, secretários, representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT) e Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Antes da construção da rótula, no local havia apenas um retorno que tumultuava o trânsito, o que causava muitos acidentes. Além da elipse, as vias de acesso ao local (avenidas V-006 e H-161) foram duplicadas pela Secretaria de Infraestrutura. A obra foi uma parceria da Prefeitura de Aparecida e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

De acordo com o diretor de engenharia de tráfego da Superintendência Municipal de Trânsito e Transportes de Aparecida (SMTA), Kleyneer Gonçalves de Melo, a obra irá melhor a mobilidade de quem trafega na região e contribuir para redução do número de acidentes que eram registrados no local, que era o ponto mais crítico da BR-060 no perímetro urbano da cidade.

O convênio entre Prefeitura e o DENIT tem prazo de três anos. Durante este período, “o Departamento fará a manutenção da via, conservação e outras ações importantes como estudo de impacto de trânsito”, informa o secretário de Mobilidade e Defesa Social de Aparecida de Goiânia, Luziano da Costa Vale.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.