Dia Gourmet

13 jantinhas e espetinhos em Goiânia para comer bem e pagar pouco

Pretende levar a família ou os amigos para um programa diferente? Então conheça algumas jantinhas e espetinhos em Goiânia que com certeza você irá adorar!
27/09/2018, 15h50

Se você está sem tempo ou simplesmente não quer fazer comida em casa, se liga nas melhores jantinhas e espetinhos em Goiânia! Estabelecimentos que trabalham com tal segmento já se tornaram populares na cidade e em toda a região, oferecendo pratos deliciosos com muito arroz, feijão tropeiro, vinagrete, batata frita e o tão querido espeto.

Curioso? Então dá uma olhada em nossa lista e encontre aquele que fica mais próximo de você!

Conheça as melhores jantinhas e espetinhos em Goiânia:

1 – Esquina do Espeto

Com mais de 40 anos de tradição, a empresa é formada por uma família simplesmente apaixonada por carnes. A partir daí, é possível esperar encontrar sempre produtos e carnes da mais alta qualidade, preparados com carinho e pensando em seus clientes. Conta com ambiente familiar e cardápio variado.

Funcionamento: segunda a sábado, das 16h às 23h

Telefone para mais informações: (62) 3432-5279

Endereço: Av. Olávo Bilac, 20 – Vila Boa, Goiânia – GO, 74330-520

2 – Espetinho Parque Amazonas

E se você procura por bons espetinhos em Goiânia, vale a pena apostar no lugar. Com boa variedade de espetos e sempre oferecendo carnes da melhor qualidade, o ambiente é ideal para levar a família ou os amigos. Aceitam pagamento somente em dinheiro!

Funcionamento: segunda a sexta + domingo, das 19h às 00h

Telefone para mais informações: (62) 3202-4128

Endereço: -122, Av. Dom Teresinha de Moraes, 74 – Parque Amazonia, Goiânia – GO, 74835-380

3 – Espetinho do Gordinho

Com destaque para os espetinhos de cupim e costelinha, avaliados como os melhores por quem frequenta o lugar, oferece cardápio com boa variedade e bons preços. Para aqueles que não dispensam uma boa cervejinha, também é possível encontrar no ambiente. Vale lembrar que ainda dispõe de wi-fi para clientes.

Funcionamento: segunda a sábado, das 09h às 23h30

Telefone para mais informações: (62) 3626-8369

Endereço: Avenida C-171, Quadra 398, Lote 13, s/n – Jardim America, Goiânia – GO, 74275-010

4 – Jantinha Grill

Considerado como um dos melhores espetinhos em Goiânia, também trabalha com um cardápio variado de carnes, sempre servidas como manda o gosto dos clientes. Para quem procura por bom custo benefício, é uma boa pedida!

Funcionamento: segunda a sexta + domingo, das 18h às 00h

Endereço: Av. Dom Teresinha de Moraes, 150 – Parque Amazonia, Goiânia – GO, 74835-360

5 – Espetinho do Gordo

Prezando sempre pelo bom atendimento e pela qualidade de seus produtos, o Espetinho do Gordo é avaliado como o melhor da região. Oferece jantinhas e espetinhos para seus clientes, com opções que agradam a todos os gostos.

Funcionamento: segunda a sábado, das 06h às 23h

Telefone para mais informações: (62) 3579-3537

Endereço: R. U 61, 40-60 – Vila Uniao, Goiânia – GO, 74313-460

6 – Cantinho do Sabor Espetinhos

Atuando em Goiânia desde 2013, preza por oferecer a seus clientes os melhores preços e atendimento, sem contar, é claro, da qualidade dos alimentos que é sempre excelente. Além de espetinhos e jantinhas, também é possível encontrar caldos e pastéis.

Funcionamento: segunda a sábado, das 18h às 23h

Endereço: Av Pedro Ludovico Nº 301 – Em frente a rotatória do pit dog Turbo e ao lado da pamonharia – St. Sudoeste, Goiânia – GO, 74305-520

7 – Espetinho do Junior|

Se você está procurando um bom lugar para jantar com a família, ou mesmo um ambiente que seja bom para um encontro entre amigos, você pode ficar bastante satisfeito aqui. Com amplo cardápio de carnes e pratos bem generosos, ainda possui atendimento de qualidade.

Funcionamento: terça a sábado, das 17h às 23h / domingo, das 7h às 15h

Telefone para mais informações: (62) 3588-4137

Endereço: GO-040 – Jardim Tropical, Aparecida de Goiânia – GO, 74946-530

8 – Espetinho da tia

Com ambiente confortável e agradável, é ideal para levar a família. Os espetinhos são feitos sempre com carnes de qualidade e ainda é possível encontrar cerveja gelada.

Funcionamento: terça a domingo, das 17h30 às 00h

Telefone para mais informações: (62) 3280-2649

Endereço: R. Cuiabá, 2241-2275 – Jardim Esmeraldas, Goiânia – GO, 74830-050

9 – Bar do Rochinha

Além de ser um dos melhores espetinhos em Goiânia, não para por aí. É nada menos que um “botequim gastronômico”, com ambiente descontraído e bastante intimista, ideal para levar os amigos e a família. O espaço é aberto e possui sacada. Dentre os destaques do cardápio, podemos citar os churrascos mistos e as porções.

Funcionamento: segunda a sexta, das 18h às 00h

Telefone para mais informações: (62) 3293-0959

Endereço: Av. R 11, 240 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74125-100

10 – Primo Rico

Para quem adora uma jantinha farta e saborosos espetinhos, o Primo Rico é uma das melhores pedidas. Com excelente custo-benefício, dispõe de ambiente e cardápio amplos, com opções que agradam a todos os gostos. Também funciona como bar, portanto é possível escolher entre uma carta de cervejas e drinques especiais.

Funcionamento: terça a domingo, das 17h às 2h

Telefone para mais informações: (62) 3088-5947

Endereço: Av. Genésio de Lima Brito, 757 – Jardim Balneario Meia Ponte, Goiânia – GO, 74593-210

11 – Tribos do Espeto

Mais uma boa opção para quem procura por jantinhas e espetinhos em Goiânia tarde da noite. A comida é sempre muito boa e os espetinhos são variados. Para quem gosta de um bom caldo, o lugar também representa uma excelente escolha! E claro, não poderíamos deixar de mencionar que cerveja gelada é um dos fortes da casa. O espaço ainda oferece uma brinquedoteca para as crianças se divertirem.

Funcionamento: segunda a sexta, das 16h às 00h / sábado e domingo, das 12h às 00h

Telefone para mais informações: (62) 3624-0218

Endereço: Avenida New York, s/n – Jardim Novo Mundo, Goiânia – GO, 74710-010

12 – Espetinhos Batuta

Presente em Goiânia desde 1996, prezam por sempre entregar atendimento da melhor qualidade, sem contar que os espetos da casa são um dos melhores de Goiânia. Além disso, o espaço ainda oferece buffet para eventos como formaturas, aniversários, confraternizações e até casamentos.

Funcionamento: segunda a sábado, das 8h às 18h

Telefone para mais informações: (62) 3558-3892

Endereço: Qd. 03 Lt. 05, R. Dionísio de Abreu – Vila Canaã, Goiânia – GO, 74415-520

13 – Espetinho do Patrão

Ao estilo food truck, mas em ponto fixo, as mesas ficam ao ar livre e os clientes podem contar com o melhor atendimento e jantinhas e espetos da melhor qualidade, com variedade que atende a todos os gostos. Vale a pena experimentar!

Endereço: 147, Av. Gonzaga Jaime, 105 – Vila Redencao, Goiânia – GO, 74845-360

Imagens: Veja 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Corinthians decidirá Copa do Brasil em casa

Sorteio realizado na sede da CBF define que o segundo jogo da final será em Itaquera. Jogo de ida será no Mineirão, em Belo Horizonte.
27/09/2018, 16h11

O Corinthians fará o segundo jogo da final da Copa do Brasil contra o Cruzeiro em casa. A definição aconteceu por sorteio, realizado na sede da CBF, na tarde desta quinta-feira. A primeira partida será em 10 de outubro, no Mineirão, e a volta está marcada para o dia 17.

O sorteio contou com a presença dos dois técnicos finalistas, Jair Ventura, do Corinthians, e Mano Menezes, do Cruzeiro. O treinador corintiano, inclusive, brincou com o adversário antes do sorteio. “Ele já tem duas, disputou quatro finais. Poderia deixar essa para mim”, afirmou, ao SporTV.

O Cruzeiro é o atual campeão do torneio. No ano passado, com Mano como treinador, decidiu em casa contra o Flamengo. Após dois empates por 1 a 1 e 0 a 0, o time mineiro faturou o penta nos pênaltis. A outra conquista de Mano Menezes foi justamente pelo Corinthians em 2009, quando o time paulista chegou ao tricampeonato. Agora, nove anos depois, buscará o tetra.

A equipe mineira vem com uma campanha de 100% de aproveitamento fora de casa na atual edição na Copa do Brasil. O Cruzeiro, assim como o Corinthians, entrou nas oitavas de final, e até então havia definido todos os confrontos em casa.

Na semifinal, conquistou a vaga ao vencer o Palmeiras por 1 a 0 no jogo de ida em São Paulo. Na volta empatou por 1 a 1 no Mineirão em jogo que terminou com briga generalizada.

“Fizemos o resultado fora de casa, contrariando a lógica. Fomos competentes. Saímos na frente do primeiro jogo. Depois o Palmeiras empatou e pressionou no final, mas conseguimos nos segurar bem”, disse Mano Menezes.

O Corinthians só não definiu em casa nas quartas de final contra a Chapecoense, sendo que no restante dos jogos também confirmou a classificação diante de seus torcedores. Contra o Flamengo, na semifinal, empatou sem gols no Maracanã e venceu por 2 a 1 na noite de quarta-feira em sua arena.

Premiação da Copa do Brasil

A decisão da Copa do Brasil entre Corinthians e Cruzeiro é inédita. E, além da conquista e de uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores, estará em jogo uma premiação milionária, de R$ 50 milhões, o campeão. O vice, por sua vez, receberá R$ 20 milhões dos cofres da CBF.

Imagens: #fera 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Mundo

ONU aprova 1ª resolução contra Venezuela

Em mais um sinal de isolamento de Maduro, documento foi aprovado com 23 dos votos a favor; apenas 7 votos foram favoráveis à Caracas.
27/09/2018, 16h43

As Nações Unidas aprovaram pela primeira vez uma resolução contra o governo da Venezuela, pressionando o país para que aceite ajuda humanitária e dando um mandado explícito para que a entidade inspecione possíveis violações de direitos humanos em Caracas.

A aprovação no Conselho de Direitos Humanos da ONU mostra, na interpretação de diplomatas, que o regime de Nicolás Maduro está cada vez mais isolado. O texto ainda reconhece, também pela primeira vez, que o país vive “uma crise humanitária”.

A votação também foi marcada pelo apelo de Brasil, México e Europa contra qualquer iniciativa do governo de Donald Trump de usar uma intervenção militar para dar um fim à crise.

A Casa Branca e mesmo a direção da Organização dos Estados Americanos (OEA) têm falado abertamente sobre a possibilidade de uma ação militar para derrubar Maduro.

Caracas denunciou na ONU nesta quinta-feira a aprovação da resolução como “o início da escalada intervencionista” contra a Venezuela.

O documento foi aprovado com 23 votos a favor, 7 contra e 17 abstenções. Ficaram ao lado de Caracas apenas Cuba, Congo, China, Paquistão, Burundi e Egito.

Para o Grupo de Lima, a aprovação do texto foi uma “importante vitória diplomática”, depois de anos tentando driblar a blindagem que Maduro havia estabelecido em órgãos internacionais com a ajuda de Rússia, China e seus aliados africanos. No resultado final, velhos aliados de Maduro, como o Equador, votaram a favor da solução.

Nos bastidores, os chavistas pressionaram e enviaram seu chanceler para se reunir com diversos países para tentar convencê-los a não apoiar o documento. O temor do governo é de que a crise seja declarada como um desastre humanitário e que a possível comprovação de violações de direitos humanos deem justificativas para uma intervenção militar.

A reportagem do jornal O Estado de S. Paulo foi a primeira a revelar o conteúdo do documento, há duas semanas. No texto aprovado nesta quinta, as instâncias internacionais monitorarão de forma permanente a situação em Caracas.

Maduro não autoriza a entrada do escritório de Direitos Humanos da ONU no país desde 2013. Mas a nova alta comissária da ONU para Direitos Humanos, Michelle Bachelet, espera negociar um acesso com Caracas.

Venezuela é pressionada para aceitar ajuda

De acordo como texto, os governos pressionam a Venezuela para que “aceite assistência humanitária para lidar com a falta de alimentos e remédios, o aumento da desnutrição, em especial entre crianças, e o surto de doenças que haviam sido previamente erradicadas ou estavam sob controle na América do Sul”.

O texto ainda “expressa profunda preocupação com as sérias violações de direitos humanos”, e qualifica a crise de “humanitária”. Entre os autores da proposta, poucos têm ilusões de que o texto faça Maduro mudar seu posicionamento. Mas a aprovação mostra que o líder chavista está cada vez mais isolado.

Peru, em nome de onze países, garantiu que não existe “desejo de interferir na Venezuela” e que existe um “respeito à soberania” do país.

“Mas estamos preocupados com a crise que levou a um êxodo de 2,3 milhões de pessoas. A meta é a de dar voz aos milhões que sofrem e numa crise sem precedentes na região. Pedimos que o governo venezuelano aceite a oferta generosa de ajuda”, disse a delegação de Lima representada pelo diplomata Claudio Julio de la Puente Ribeyro.

A delegação mexicana, falando também em nome do Brasil, descreveu a situação como uma “crise humanitária”, mas defendeu que haja uma “negociação pacífica” para a situação e rejeitou qualquer ação que possa envolver uma ameaça de intervenção ou ação militar.

Brasil

Em discurso, a embaixadora do Brasil na ONU, Maria Nazareth Farani Azevedo, deixou claro que o País defende a resolução. Ela disse que o governo nacional trabalha para a restauração da democracia na Venezuela e quer que isso ocorra por meio de uma “negociação pacifica”. “Vamos continuar a promover iniciativas nesse sentido e dentro da lei internacional”, disse a embaixadora.

Mas ela também deixou claro que o Brasil não tolerará apelos à intervenção militar na Venezuela. “Repudiamos qualquer pedido de ação ou declaração que poderia implicar numa intervenção militar ou exercício do uso da violência na Venezuela”, declarou.

Ainda assim, a diplomata pediu que Maduro “coloque fim às violações de direitos humanos, libere prisioneiros políticos e respeite autonomia de poderes do Estado”.

Em nome da Europa, que votou totalmente a favor do texto, a Eslováquia afirmou estar “profundamente preocupada com o fracasso de proteger os direitos, além do enfraquecimento de instituições democráticas”. Mas também deixou claro que a intervenção não pode ser o caminho. “A Venezuela precisa de uma solução democrática e de um processo de diálogo”, defendeu.

Ataque

O embaixador da Venezuela, Jorge Valero, fez um duro ataque contra os governos que votaram à favor da resolução. “Nunca uma iniciativa foi tão hostil contra a Venezuela como essa”, disse. “É uma interferência em meu país e viola o diálogo. Trata-se de uma manipulação política.”

Para ele, o sofrimento da população é causado pelo embargo estrangeiro e por governos que querem “tutelar sobre a Venezuela”.

Valero disse que é “falso chamar a crise de humanitária”. “Os países que promovem isso querem derrubar Maduro. Denunciamos, portanto, essa resolução como o início de uma escalda intervencionista”, completou.

Saindo ao apoio de Maduro, o governo da China deixou claro que “sempre defende a não intervenção”. “Os venezuelanos tem capacidade de lidar sozinhos com seus problemas e temos de apoiar uma reconciliação”, disse.

Cuba, que votou contra a resolução, denunciou o documento por ser “uma interferência em assuntos domésticos da Venezuela”. “Estão usando os direitos humanos para politizar um ataque contra o governo”, denunciou.

Ao atacar a ideia de uma resolução, o chanceler venezuelano, Jorge Arreaza, criticou o uso dos direitos humanos como uma arma para justificar uma intervenção. Segundo ele, a assistência humanitária é “cínica”.

“Eles nos enforcam e depois querem nos salvar”, disse, acusando as sanções americanas e europeias como a razão pela crise que sofre o país. “Estamos em uma guerra econômica”, declarou.

Numa apresentação diante do Conselho de Direitos Humanos, ele ainda insistiu que, apesar da crise, seu governo garante educação, saúde e alimentos aos venezuelanos.

Imagens: pé na estrada 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Apreendido em Rio Verde menor suspeito de dirigir bêbado e matar mulher em acidente

Acidente ocorreu no último domingo, 23 de setembro.
27/09/2018, 16h46

Foi apreendido na manhã desta quinta-feira (27/9) em Rio Verde, o menor suspeito de dirigir bêbado e matar mulher em acidente, ocorrido no último domingo, 23 de setembro, na Avenida Presidente Vargas. O adolescente de 17 anos está em uma cela separada da Delegacia da cidade.

De acordo com o delegado Stanislao Montserrat, responsável pelo caso, a Justiça determinou a apreensão do menor na manhã de hoje. Ele foi apresentado na delegacia de Rio Verde, após a Polícia entrar em contato com a família, que mora em Jataí.

As investigações sobre o caso continuam e a Polícia ainda está ouvindo testemunhas. O adolescente deve responder por ato infracional análogo a homicídio culposo. “Culposo porque ele desrespeitou o sinal vermelho, quando ele tinha que parar”, explica o delegado Thiago Latorre que atendeu a ocorrência.

Suspeito de dirigir bêbado e matar mulher em acidente

O acidente ocorreu no último domingo (23/9), após o menor, que dirigia embrigadado, furar o sinal e bater no carro onde estava Neuraci Marciel, de 43 anos. A mulher estava acompanhada da filha grávida de quatro meses, que ficou ferida no acidente.

Um vídeo feito por câmeras de segurança da região flagram o momento em que uma Mitsubishi Pajero, dirigida pelo menor, atinge a lateral do Hyundai HB20S, onde estava Neuraci.

Reveja nas imagens o momento da batida:

O teste do bafômetro foi realizado no local e constatou 0,60 miligramas de álcool. Logo após o acidente, o adolescente tentou ser retirado do local por amigos sob ameaça de linchamento. A Polícia Militar conteve a confusão e encaminhou o menor para a delegacia mais próxima, de onde foi liberado.

Em outro vídeo é possível ver uma mulher desesperada tentando conter a ação dos pulares. Confira abaixo o instante em que moradores da região cercam o carro em que o rapaz está:

O corpo de Neuraci Maciel, de 43 anos, foi enterrado na última terça-feira (25/9), na Bahia.

Via: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Lewandowski libera para julgamento recurso de Lula por liberdade

"Trata-se, a meu ver, de oportunidade única oferecida a este Supremo Tribunal para uma correção de rumos", disse o ministro.
27/09/2018, 17h07

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou nesta quinta-feira, 27, para julgamento um recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso e condenado no âmbito da Operação Lava Jato. No recurso, Lula tenta reverter a decisão do plenário do Supremo que, em abril deste ano, negou por 6 a 5 conceder habeas corpus ao petista, condenado a 12 anos e um mês de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) no caso do triplex do Guarujá.

Ainda não há previsão de quando o plenário do Supremo analisará o recurso de Lula. Em despacho assinado nesta quinta-feira, Lewandowski também pediu ao presidente do STF, ministro Dias Toffoli, que paute “o mais brevemente possível” duas ações declaratórias de constitucionalidade (ADCs) que tratam da possibilidade de prisão após condenação em segunda instância. Cabe a Toffoli, na condição de presidente do STF, definir quais matérias serão apreciadas pelos 11 ministros da Corte.

Lewandowski acredita em oportunidade para “correção de rumos”

Na avaliação de Lewandowski, o ideal é que o STF analise o mérito das ADCs – tratando da execução antecipada de pena de maneira ampla e abrangente, ou seja, valendo para todos os acusados – antes de se debruçar especificamente sobre a situação de Lula. “Trata-se, a meu ver, de oportunidade única oferecida a este Supremo Tribunal para uma correção de rumos”, frisou Lewandowski.

“Permita-me sugerir a Vossa Excelência que restabeleça a ordem natural das coisas, pautando as ações declaratórias de constitucionalidade 43 e 44 o mais brevemente possível, na linha da jurisprudência cristalizada nesta Suprema Corte, no sentido de que a análise de processo de controle concentrado sempre deve preceder o exame de processos de índole subjetiva sobre o mesmo tema”, completou Lewandowski, em despacho dirigido a Toffoli.

No dia 14 de setembro, Lewandowski pediu vista (mais tempo para análise) do julgamento do recurso de Lula, que ocorria no plenário virtual da Suprema Corte. Quando Lewandowski suspendeu o julgamento já havia sete votos contrários ao pedido de Lula.

Pilares

A possibilidade de prisão após condenação em segunda instância é considerada um dos pilares da Operação Lava Jato. Toffoli pretende evitar polêmicas no início de sua gestão, mas planeja levar para julgamento pelo plenário, no primeiro semestre do ano que vem, as ações que tratam da possibilidade de execução antecipada da pena.

A sua antecessora no comando da Corte, ministra Cármen Lúcia, sofreu pressão dentro e fora do Supremo para levar o tema para apreciação do plenário.

“Este é um tema que não será pautado esse ano, inclusive com a concordância do relator, ministro Marco Aurélio (relator das ações que tratam da possibilidade de execução provisória de pena). Discutiremos no ano que vem um momento adequado para colocar o tema em pauta”, disse Toffoli durante café da manhã com jornalistas na semana passada.

Outro recurso

Na última quarta-feira, 26, Lewandowski pediu vista em outro julgamento que ocorria no plenário virtual da Suprema Corte, também envolvendo um recurso de Lula.

Nesse segundo recurso, a defesa de Lula quer usar um comunicado do Comitê de Direitos Humanos da ONU para afastar a condenação imposta pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) ao petista no caso do triplex do Guarujá. Esse outro recurso ainda não foi liberado para julgamento por Lewandowski.

Imagens: rodrigo loureiro 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.