Entretenimento

Conheça cantores que são de Goiás e você talvez não saiba

Muitos cantores que são de Goiás fazem ou já fizeram muito sucesso por todo o país. Confira alguns deles!
27/09/2018, 17h37

A música é algo que está intimamente ligado ao ser humano e sempre há um estilo para cada gosto e personalidade. Nosso estado, conhecido como o berço do sertanejo, de fato já lançou no mercado musical diversos artistas que fazem sucesso por todo o país. Mas será que você reconhece os cantores que são de Goiás?

As vezes acabamos não nos atentando às origens de nossos cantores preferidos e apenas apreciamos sua música. Claro, não há nada de errado nisso, mas é sempre interessante saber um pouquinho mais sobre quem admiramos. Pensando nisso, nós do Dia Online preparamos essa listinha para você. Dá uma olhada!

Conheça alguns cantores que são de Goiás:

1 – Amado Batista

Conheça cantores que são de Goiás e você talvez não saiba
Foto: Reprodução/Observatório dos Famosos

Amado Rodrigues Batista, mais conhecido apenas por Amado Batista, nasceu na cidade de Catalão no dia 17 de fevereiro de 1951. De origem humilde, sempre sonhou em ficar famoso através da música e felizmente, a vida o agraciou com o sucesso. Conhecido em todo o país por cantar sobre o romantismo, possui mais de 40 anos de carreira, com 39 discos, sendo 28 inéditos.

2 – Ângelo Máximo

Conheça cantores que são de Goiás e você talvez não saiba
Foto: Reprodução/Cultura Viva

Nascido em Goiânia, no dia 6 de outubro de 1948, começou sua carreira quando foi calouro do Show de Calouros, no SBT. Foi ali que alcançou sucesso musical e produziu uma série de canções que, ao longo dos anos, venderam milhares de cópias, o levando a conquistar disco de ouro. Suas músicas de maior sucesso são Domingo FelizA Primeira NamoradaVem me Fazer Feliz.

3 – Carlinhos Veiga

Conheça cantores que são de Goiás e você talvez não saiba
Foto: Reprodução/Brasília Web

No dia 7 de fevereiro de 1963, nascia em Goiânia Carlos da Veiga Feitoza, que mais tarde passou a ser conhecido como Carlinhos Veiga. Desde muito pequeno era influenciado pela música, uma vez que a família já vivia no meio. É um dos fundadores da banda Expresso Luz, sendo também ex-integrante. Atualmente, além de cantor é compositor, multi-instrumentista e arranjador da música popular brasileira.

4 – Chrystian & Ralf

Conheça cantores que são de Goiás e você talvez não saiba
Foto: Reprodução/Goio News

Entre os cantores que são de Goiás está a dupla Chrystian & Ralf. Conhecidos como “dupla mais afinada do Brasil”, são naturais de Morrinhos e já possuem 20 álbuns lançados, 6 DVDs e 34 coletâneas.

5 – Cleiton e Camargo

Conheça cantores que são de Goiás e você talvez não saiba
Foto: Reprodução/Curta Mais

De origem goianiense, a dupla sertaneja é formada por Werley José de Camargo (conhecido como Camargo. É irmão de Zezé di Camargo e do Luciano) e Luciano dos Santos (conhecido como Cleiton). O primeiro disco foi lançado ainda em 1996, possuindo seis CDs até o momento.

Entre suas canções mais conhecidas estão Na Hora de AmarSe é Amor Não SeiO Meu Anjo Azul.

6 – Fátima Leão

Conheça cantores que são de Goiás e você talvez não saiba
Foto: Reprodução/YouTube

Aparecida de Fátima Leão, mais conhecida como Fátima Leão, nasceu na cidade de Rio Verde, em 2 de novembro de 1955. Considerada como uma das vozes mais fortes do sertanejo feminino, também é bastante conhecida por ser uma das melhores compositoras do país, com o recorde de mais de 2 mil sucessos gravados.

Já teve composições gravadas por grandes nomes, a exemplo de Zezé di Camargo e Luciano, Chitãozinho e Chororó e Bruno e Marrone.

7 – Humberto e Ronaldo

Conheça cantores que são de Goiás e você talvez não saiba
Foto: Reprodução/ O Globo

Sim, os cantores da dupla Humberto e Ronaldo também são de Goiás, especificamente, de Goiânia. Começaram a carreira no ano de 2008, quando lançaram seu primeiro álbum e deram início a shows pela capital e também em outras cidades e estados. Fizeram sucesso de forma nacional após a canção Tô Vendendo Beijo estourar nas rádios e virar tema de novela. Agora, ainda permanecem nas paradas de sucesso.

8 – Israel e Rodolffo

Conheça cantores que são de Goiás e você talvez não saiba
Foto: Reprodução/Heloisa Tolipan

E aqui está mais uma dupla que entra na lista dos cantores que são de Goiás. Famosos por todo o Brasil com músicas como Marca EvidenteDeus Me Livre Quem Me Dera, são naturais da cidade de Jaraguá. A dupla foi formada enquanto ainda eram crianças, pelos pais de ambos que sempre acreditaram no potencial dos filhos. Hoje, confirmando as expectativas que tiveram início lá atrás, fazem sucesso por todo o país.

9 – Leo Jaime

Conheça cantores que são de Goiás e você talvez não saiba
Foto: Reprodução /TV Foco

Natural de Goiânia, Leo Jaime ficou famoso por participar da formação original do grupo carioca João Penca e Seus Miquinhos Amestrados, no entanto, logo saiu para seguir carreira solo. Também fez sua carreira como ator, mas vale lembrar que foi ele quem indicou Cazuza para a iniciante Barão Vermelho, recusando o papel de vocal da banda naquela época.

A década de 80 foi uma das mais marcantes na vida do artista, que foi quando emplacou alguns de seus principais discos, como Phodas “C”, de 1983, e Sessão da Tarde, de 1985.

10 – Marília Mendonça

Conheça cantores que são de Goiás e você talvez não saiba
Foto: Reprodução/ Correio Lageano

E a querida “rainha da sofrência” brasileira também é goiana! Embora tenha nascido na cidade de Cristianópolis, em 22 de julho de 1995, a cantora sempre morou em Goiânia. Começou a cantar na igreja e já compunha desde os 12 anos de idade.

Antes de ingressar de fato na carreira de cantora, compunha músicas que, por sinal, foram gravadas na voz de grandes músicos e fizeram sucesso por todo o país. Sua estreia cantando aconteceu em 2015, com participação em canções da dupla Henrique e Juliano. Após lançar seu primeiro álbum fez verdadeiro sucesso e repercutiu nacionalmente, se transformando em uma das principais vozes sertanejas do país.

11 – Odair José

Conheça cantores que são de Goiás e você talvez não saiba
Foto: Reprodução/UOL

Odair José de Araújo, mais conhecido como Odair José, é natural de Morrinhos e se consagrou como cantor e compositor brasileiro. Surgiu ainda na década de 70 e ficou conhecido como “Bob Dylan da Central do Brasil”. Foi responsável por uma revolução na música brasileira, introduzindo o cotidiano no povo em suas letras, sempre com muita simplicidade e objetividade.

12 – Thiago Brava

Conheça cantores que são de Goiás e você talvez não saiba
Foto: Reprodução/Jornal no Palco

E entre os cantores que são de Goiás, também está Thiago Brava. Registrado com o nome de Thiago de Morais Ramos, é de origem goianiense e começou seus estudos em música quando ainda tinha 12 anos de idade. Embora tenha começado cedo, os pais sempre foram contra a imersão de Thiago nesse mundo, uma vez que não queriam que o filho fosse músico.

Em 2011 chegou a cogitar a ideia de abandonar a música e focar em sua carreira de publicitário, pois acreditou que nunca teria sucesso. No entanto, no carnaval de 2012 compôs a música As Mina Pira, e gravou um vídeo amador em um momento descontraído com os amigos na piscina. Para sua surpresa, a produção simples virou hit na internet e fez com que o jovem finalmente alcançasse o que tanto queria. Hoje, é o sucesso que o Brasil inteiro conhece.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Trânsito

Nova linha de ônibus interbairros começa a funcionar em Aparecida de Goiânia

A nova linha 971 liga os Terminais Garavelo, Veiga Jardim e Araguaia.
27/09/2018, 18h21

Os usuários do transporte público em Aparecida de Goiânia podem contar com mais uma nova linha de ônibus interbairros no município, lançada nesta quinta-feira (27/9). O itinerário 971 liga o Terminal Garavelo, Terminal Veiga Jardim e Terminal Araguaia. A nova linha deve atender cerca de 156 mil pessoas por mês.

A nova linha f0i lançada na manhã de hoje em Aparecida de Goiânia com uma viagem inaugural, que contou com a presença vice-prefeito Veter Martins, acompanhado de secretários municipais e do vereador Lelis Pereira (DEM).

Ao todo, o município localizado na Região Metropolitana de Goiânia deve receber seis novas linhas, sendo que quatro já estão em funcionamento e as outas duas devem chegar à população nos próximos dois meses. Confira abaixo todas as seis novas linhas de ônibus interbairros:

– 970: Terminal Araguaia/Santa Luzia/via Parque Industrial (em funcionamento)

– 972: Terminal Maranata/Terminal Araguaia  (em funcionamento)

– 973: Terminal Maranata/Jardim Tiradentes/Terminal Cruzeiro  (em funcionamento)

– 971: Terminal Garavelo/Terminal Veiga Jardim/Terminal Araguaia/via Polo Empresarial  (em funcionamento)

– 974: Terminal Cruzeiro/Santa Luzia/via Buriti Shopping

– 975: Terminal Veiga Jardim/Centro/Polo Empresarial

De acordo com informações da Prefeitura de Aparecida, a nova linha 971 vai beneficiar os moradores dos bairros Setor Araguaia, Residencial Maria Luiza, Residencial Village Garavelo I e II, Polo Empresarial Goiás, American Park, Setor Papillon Park, Veiga Jardim, Mansões Paraíso, Cidade Vera Cruz, Bairro Cardoso I e II, Jardim Helvécia, Residencial Garavelo Park, Garavelo, Garavelo B e Jardim Tropical.

Ao longo do trajeto, a nova linha facilitará a vida de quem precisa ir a locais como GO-040, Anel Viário, Cartório Oliveira, 5º Distrito Policial, Avenida Senador Antônio, Avenida V-8 (Anel Viário), Polo Empresarial Goiás, Centro de Cultura e Lazer José Barroso (Rodeio Show), Sesi e Fórum de Aparecida, Avenida de Furnas, Rua Padre Marcelino, Alameda Xavier Hércules Lira (Rua 6) e outros pontos.

Linhas de ônibus interbairros

As novas seis linhas de ônibus interbairros fazem parte do projeto ‘Cidade Inteligente’ que tem como objetivo otimizar os serviços públicos, visando o desenvolvimento econômico e a melhoria da qualidade de vida para que mora em Aparecida de Goiânia.

Os usuários podem contar ainda com o aplicativo SIMRMTC, onde é possível consultar os horários das viagens em tempo real. Além disso, a Prefeitura informa também que os horários de todas as linhas que atendem a Região Metropolitana estão disponíveis no site: www.rmtcgoiania.com.br.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Jovem apontada como noiva do serial killer de Goiânia nega relacionamento 

Por meio da defesa, detenta disse ainda que, além de não ter contato, nunca teve o intuito de se casar com Tiago Henrique Gomes da Rocha.
27/09/2018, 19h33

Jéssica Alves dos Santos, de 19 anos, apontada como noiva do serial killer de Goiânia emitiu nesta quarta-feira (26/9), por meio da defesa, uma declaração negando qualquer envolvimento com Tiago Henrique Gomes da Rocha, de 30 anos, condenado a mais de 600 anos de prisão por diversos homicídios ocorridos na capital. “Não condiz com a realidade as alegações dispostas na mídia Estadual quanto à qualquer intuito seu de casar-se com Tiago Henrique Gomes da Rocha“, diz o documento.

A mulher confirma ter recebido cartas de Tiago após participar de um desfile entre as detentas ocorrido em março deste ano na Casa de Prisão Provisória (CPP), em comemoração ao Dia Internacional na Mulher, mas que nunca correspondeu. A declaração diz ainda que Jéssica “recebeu cartas de Tiago […] contra sua vontade e nunca enviou nenhuma carta como resposta para o referido.”

Suposta noiva do serial killer

Jéssica decidiu se pronunciar após ter um perfil traçado e divulgado, no último dia 25, por um veículo de comunicação da capital, que a apontava como noiva de Tiago. A jovem declara ainda que não autorizou nem forneceu dado para disposição e divulgação.

Depois da veiculação dessa e outras matérias com a foto de Jéssica, a convivência com as outras presas na Unidade Prisional de Aparecida de Goiânia piorou, além de “atingir sua imagem pessoal e seu foro íntimo.” O Dia Online conversou com o advogado de Jessica, Edemundo Dias, que afirmou que uma das maiores preocupações, além da exposição, é com a segurança da jovem dentro do presídio.

“Ela foi exposta e agora nossa preocupação [da defesa e da família] é com a segurança da Jéssica. Ela está sofrendo bullying dentro da Unidade”, afirma Edemundo.

A defesa da jovem nos explicou ainda ela não pretende entrar com ação contra os veículos e sim esclarecer a situação, alertando que nunca teve nenhum de relacionamento ou convivência com o homem apontado como serial killer de Goiânia.

Tiago chegou a pedir autorização para ser casar com a detenta, mas teve o pedido negado pela Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP) com base na portaria 269/2018, que veta relacionamento entre reenducandos no sistema prisional.

Jéssica cumpre pena por roubo e é suspeita de participar de latrocínio e associação criminosa. Já Tiago, preso desde o dia 14 de outubro de 2014, é acusado de cometer 39 assassinatos em Goiânia, sendo a maioria das vítimas mulheres. Ele já foi condenado por 29 assassinatos e até o momento acumula pena de 684 anos de prisão.

Imagens: Fatos Desconhecidos 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Polícia Federal faz busca e apreensão em endereços do ex-governador Marconi Perillo

Coordenador da campanha de José Eliton, Jayme Rincon, foi preso.
28/09/2018, 07h44

Policias federais cumprem mandados de busca e apreensão em endereços do ex-governador de Goiás e candidato ao Senado Federal, Marconi Perillo (PSDB). A Polícia Federal ainda prendeu o coordenador de campanha do então candidato à reeleição ao Governo de Goiás, o sucessor de Perillo, José Eliton (PSDB).

Jayme Rincón, que foi presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) e, atualmente, é coordenador de campanha de José Eliton. A Polícia Federal não pediu a prisão de Marconi porque está em período eleitoral. Desde sábado (22/9), 15 dias antes do primeiro turno das eleições de 2018, nenhum candidato deve ser preso, a não ser que seja em flagrante.

Isso é determinado pelo Código Eleitoral, instituído pela Lei Federal nº 4.737/1965, em seu artigo 236, parágrafo 1º. Concorrentes a cargos políticos também não poderão ser alvo de mandados prisionais até 48 horas após o encerramento da eleição de 7 de outubro.

Os agentes cumprem os mandados no âmbito da operação Cash Delivery, que apura repasses ilícitos de mais de R$10 milhões para agentes públicos no Estado, em 2014.

São cumpridos 14 mandados de busca e apreensão e 5 de prisão temporária, expedidos pela 11ª Vara da Justiça Federal de Goiás, nas cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Pirenópolis e Aruanã, em Goiás, e em Campinas e São Paulo.

A operação foi desencadeada a partir de investigação depois de delação de executivos da Odebrecht, que alcança empresários, agentes públicos e doleiros pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Marconi Perillo foi governador de Goiás por quatro mandados e deixou o cargo para o então vice, José Eliton, que tenta uma vaga no executivo goiano. Perillo, na última pesquisa de intenção de votos do Ibope, tem 29% das intenções de voto.

Perillo se tornou réu no início de setembro por corrupção passiva.

Marconi Perillo recebeu propina

“Quando ainda era senador e, depois, também como governador, Marconi Perillo solicitou e recebeu propina no valor de, em 2010, R$ 2 milhões e, em 2014, R$ 10 milhões, em troca de favorecer interesses da empreiteira relacionados a contratos e obras no Estado de Goiás”, diz a nota do MPF.

Informa, ainda, que também são alvos da operação o ex-presidente da Agência Goiana de Transporte e Obras (Agetop), Jayme Eduardo Rincon, o filho dele, Rodrigo Godoi Rincon, o policial militar Márcio Garcia de Moura, o ex-policial militar e advogado Pablo Rogério de Oliveira e o empresário Carlos Alberto Pacheco Júnior.

Segundo o MPF, o caso foi remetido à primeira instância a partir da renúncia de Marconi Perillo ao mandato de governador de Goiás e a consequente perda de foro privilegiado. O caso foi então assumido pelo Núcleo de Combate à Corrupção do MPF em Goiás e pela Polícia Federal.

A investigação foi iniciada em junho de 2017, perante o Superior Tribunal de Justiça (STJ). Segundo a nota do MPF, em julho de 2018 a Justiça Federal autorizou acesso a e-mails e a extratos de ligações telefônicas dos investigados, bem como às suas respectivas localizações, com base em informações das antenas das operadoras de celulares.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Membros de quadrilha "disk drogas" de Goiânia têm prisão decretada

Os clientes realizavam os pedidos de entorpecentes pelo telefone e parte dos integrantes realizava as entregas, em todos os bairros da capital, com motocicletas.

Por Ton Paulo
28/09/2018, 07h58

Onze suspeitos de participação em uma central de distribuição de drogas em domicílio, uma espécie de “disk drogas“, tiveram a prisão preventiva decretada durante audiência de custódia realizada na 6ª Vara Criminal dos crimes punidos com reclusão. Foi decretado também, a quebra de sigilo telefônico, acesso aos telefones celulares e mandado de busca e apreensão na residência dos investigados.

Segundo consta no processo, o grupo organizava um “disk drogas”, com funções bem divididas. Os clientes realizavam os pedidos de entorpecentes pelo telefone e parte dos integrantes realizava as entregas, em todos os bairros da capital, com motocicletas.

Havia, ainda, um gerente, que tinha conhecimento sobre a localização em tempo real de todos os seus entregadores. Ele acompanhava onde estava o motoqueiro e se o pedido estava chegando ao destino.

As investigações duraram cerca de quatro meses e, durante esse período, a polícia teve acesso a constantes tratativas ilícitas entre os representados relacionadas à comercialização e distribuição de drogas em vários setores de Goiânia, com mais de 100 entregas diariamente.

Prisão dos membros do “disk drogas” foi decretada

Ainda de acordo com as investigações, o líder do esquema ilícito é Silas Coelho Costa Júnior, que estava foragido da Justiça, duplamente reincidente e possuindo condenação por tráfico, associação para o tráfico e porte de arma de fogo.

Na decisão, a juíza responsável por decretar as prisões destacou a necessidade de manter o grupo preso, por se tratar de uma organização criminosa bastante estruturada e ramificada.

“Além da presença de fortes indícios de autoria que pesam em desfavor destes, vejo que as condutas supostamente praticadas são concretamente graves, havendo robustos elementos informativos indicando que os investigados, em tese, constituíram uma organização criminosa, bastante articulada”, declara, em entrevista à assessoria do TJ-GO.

Foram presos, além de Silas, Douglas Henrique Silva, Ana Paula Soares Rosa (beneficiada com prisão domiciliar por ter filho pequeno), Rafael Nagel Viana, João Paulo Modesto Ferro, Victor Caifas Lopes Garcia, Rhomulo Henrique Germano De Moraes, Jorge Eduardo Vieira Silva, Pablo Geovanni Macedo,  Renilto Fernandes Coelho Junior e Vinicius Matoso Medeiros.

Via: TJ-GO 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.