Entretenimento

Clinique lança linha de maquiagens para atividades físicas

15/10/2018, 19h00

Pensando nas pessoas que não abrem mão de se maquiar nem para ir à academia, a Clinique lançou sua linha FIT, com produtos pensados para serem usados durante as atividades físicas.

Todos os itens tem a premissa de, além de não fazer mal, já que não tem fragrância e são todos hipoalergênicos, eles também tratam da pele, uma das premissas da marca, que foi fundada por dermatologistas.

No Brasil, estão à venda seis itens, entre maquiagens, como base com acabamento leve, disponível em quatro cores, que promete duração de 12 horas e possui SPF 40, máscara de cílios resistente ao suor e a umidade, cheek flush, um pigmento líquido para lábios e bochechas, pó solto amarelo para neutralizar a vermelhidão. A linha também possui dois hidratantes: para o rosto, que controla a oleosidade, e refrescante, para o corpo.

Os produtos estão à venda na Sephora, com valores entre R$ 99 (hidratante corporal) e R$ 209 (base).

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Trânsito

Devido ao número de acidentes, retorno da BR-060 em Anápolis será fechado

Fechamento ocorrerá no dia 20 de outubro.
15/10/2018, 19h45

No próximo sábado, 20 de outubro, o retorno da BR-060, em Anápolis, será fechado definitivamente pela Triunfo Concebra, concessionária responsável pela rodovia. A decisão foi tomada após estudos, realizados pela equipe de Gestão de Acidentes e Operações da empresa em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), apontarem um alto índice de acidentes no local.

Segundo o levantamento, de 2015 a 2018, foram registradas 155 ocorrências de acidentes somente no quilômetro 96 da BR-060, em Anápolis. O trecho será fechado para, segundo a Triunfo Concebra, dar mais segurança aos usuários que passam pela rodovia.

Como funcionará sem o retorno da BR-060?

A partir da data, quem desejar retornar ao sentido norte da via deve pegar o próximo retorno, no quilômetro 97+100, a 600 metros do local do fechamento. Também será implantada uma placa de aviso informando os motoristas sobre o fechamento do retorno.

BR-060

A rodovia federal BR-060 tem mais de 1.300 quilômetros de extensão e interliga o Distrito Federal a Goiás e Mato Grosso do Sul. Entre Goiânia e Anápolis a via é sobreposta com a BR-153, já no Mato Grosso do Sul, entre Campo Grande e Bandeirantes, a rodovia aplica-se a BR-163.

Desde de 2014, a Triunfo Concebra administra 630,2 quilômetros da BR-060 e da BR-153, desde o entroncamento com a BR-251/DF até a divisa do estado de Minas Gerais com São Paulo, com mais 546,3 quilômetros da BR-262, que vão do entroncamento com a BR-153/MG ao entroncamento com a BR-381/MG.

No estado, a área de concessão abrange 47 municípios, que somam 6.330.890 habitantes, segundo dados do IBGE de 2010. Além do Distrito Federal, em Goiás são 15 municípios: Itumbiara, Panamá, Goiatuba, Morrinhos, Piracanjuba, Professor Jamil, Hidrolândia, Aparecida de Goiânia, Goiânia, Goianápolis, Terezópolis de Goiás, Anápolis, Abadiânia, Alexânia e Santo Antônio do Descoberto.

Já em Minas Gerais, segundo a Concessionária, são 31 cidades: Betim, Juatuba, Mateus Leme, Florestal, Pará de Minas, Igaratinga, Conceição do Pará, São Gonçalo do Pará, Nova Serrana, Araújos, Bom Despacho, Moema, Luz, Córrego Danta, Campos Altos, Ibiá, Araxá, Perdizes, Sacramento, Uberaba, Conceição das Alagoas, Veríssimo, Campo Florido, Fronteira, Frutal, Comendador Gomes, Prata, Monte Alegre de Minas, Canápolis, Centralina e Arapoã.

Imagens: Triunfo Concebra 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Motociclista atropela criança de três anos e é agredido por populares em Goiânia

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o motociclista já não estava mais no local quando a equipe de resgate chegou.

Por Ton Paulo
16/10/2018, 08h28

Um motociclista foi agredido por populares depois de atropelar uma criança de três anos, no Setor Progresso, em Goiânia. A criança, felizmente, teve apenas ferimentos leves. Caso ocorreu na noite da última segunda-feira (15/10).

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o motociclista seguia pela Avenida João Damasceno, no Setor Progresso, em Goiânia, quando atropelou a menina de três anos que atravessava a rua.

Revoltados, populares, incentivados pelo pai da criança, começaram a agredir o motociclista, mesmo ele tendo parado para ajudar na prestação de socorro.

O Corpo de bombeiros foi acionado, e quando chegaram ao local constaram que a menina estava com um sangramento na cabeça, mas ainda consciente.

Ela foi socorrida e levada para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (HUGOL).

Quando as equipes de resgate chegaram ao local, nem o pai da criança, que praticou a agressão, nem o motoqueiro, que foi agredido, foram encontrados.

A reportagem do Dia Online ainda não teve acesso ao estado de saúde da criança.

Outro caso de criança atropelada por Motociclista chamou a atenção em Goiânia

No final de julho deste ano, um outro caso chamou a atenção. Uma criança de 9 anos foi atropelada enquanto corria atrás de uma pipa numa rua do Residencial Araguaia, em Aparecida de Goiânia. Uma câmera de segurança registrou quando o menino atravessa a via sem olhar para os lados e é atingido.

O acidente aconteceu por volta de 15h40 em 31 de julho, na Rua Azis Chaer. No vídeo que circulou na internet, é possível ver o menino correndo pela rua olhando para o céu e pulando. Em seguida, uma moto com duas mulheres atinge o menino, que cai rolando pelo asfalto.

Ele foi socorrido e internado na UTI, em estado grave. Não há informações sobre seu atual estado.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Traficante morre em troca de tiros com a polícia em Goiânia

Fabiano Sales de Oliveira tinha uma extensa ficha criminal com passagens por homicídio e roubo.
16/10/2018, 08h52

Um traficante identificado como Fabiano Sales de Oliveira mais conhecido como Dudu, morreu depois de uma troca de tiros com os policiais das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (ROTAM), na noite da última segunda-feira (15/10) em um condomínio no Setor Bela Vista, em Goiânia.

A ROTAM, que foi acionada através do disque denúncia da corporação, foi informoda de que Fabiano estaria aterrorizando os moradores do condomínio e fazendo o tráfico de drogas no local. A equipe da ROTAM intensificou o patrulhamento na região e tentou abordar o suspeito que fugiu dos policiais.

Fabiano recebeu policiais a tiros e a equipe revidou e foi alvejado morrendo no local

Traficante morre em troca de tiros com a polícia em Goiânia
Foto: Rotam

A corporação contou que dentro do condomínio o criminoso recebeu os policias a tiros, a equipe envolvida na ação, para se proteger, revidou aos disparos e alvejou Fabiano.

Ainda conforme as informações divulgadas, Fabiano foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

De acordo com a polícia, o traficante tinha uma extensa ficha criminal com passagens por homicídios, por receptação e por roubo, além de responder criminalmente por outros artigos do Código Penal Brasileiro (CPB).

Traficante morre em troca de tiros com a polícia em Goiânia
Foto: Divulgação/ROTAM

A equipe envolvida na ação esteve na casa de Fabiano, onde encontraram drogas e uma balança de precisão e além do material apreendido na casa dele, os policiais apreenderam também uma pistola Glock de calibre nove milímetros com um kit rajada.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Irmã de vereadora de Anápolis morre afogada

"Fiinha", como era conhecida, estava desaparecida desde o último domingo (15/10). Sua irmã, a vereadora Professora Geli (PT), lamentou a tragédia.

Por Ton Paulo
16/10/2018, 09h38

A vereadora de Anápolis, Professora Geli (PT), que se candidatou ao Senado nessas eleições, confirmou na noite da última segunda-feira (15/10), por meio de suas redes sociais, o falecimento trágico de sua irmã, Maria Gelmira Sanches, por afogamento.

Conhecida carinhosamente como ‘Fiinha’, Maria Gelmira saiu para pescar no Rio Corumbá no último domingo (14/10) e não voltou. Buscas foram iniciadas, terminando na manhã de ontem quando encontraram o corpo de Fiinha. A morte se deu, como constatado, por afogamento.

Irmã de vereadora de Anápolis morre afogada
Maria Gelmira “Fiinha” (Foto: Reprodução)

A vereadora Professora Geli se manifestou pelo Facebook, onde lamentou a morte da irmã. De acordo com ela, o corpo da irmã já foi sepultado, uma vez que não foi possível realizar o velório.

Leia na íntegra os posts publicados pela vereadora:

“Meus queridos e queridas, informo que já ocorreu o sepultamento da minha irmã Maria Gelmira Santos, nossa amada Fiinha. Não foi possível realizar o velório.Agradeço a todos pelas mensagens de solidariedade e carinho e continuo pedindo orações pela família e amigos. Não é fácil perder tão repentinamente quem se ama, mas, humildemente, compreendemos que foi a vontade de Deus.Bênçãos e paz a todos, em nome de Jesus!”

Vereadora de Anápolis, mesmo não sendo eleita ao Senado, teve expressiva votação

Mesmo não sendo eleita, a professora universitária, vereadora e ex-candidata ao Senado, Professora Geli (PT), obteve uma expressiva quantidade de votos, 132.773 votos, figurando em sétimo lugar na corrida ao Senado.

Natural de Silvânia, ela cumpre o segundo mandato de vereadora pelo município de Anápolis. Maria Geli é graduada em Direito e Pedagogia, pós- graduada em Métodos e Técnicas de Ensino e Direito Processual Civil e Mestre em Educação.

Ao lado de Kátia Maria e Luis Cesar Bueno, Professora Geli foi uma das apostas do PT em Goiás na eleição majoritária deste ano. Nenhum dos três foi eleito.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.