Goiás

Traficante morre em troca de tiros com a polícia em Goiânia

Fabiano Sales de Oliveira tinha uma extensa ficha criminal com passagens por homicídio e roubo.
16/10/2018, 08h52

Um traficante identificado como Fabiano Sales de Oliveira mais conhecido como Dudu, morreu depois de uma troca de tiros com os policiais das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (ROTAM), na noite da última segunda-feira (15/10) em um condomínio no Setor Bela Vista, em Goiânia.

A ROTAM, que foi acionada através do disque denúncia da corporação, foi informoda de que Fabiano estaria aterrorizando os moradores do condomínio e fazendo o tráfico de drogas no local. A equipe da ROTAM intensificou o patrulhamento na região e tentou abordar o suspeito que fugiu dos policiais.

Fabiano recebeu policiais a tiros e a equipe revidou e foi alvejado morrendo no local

Traficante morre em troca de tiros com a polícia em Goiânia
Foto: Rotam

A corporação contou que dentro do condomínio o criminoso recebeu os policias a tiros, a equipe envolvida na ação, para se proteger, revidou aos disparos e alvejou Fabiano.

Ainda conforme as informações divulgadas, Fabiano foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

De acordo com a polícia, o traficante tinha uma extensa ficha criminal com passagens por homicídios, por receptação e por roubo, além de responder criminalmente por outros artigos do Código Penal Brasileiro (CPB).

Traficante morre em troca de tiros com a polícia em Goiânia
Foto: Divulgação/ROTAM

A equipe envolvida na ação esteve na casa de Fabiano, onde encontraram drogas e uma balança de precisão e além do material apreendido na casa dele, os policiais apreenderam também uma pistola Glock de calibre nove milímetros com um kit rajada.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Irmã de vereadora de Anápolis morre afogada

"Fiinha", como era conhecida, estava desaparecida desde o último domingo (15/10). Sua irmã, a vereadora Professora Geli (PT), lamentou a tragédia.

Por Ton Paulo
16/10/2018, 09h38

A vereadora de Anápolis, Professora Geli (PT), que se candidatou ao Senado nessas eleições, confirmou na noite da última segunda-feira (15/10), por meio de suas redes sociais, o falecimento trágico de sua irmã, Maria Gelmira Sanches, por afogamento.

Conhecida carinhosamente como ‘Fiinha’, Maria Gelmira saiu para pescar no Rio Corumbá no último domingo (14/10) e não voltou. Buscas foram iniciadas, terminando na manhã de ontem quando encontraram o corpo de Fiinha. A morte se deu, como constatado, por afogamento.

Irmã de vereadora de Anápolis morre afogada
Maria Gelmira “Fiinha” (Foto: Reprodução)

A vereadora Professora Geli se manifestou pelo Facebook, onde lamentou a morte da irmã. De acordo com ela, o corpo da irmã já foi sepultado, uma vez que não foi possível realizar o velório.

Leia na íntegra os posts publicados pela vereadora:

“Meus queridos e queridas, informo que já ocorreu o sepultamento da minha irmã Maria Gelmira Santos, nossa amada Fiinha. Não foi possível realizar o velório.Agradeço a todos pelas mensagens de solidariedade e carinho e continuo pedindo orações pela família e amigos. Não é fácil perder tão repentinamente quem se ama, mas, humildemente, compreendemos que foi a vontade de Deus.Bênçãos e paz a todos, em nome de Jesus!”

Vereadora de Anápolis, mesmo não sendo eleita ao Senado, teve expressiva votação

Mesmo não sendo eleita, a professora universitária, vereadora e ex-candidata ao Senado, Professora Geli (PT), obteve uma expressiva quantidade de votos, 132.773 votos, figurando em sétimo lugar na corrida ao Senado.

Natural de Silvânia, ela cumpre o segundo mandato de vereadora pelo município de Anápolis. Maria Geli é graduada em Direito e Pedagogia, pós- graduada em Métodos e Técnicas de Ensino e Direito Processual Civil e Mestre em Educação.

Ao lado de Kátia Maria e Luis Cesar Bueno, Professora Geli foi uma das apostas do PT em Goiás na eleição majoritária deste ano. Nenhum dos três foi eleito.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Médico é preso por importunar sexualmente paciente no Cais do Bairro Goiá, em Goiânia

Secretaria Municipal de Saúde por meio de nota afirmou que já afastou o profissional de suas atividades e que vai instaurar sindicância para apurar os fatos.
16/10/2018, 10h19

Um médico que não teve o nome divulgado e atendia no Cais do Bairro Goiá, em Goiânia, foi preso na noite da última segunda-feira (15/10) suspeito de importunar sexualmente as pacientes da unidade durante consulta médica.

A Polícia Militar (PM) foi chamada e informou ao Portal Dia Online que a prisão se deu depois de uma mulher, que estava acompanhada pelo marido, ter feito a denúncia contra o profissional de saúde, pois, a vítima teria ido à unidade reclamando de uma dor de garganta, quando o médico teria tocado em suas partes íntimas. De acordo com as informações repassadas até o momento, o Cais já tinha outros registros de pacientes contra o médico.

O caso foi encaminhado à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) e será investigado pelo delegado Humberto Teófilo.

A Polícia Civil (PC) disse que o médico se encontra neste momento na primeira unidade da DEAM e vai ser transferido agora de manhã para a regional da unidade prisional.

Médico negou todas as acusações

A polícia afirmou também que em seu depoimento, o profissional de saúde negou todas as acusações e disse ainda que realizou o procedimento médico normal, com a paciente interpretando o atendimento de forma inadequada.

Em nota enviada à imprensa, a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) disse repudiar toda atitude que ofenda a dignidade humana e afastou o médico de suas funções.

Confira na íntegra a nota da Secretaria

“A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) repudia qualquer atitude que ofenda a dignidade da pessoa humana. A SMS esclarece que tão logo tomou ciência do caso, o médico foi afastado das atividades. Por fim, esclarece que abrirá sindicância para apurar os fatos e que está disponível para contribuir com as investigações da justiça.”

Importunação Sexual passou a ser crime

No dia 24 de setembro de 2018, Importunação Sexual passou a ser crime, quando o presidente em exercício no Supremo Tribunal Federal (STF) o ministro Dias Tofolli, sancionou o texto de projeto de lei, que prevê pena de 2 a 6 anos de reclusão.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Árvore cai e destrói casa em Inhumas; em Goiânia, chuva derruba 56

A residência, localizada no setor Vila São José, em Inhumas, teve o telhado destruído pela árvore. Em Goiânia, foram registradas 56 quedas de árvores devido à chuva.

Por Ton Paulo
16/10/2018, 11h02

Uma árvore Ipê caiu sobre uma casa e destruiu o muro e parte da estrutura da residência na tarde da última segunda-feira (15/10), em Inhumas. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi chamada para atender a ocorrência.

De acordo com os Bombeiros, duas viaturas da corporação se deslocaram para o Setor Vila São José, no município de Inhumas, a 50 quilômetros de Goiânia, por volta das 16h de ontem, segunda-feira, após serem informados sobre a queda de uma árvore em cima da casa.

Quando chegaram ao lugar, se depararam com a cena do estrago: a árvore caiu em cima da residência destruindo toda a estrutura do telhado, o muro e parte do forro da casa.

Ainda segundo informações dos Bombeiros, a queda dá árvore se deu em razão das fortes chuvas que caíram em Inhumas.

Árvore cai e destrói casa em Inhumas; em Goiânia, chuva derruba 56

Como havia risco de desabamento do telhado, o imóvel foi interditado e com o uso de motosserras os Bombeiros realizaram o corte e retirada da árvore.

Felizmente, ninguém se feriu.

Em Goiânia, chuvas fortes derrubaram quase 60 árvores

As chuvas intensas que caíram na capital derrubaram árvores por toda a cidade na tarde desta segunda-feira (15/10). A Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) chegou a registrar 56 quedas até às 17h30 de ontem.

Os bairros que tiveram registro de quedas de árvore capital são: Aeroporto; Alto da Glória, Parque das Flores;  Parque Amazônia, Mansões Goiânia, Novo Horizonte, Bela Vista, Jaó, Jardim América, Jardim Planalto, Jardim Europa, Cachoeira Dourada, Nova Suíça, Setor Bueno, Setor Sudoeste, Urias Magalhães, Criméia Oeste, Jardim Petrópolis, Jardim Novo Mundo, Goiânia 2, Riviera, Centro, Jardim Ipê, Santo Hilário Vila São João e Vila Redenção.

No setor Goiânia 2 uma árvore caiu na Avenida Pedro Paulo de Souza, sentido norte. A queda prejudicou o trânsito, que está funcionando em apenas uma das faixas da via.

A chuva foi registrada pelo Instituto Estadual de Meteorologia e Tecnologia Sociais (Iemetes), antigo Sistema de Meteorologia e Hidroglogia do Estado de Goiás (Simehgo), em suas estações de medição.

O registro feito pelo medidor da região, que fica localizado no setor Goiânia 2, Região Norte. Foi registrado uma chuva de 7,6 mm d’água, o que é considerado bastante intenso para um período de 20 minutos.

Além da chuva, o registro da rajada de vento na região foi de 8,3 m/s. Que corresponde a 30 km/h.

Via: O Popular 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Sem Suárez e com Arrascaeta, Uruguai perde para o Japão em amistoso

São duas derrotas em dois jogos.
16/10/2018, 11h09

A seleção do Uruguai encerrou esta data Fifa com um péssimo saldo. Foram duas derrotas em dois jogos. A última delas aconteceu no amistoso desta terça-feira, diante do Japão, pelo placar de 4 a 3, na cidade japonesa de Saitama. O time visitante não contou com o atacante Luis Suárez e teve o meia Arrascaeta, do Cruzeiro, em campo no primeiro tempo.

Suárez novamente foi desfalque, como aconteceu na derrota para a Coreia do Sul por 2 a 1, na sexta-feira, para acompanhar o nascimento do seu terceiro filho. O ataque uruguaio teve Stuani e Cavani, que até deixou a sua marca, mas não pôde evitar a nova derrota uruguaia, no terceiro jogo da equipe desde o fim da Copa do Mundo da Rússia.

Derrota do Uruguai

Outra baixa da equipe sul-americana foi o meia Matías Vecino, que se machucou no aquecimento da partida – Gastón Pereiro entrou em seu lugar. Já Arrascaeta esteve em campo por 45 minutos. Foi substituído no início do segundo tempo. Por causa deste amistoso, o meia se tornou a principal baixa do Cruzeiro para a finalíssima da Copa do Brasil, contra o Corinthians, na quarta, em São Paulo.

Com a bola rolando em Saitama, o time da casa saiu na frente, com gol de Minamino logo aos dez minutos. Mas Pereiro, substituto de Vecino, empatou aos 28. Ainda no primeiro tempo, Osako voltou a deixar os japoneses na frente ao balançar as redes aos 35.

No segundo tempo, Cavani decretou novo empate no placar ao deixar a sua marca aos 13 minutos. Mas a igualdade durou apenas dois minutos. Foi o tempo necessário para Ritsu Doan marcar o terceiro dos anfitriões. Na sequência, Minamino anotou o seu segundo na partida, aos 21. Aos 30, Cristian Rodriguez marcou o terceiro dos uruguaios, que não conseguiram ir além disso.

Ainda nesta terça, a Coreia do Sul, algoz do Uruguai na sexta, empatou com o Panamá por 2 a 2, diante de sua torcida. Joo-Ho Park e Hwang In-beom abriram 2 a 0 para os anfitriões, no primeiro tempo, e Abdiel Arroyo e Rolando Blackburn buscaram o empate, no início da etapa final.

Imagens: Uai 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.