Goiás

Em Goiânia, ministro da Segurança Pública de Temer anuncia investimentos na PRF

Raul Jungmann anunciou, além da criação de vagas para a PRF, a construção de novos postos da corporação.

Por Ton Paulo
19/10/2018, 08h34

Em visita a Goiânia na tarde da última quinta-feira (18/10), o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, anunciou a criação de 500 vagas para a Polícia Rodoviária Federal (PRF) para o ano de 2019. Ainda na capital, o ministro também participou da entrega de viaturas e da assinatura de parceria com a PRF, na sede do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes em Goiás (DNIT).

Em entrevista à imprensa, Jungmann declarou que no mesmo dia em que assumiu o Ministério da Segurança Pública, nomeado pelo presidente Michel Temer, anunciou um edital para um concurso. Segundo ele, 500 novos policiais Rodoviários Federais serão incorporados até o primeiro semestre de 2019.

Jungmann também reforçou que a PRF tem dado exemplos de comprometimento e esforços, e que serão necessários mais agentes. Atualmente seriam aproximadamente 10 mil homens e mulheres em atuação.

Ao todo, no evento, foram entregues 36 viaturas da PRF, o que deve melhorar o efetivo.

Ministro Raul Jungmann anuncia construção de novos postos da PRF

No Estado de Goiás, vão ser implantados seis novos postos operacionais da corporação. O protocolo foi assinado por Jungmann e pelo ministro dos Transportes, Valter Casimiro.

Nos municípios de Porangatu e Uruaçu, as sedes da PRF que existem já estão com a demolição prevista para a construção de um novo modelo, similar ao que existe entre Anápolis e Goiânia, no meio da pista.

Os novos postos da polícia serão construídas em Barro Alto, Cachoeira Alta, Jussara e Mineiros.

Um estudo foi realizado para definir as localidades dos novos postos, onde há maiores índices de acidentes e rotas de criminalidade. O objetivo é facilitar a chegada das equipes e agilizar os atendimentos. Segundo a assessoria de imprensa da PRF, o benefício também é para a Segurança Pública das regiões.

O investimento da PRF para as construções é de R$ 15 milhões de reais. Já o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes em Goiás (DNIT) vai investir outros R$ 18 milhões. Para a construção destes postos no meio da pista, será necessária a duplicação de cerca de um quilômetro dos trechos.

O ministro Valter Casimiro comentou a possibilidade das obras do anel viário na capital goiana. Segundo ele, existe a previsão de que seja feito o contorno, mas tudo depende do processo de concessão.

De acordo com ele, as concessionárias estão em dificuldades por conta dos empréstimos com o BNDES, mas os ministério tem feito gestão para reavaliar os investimentos e mudar os prazos.

Via: Mais Goiás 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.