Economia

Bolsonaro reafirma fusão dos ministérios

O candidato pretende fundir os ministérios do Meio Ambiente e da Agricultura.
22/10/2018, 09h02

O candidato Jair Bolsonaro (PSL), confirmou neste domingo, dia (21/10), que, se eleito, pretende fazer a fusão dos Ministérios do Meio Ambiente e da Agricultura. “Até o momento está garantida esta fusão. O ministro será indicado pelo setor produtivo, logicamente que a bancada do agronegócio terá seu peso nessa indicação”. Segundo o candidato, a ideia deu certo em países que juntaram essas duas pastas. “O que não podemos continuar é com dois ministérios antagônicos.”

A proposta é alvo de críticas de setores de exportação e do próprio agronegócio. Como mostrou o jornal O Estado de S. Paulo na semana passada, essa pressão fez a equipe técnica do candidato do PSL rejeitar uma fusão das pastas do Meio Ambiente e da Agricultura.

Fusão dos ministérios

Nas últimas semanas, o grupo de campanha do PSL recebeu análises de especialistas em comércio exterior que preveem dificuldades com fornecedores da Europa se um possível governo confirmar o aniquilamento do Meio Ambiente e sinalizar para um aumento das taxas de desmatamento na Amazônia.

Um estudo que estava sendo preparado por auxiliares do presidenciável ressalta que órgãos como o Ibama e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) devem estar, num eventual governo, na estrutura de um superministério de infraestrutura ou se manter como pasta independente integrada ao sistema de defesa nacional.

Desde a pré-campanha, os auxiliares de Bolsonaro já trabalhavam com a perspectiva de que uma fusão era inviável administrativamente. Eles argumentam que área ambiental atua em temas de infraestrutura e energia, por exemplo, sem conexão com a Agricultura.

As críticas generalizadas levaram a equipe a descartar a integração. Mas a palavra final é de Bolsonaro e no domingo ele voltou a reafirmar sua intenção de fundir os ministérios.

Economia

Ainda no domingo, o candidato também disse, em vídeo publicado em seu Twitter, que colocou suas demandas econômicas – entre elas dólar competitivo, taxa de juros baixas e inflação na meta – na mesa e que o economista Paulo Guedes (cotado para ser ministro da Economia em um eventual governo PSL ) disse ser possível. “Queremos privatizar grande parte das estatais, tendo um olhar para os funcionários, levando em conta o que são empresas estatais satélites”, afirmou, acrescentando que “Paulo Guedes disse que há condição de atingir o objetivo”.

Segundo Bolsonaro, se deixar a carga tributária como está, “temos a certeza que o Brasil quebra, então temos que arriscar”. “A desoneração (de impostos) tem que atingir de forma positiva todo setor produtivo brasileiro e não apenas alguns setores.”

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Imagens: Brasil News 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Mantida até agora em segredo, Caiado apresenta hoje equipe de transição em encontro com Zé Eliton

O encontro entre os dois políticos deve acontecer na manhã desta segunda-feira (22/10), no Palácio Pedro Ludovico.

Por Ton Paulo
22/10/2018, 09h08

O governador eleito Ronaldo Caiado (DEM) deve apresentar na manhã desta segunda-feira (22/10), em reunião com Zé Eliton (PSDB), sua equipe de transição. Os nomes da equipe foram mantidos em sigilo até hoje, e serão anunciados no Palácio Pedro Ludovico durante o encontro.

Segundo a assessoria de Caiado, na reunião que deve acontecer às 10h, devem ser apresentados os nomes que vão compor a equipe de Caiado em seu mandato, no ano que vem.

Os nomes da equipe foram mantidos em segredo até hoje, só havendo especulações sobre possíveis nomes cotados para as pastas do governo.

A equipe deve ser formada por nomes “100% técnicos” – como adiantado por um colunista do O Popular, e o trabalho de transição, pela parte do democrata, será iniciado por um coordenador técnico.

A equipe de Zé Eliton já foi anunciada e será coordenada pelos secretários Joaquim Mesquita e Fernando Tibúrcio; pelo titular da CGE, Tito do Amaral; pelo presidente do Ipasgo, José Carlos Siqueira; e pelo superintendente executivo da Sefaz, Afrânio Cotrim Júnior.

Quanto ao governo Caiado, aliados sugeriram ao democrata o desmembramento das atuais “super secretarias” na reforma administrativa a ser feita. Se acatada, ação deve manter, porém, agenda de corte de gastos proposta pelo democrata.

Caiado foi eleito no 1º turno das eleições com quase dois milhões de votos

Ronaldo Caiado foi eleito governador de Goiás no 1º turno das eleições 2018, com 1.773.185 votos. O segundo colocado, Daniel Vilela (MDB), teve 479.180.

Quando soube da vitória, Caiado declarou que a prioridade no início de seu governo é resgatar condições do estado para que ele volte a poder entrar num cenário de recuperação de obras paradas e iniciar outras necessárias, para garantir pagamento do funcionário público e o funcionamento dos hospitais que estão em situação crítica.

Com 69 anos de idade, Ronaldo Ramos Caiado é natural de Anápolis, a 55 km de Goiânia. Ele é senador pelo estado desde 2015, tendo como primeiro suplente Luiz Carlos do Carmo. Antes, foi deputado federal por cinco mandatos.

Formado em medicina e com especialização em ortopedia, o democrata é casado com Gracinha Caiado e tem quatro filhos: Maria Caiado, Ronaldo Caiado Filho, Marcela Caiado e Anna Vitória Caiado.

O político nasceu em 25 de setembro de 1949 e é parte de uma família de produtores rurais que tem forte atuação política no estado. O vice dele é o deputado estadual Lincoln Tejota, do PROS.

Via: O Popular G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

2º turno: A partir desta terça, eleitores só poderão ser presos em flagrante

Eleições ocorre no próximo dia 28 de outubro em todo o Brasil.
22/10/2018, 09h25

A partir de amanhã (23), cinco dias antes do 2º turno das eleições 2018, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido. A exceção ocorre apenas em casos de flagrante delito e ainda se houver sentença criminal condenatória por crime inafiançável ou desrespeito a salvo-conduto. A determinação está prevista no artigo 236 do Código Eleitoral.

terça-feira também é o prazo final para que os representantes dos partidos políticos e coligações, a Ordem dos Advogados do Brasil e o Ministério Público peçam verificação das assinaturas digitais do Sistema de Transporte de Arquivos da Urna Eletrônica, do Subsistema de Instalação e Segurança e da Solução JE-Connect, instalados nos equipamentos da Justiça Eleitoral que serão utilizados no segundo turno.

Os tribunais regionais eleitorais também têm até essa data para divulgar, na internet, os pontos de transmissão de dados que funcionarão em pontos distintos do local de funcionamento da Junta Eleitoral.

O segundo turno das eleições ocorre no próximo dia 28 de outubro em todo o Brasil e mais 99 países, para a escolha do próximo presidente da República. Em 13 estados e no Distrito Federal, os eleitores também terão que definir o governador que irá comandar os Executivos locais nos próximos quatro anos. Em 19 municípios serão realizadas as chamadas eleições suplementares para a escolha de novos prefeitos e vice-prefeitos.

Propaganda eleitoral no 2º turno

Em 26 de outubro, termina o prazo para divulgação da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão, assim como para a divulgação paga, na imprensa escrita, de propaganda eleitoral. Os debates se encerram também nessa data.

Já no dia 27, um dia antes das eleições, ainda é permitida propaganda eleitoral com alto-falantes ou amplificadores de som. Até as 22h poderá ocorrer distribuição de material gráfico e a promoção de caminhada, carreata, passeata ou carro de som que transite pela cidade divulgando jingles ou mensagens de candidatos.

Imagens: alagoinhas noticias 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Caminhão da AMMA é flagrado descartando lixo em córrego de Goiânia

Vídeo flagra descarte irregular no córrego anincuns.
22/10/2018, 10h09

O Vereador Jair Diamantino (DC) usou a tribuna da câmara de vereadores na manhã da última quarta-feira (16/10) para denunciar o descarte irregular de lixo, feito por caminhoneiros e por um caminhão ligado a Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) às margens do córrego Anicuns na Vila Roriz, em Goiânia.

O vereador contou ao Portal Dia Online que moradores do bairro flagraram caminhões despejando lixo no córrego e filmaram. “Os caminhoneiros que viram os moradores filmando ameaçaram”, disse Jair Diamantino.

O vídeo foi gravado, segundo o vereador, há pelo menos dois meses pelos moradores do bairro, em que mostra um caminhão da agência descarregando o lixo às margens do córrego.

Jair Diamantino ressaltou a importância da preservação ambiental e sua preocupação com o descarte irregular de lixo, que pode inundar as ruas do bairro e transmitir diversas doenças para os moradores e crianças da região.

AMMA confirma que motorista fez o descarte irregular de lixo

Por meio da assessoria de imprensa, a AMMA explicou ao Portal Dia Online que um motorista da empresa que presta serviços para agência estava no fim do expediente, decidiu encurtar o caminho cometendo este “grave deslize“.

Ainda de acordo com a AMMA, o procedimento padrão é fazer o descarte de todo entulho e lixo recolhido no aterro sanitário que fica no caminho para Trindade. Segundo o órgão ao ter conhecimento sobre o fato, a agência entrou em contato com a empresa prestadora de serviços e pediu para que o motorista não prestasse mais o serviço, pedido que foi atendido pela empresa.

A AMMA disse que fiscais da agência vêm autuando constantemente pessoas flagradas cometendo esse tipo de crime ambiental.  E que muitos são flagrantes recebidos por meio de denúncias que chegam ao órgão via WhatsApp ou pelo telefone 161.

Ainda de acordo com a agência, o número de autuações devem aumentar, pois a AMMA vai usar drones para acompanhar esse tipo de ação. O órgão explicou que em muitas oportunidades, quando os motoristas percebem o caminhão da agência, eles acabam não fazendo o descarte irregular. A AMMA informou que com os drones, a fiscalização será feita sem que os infratores percebam a presença dos fiscais da agência.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Operação prende divulgador de pornografia infantil em SP

O suspeito será indiciado pelo crime de publicação de imagens de pornografia infantil.
22/10/2018, 10h13

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã de hoje (22) uma operação para combater o abuso sexual infantil e a divulgação de material pornográfico infantil na internet. A Operação Mestre Impuro cumpriu dois mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva na capital paulista. As investigações começaram após a PF receber informações sobre uma pessoa publicando muito material com cenas de sexo em fóruns dedicados à pornografia infantil.

“Policiais federais entraram no ambiente da deep web ((internet oculta) com o uso de equipamentos e técnicas próprias para a investigação desse tipo de crime e identificaram que esse brasileiro seria um professor que atua na capital paulista. As diligências apontam que ele usaria a proximidade decorrente da profissão para abusar de crianças entre 5 e 10 anos de idade, de ambos os sexos”, diz a PF por meio de nota.

Segundo as informações, a polícia concluiu que, além do compartilhamento, havia evidências de que a mesma pessoa também produzia imagens dos abusos, com o objetivo de conquistar respeito e admiração dos outros participantes dos grupos que atuavam nesse ambiente da internet.

De acordo com a PF, já foram identificadas sete crianças, que são membros da família do suspeito, alunos e alunas. “Agora a PF trabalha para identificar se há outras vítimas, a partir da análise do material apreendido e da oitiva de pessoas”, informou a PF.

Pornografia infantil

O investigado será indiciado pelos crimes de publicação de imagens de pornografia infantil, previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), com penas variando de três a seis anos de reclusão, e pelo crime de estupro de vulnerável, previsto no Código Penal, com penas de oito a 15 anos de reclusão.

O preso será encaminhado ao sistema prisional estadual, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Imagens: o quarto poder 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.