Entretenimento

Memorial recebe uma Bienal do Grafite

26/10/2018, 07h08

O Memorial da América Latina recebe uma exposição que pode mudar a cabeça de quem pensa que o grafite é um movimento homogêneo. A 4ª Bienal Internacional do Grafite Fine Art transforma o espaço cultural em uma vitrine para a diversidade de técnicas e estilos da expressão artística que, no Brasil, atingiu sua expressão máxima nas ruas de São Paulo.

Um dos pioneiros da arte, o paulistano Binho Ribeiro foi o curador responsável por selecionar as dezenas de obras feitas por mais de 80 artistas nacionais e internacionais que enchem de cores a galeria Marta Traba, a biblioteca e a praça do espaço cultural.

“Realizar essa exposição num lugar como o Memorial da América Latina possibilita a visitação de escolas e adolescentes e permite a eles conhecer as possibilidades do grafite na atualidade”, afirmou Ribeiro ao Estado. “Isso é importante porque são esses artistas que estão na cabeça das gerações mais novas”.

O curador explica que a Bienal não possui um tema específico, pois privilegia a liberdade de produção. Ele selecionou grafiteiros de relevância na região onde atuam e procurou incluir expoentes de diferentes estilos, com trajetórias variadas.

Metade dos artistas convidados produzem sua arte em São Paulo e estão participando da exposição pela primeira vez. É o caso de Alex Senna, grafiteiro consagrado que enfeita os muros da metrópole com seus personagens e passarinhos em preto e branco.

Ele opina que a produção de artistas brasileiros no âmbito internacional é prova da importância do grafite para o cenário da arte contemporânea. Mesmo assim, acredita que a expressão artística ainda não possui o reconhecimento que lhe é devido.

“O paulistano gosta de ver o grafite pronto, mas não a produção. Quando eles nos veem pintando, nos xingam e, por ignorância, ligam para a polícia”, contou Senna ao Estado. “A Bienal é importante para expor talentos que existem no País. Mesmo com mais de 30 anos de história dessa forma de arte na cidade, os grafiteiros ainda precisam lutar por seu espaço.”

A exposição dialoga com esculturas e instalações. É o caso, por exemplo, de uma obra sobre a lenda amazônica Iara, instalada no espelho dágua do Memorial pelo artista Tito Ferrara. Ou, então, a escultura do artista argentino Tec feita a partir de materiais reciclados garimpados de um sucateiro da Barra Funda, bairro onde se encontra o espaço cultural.

“Esta Bienal possibilita a muitas pessoas que só conhecem o grafite por meio dos muros conhecer outros artistas”, aponta Binho Ribeiro.

Embora já tenha produzido obras relevantes no Rio de Janeiro, a grafiteira Rafa Mon se considera uma iniciante no campo do grafite- principalmente se comparada a outros artistas que já estão há mais de uma década na área. Ela é um dos 20 grafiteiros de outros estados.

A artista afirma que sentiu muita responsabilidade por pintar ao lado de grandes nomes da arte e acredita que a bienal pode combater a falta de conhecimento da população sobre o grafite.

“O que me deixou mais feliz foi a diversidade. Além disso, as obras foram separadas por estilos: tem uma área que é mais gráfica, outra que é mais realista. Acredito que isso será fundamental para os visitantes que são leigos no assunto”, disse Rafa. Além de obras nacionais, a Bienal do Grafite conta com expositores de pelo menos outros sete países. Mesas de conversa e oficinas completam a programação do evento.

4ª BIENAL DO GRAFITE

Memorial da América Latina. Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664. 3ª a dom., das 9h às 18h. Entrada gratuita. Até 28/10

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

PRF lança campanha Policiais Contra o Câncer Infantil, em Goiânia

O Inspetor se emocionou ao contar a história de algumas famílias que estão lá "muitos pais do lado de fora vendendo alguma coisa para se manter, muitos falam meu filho está internado lá dentro, mas eu não arredo o meu pé daqui".
26/10/2018, 08h18

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) lança na manhã desta sexta-feira (26/10), no Hospital Araújo Jorge, em Goiânia, a campanha Policiais Contra o Câncer Infantil. A ação é feita em parceria com a Associação de Combate ao Câncer de Goiás (ACCG) e tem como objetivo auxiliar as crianças em tratamento contra a doença no hospital.

O lançamento acontece um mês antes do Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil que é no dia 23 de Novembro e é a data em que o material arrecadado será entregue na unidade de saúde.

O inspetor Newton de Morais informou ao Portal Dia Online que a campanha começou em Goiás, mas depois passou a ser uma campanha abraçada nacionalmente.

Segundo o inspetor a ideia partiu do companheiro de trabalho, o inspetor Fabrício Rosa, que em uma viagem ao Canadá, viu a atitude e pensou implanta-la no Estado, ideia que foi aceita pela PRF de Goiás.

Durante a entrevista, o Inspetor Newton se emocionou ao contar a situação de algumas famílias “se você for lá você vai ver que muitos dos pacientes vêm de fora de Goiânia, até de outros Estados, com muitos pais do lado de fora vendendo alguma coisa para se manter, muitos falam meu filho está internado lá dentro, mas eu não arredo o meu pé daqui”.

Para participar da campanha, basta entregar os donativos nos postos da PRF

PRF lança campanha Policiais Contra o Câncer Infantil, em Goiânia
Foto: Divulgação/PRF

Newton de Morais é direto ao contar que a PRF não quer dinheiro e que a população para participar da campanha, basta entregar os donativos em um dos postos da policia nas rodovias que cortam todo o Estado. Ainda de acordo com o inspetor, as doações arrecadas não são o suficiente para resolver a crise no hospital, mas é um alento para que a unidade possa continuar atendendo os pacientes.

O hospital atende só no setor de pediatria cerca de 500 crianças e adolescentes por mês, que estão em tratamento contra o Câncer, ou fazem o acompanhamento no período pós-tratamento e com a chegada de novos casos na unidade, com pacientes de Goiás e de outros estados como Maranhão, Pará, Acre, Tocantins, Bahia, Ceará, Paraná e Pernambuco.

A campanha pretende arrecadar neste ano fraldas e remédios, além de brinquedos para as crianças. Entre os donativos que a polícia está pedindo estão os medicamentos: Aciclovir 200mg, Fluconazol 150mg e o Cloridrato de Ondansetrona 8 mg. Fraldas infantis tamanhos G e GG e fraldas geriátricas tamanhos P e M.

A campanha terá o seu grande marco, no dia 23 de novembro, marcado como o dia D. Data em que todo material arrecadado pela PRF será entregue no hospital e contará com diversas ações como a doação de sangue, um passeio com os pacientes escoltados por policiais da PRF e com os policiais raspando a cabeça para homenagear os pacientes.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Após troca de tiros, policiais prendem ladrões de carga e libertam refém em Luziânia

Grupo foi preso em flagrante depois de receber uma carga roubada na noite da última quarta-feira (24/10) no Distrito Federal.
26/10/2018, 09h58

A Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (DECAR) deflagrou na última quinta-feira (25/10) a operação Apocalipse XVII que prendeu 13 pessoas em flagrantes, depois de trocar tiros com os suspeitos e libertar o motorista de um caminhão de uma carga roubada na noite de quarta-feira (24/10) por roubo de carga, sequestro, organização criminosa e receptação qualificada, na cidade de Luziânia, no Entorno do Distrito Federal (DF). O resultado da operação foi divulgado na manhã desta sexta-feira (26/10)  na sede da DECAR, em Goiânia.

A Polícia Civil informou ao Portal Dia Online, que durante a operação os policiais montaram acampamento por mais de 20 horas, em uma propriedade rural na cidade de Luziânia, no Entorno do Distrito Federal (DF) usada pelo grupo para estocar a carga roubada na região.

Decar prende 13 por roubo de carga, em Luziânia
Foto: Divulgação/PC

Segundo a polícia, as investigações duraram seis meses e foi feita diante do aumento do roubo de cargas no Entorno. E terminou na noite da última quinta-feira (25/10) quando o grupo agiu no Distrito Federal, na noite da última quarta-feira (24/10) onde um carregamento de frango congelado roubado foi levado para a propriedade rural.

Durante a ação, houve troca de tiros entre os policiais e a associação criminosa, e terminou com a liberação do motorista do caminhão da carga roubada, na última quarta-feira (24/10).

Prejuízos causados pela associação criminosa presa em Luziânia, ultrapassam os R$ 5 milhões de reais

Segundo a Polícia Civil, a associação criminosa causou diversos prejuízos que ultrapassam a casa dos R$ 5 milhões de reais. De acordo com as informações divulgadas pela polícia, essa foi a primeira fase da operação e na próxima os policiais informaram que vão pedir as prisões preventivas de todos os receptadores das cargas roubadas pelo grupo.

A operação que terminou com a prisão da associação criminosa, contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal do Estado de Goiás (PRF) para prisão e transportes dos suspeitos presos para Goiânia.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Jovem baleado em Anicuns após brincar de roleta russa está em estado grave no HUGOL

A arma usada pelo adolescente seria da mãe.
26/10/2018, 11h01

Um jovem de 17 anos foi baleado na cabeça enquanto brincava de “roleta russa” com um revólver calibre 32 que seria da mãe do adolescente. O episódio aconteceu nesta quinta-feira, (25/10), por volta das 17h, em Anicuns, a 83 km da capital.

De acordo com a Polícia Militar (PM), ao chegar na residência da vitima, três amigos disseram que o jovem estava manuseando a arma quando tirou as munições, deixando apenas uma e começou a brincar, até ser baleado.

Acionada pela prima da vítima, a Polícia Militar chamou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) que constatou o tiro na cabeça. O jovem foi encaminhado para um hospital de Anicuns, mas, como o estado de saúde era grave, ele foi transferido para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (HUGOL), em Goiânia.

A PM informou na ocorrência que a vítima apresentava convulsão no momento que chegaram ao local, os PMS ainda tiraram o revólver da mão do adolescente.

Os três adolescentes, amigos da vítima, que testemunharam o fato, foram levados para a delegacia de polícia civil de Anicuns, onde um escrivão registrou o caso e liberou os menores.  As investigações ocorreriam posteriormente. Eles também foram informados  que serão intimados para depor sobre o caso.

Em nota o Hugol informou que o paciente encontra-se na UTI, em estado grave e respirando com a ajuda de aparelhos.

Ainda de acordo com a PM, a arma ficou apreendida com duas munições intactas.

Outro caso

Essa semana outro caso chamou a atenção, um soldado da Polícia Militar (PM) passou a tarde bebendo com o colega, quando o PM de 31 anos começou a brincar com a arma e disparou acidentalmente contra o amigo, de 20 anos. Desesperado, o soldado atirou na própria cabeça quando viu o que havia feito. O caso aconteceu na Avenida Planíce, no Vila Itatiaia.

Imagens: Russia Beyond 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

'Ainda estou com futuro indefinido', diz Porchat sobre eventual saída da Record

Porchat comentou o sucesso do programa na Record TV.
26/10/2018, 11h44

Fábio Porchat declara que ainda está com o futuro indefinido. Ele participou do programa Tricotando, da Rede TV, nesta quinta-feira, (25/10). No dia 22 de outubro, a assessoria de imprensa da Record TV confirmou a saída de Porchat do quadro de apresentadores, após quase dois anos e meio no ar. A emissora também informou na ocasião que “busca um outro projeto para o horário”.

Agora, em entrevista a Franklin David, o humorista não descartou a possibilidade de continuar na emissora. “Ainda estou com futuro indefinido, não faço a menor ideia do que será meu ano que vem. Vou voltar a conversar com eles agora no final do ano, vamos ver como é que vai ser”, afirmou Porchat. O contrato dele vai até dezembro.

O humorista desmentiu boatos de que houve desentendimento entre ele e a emissora por causa de convidados que gostaria de chamar para participar do programa. “A minha questão com a Record é outra. A gente está se conversando e se falando, então, as coisas entre mim e eles, a gente está falando super bem. Depois que eu falei isso, a gente já conversou algumas vezes”, tentou explicar sem dizer o que o incomodava.

Fábio Porchat comemorou os resultados de sua produção. “O programa está funcionando, está dando certo, dando Ibope. Está engraçado, divertido e isso que é ótimo”, avaliou.

Ele também falou sobre o carinho e admiração que tem por Jô Soares, destacando que ele “sedimentou o talk show no Brasil”. No perfil oficial no Instagram, Porchat publicou uma foto em que aparece com Jô. “Meu jantar ontem foi em boa companhia”, escreveu na legenda da foto, com direito a coração.

O caso

Em setembro, o colunista Felipeh Campos afirmou que Fábio Porchat irá trocar a TV Record pela TV Globo. O apresentador estaria “cansado” das idas e vindas entre São Paulo e Rio de Janeiro para gravar o seu programa.

Imagens: area vip 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.