Esportes

Santos faz 3 gols em 5 minutos e derrota time reserva do Fluminense na Vila

27/10/2018, 19h00

Em um jogo marcado pela insistência, o Santos sofreu, mas venceu o Fluminense por 3 a 0 neste sábado, na Vila Belmiro, em jogo válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. O placar fez o triunfo parecer fácil, mas o time da casa teve dificuldades até os 38 minutos do segundo tempo, quando abriu o placar. Acabou fazendo três gols em apenas cinco minutos para confirmar a superioridade sobre a equipe reserva do Fluminense.

Gabriel, artilheiro do Brasileirão, Victor Ferraz e Sánchez balançaram as redes nesta tarde. Com a vitória, o time da Vila chegou aos 46 pontos e colou de vez na disputa pela vaga na Copa Libertadores. O Santos, ainda em sétimo lugar, soma agora a mesma pontuação do Atlético Mineiro, que é o sexto e abre o chamado G6.

Com um time reserva, por conta do jogo da próxima quarta-feira pela Copa Sul-Americana, contra o Nacional-URU, o Fluminense teve como destaque o goleiro Rodolfo. Apesar dos três gols sofridos, fez pelo menos três grandes defesas e impediu o Flu de levar uma goleada histórica na Vila Belmiro.

Mesmo diante de uma equipe reserva e jogando em casa, o Santos teve dificuldade para se impor na Vila, no primeiro tempo. Criou pouco, quase não ameaçou o gol do rival carioca e a torcida teve motivos de sobra para se preocupar com a possível chance perdida nesta rodada.

Mas, se o Santos demorou para acordar no primeiro tempo, o time reagiu e voltou com mais força na segunda etapa. Artilheiro do campeonato, Gabriel perdeu um gol que não está acostumado a perder no início, mas logo se redimiu com a torcida.

De pênalti, o craque abriu o placar aos 38 minutos e marcou o gol de número 12.500 do Santos. Foi ainda o seu 16º, ampliando sua vantagem na artilharia do Brasileirão – foi o seu 25º na temporada. Logo depois, foi a vez de Victor Ferraz, de cabeça, aos 42 minutos, e de Sánchez, aos 43 minutos, balançarem as redes.

O jogo marcou a estreia do novo terceiro uniforme do Santos, na cor dourada, em homenagem ao bicampeonato mundial do clube da Vila Belmiro, conquistado em 63.

Com o resultado, o Fluminense permanece estacionado nos 40 pontos, focado na Copa Sul-Americana. Pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Santos encara o Palmeiras no próximo sábado, às 19 horas (de Brasília), no Allianz Parque, enquanto o Fluminense enfrenta o Vasco, às 17 horas, no Maracanã, no mesmo dia.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 3 x 0 FLUMINENSE

SANTOS – Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Robson Bambu e Dodô; Alison (Bryan Ruíz), Carlos Sánchez e Diego Pituca; Rodrygo, Gabriel e Bruno Henrique (Derlis González). Técnico: Cuca.

FLUMINENSE – Rodolfo; Igor Julião, Frazan (Alex), Paulo Ricardo e Marlon; Aírton (Mateus Norton), Dodi, Fernando Neto e Daniel (Cabezas); Marcos Júnior e Júnior Dutra. Técnico: Marcelo Oliveira.

GOLS – Gabriel, aos 38, Victor Ferraz, aos 42, e Carlos Sánchez, aos 43 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Robson Bambu e Gabriel (Santos); Airton, Fernando Neto e Marlon (Fluminense).

ÁRBITRO – Heber Roberto Lopes (SC).

RENDA – R$ 165.563,50.

PÚBLICO – 8.680 pagantes.

LOCAL – Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Atlético Goianiense bate Boa Esporte fora de casa e se mantêm vivo na briga

Na próxima rodada o time goiano recebe o líder do Campeonato.
27/10/2018, 19h19

Com as derrotas de Vila Nova e Goiás na noite da última sexta-feira (26/10), faltava o Atlético Goianiense entrar em campo pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O time rubro-negro encarou o lanterna da competição fora de casa e acabou saindo com a vitória pelo placar de 2 a 0.

O Atlético até começou bem a partida, e o melhor lance do dragão foi aos 10 minutos da primeira etapa, quando Júlio Cesar encontrou espaço e bateu de fora da área carimbando a trave adversária.

A resposta dos donos da casa veio aos 26 do primeiro tempo jogada dos donos da casa, depois de Alysson cobrar falta para dentro da área, o zagueiro Oliveira cortou com o braço, mas o árbitro Sávio Pereira Sampaio não marcou.

Os donos da casa voltaram a assustar com Alysson, pelo lado direito do ataque, aproveito o espaço para arriscar e contou com ajuda do “morrinho artilheiro” quase enganou o goleiro Kléver que colocou a bola para escanteio.

O rubro-negro goiano teve mais uma chance antes do fim do primeiro tempo, com o atacante Renato Kayzer, no entanto o chute saiu tirando tinta da trave adversária. As equipes desceram para o intervalo com o marcador sem gols.

Atlético Goianiense marcou os gols no segundo tempo

A etapa complementar teve início e as duas equipes mexeram, mas quem saiu para o abraço foi o atacante Renato Kayzer que no final do primeiro tempo perdeu uma boa chance, no entanto aos 6′ do segundo tempo ele abriu o placar para o time visitante, Boa Esporte 0 x 1 Atlético Goianiense.

Precisando da vitória, o time mineiro partiu para cima e aos 12 da etapa final, Bruno Tubarão recebeu e de fora da área arriscou, fazendo o goleiro Kléver trabalhar, evitando o gol de empate do Boa Esporte.

O time de mineiro até tentou, mas o Atlético deu números finais a partida aos 40′ da etapa complementar, André Luis marcou para ampliar o marcador, Boa Esporte 0 x 2 Atlético Goianiense.

Com a vitória pelo placar de 2 a 0 o time comandado pelo técnico Wagner Lopes chegou aos 51 pontos e subiu para a quinta posição, passando o Vila Nova, com uma vitória a menos. Na próxima rodada o Atlético recebe o líder Fortaleza.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Casamento tira da Igreja mil padres por ano

A igreja perdeu mais de 60 mil sacerdotes nas últimas décadas porque deixaram a batina para casar.
28/10/2018, 08h36

O assunto não é novo. Mas voltou a ser lembrado esta semana entre as paredes do Vaticano, graças à intervenção do episcopado belga. Com mil “deserções” por ano para o casamento, não seria a hora de a Igreja Católica rever a ordenação de homens casados? O tema acabou não avançando, mas pode até ser retomado no ano que vem, quando haverá um sínodo específico sobre a Amazônia.

O tema, polêmico, foi lançado pelo auxiliar de Bruxelas, d. Jean Kockerols, a seus cerca de 300 colegas de episcopado que participaram até ontem do encontro voltado para discussão de vocações juvenis.

A diminuição do número de sacerdotes em todo o mundo é um dos fenômenos que mais afeta a Igreja Católica no mundo – há crescimento apenas na África e na Ásia. Indagado em várias ocasiões, o papa Francisco recordou que a proibição de ordenar padres não faz parte da doutrina inicial da Igreja – que permitiu o casamento até o século 11.

Uma investigação independente, apresentada no Vaticano em pleno Sínodo, aponta para a perda de 60 mil sacerdotes nas últimas décadas – pessoas que deixaram a batina para casar. O estudo corrobora outro levantamento, de 2007, que apontava para a perda de 69 mil padres, com essa motivação, entre 1964 e 2004. Em 2016, havia 414 mil sacerdotes católicos em todo o mundo. Segundo o vaticanista italiano Enzo Romeo, são mil abandonos por ano.

O tema pode voltar com força no ano que vem. Um documento preparatório para o Sínodo da Amazônia, publicado em junho, observou que “o clamor de milhares de comunidades privadas da Eucaristia” precisa ser ouvido. E sugere o ordenamento “viri probati” – de homens idosos, casados, mas com caráter e reconhecimento da comunidade (uma ideia que teria aval do papa Francisco, segundo jornais alemães). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Temer: Governo de transição começa amanhã ou terça-feira

Michel Temer disse que o futuro presidente e equipe receberão todas as informações ainda nesta semana.
28/10/2018, 09h00

O presidente Michel Temer afirmou que o governo de transição começa amanhã (29) ou, mais tardar, terça-feira. Temer disse que, em todas as áreas do governo, o processo de transmissão da administração federal já está adiantado e que o futuro presidente e equipe receberão todas as informações ainda nesta semana.

Temer falou com a imprensa ao sair do colégio Santa Cruz, na zona Oeste da capital paulista, onde chegou para votar às 8h07. Ele estava acompanhando do ministro de Ciência e Tecnologia e presidente do PSD, Gilberto Kassab.

Sobre o eventual apoio do MDB ao próximo governo, Temer afirmou que o partido ainda não discutiu essa possibilidade. O presidente também comentou os episódios de agressão entre militantes e apoiadores do PSL e do PT. Ele disse apenas que essa é um problema a ser tratado pelo Poder Judiciário e não pelo Executivo.

O presidente disse que espera que a eleição neste domingo (28/10) transcorra em clima de tranquilidade. Ele embarca ainda nesta manhã de volta a Brasília, onde acompanhará o processo e a revelação do resultado das urnas.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Em Divinópolis, três pessoas são presas distribuindo cópias de pesquisa falsa

Com o grupo, a PM encontrou além da falsa pesquisa, munições calibre 380.
28/10/2018, 12h25

Além das eleições presidenciais, a cidade goiana Davinópolis deve escolher o prefeito neste domingo (28/10), o que intensifica os ânimos dos eleitores. Três deles foram presos suspeitas de distribuírem cópias de uma pesquisa eleitoral falsa na madrugada de domingo na cidade.

Conforme a Polícia Militar, os três tentaram fugir quando viram os policiais. Eles ainda jogaram fora um saco plástico com o conteúdo, mesmo assim foi constato o crime.

Com o grupo, a PM encontrou além da falsa pesquisa, munições calibre 380. Segundo os policiais, os homens receberam dinheiro para distribuir a pesquisa que não tem registro no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Os três foram levados pela PM para a Central de Flagrantes de Catalão.

Depois de cassação de prefeito, nova eleição

Com 3,1 mil eleitores, o município de Davinópolis deve escolher um novo prefeito porque a chapa eleita em 2016 foi cassada por, segundo a polícia, captação ilícita de sufrágio.

Os eleitores também vão às urnas para escolher o próximo presidente da República, cujos candidatos, Fernando Haddad e Jair Messias Bolsonaro disputam o segundo turno da disputa. Concorrem ao pleito da prefeitura de Davinópolis, Diogo (MDB) e Wilker (PR).

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE),  além de Davinópolis, outras quatro cidades vão eleger o novo prefeito e vice: Divinópolis de Goiás, Planaltina, Serranópolis e Turvelândia também têm eleições municipais neste domingo.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.