Goiás

Governador Zé Eliton assina decreto que libera calote em servidores estaduais

A assinatura do decreto por Zé Eliton foi duramente criticada por Ronaldo Caiado em sua conta oficial no Instagram.

Por Ton Paulo
02/11/2018, 10h21

O governador Zé Eliton, do PSDB, assinou um decreto no último dia 31 de outubro que libera o calote nos servidores públicos do Estado para os meses de novembro e dezembro. O decreto, que foi publicado no Diário Oficial (D.O.) na última quinta-feira (1/11), foi criticado pelo governador eleito Ronaldo Caiado (DEM) através de suas redes sociais.

O decreto de n° 9.346, de 31 de outubro de 2018, foi assinado por Zé Eliton e publicado no D.O. em 1º de novembro, ontem, e revoga formalmente o artigo 45 do Decreto nº 9.143, de 22 de janeiro de 2018.

O texto de decreto, na íntegra, especifica que “fica revogado o art. 45 do Decreto nº 9.143, de 22 de janeiro de 2018”, e que o “Decreto entra em vigor na data de sua publicação, com produção de efeitos a partir de 1º de novembro de 2018”.

Este artigo, agora sem validade, faz parte do decreto que estabelece normas complementares de programação e execução orçamentária, financeira e contábil para o exercício de 2018. Em seu texto, o artigo 45 especifica que “As despesas com pessoal e encargos sociais, oriundas das folhas de pagamento, bem como com estagiários e respectiva taxa de administração, deverão ser empenhadas e liquidadas dentro do respectivo mês de competência”.

Sua revogação, que já consta no decreto, libera o governo para deixar de fazer os pagamentos aos servidores nos respectivos meses trabalhados, o que constitui calote.

Ronaldo Caiado condenou o ato de Zé Eliton

Através de sua conta oficial no Instagram, Ronaldo Caiado, eleito governador nestas eleições, comentou a assinatura do decreto em tom duro de crítica.

Veja abaixo na íntegra o texto publicado pelo governador eleito:

“O governador José Eliton assinou decreto que é um calote anunciado contra os servidores públicos do Estado de Goiás. Ele assume que não vai pagar os salários de novembro e dezembro do funcionalismo.”

Zé Eliton rebate e afirma que continuará pagando normalmente

Após a publicação do governador eleito Ronaldo Caiado, Zé Eliton, por meio de sua assessoria, afirmou que o pagamento da folha dos servidores continuará seguindo o cronograma dos últimos três anos, e que ele, Zé Eliton, está determinado a cumprir as vinculações constitucionais do atual exercício.

Leia a nota na íntegra, redigida por Afrânio Cotrim Júnior, coordenador da Equipe de Transição do Governador Zé Eliton:

NOTA OFICIAL

O Governo de Goiás esclarece que o pagamento da folha salarial continuará seguindo o cronograma dos últimos três anos. Na última quinta-feira, foram depositados os salários de outubro com os vencimentos de até R$ 3,5 mil, que representam 70% dos servidores estaduais, e o restante será quitado neste mês. Assim, a folha salarial dos servidores estaduais está absolutamente em dia.

Da mesma forma, o Governo de Goiás seguirá o cronograma para o pagamento das folhas de novembro e dezembro, de acordo com o que determina a Constituição, que prevê a quitação até o décimo dia do mês seguinte.

O governador José Eliton tem garantido que irá saldar, até 31 de dezembro, os compromissos financeiros do seu mandato. O decreto publicado no último dia 31 apenas confirma o que determina a Constituição sobre as obrigações para a execução orçamentária e financeira do atual exercício (2018). O decreto também cumpre uma determinação do Tribunal de Contas do Estado(TCE) sobre a limitação de empenhos para exercícios seguintes, além do teto de gastos definido pela Constituição Estadual.

O governador José Eliton está determinado a cumprir as vinculações constitucionais do atual exercício. O governador tem pautado o trabalho da transição com respeito e transparência. Atendeu nesta semana as demandas por informações da equipe do governador eleito Ronaldo Caiado. Já foram enviadas mais de 5 mil páginas de dados para atender as primeiras solicitações.

Entretanto, lamentamos que o governador eleito Ronaldo Caiado persista em não descer do palanque — mesmo com o processo eleitoral tenha se encerrado há um mês — ao afirmar nas redes sociais que o atual governo promoverá um calote contra os servidores estaduais. Por diversas vezes a mesma informação falsa, disseminada pelo senador e por seus apoiadores, foi contestada pelo governador José Eliton durante a campanha eleitoral.

Afrânio Cotrim Júnior Coordenador da Equipe de Transição do Governador José Eliton”

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Homem sofre tentativa de assassinato em frente a uma academia em Aparecida de Goiânia; veja o vídeo

No vídeo, é possível ver um homem saindo de um carro e atirando várias vezes contra um rapaz, que consegue fugir e entrar numa academia.

Por Ton Paulo
02/11/2018, 12h12

Um homem sofreu uma tentativa de assassinato em frente a uma academia no setor Vila Brasília, na manhã desta quinta-feira (1/11), em Aparecida de Goiânia. Nas imagens captadas pela câmera de segurança do estabelecimento, é possível ver o rapaz correndo para dentro da academia, perseguido por um homem armado.

A academia, que fica na Rua Antonio Paraguassu, na Vila Brasília, próximo ao Setor dos Afonsos, foi o único abrigo que o rapaz que quase foi assassinado encontrou. De acordo com o dono do estabelecimento, era por volta de 10h40 da manhã quando tudo aconteceu.

Conforme é possível ver nas imagens da câmeras de segurança, o rapaz andava tranquilamente pela calçada, quando um carro encosta ao seu lado. Do veículo, sai um homem que atira diversas vezes na direção dele, que consegue se desviar das balas e correr.

Logo em seguida, conforme é possível ver nas imagens da câmera interna, o rapaz entra correndo na academia com o homem armado logo atrás. Outros dois homens que estavam no local, professores da academia, como confirmado pelo dono, se assustam e também correm.

De acordo com o responsável pela academia, que não quis se identificar, o rapaz se trancou no banheiro, conseguindo se salvar. Quando viu que não conseguiria executar o crime, o autor dos disparos fugiu.

A polícia foi chamada e ouviu o rapaz que, segundo informações do dono da academia, fazia uso de tornozeleira eletrônica. Ele foi liberado depois de prestar depoimento aos policiais.

A reportagem do Dia Online tenta contato com a corporação policial, mas não obteve retorno até o fechamento desta matéria.

Momento da tentativa de assassinato foi registrado pelas câmeras

As câmeras de segurança da academia flagraram o exato momento em que o rapaz é abordado e quase morto. As imagens captaram também o momento em que ele entra em desespero na academia para se esconder.

Veja abaixo:

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Advogada é morta a tiros no Conjunto Vera Cruz I, em Goiânia

A advogada teria saído para receber uma quantia em dinheiro.
02/11/2018, 14h30

A advogada criminalista Rina Mendes dos Santos, de 59 anos, foi morta a tiros no início da tarde desta sexta-feira (2/11), na praça Dona Gercina Borges Teixeira, no Conjunto Vera Cruz I, em Goiânia.

A Polícia Militar do Estado de Goiás (PM) foi chamada para atender a ocorrência e fazer o isolamento da área. A PM informou ao Portal Dia Online que testemunhas contaram que um outro carro se aproximou do veículo da advogada e os ocupantes efetuaram vários disparos contra ela e fugiram do local.

Ainda segundo as informações da polícia, nenhum suspeito foi identificado e não se sabe a motivação do crime. O caso agora será investigado pela Delegacia de Homicídios de Goiânia (DIH).

O delegado plantonista da DIH, Marco Aurélio, esta no local e espera a perícia finalizar o trabalho, para dar sequência ao início das investigações e esclarecer a motivação do assassinato da doutora Rina Mendes.

Advogada diz que possivelmente assassinato de Rina pode ter haver com exercício da profissão

A Vice presidente da Comissão de direitos e prerrogativas da Ordem dos Advogados do Brasil seção Goiás (OAB-GO) Dra. Márcia Póvoa disse à reportagem do Portal Dia Online que as informações de que doutora Rina saiu para receber uma quantia em dinheiro, até o momento são verdadeiras, mas que a OAB busca entender se realmente foi isso que aconteceu.

O que a vice presidente estranha é o fato “de que isso não é uma prática comum, principalmente de quem atua na área criminal e tem reconhecimento que ela [Rina] tinha, essa é uma linha que trabalhamos inicialmente para saber se realmente o crime teria como motivação o exercício da profissão”.

Segundo a doutora Márcia Povoa, caso seja confirmado que tem haver com o exercício da profissão, a OAB Goiás vai trabalhar com políticas de conscientização e cobrar da Polícia Civil (PC) que a motivação seja esclarecida o mais rápido possível.

Em nota publicada em seu site oficial a OAB-GO afirmou que acompanha o caso e que está em contato com a PM e com a PC para que a motivação do crime seja desvendada o mais rápido possível.

Confira a nota na íntegra

“A Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) informa que, na manhã desta sexta-feira (2/11), foi informada a respeito do homicídio da advogada criminalista Rina Mendes dos Santos, ocorrido na região do Vera Cruz, em Goiânia.

A seccional goiana acompanha o caso e está em constante contato com a Polícia Militar e Civil. A OAB-GO cobra a apuração imediata do ocorrido para dar mais esclarecimentos à advocacia.

A propósito, a Ordem parabeniza as forças policiais pelos serviços prestados à sociedade goiana e a atenção que têm tido com a OAB-GO.

Lúcio Flávio Siqueira de PaivaPresidente da OAB-GO”

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Vila Nova recebe Paysandu sonhando com o G4

Vitória colorada e derrota de adversários pode colocar tigre no G4 ao fim da rodada.
02/11/2018, 15h56

O Vila Nova recebe o Paysandu (PA) nesta sexta-feira (2/11) pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, no Estádio Serra Dourada a partir das 19h15. Com 51 pontos conquistados, uma vitória colorada no jogo desta noite e outros resultados desta rodada o clube goiano pode terminar entre os quatro primeiros colocados.

O colorado goiano poderia ter ingressado no G-4 na última rodada, mas depois da lambança do goleiro Rafael Santos, expulso do jogo por agredir o adversário logo após o time empatar a partida. O vila acabou derrotado pelo Londrina pelo placar de 3 a 2 e agora busca se reabilitar dentro de casa, contra o time paraense que luta para não ser rebaixado.

Além do goleiro Rafael Santos, o técnico Hemerson Maria também não poderá contar com o lateral-direito Maguinho, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo na derrota contra o Londrina. Os substitutos serão o goleiro Matheus Pasinato que até a chegada de Rafael era titular e acabou perdendo a vaga, e no lugar do lateral Maguinho entra Moacir.

A novidades no time colorado são as voltas do zagueiro Wesley Matos que estava suspenso na última rodada, e do meia atacante e artilheiro do time Alan Mineiro que volta depois de se recuperar de uma contusão.

O Paysandu

Enquanto o Vila busca entrar entre os primeiros colocados, que conquistam o acesso à elite do futebol nacional no próximo ano. O time comandando por João Brigatti, corre para escapar do rebaixamento a terceira divisão.

O time paraense tem apenas um desfalque para o jogo desta noite, o zagueiro Diego Ivo, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Vila Nova: Mateus Pasinato;Moacir, Wesley Matos, Diego Giaretta e Gastón Filgueira;Geovane, Wellington Reis, Mateus Anderson, Alan Mineiro e Vinícius Leite;Rafael Silva.

Técnico: Hemerson Marias

Paysandu-PA: Renan Rocha;Maicon Silva, Perema, Fernando Timbó e Guilherme Santos;Willyam, Renato Augusto, Felipe Guedes e Thomaz;Mike e Hugo Almeida.

Técnico: João Brigatti

Arbitragem: Wagner Reway-MT

Auxiliares: Alessandro Alvaro Rocha de Matos-BA e Eduardo Goncalves da Cruz-MS

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Pai e filho são mortos a tiros, em Niquelândia

Evaristo abria a porteira quando foi alvejado, Samuel desceu da moto para socorrer o pai e também foi atingido.
02/11/2018, 17h21

Evaristo Oliveira Mota, de 50 anos e Samuel Pereira Mota de 19, pai e filho respectivamente foram mortos a tiros na manhã desta sexta-feira (2/11) em uma fazenda no distrito de Faz Tudo, a 45 quilômetros da cidade de Niquelândia, a 330 quilômetros de Goiânia.

A Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) informou ao Portal Dia Online que foi chamada para atender a ocorrência, por moradores da fazenda, por volta das 6 horas da manhã. Ao chegar ao local encontraram os dois já em vida com marcas de tiros e ao lado de uma moto vermelha.

Pai e filho foram mortos na porteira

Segundo a polícia, testemunhas contaram que Evaristo havia descido para abrir a porteira da fazenda, momento em que foi alvejado por vários disparos. A polícia conta também que ao ver o pai caindo baleado, Samuel desceu do veículo e foi até o corpo de seu pai, quando foi baleado pelos suspeitos.

A Polícia Técnico-Científica de Uruaçu vai fazer a perícia e o recolhimento dos corpos para análises cadavéricas. Após os exames, os corpos de pai e filho serão liberados para a família fazer o velório. O caso vai ser investigado pela Polícia Civil (PC).

Portal Dia Online entrou em contato com a Delegacia da Polícia Civil de Niquelândia, mas até a publicação desta matéria, nenhuma ligação foi atendida.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.