Saúde

Morre uma das gêmeas que nasceram unidas, em Goiânia

Bebê de dois meses morreu em Salvador nesta quarta-feira.
07/11/2018, 12h14

Uma das meninas que nasceram ligadas pelo tórax e abdômen morreu na última terça-feira (6/11), em Salvador. A mãe das crianças chegou a Goiânia para o parto no Hospital Materno Infantil (HMI), feito com sucesso no dia 22 de agosto deste ano.

O cirurgião pediátrico Zacharias Calil, uma das referências no assunto, antes de eleito deputado federal, fez o parto. “Uma delas nasceu com cardiopatia e precisa fazer cirurgia”, adiantou ele minutos após o parto, ao Portal Dia Online.

A mãe e o pai das meninas vieram da Bahia para Goiânia em busca de um parto seguro, já que o tipo de parto é considerado de alto risco.

As gêmeas siamesas nasceram unidas pelo tórax morreu na manhã desta terça-feira (6), em Salvador. A pequena Débora, que sofria com problemas cardíacos e hidrocefalia havia passado por  três cirurgias.

Débora tinha ido para a Maternidade Climério de Oliveira, em Salvador. Segundo informações da família, a menina passou por uma cirurgia 19 de outubro. Na ocasião, os médicos implantaram uma válvula cardíaca para melhorar a frequência dos batimentos do coração, a respiração e para possibilitar a retirada da intubação endotraqueal – para que ela pudesse respirar sem ajuda de aparelhos.

A outra menina, Catarina, segue internada na Maternidade Climério de Oliveira. A mãe das meninas, Viviane Menezes, não quis comentar a morte de Débora, mas informou que Catarina está bem.

Gêmeas nasceram na 37ª semana de gestação, em Goiânia

Débora e Catarina nasceram na 37ª semana de gestação e tinham o fígado juntos.

A mãe das gêmeas é moradora de Salvador. O parto, no entanto, ocorreu no Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia, no dia 22 de agosto, porque a cidade possui um centro de referência para casos de siameses. As gêmeas Catarina e Débora nasceram unidas pelo tórax e barriga.

Além do procedimento de separação da irmã e de uma cirurgia cardíaca, Débora também já tinha sido submetida a uma cirurgia para tratar quadro de hidrocefalia, doença que provoca o acúmulo de água no cérebro, no dia 20 de setembro.

Logo após o nascimento, as crianças foram separadas em cirurgia que durou cerca de 4h30. Pelo menos 15 profissionais, entre médicos, enfermeiros.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Presidente do BC está reunido com Rodrigo Maia na Câmara

A expectativa é que seja discutido o projeto sobre a independência do Banco Central.
07/11/2018, 13h31

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, está, no início da tarde desta quarta-feira, 7, na Câmara dos Deputados, participando de uma reunião de líderes da Casa com o presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ). O BC não confirmou ainda a participação de Ilan na reunião, mas fontes na Câmara confirmaram a sua presença.

A expectativa é que Ilan trate do projeto sobre a independência do BC.

Além disso, os parlamentares discutem a Medida Provisória sobre o Rota 2030 e o projeto que trata sobre indisponibilidade de ativos de quem for considerado terrorista pela ONU.

A visita de Ilan não estava na agenda oficial do dia.

Imagens: Veja 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Beco da Codorna: lindo museu de arte urbana bem no centro de Goiânia

O projeto do Beco da Codorna foi colocado em prática por meio de um trabalho coletivo entre artistas goianos, moradores e membros da Associação dos Grafiteiros de Goiânia. É um espacinho na cidade que todos deveriam conhecer!
07/11/2018, 13h39

Andar pelo centro de Goiânia é uma atividade rotineira para muita gente. Tão rotineira que algumas belezas do lugar acabam passando despercebidas e muitos sequer sabem da existência. Um bom exemplo disso é o Beco da Codorna, um incrível museu de arte urbana a céu aberto, mas que nem todo mundo conhece.

Se esse for o seu caso, da próxima vez em que estiver com um tempinho livre e passear pelas largas ruas do centro, você pode pensar em fazer uma visita nesse bequinho charmoso, localizado na Avenida Anhanguera.

Inaugurado no ano de 2014, tornou-se reflexo da tendência do urbanismo que nasceu na cidade. Foi no ano de 2015 que o espaço caiu no gosto popular, representando uma verdadeira galeria a céu aberto prestigiando a cultura do grafite.

As paredes do beco são formadas por inúmeros desenhos que, em sua particularidade, transmitem mensagens reflexivas para quem os observa. A cada traço percebido, uma nova oportunidade para contemplar toda a beleza e representatividade ali presentes.

Como nasceu o Beco da Codorna

Beco da Codorna: museu de arte urbana bem no centro de Goiânia
Foto: Reprodução/ Facebook Beco da Codorna

O museu foi idealizado por alunos de Publicidade e Propaganda e os responsáveis por dar vida ao projeto foram artistas goianos, moradores e membros da Associação dos Grafiteiros de Goiânia, em um lindo trabalho coletivo.

Quem vê o Beco da Codorna hoje, mal pode imaginar o que o local guardava até pouco tempo atrás. O simples fato de passar por perto do beco era sinônimo de medo, principalmente durante as noites. Isso porque ali se encontrava um conhecido ponto de distribuição de drogas e prostituição.

Beco da Codorna: museu de arte urbana bem no centro de Goiânia
Foto: Reprodução/ Unialfa

Ver que atualmente o ambiente se transformou em uma verdadeira obra de arte aberta para todos, é motivo de orgulho para a população goianiense. Agora, quem toma conta daquelas ruas é a arte urbana, que por essência, é acessível ao público e feita para quebrar padrões.

Diversos eventos culturais acontecem no Beco da Codorna, desde feiras até shows que trazem para os palcos bandas e artistas locais. É preciso ficar atento pois sempre rola um evento mais alternativo e que é a cara do público de Goiânia.

Beco da Codorna: museu de arte urbana bem no centro de Goiânia
Foto: Reprodução/ O Popular

Para quem adora tirar boas fotos, o Beco também se transforma em um cenário deslumbrante! Se você for bem criativo dá para tirar fotos que até mesmo interajam com as obras pintadas por todos os lados. Em todo caso, este é um cantinho da capital que reflete toda a importância da arte de rua, em sua essência mais bonita.

Confira mais informações:

O Beco da Codorna está sempre aberto!

Endereço: Entrada pela Av. Anhanguera, em Frente às Lojas Pernambucanas, entre a rua 9 e Av. Tocantins. 74043-012 Goiânia

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Gilmar Mendes: Moro tem todas as qualificações para exercer bem função de ministro

O ministro do STF, afirmou, também, esperar que o Congresso Nacional aprove o projeto de lei que autoriza o reajuste dos salários dos ministros do STF.
07/11/2018, 13h44

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta quarta-feira, 7, considerar que o juiz Sérgio Moro tem todas as qualificações para exercer e “bem” a função de ministro da Justiça, segundo ele, “numa concepção que já se vinha desenhando, de superministério”, com as funções da Justiça e Segurança Pública de volta à pasta.

“Eu considero esse modelo um progresso porque, até então, a União não se envolvia diretamente com as questões de segurança pública, mas é a União que legisla sobre direito penal, sobre direito processual penal, sobre execução penal. É a União que tem a Polícia Federal, as Forças Armadas, que cuida das fronteiras, de modo que me parece importante que ela participe, ela tem mais recursos”, disse o ministro, que participou de evento comemorativo aos 30 anos da Constituição na sede do Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP).

Gilmar Mendes fala sobre os desafios de Sérgio Moro como ministro da Justiça

Gilmar Mendes afirmou que o crime se organizou, se nacionalizou e se internacionalizou e que parece que essa concepção veio para ficar. “Acho que foi um progresso a ideia do ministério da Segurança Pública. Nós já defendíamos um SUS para a segurança pública. Essa vai ser a incumbência do juiz Moro, que terá esse desafio junto com secretários de Estados e governadores de traçar uma política também na área de segurança pública.”

Questionado sobre a questão da maioridade penal, na qual Moro defende a redução para 16 anos, Gilmar Mendes disse que a questão terá de ser discutida no Congresso Nacional, lembrando que há várias propostas sobre o tema. “É preciso ter resposta adequada para a questão e não tratar o tema apenas na perspectiva punitivista. É preciso que de fato as instituições que abriguem os menores para internação propiciem de fato, efetivamente, a ressocialização”, disse.

Reajuste do Judiciário

O ministro do STF, afirmou, também, esperar que o Congresso Nacional aprove o projeto de lei que autoriza o reajuste dos salários dos ministros do STF em 16,38%. “O Supremo já havia aprovado o projeto, foi uma deliberação colegiada. Era necessário pelas repercussões orçamentárias. Espera-se que o Congresso faça essa aprovação, fazendo o ajuste”, disse o ministro, após participação em evento.

O Senado colocou o projeto na pauta de votações desta quarta-feira, para sessão prevista para começar às 16h. A matéria foi incluída na discussão depois que o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), aprovou o requerimento, no fim da sessão desta terça-feira, 6.

Apesar de estar incluso na proposta orçamentária da Corte, o PL estava parado no Senado Federal e, depois de aprovado, precisa ser sancionado pelo presidente da República para entrar em vigor.

Em conversa com jornalistas ao final do evento no IDP, Gilmar Mendes lembrou que existem outros adicionais, que estão sendo colocados de forma talvez não muito regular, como a questão do auxílio-moradia.

“É preciso que o salário seja adequado e justo, mas que não haja abuso e penduricalho e, sobretudo, que não haja iniciativas de fura teto para de alguma forma contornar o que está estabelecido. Precisamos realmente ter essa noção e é fundamental que a legislação seja cumprida”, afirmou.

Imagens: InfoMoney 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

No Twitter, Bolsonaro responde críticas sobre composição de sua equipe

O presidente eleito recebeu críticas de que não havia escolhido mulheres para integrar a sua equipe de transição.
07/11/2018, 13h57

O presidente eleito Jair Bolsonaro usou sua conta pessoal no Twitter, no início da tarde desta quarta-feira, 7, para responder às críticas sobre a composição de sua equipe. “Não estou preocupado com a cor, sexo ou sexualidade de quem está na minha equipe, mas com a missão de fazer o Brasil crescer, combater o crime organizado e a corrupção, dentre outras urgências”, disse.

Em um outro post, ele destacou: “Algum jornalista acha mesmo que vou sair perguntando o que cada um faz na sua intimidade para indicar a cargos no governo? Isso é uma grande piada!”

Recentemente, o presidente eleito recebeu críticas de que não havia escolhido mulheres para integrar a sua equipe de transição, que já está trabalhando em Brasília.

Na composição do ministério, nenhuma ainda foi anunciada. Na equipe de transição, contudo, ele já anunciou que deverá nomear de três a cinco mulheres.

No Twitter, Bolsonaro responde críticas sobre composição de sua equipe

Imagens: Istoé Twitter 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.