Entretenimento

Conheça as melhores lojas para fazer seu enxoval em Goiânia

Está procurando por boas lojas de enxoval em Goiânia? Separamos algumas opções para sua casa e também para os futuros papais e mamães que planejam a chegada do bebê!
08/11/2018, 16h58

Já está planejando o casamento? Ou pensando em se mudar de casa? Então o ideal é ir montando seu enxoval durante o tempo que antecede essa mudança, pois é claro, todo mundo precisa de lençóis, toalhas e cobertores quando passa por esse tipo de transformação. Pensando nisso, nós aqui do Portal Dia Online separamos as melhores lojas para você montar seu enxoval em Goiânia!

Dá para ir montando tudo aos poucos e com calma, pensando sempre naquilo que cabe no seu bolso. Pensando também nos futuros papais e mamães, ao fim da lista preparamos algumas opções de enxovais para bebês, pois sabemos que o desafio de encontrar tudo sob medida para quem ainda nem chegou ao mundo é grande! Dá uma olhada!

Lojas para fazer seu enxoval em Goiânia:

Cama, mesa e banho

1 – Enxovais Paulista

Conheça as melhores lojas para fazer seu enxoval em Goiânia
Foto: Reprodução

Se você pretende montar seu enxoval em Goiânia, a Enxovais Paulista é uma das principais referências. Há anos no mercado, conta com 16 lojas espalhadas por todo o estado de Goiás e também no Distrito Federal. Suas lojas são modernas e confortáveis, sempre oferecendo o melhor atendimento para seus clientes e contando com variadas opções de cama, mesa e banho.

Horário de funcionamento: segunda a sábado, das 9h às 20h

Telefones: 

  • (62) 3224-4329
  • (62) 3223-3903
  • (62) 3945-7697
  • (62) 3942-4397

Endereços: 

  • Av. Araguaia, Nº 613 – St. Central, Goiânia – GO, 74030-100
  • Av. Goiás, 646 – Centro, Goiânia – GO, 74020-200
  • Av. Anhanguera, 5698 – St. Central, Goiânia – GO, 74043-010
  • AV 24 DE OUTUBRO, QUADRA38 LOTE 04.505-012, 74 – St. Campinas, Goiânia – GO, 74505-010

2 – Renata Tecidos e Decorações

Conheça as melhores lojas para fazer seu enxoval em Goiânia
Foto: Reprodução

Mais uma excelente opção para montar seu enxoval em Goiânia, a Renata Tecidos e Decorações conta com várias unidades espalhadas pela capital e variedade de produtos. É uma das maiores lojas de tecidos da cidade, mas também oferece para seus clientes opções em cama, mesa, banho e tudo que sua casa precisa!

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 18h30 / sábado, das 8h às 13h30

Telefones: 

  • (62) 3092-2213
  • (62) 3945-2958
  • (62) 3945-4029

Endereços: 

  • Av. Assis Chateaubriand, 432 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74130-010
  • R. 9, 230 – Centro, Goiânia – GO, 74013-040
  • R. 6, 314 – Centro, Goiânia – GO, 74023-030

3 – Vitória Enxovais

Conheça as melhores lojas para fazer seu enxoval em Goiânia
Foto: Reprodução

Com variadas opções, o Vitória Enxovais oferece os melhores produtos para sua casa. Além de contar com variadas opções para cama, mesa e banho, também é possível montar todo o enxoval de seu bebê na loja. Vale a pena conferir!

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 18h / sábado, das 8h às 13h

Telefones: 

  • (62) 3281-2012
  • (62) 3932-1515

Endereços: 

  • Rua 90, 93 – St. Sul, Goiânia – GO, 74093-025
  • Alameda Leopoldo de Bulhões, 877 – St. Pedro Ludovico, Goiânia – GO, 74820-060

4 – Bem me Quer

Conheça as melhores lojas para fazer seu enxoval em Goiânia
Foto: Reprodução

Um dos destaques para o Bem me Quer vai para o custo-benefício. É possível encontrar marcas renomadas no setor de cama, mesa e banho com preços baixos e alta qualidade. Vale a pena conhecer!

Horário de funcionamento: unidade Jamel Cecílio – segunda a sexta, das 9h às 18h30 / sábado, das 9h às 17h / domingo, das 9h às 16h

unidade anhanguera – segunda a sexta, das 8h30 às 19h / sábado, das 8h30 às 16h

Telefones: 

  • (62) 3281-5248
  • (62) 3223-2311

Endereços: 

  • 74820-050, Av. Dep. Jamel Cecílio, 1839 – Lot. Areiao, Goiânia – GO, 74820-050
  • Av. Anhanguera, 4357 – St. Central, Goiânia – GO, 74043-011

5 – Casa Central Enxovais e Tecidos

Conheça as melhores lojas para fazer seu enxoval em Goiânia
Foto: Reprodução

Localizada no Setor Campinas, também trabalha com variedade em cama, mesa, banho, tecidos e decoração. Se você pretende encontrar peças de qualidade e baixos custos é sem dúvida uma das melhores opções para enxoval em Goiânia.

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 18h / sábado, das 8h às 13h

Telefone: (62) 3233-0214

Endereço: Av. 24 de Outubro, 1357 – St. Campinas, Goiânia – GO, 74505-010

6 – Big Loja Tecidos e Decorações

Conheça as melhores lojas para fazer seu enxoval em Goiânia
Foto: Reprodução

Há mais de 40 anos atendendo o público goianiense, a Big Loja já possui muita experiência. Representa uma das melhores opções para montar seu enxoval em Goiânia, com variadas opções de tecidos, cama, mesa, banho e decoração.

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 18h / sábado, das 8h às 13h

Telefones:

  • (62) 3086-0132
  • (62) 3086-0132

Endereços:

  • Av. Honestino Guimarães, 614 – St. Campinas, Goiânia – GO, 74510-020
  • Av. 85, 231 – St. Sul, Goiânia – GO, 74080-010

7 – Vilarô Enxovais & Presentes

Conheça as melhores lojas para fazer seu enxoval em Goiânia
Foto: Reprodução/ Vilarô

Fundada em 1995, a Vilarô é uma loja familiar que sempre busca oferecer qualidade, bom gosto e beleza para seus clientes, atendendo um público diferenciado e que visa artigos exclusivos.

No ano de 2000, além de oferecer enxovais para casa, também passou por ampliações e incluiu a Coleção Baby, que se tornou referência em cuidados com o bebê.

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 9h às 19h / sábado, das 9h às 14h

Telefone: (62) 3241-2480

Endereço: Rua 9, 2461 – St. Marista, Goiânia – GO, 74150-130

Enxovais para bebês:

8 – Caraminholas

Conheça as melhores lojas para fazer seu enxoval em Goiânia
Foto: Reprodução

Se você vai montar um enxoval em Goiânia para o seu bebê, a Caraminholas oferece diversas opções tanto para o pequeno, quanto para a mamãe. Presente no mercado há oito anos, ainda é uma empresa jovem mas que já se consolidou e transformou-se em referência.

Com duas unidades, conta com lojas modernas e confortáveis, sem contar que há diversas opções para aguardar a chegada do seu bebê.

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 18h

Telefones:

  • (62) 3241-4747
  • (62) 3214-2664

Endereços:

  • Av. 136, 428 – St. Marista, Goiânia – GO, 74180-040
  • Quadra 06 – Lote 76 – Rua 5, 923 praca Tamandare – St. Oeste, Goiânia – GO, 74115-060

9 – Atacadão dos Recém Nascidos

Conheça as melhores lojas para fazer seu enxoval em Goiânia
Foto: Reprodução

É um excelente lugar para montar enxoval em Goiânia para o seu bebê. Conta com boa variedade de roupinhas e peças também para a mãe. Ótimo custo-beneficio!

Endereço: R. José Sinimbu Filho – Setor Norte Ferroviário, Goiânia – GO, 74063-340

10 – Atacadista Arco Íris

Conheça as melhores lojas para fazer seu enxoval em Goiânia
Foto: Reprodução

Com mais de 23 anos de experiência, é uma tradicional lojinha de enxoval em Goiânia, especializada em peças para bebês e confecções de 0 a 10 anos. É possível encontrar de tudo para esperar seu bebê, dese roupinhas até sapatinhos e móveis para decoração.

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 18h / sábado, das 8h às 13h

Telefone: (62) 3223-9437

Endereço: Av. Anhanguera, 6196 – St. Aeroporto, Goiânia – GO, 74075-010

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Biblioteca é implantada na Asdown, em Goiás

Ideia primordial é promover uma inclusão inversa e fazer com o que o portador da síndrome de down seja incluído na sociedade como um todo, não apenas em uma instituição.
08/11/2018, 17h00

A síndrome de Down, também conhecida como síndrome do cromosso 21 , você já conhece. Mas você já ouviu falar da Biblioteca Asdown? Bom, caso não tenha ouvido falar dela, o Portal Dia Online traz agora para você o que é este projeto, idealizado pela Bibliotecária Keyla de Farias e mestranda do curso de comunicação, mídia e cultura da Universidade Federal de Goiás (UFG).

Keyla conta que há 15 anos frequenta a Associação Down de Goiás (Asdown) e fez um levantamento dentro da associação, onde verificou a ausência de políticas voltadas para cultura dentro da associação.

A bibliotecária ressalta que a ideia do projeto se deu com o mestrado, mas que na verdade quem teve a ideia “foi minha irmã e eu acabei implantado ela na Asdown, porque tenho uma sobrinha portadora da síndrome”.

Biblioteca é implantada na Asdown, em Goiás
Foto: Keyla e sua sobrinha Victórya.

A mestranda da UFG diz que o projeto não é apenas para fazer com que os portadores da síndrome tenham acesso somente aos livros. Ao implantar a biblioteca na associação “a intenção é desenvolver atividades culturais e por meio delas os meninos se desenvolvam no âmbito da leitura, participando de vários exercícios, para a partir daí desenvolver o cognitivo deles”, conta.

Associados da Asdown e doações pelas redes sociais

De acordo com Keyla, atualmente a associação possui 700 associados. E que a mudança de presidente contribuiu para a implantação da biblioteca. O projeto foi apresentando à diretoria da associação e as mães dos associados, que aceitaram a iniciativa.

Keyla conta que com aceitação do projeto, foi cedida uma sala na Asdown para montar a biblioteca e através das redes sociais conseguiram doações de materiais e ajuda financeira com a comunidade, dentro da UFG com alguns professores, o que possibilitou a reforma do local.

Além do dinheiro arrecadado para a reforma da sala onde a biblioteca será montada. A idealizadora do projeto afirma que “já temos uma quantidade expressiva de livros, que nos foi doada e tudo que adquirimos até o momento, foi pelas redes sociais”.

A bibliotecária revela que falta adquirir alguns materiais específicos. Para conseguir estes materiais irá buscar verbas para comprá-los e assim poder trabalhar com os meninos. Keyla comenta que “a intenção é fazer com que a biblioteca da Asdown, seja uma biblioteca de referência para estudos científicos e pesquisas no desenvolvimento da síndrome de down.”

Inclusão Inversa

A intenção de Keyla é promover uma inclusão inversa, ela explica que ao invés da sociedade simplesmente aceitar o portador da síndrome de down nas escolas regulares, a sociedade passe a aceitar o portador num todo, não apenas em uma instituição.

De acordo com a bibliotecária “ao levar a biblioteca para o mundo deles, ou seja, para associação, a sociedade vai começar a participar, a conhecer o que é a Asdown, pois vão conviver mais com os portadores da síndrome e vão perceber todas às suas dificuldades e que assim como todo ser humano tem limitações, então a sociedade vai perceber que eles também tem condições de avançar”.

Keyla afirma que a implantação da biblioteca é apenas o primeiro passo, que a partir do momento que forem promovidas oficinas, atividades cientificas e culturais, não apenas os pais, mas toda sociedade irá participar e conhecer mais sobre a síndrome de down.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Polícia descobre velório de bebê em caixa de papelão, no Piauí

Uma cova havia sido feita no quintal para enterro da criança.
08/11/2018, 17h21

Familiares velavam um bebê recém nascido na cidade do Norte do Piauí, por volta de 7h da manhã na última terça-feira (6/10) quando a Polícia Civil de Cocal interrompeu o velório.

O corpo do bebê foi periciado e a polícia investiga se a criança nasceu morta, se houve um aborto ou se o bebê foi morto pela mãe, que não foi identificada. A criança não teve o sexo divulgado.

A polícia foi acionada após uma denúncia anônima, que informava que um bebê estava sendo velado em uma caixa de papelão e iria ser enterrado no quintal de uma residência.

A polícia se dirigiu ao local e interrompeu o velório, levando a caixa com a criança para a perícia.

Mãe escondeu gravidez no Piauí

Para o G1 Piauí, a delegada Daniella Dinali informou que a mãe do bebê escondeu a gravidez durante os noves meses.

“A família questionava, mas ela negava. Ainda vamos ouvi-la para saber o que exatamente aconteceu”, explicou.

A jovem foi encaminhada para internação em um hospital da cidade para a realização de uma cirurgia e não prestou depoimento à polícia. A delegada Daniella explicou que tudo indica que a criança nasceu de parto normal. A polícia está aguardando o resultado da perícia.

“Todos os exames já foram feitos e agora estamos fazendo as investigações para saber se foi um infanticídio ou se não houve crime nenhum.”

Via: G1 
Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Educação

Escolas de Goiânia começam receber, ainda este ano, campanha de prevenção à violência contra a mulher

Objetivo é combater a incidência de agressões e prevenir novos casos.
08/11/2018, 17h35

As escolas municipais de Goiânia devem receber, ainda este ano, uma campanha de prevenção à violência contra a mulher. A ação é projetada pela Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres de Goiânia, juntamente com Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça de Goiás. O objetivo é, além de combater a incidência de agressões, prevenir novos casos.

O projeto está em desenvolvimento, mas deve ser iniciado ainda em 2018, com a entrega de informativos e materiais  didáticos nas escolas da capital. Já a Coordenadoria da Mulher disponibilizará palestras psicoeducativas feitas por assistentes sociais e psicólogas, e também o atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica.

Na manhã desta quinta-feira (8/11), a presidente da Coordenadoria Estadual da Mulher, a desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis, e a secretária Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres de Goiânia, Ana Carolina Almeida, se reuniram para definir ações da campanha.

Casos de violência contra mulher em Goiânia

De janeiro a setembro deste ano, foram registradas 3.185 ocorrências de violência contra mulher, em Goiás. Os dados estatísticos de crimes de violência doméstica e familiar são da Secretaria da Segurança Pública do Estado de Goiás (SSP-GO), divulgados por meio do Painel Estratégico de Segurança do Estado. No mesmo período do ano passado, foram comunicados à polícia 3.671 casos.

Goiânia ficou em destaque com o maior número de casos nos nove meses, sendo registradas na capital do estado 468 ocorrências, o que corresponde a 19,1% do valor total. Em segundo está Luziânia, com 11,6% (283 ocorrências), seguida de Formosa, com 10,8% (265 ocorrências) e Anápolis com 10,5%, sendo 258 registros. Também aparecem na lista: Itumbiara, com 251 casos ; Rio Verde – 227; Águas Lindas – 186; Iporá – 181; Cidade de Goiás – 174 e Porangatu, com 156.

De acordo com o levantamento, também até setembro, foram computados 25 casos de feminicídio no estado, além de quase 50 tentativas. As vítimas tinham de 14 a 54 anos e foram assassinadas pelos ex ou atuais companheiros.

Via: TJ-GO 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Restos mortais de Sabotinha serão enterrados nesta sexta-feira, em Aparecida de Goiânia

O enterro vai ocorrer às 9h, no Cemitério Municipal Jardim da Esperança, em Aparecida.
08/11/2018, 18h39

Os restos mortais do rapper Kaíque Liberato de Melo, o MC Kaíque Sabotinha, de 17 anos, serão sepultados amanhã (9/11), às 9h, no Cemitério Municipal Jardim da Esperança, no Setor Buenos Aires, em Aparecida de Goiânia.

Conforme o Portal Dia Online publicou com exclusividade no último dia 30, a ossada encontrada em uma cova rasa no meio do matagal no dia 25 de outubro é do rapper Sabotinha.

O pai do adolescente soube pela reportagem do Dia Online que uma ossada poderia ser de seu filho. Ele foi ao Instituto Médico Legal (IML), organizou a documentação e se submeteu ao exame, que deu positivo, conforme o resultado divulgado na última quarta-feira (7/11).

O delegado responsável pelo caso, Valdemir Branco disse que agora é possível prender os responsáveis pelo sumiço e morte do jovem. “Agora temos a prova material, falta apurar a autoria.” Sem dar detalhes, Branco informa: “Eu tenho um caminho, uma linha de investigação.”

Após a divulgação do resultado, diversas mensagens foram postadas em um perfil do jovem nas redes sociais. Familiares, amigos e admiradores das músicas e rimas compostas pelo rapper se manifestaram de diversas formas para homenageá-lo.

O pai do jovem,  Jonas Melo, confirmou para a reportagem que, agora, “parte da história teve um fim”. “A gente não sabe como fica. Não sabe se é alivio ou se fica pior”, disse, assim que pegou o resultado do exame no final da tarde da última quarta-feira (7/11).

Relembre o caso MC Kaíque Sabotinha

O conhecido rapper foi levado de casa por supostos policiais no dia 22 de novembro de 2017. Sabotinha estava com 0 irmão quando homens armados invadiram a casa deles no bairro Colina de Homero, em Aparecida de Goiânia.

O trio estava vestido de preto, com bonés e óculos escuros, abriu o portão sob os gritos de: “Não corre, não. É polícia”. Enquanto pediam para Sabotinha entregar uma arma e ameaçá-lo de prisão, o irmão dele,  Kamn Liberato, ficou deitado no chão da cozinha de costas, em silêncio, com medo de morrer. Os homens subiram no telhado e reviraram a casa.

Sabotinha nunca mais foi visto depois de ser colocado em um Ford Fiesta preto descaraterizado. Os mesmos homens desceram a rua e foram à casa de um mecânico, pai de um amigo de Sabotinha. Queriam levá-lo também. Policiais que investigaram o caso contaram à reportagem que procuraram a família, mas ninguém foi encontrado.

Escondido por medo, Kamn é a única testemunha do que aconteceu na noite em que seu irmão desapareceu. Ele e a família, inclusive, abandonaram a casa para resguardar a vida.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.