Goiás

Obras da Antiga Estação Ferroviária de Goiânia devem ser entregues no início de 2019

Após passar muito tempo em estado de abandono e representar riscos à população, a Antiga Estação Ferroviária de Goiânia está passando por reformas e pode ser entregue no início de 2019.
13/11/2018, 16h21

A Antiga Estação Ferroviária de Goiânia é um dos maiores ícones da arquitetura da cidade. Foi inaugurada no ano de 1950 e faz parte do projeto urbanístico do arquiteto Attílio Correa Lima, responsável por integrar o estilo de art déco aos principais prédios e construções de Goiânia.

Sua área interna possui painéis que foram pintados por Frei Confaloni, considerado um dos maiores expoentes do modernismo goiano. Mesmo após deixar de funcionar, a estação era um dos principais pontos turísticos da cidade, vista por muitos como um dos prédios mais bonitos.

No entanto, à medida que o tempo foi passando o local foi abandonado pelos órgãos públicos e se tornou vítima de descaso, representando insegurança para quem passasse por perto. Felizmente, ao passar pela Praça do Trabalhador ou imediações, é possível notar que a Antiga Estação Ferroviária de Goiânia passa por um intenso processo de revitalização, e tudo indica que já está quase pronta!

Segundo Beatriz Otto de Santana, coordenadora-técnica do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em Goiás, o processo de revitalização pode ter fim antes da data prevista. As obras tiveram início ainda no mês de janeiro de 2018 e a expectativa agora é de que sejam entregues no início de 2019.

Revitalização da Antiga Estação Ferroviária de Goiânia

Obras da Antiga Estação Ferroviária de Goiânia devem ser entregues no início de 2019
Foto: Reprodução/ Diário de Goiás

O projeto contempla a requalificação de todas as instalações do prédio, bem como o de seus entornos, a exemplo da própria Praça do Trabalhador. De acordo com Beatriz Otto, o custo total para as reformas será de R$ 5,8 milhões, conseguidos do Governo Federal pelo programa PAC Cidades Históricas, do Iphan.

A reforma, que foi desenvolvida pela arquiteta Janaína de Castro, inclui a criação de um museu, um café, um local para leitura e a recomposição dos trilhos. Também está prevista a reconstrução de uma fonte em homenagem ao monumento do trabalhador, que acabou sendo demolido durante o período da ditadura militar.

A revitalização está sendo planejada em dois pilares, apoiando-se na reforma estrutural e artística da Antiga Estação. Assim como mencionado anteriormente, o interior do edifício é formado por pinturas e obras de arte de grande valor cultural.

Obras da Antiga Estação Ferroviária de Goiânia devem ser entregues no início de 2019
Foto: Reprodução/ O Popular, Marcello Dantas

As obras já estão em estágio avançado e por isso podem ser concluídas antes do previsto. Para a coordenadora-técnica do Iphan, um dos maiores desafios foi eliminar os danos que o excesso de água provocou nos painéis de Frei Confaloni.

No atual estágio as reformas já contemplam os entornos da Antiga Estação Ferroviária de Goiânia. Segundo o projeto, por ali terá um espaço destinado a paisagismo, áreas de descanso e contemplação e áreas de playground. Sem contar que a iluminação e sinalização também serão reforçados, garantindo mais segurança para o ambiente mesmo nos períodos da noite.

A partir do momento em que a obra for entregue, a ideia é que ela tenha usos diversos e atenda a todos os públicos, mesmo aqueles que não se interessam inicialmente em cultura.

Será instalado um posto de atendimento do Atende Fácil, que é um serviço do município ao cidadão, e também um Centro de Atendimento ao Turista (CAT). Pensando em futuras exposições, também será possível encontrar espaços vinculados à Secretaria de Cultura. O objetivo é transformar o local em um ambiente para todos, atendendo a variadas demandas.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Marquinhos enaltece 'poderosa' dupla uruguaia

Zagueiro do Paris Saint-Germain exaltou a qualidade de Luis Suárez e Cavani; defensor também se colocou à disposição para jogar de volante, caso o técnico Tite queira improvisar.
13/11/2018, 16h26

Um dos responsáveis da seleção brasileira por marcar o forte ataque rival no amistoso contra o Uruguai, nesta sexta-feira, no Emirates Stadium, em Londres, o zagueiro Marquinhos exaltou a qualidade de Luis Suárez e Cavani, este último seu companheiro no Paris Saint-Germain, da França.

O defensor disse que a dupla uruguaia é “bem poderosa” e colocou os dois atacantes entre os principais do futebol mundial na atualidade. Cavani, a quem Marquinhos conhece de perto, é companheiro do brasileiro no time francês desde 2013.

“Realmente é uma dupla bem poderosa. Já enfrentei os dois jogadores e sei muito bem da qualidade que eles têm. Correspondem ao estilo de jogo da seleção uruguaia. Existem muitos bons jogadores que também têm companheiros de ataque muito bons. Mas coloco eles no topo mundial”, afirmou o jogador em entrevista coletiva nesta terça-feira, em Londres.

“Durante o jogo, a gente deixa o companheirismo de lado. Cada um defende seu país. A gente procura fazer o melhor, assim como fizemos nos jogos anteriores. É um grande amigo que tenho. Tenho uma proximidade muito boa, sentamos próximos nos vestiários. É uma pessoa de um bom caráter. Muito trabalhador. Luta pelos seus objetivos e só tenho coisa boa para falar”, emendou Marquinhos sobre Cavani.

Marquinhos se coloca à disposição para jogar como volante

O zagueiro lamentou os desfalques de Philippe Coutinho e Casemiro, que se machucaram e, por isso, foram cortados da seleção, mas confia que o elenco tem peças para substituir as ausências. Ele, inclusive, se colocou à disposição para jogar de volante, caso Tite queira improvisar.

“O professor já me testou na lateral e sabe que pode contar comigo onde precisar. Mas a seleção tem bastante variedade. O Casemiro não está, mas os jogadores que estão aqui podem fazer isso muito bem. Diferente do clube, que quando faltou uma peça, eu pude ajudar meus companheiros. O professor ainda não falou sobre isso. Mas se precisar, vou estar disponível”, garantiu.

O Brasil enfrenta o Uruguai nesta sexta-feira, às 18 horas (de Brasília), no Emirates Stadium, estádio que pertence ao Arsenal. Na terça seguinte, o segundo adversário será o Camarões, às 17h30, no pequeno MK Stadium, de propriedade do Milton Keynes Dons, time da quarta divisão inglesa.

Imagens: UOL 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Comandante da GCM de Planaltina de Goiás é preso por vender veículos apreendidos

Mesmo com os levantamentos e provas no inquérito, o comandante da GCM de Planlatina de Goiás, Francisco Jesser nega todas às acusações.
13/11/2018, 16h43

O Comandante da Guarda Civil de Planaltina de Goiás (GCM), no Entorno do Distrito Federal, Francisco Jesser foi preso na manhã desta terça-feira (13/11), suspeito de vender veículos apreendidos nos pátios do Guarda da cidade.

O delegado Bruno Ramos afirmou ao Portal Dia Online que recebeu a denúncia através da corregedoria da GCM de Planaltina e passou a investigar o caso. A investigação durou pouco menos de um mês.

“Apesar de todos os documentos comprovarem a venda dos veículos, o comandante da guardar negou todas as acusações”, disse Bruno Ramos. Segundo o ele, o caso continua sob investigação, pois não foi possível determinar se eram apenas carros ou motos apreendidos que eram vendidos.  O comandante liberava os veículos para pessoas que não eram os verdadeiros donos.

“Uma moto que valia R$ 9 mil reais e estava apreendida no pátio, foi liberada pelo valor de R$ 2 mil reais”, conta o delegado. O esquema funcionava da seguinte forma: o comandante liberava o veículo que estava apreendido por um valor muito abaixo.

Bruno Ramos é taxativo: “a pessoa quando for comprar um veículo ou qualquer outro produto, tem que desconfiar quando o valor é muito baixo, pois pode ter certeza que tem alguma coisa errada”.

As pessoas que compraram os veículos de forma irregular, poderão ser autuadas pelo crime de receptação, tendo em vista que não têm em mãos os documentos de transferência dos veículos.

Suspeito era chefe da agência de trânsito da cidade

O Subcomandante da Guarda Civil Metropolitana (GCM) de Planaltina de Goiás, Eduardo Araújo, disse ao Portal Dia Online que não tem mais informações porque as denúncias ainda estão sendo investigadas .

Eduardo Araújo afirma que o caso aconteceu no período em que Francisco Jesser se licenciou para chefiar a agência de trânsito da cidade. O subcomandante afirma que a corregedoria está investigando o caso e o Processo Administrativo foi instaurado.

Caso seja comprovado o envolvimento do comandante na venda dos veículos apreendidos nos pátios da GCM da cidade, ele pode ser exonerado. O subcomandante Eduardo Araújo, pontua que a GCM, neste momento, acompanha o desenrolar das investigações.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Bolsonaro considerou normal declaração sobre disseminação de conteúdo

Respostas transmitidas pelas empresas de mídias sociais (Facebook, Twitter e Instagram) à Justiça Eleitoral, informaram que não recebeu para impulsionar campanha do presidente eleito.
13/11/2018, 16h45

O presidente eleito Jair Bolsonaro disse hoje (13) que considerava “normal” as respostas transmitidas pelas empresas de mídias sociais à Justiça Eleitoral, informando que sua campanha não pagou pela disseminação de conteúdo. Ele negou ter tratado sobre o tema com a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Rosa Weber, durante visita nesta tarde.

“Não conversei sobre isso”, disse o presidente eleito. “Nunca impulsionei nada. A notícia plantada foi para me prejudicar”. No jargão jornalístico, notícia plantada é aquela sem sustentação de fatos nem dados.

Facebook e Twitter informam que campanha de Bolsonaro não pagou por disseminação de conteúdo

As respostas do Facebook e Twitter foram transmitidas após o ministro do TSE Luís Roberto Barroso, relator da prestação de contas de Bolsonaro, solicitar as informações às empresas, especificamente sobre eventual pagamento pelo impulsionamento de conteúdo.

Facebook, Instagram e Twitter também informaram que poderiam fornecer informações de páginas e contas, além das páginas oficiais registradas no TSE.

Imagens: InfoMoney 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Mais de 40 mil celulares piratas foram bloqueados em Goiás e no DF

Aparelhos bloqueados não foram certificados, nem homologados e não passaram pelos testes de segurança necessários.
13/11/2018, 16h58

Até julho deste ano, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) bloqueou mais de 40 mil celulares piratas em Goiás e no Distrito Federal. O dado corresponde a 0,3% dos aparelhos móveis em funcionamento no dois locais, sendo 7.278.719 no estado e 5.308.975 no DF. O bloqueio dos aparelhos irregulares começou a ser realizado em maio de 2018.

Em 8 de dezembro, a Anatel bloqueará celulares piratas no Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Tocantins. As mensagens de alerta já começaram a ser enviadas.

Nos estados da Região Nordeste e demais estados da Região Norte e Sudeste, incluindo São Paulo, os usuários de aparelhos irregulares receberão mensagens a partir de 7 de janeiro de 2019, e o bloqueio ocorrerá a partir de 24 de março.

Quem habilitar um celular irregular nas operadoras de telefonia, a partir do dia 23 de setembro, receberá mensagem de SMS, sobre a irregularidade e alertando sobre o bloqueio. Já os aparelhos adquiridos antes do dia 23 não serão afetados. A Agência não pretende prejudicar os usuários que adquiriram os celulares de boa fé, sem o conhecimento da irregularidade.

Celulares piratas bloqueados

Os 41.827 celulares piratas bloqueados em Goiás e no Distrito Federal, segundo a Anatel, não foram certificados, nem homologados e não passaram pelos testes de segurança necessários, ou seja, oferecem riscos aos usuários por serem fabricados com materiais de baixa qualidade.

Ao adquirir um aparelho móvel, deve-se verificar a presença do selo da Anatel ou se o aparelho for usado é preciso ter o número do IMEI (digite em seu aparelho *#06#) para realizar a consulta pelo seguinte endereço: http://www.anatel.gov.br/celularlegal/consulte-sua-situacao.

Mensagem de aviso da Anatel

Os comunicados da Agência Nacional de Telecomunicações são feitos em quatro etapas e por meio do número 2828. As três primeiras mensagens são com o seguinte texto:

Operadora avisa: Pela Lei 9.472 este celular está irregular e não funcionará nas redes celulares em XX dias. Acesse www.anatel.gov.br/celularlegal ou ligue *XXXX

Já o último aviso, feito na véspera do bloqueio, vem com o seguinte comunicado:

Operadora avia: Este celular IMEI XXXXX é irregular e deixará de funcionar nas redes celulares. Acesse www.anatel.gov.br/celularlegal ou ligue *XXXX

Imagens: Verdes Pampas 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.