Entretenimento

Jardim Botânico de Goiânia: maior unidade de conservação da cidade

O Jardim Botânico de Goiânia representa a maior unidade de conservação da cidade, abrigando mais de 2 mil espécies de plantas e inúmeros animais silvestres.
14/11/2018, 14h50

Cansado da mesma rotina de sempre e procurando por um lugarzinho tranquilo para relaxar? Que tal fazer uma visitinha ao Jardim Botânico de Goiânia? É bem provável que você já o conheça, mas se lembra de quando foi a última vez em que fez um passeio por ali? É realmente estranho imaginar que um lugar tão bonito e calmo seja injustiçado e, muitas vezes, esquecido pelos goianienses.

Localizado no bairro Pedro Ludovico, o Jardim é considerado como a maior área verde da cidade. Apenas para que você tenha ideia, conta com extensão de 1 milhão de m². Isso mesmo! É a opção perfeita para quem pretende tirar um tempinho para si e fazer uma intensa conexão com a natureza.

Para se ter noção de quanta vida existe no local, é válido mencionar que há um remanescente de área fechada de mata, onde vivem plantas nativas do cerrado e diversos animais silvestres. Ao passear pelo parque é bem provável que você dê de cara com algum deles, por mais que o canto dos pássaros seja sempre o que chama mais atenção.

Entre suas atrações, ainda é possível mencionar um lindo e enorme lago, pista para caminhada, um borboletário, paisagens dignas de filme e é claro, muita paz e calmaria.

Jardim Botânico de Goiânia e um pouco de história

Jardim Botânico de Goiânia
Foto: Reprodução/ Wikimedia

O projeto do local foi inicialmente desenvolvido para que ele servisse como reserva ambiental para proteger as nascentes do Córrego Botafogo. Hoje, conta com três nascentes perenes e uma intermitente do córrego, mais três lagos.

Embora tenha sido fundado em 1978 e seja considerado como a maior unidade de conservação da cidade, o Jardim Botânico de Goiânia ainda permanece desconhecido por muita gente. O objetivo do lugar é manter vivo o cultivo de plantas representativas de gênero e espécie, que passam a ser conservadas, herborizadas e identificadas.

Jardim Botânico de Goiânia
Foto: Reprodução/ 321 Achei

Quem visita o jardim percebe que ele é dividido em duas partes. Em uma delas é possível encontrar o viveiro da Prefeitura, onde se desenvolvem plantas ornamentais que são destinadas para o plantio em áreas verdes da cidade. Do outro lado se encontra a sede do Jardim Botânico, que contempla algumas estruturas para lazer e um viveiro próprio, com plantas nativas utilizadas na revegetação das áreas degradadas da cidade.

Para quem gosta do contato com a natureza, aqui vai uma curiosidade: é possível apreciar um acervo que conta com mais de 2 mil espécies de plantas! Jatobá, Buriti, Jaracandá Mimoso. Mutamba, Pau-Terra, Murici, Embaúba, Jequitibá e Ipês Roxo e Amarelo são apenas alguns exemplos das belezas que se pode encontrar pelo Jardim. Vale lembrar que, por se tratar de uma área de conservação, é estritamente proibido alimentar os animais e jogar lixo em suas dependências. Pode parecer óbvio, mas infelizmente não são todos que se atentam a esses detalhes.

Incêndio de 2017

Jardim Botânico de Goiânia
Foto: Reprodução

Já no finalzinho do ano de 2017, precisamente no mês de setembro, o Jardim Botânico de Goiânia sofreu com um grave incêndio que, segundo a organização do local, consumiu cerca de 10% de sua área. Foram perdidos aproximadamente 72 mil m² de sua mata fechada. A suspeita é de que a mistura entre vento e tempo seco seja responsável pelo incidente.

Felizmente, houve a recuperação da parte destruída e os danos acabaram sendo minimizados. Mas é importante lembrar que qualquer atitude nociva no ambiente pode ser responsável por uma tragédia de inestimado tamanho. Ao visitar o Jardim, cuide dele! Aprecie toda a beleza do lugar, mas não se esqueça da responsabilidade ambiental!

Como chegar?

Endereço: Av. Botafogo, 2981-3105 – St. Pedro Ludovico, Goiânia – GO, 74805-100

Funcionamento: o acesso é livre e gratuito durante todos os dias da semana

Via: Xapuri TripAdvisor G1 
Imagens: 321 Achei 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Donos de garagem de veículos são suspeitos de aplicar golpe, em Goiânia

Dano inicial é de aproximadamente R$ 70 mil reais.
14/11/2018, 16h51

Os donos de uma garagem de venda de veículos, que não teve o nome revelado e fica na Avenida República do Líbano, no Setor Aeroporto, em Goiânia, são suspeitos de estelionato contra clientes do estabelecimento.

O caso é investigado pelo delegado da Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), Isaias Pinheiro. O delegado afirmou ao Portal Dia Online que um cliente da garagem o procurou há cerca de 20 dias, informando que deixou um carro para vender com os donos da garagem e quando o veículo foi vendido, o dinheiro da venda não foi repassado a ele.

Isaias Pinheiro conta que o dano aproximado para a vítima gira em torno de R$ 70 mil reais, porém como as investigações estão no início é possível que o número de vítimas e o dano seja maior do que o levantando até o momento.

O número de vítimas pode ser maior

O delegado procura mais provas e testemunhas que possam contar como funcionava o esquema da garagem. Além de ouvir outros clientes que possam ter sido vítimas dos donos do estabelecimento.

Outras vítimas, diz o delegado, procuraram a delegacia. “As investigações estão em andamento, nós vamos ouvir outros clientes e testemunhas para comprovar a versão do primeiro denunciante. Identificar se houve o crime de estelionato”, comenta Isaias.

O próximo passo é ouvir os suspeitos para dar continuidade à investigação policial.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Dia Gourmet

Conheça as melhores docerias e confeitarias em Goiânia

Procurando pelas melhores confeitarias em Goiânia? Seja para seu evento ou apenas para um passeio com os amigos, a cidade tem excelentes opções!
14/11/2018, 16h55

O que faria você dar aquele intervalinho na dieta? Pode não ser uma pergunta muito difícil, mas provavelmente os doces são os maiores responsáveis por quem cai na tentação. Mas convenhamos, sempre é bom se deliciar com um bom chocolate ou pedaço de torta sem se preocupar com as calorias a mais. Portanto, se você procura por boas docerias e confeitarias em Goiânia, seja para levar os amigos ou para fazer seu evento, podemos te ajudar!

Nós aqui do Portal Dia Online preparamos uma listinha com endereços que oferecem variadas opções e sabores, um mais gostoso que o outro. Dá uma olhada!

Docerias e confeitarias em Goiânia para você conhecer:

1 – Richesse

docerias e confeitarias em Goiânia
Foto: Reprodução

Fundada em 1991, ali mesmo na República do Líbano, começou bem pequena e hoje é referência quando falamos das docerias e confeitarias em Goiânia. Trabalham com mais de 50 tipos de tortas, 30 sabores de sorvetes genuinamente italianos, sem contar as centenas de doces, bombons, macarons e tantos outros doces. Vale lembrar que também há a linha de salgados e pratos quentes, tudo uma delícia!

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 20h / sábado, das 8h às 19h (horários podem variar de acordo com a unidade)

Telefones: 

  • (62) 3515-0808
  • (62) 3926-7050
  • (62) 3546-2211
  • (62) 3095-0050
  • (62) 3281-5444

Endereços:

  • Avenida T-10, nº 1300 –St. Bueno, Goiânia – GO, 74223-063
  • Av. Dep. Jamel Cecílio, 3061 –Jardim Goiás, Goiânia – GO, 74810-100
  • Av. Dep. Jamel Cecílio, 3300 –Jardim Goiás, Goiânia – GO, 74810-907
  • Av. República do Líbano, 1706 –St. Oeste, Goiânia – GO, 74115-130
  • Al. Dom Emanuel Gomes, 111 –St. Marista, Goiânia , GO – 74180-090

2 – Confeit’art Confeitaria

docerias e confeitarias em Goiânia
Foto: Reprodução

Com excelente atendimento e serviços impecáveis, esta é sem dúvida uma das melhores confeitarias em Goiânia. Especializada em bolos decorados para casamentos e aniversários, ainda trabalham com doces temáticos feitos em acabamentos lindos e delicados. Vale a pena conhecer!

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 9h às 18h / sábado, das 8h às 12h

Telefone: (62) 3541-7473

Endereço: R. Trinta e Dois, 210 – St. Marista, Goiânia – GO, 74150-210

3 – Sonho Meu Chocolates

docerias e confeitarias em Goiânia
Foto: Reprodução

Doceria focada na produção de chocolate, oferece serviços para aniversários e casamentos e ainda servem suas delícias no ambiente. Para os amantes de chocolate, há boas e variadas opções para escolher. Destaque também para as tortas, que são deliciosas e possuem preços justos.

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 9h às 19h / sábado, das 9h às 13h

Telefone: (62) 3231-1700

Endereço: R. 18, 254 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74120-080

4 – Cravo e Canela Confeitaria

docerias e confeitarias em Goiânia
Foto: Reprodução/ Cravo e Canela

Há mais de 35 anos no mercado, é uma das mais lembradas docerias e confeitarias em Goiânia. Trabalham com cestas, doces e tortas e além do serviço em suas unidades, ainda oferecem seus produtos para eventos. É possível encontrar variedade em sabores, agradando até mesmo o mais apurado dos gostos. Vale a pena experimentar!

Horário de funcionamento: segunda a sábado, das 8h às 19h / domingo, das 9h às 17h (horários podem variar de acordo com a unidade)

Telefones: 

  • (62) 3942-9474
  • (62) 3093-5151
  • (62) 3924-9474

Endereços:

  • Rua T-10, 235 – Setor Bueno – St. Bueno, Goiânia – GO, 74223-060
  • Av. Dep. Jamel Cecílio, 2358 – Jardim Goiás, Goiânia – GO, 74810-100
  • Shopping Bougainville – Quadra E16 – Lote Área – Loja 2C 1855 Rua 9 – St. Marista, Goiânia – GO, 74150-130

5 – Mastrella Confeitaria Artesanal

docerias e confeitarias em Goiânia
Foto: Reprodução

Mastrella é uma das confeitarias em Goiânia que possuem bastante experiência. Presente no mercado desde 1999, trabalha oferecendo tortas doces e sobremesas feitas de forma artesanal para seus clientes. No local também funciona uma charmosa cafeteria, tudo isso em um espacinho confortável e acolhedor.

Horário de funcionamento: segunda a sábado, das 10h30 às 19h30

Telefone: (62) 3587-2696

Endereço: Rua 13, 842 – St. Marista, Goiânia – GO, 74150-140

6 – Doce Paladar Express

docerias e confeitarias em Goiânia
Foto: Reprodução

Se você está em busca das melhores confeitarias em Goiânia, então precisa conhecer a Doce Paladar! No mercado há mais de 20 anos, é natural de Anápolis mas conseguiu crescer e se expandir. Nasceu como uma empresa familiar e à medida que o tempo foi passando, buscou inovar e hoje já possui 9 lojas em Goiás.

Trabalham com tortas doces e salgadas, bombons recheados, pães de mel com cafés e chás, e o clima do ambiente é bem descontraído e ideal para ir com os amigos.

Horário de funcionamento: segunda a sábado, das 8h às 18h30 (horários podem variar de acordo com a unidade)

Telefones: 

  • (62) 3241-5632
  • (62) 9 9686.2442

Endereços:

  • Rua Cento e Trinta e Dois, N°391, Setor Sul
  • Buriti Shopping – Praça de Alimentação, Piso 2

7 – Sabor & Art

docerias e confeitarias em Goiânia
Foto: Reprodução

Prezando sempre pela delicadeza de cada trabalho, a Sabor & Art também é referência de confeitaria na cidade. Com ótimo atendimento, trabalham com bolos, tortas, doces e bombons dos mais variados sabores, atendendo também a festas de aniversário e casamento. É tudo uma delícia!

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 9h às 18h / sábado, das 8h às 13h

Telefone: (62) 3088-1218

Endereço: R. P-22, 220 – St. dos Funcionários, Goiânia – GO, 74543-360

8 – Doce Doce

docerias e confeitarias em Goiânia
Foto: Reprodução

Com ambiente bonito e agradável, a doceria oferece boa variedade em doces, tortas, bolos e opções salgadas para seus clientes. O atendimento é muito bom e os preços cabem no bolso!

Horário de funcionamento: segunda a sábado, das 7h30 às 19h30

Telefone: (62) 3224-6069

Endereço: Rua 9, 431 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74110-140

9 – Mariana Perdomo

docerias e confeitarias em Goiânia
Foto: Reprodução

Mariana Perdomo já se transformou em uma das mais tradicionais docerias de Goiânia. Com variadas e deliciosas opções, sempre tem aquele doce para agradar até o mais exigente dos paladares. O ambiente possui uma decoração bonita e o clima é bastante acolhedor. Vale a pena conhecer!

Horário de funcionamento: todos os dias, das 10h às 21h

Telefone: (62) 3093-8989

Endereço: Av. T-4, 1478 – St. Bueno, Goiânia – GO, 74230-050

10 – Della Empório

docerias e confeitarias em Goiânia
Foto: Reprodução

A Della é uma conhecida panificadora de Goiânia, no entanto, oferece serviços que vão muito além da panificação. Os clientes podem encontrar bolos, biscoitos caseiros, além de sanduíches e tortas salgadas.

Horário de funcionamento: segunda a sábado, das 6h às 22h / domingo, das 6h às 21h (horários podem variar de acordo com a unidade)

Telefones: 

  • (62) 3092-5033
  • (62) 3089-4500

Endereços:

  • Rua T-37, 3000 Ed. Ônix Bueno Residence, Setor Bueno, Goiânia – Go
  • Av. C-4, 40 – Jardim América, Goiânia – Go.

11 – Delicatesse do Castro’s

Conheça as melhores docerias e confeitarias em Goiânia
Foto: Reprodução

Em uma confeitaria moderna, os clientes podem encontrar doces finos e tortas feitas artesanalmente. Sem contar que ainda é possível desfrutar de bebidas variadas e salgados da casa.

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 10h às 19h / sábado, das 10 às 17h

Telefone: (62) 3096-2355

Endereço: Av. República do Líbano, 1520 – Setor Oeste, Goiânia – GO, 74115-030

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Trânsito

PRF alerta motoristas para risco de acidentes durante o feriado, em Goiás

Com o aumento do fluxo de veículos e  período chuvoso, os condutores precisam redobrar a atenção nas estradas.
14/11/2018, 17h08

Às vésperas do feriado da Proclamação da República, nesta quinta-feira (15/11), a Polícia Rodoviária Federal chama a atenção dos motoristas e passageiros que vão trafegar por rodovias federais para os riscos de acidentes. Com o aumento do fluxo de veículos e  período chuvoso, os condutores precisam redobrar a atenção nas estradas.

O alerta vale principalmente para os motociclistas. Segundo o assessor da PRF, Newton Morais, das nove mortes em rodovias federais goianas neste mês de novembro, seis foram de motociclistas.

Newton Morais lembra “que este é o último feriado antes do Natal, as estradas podem ficar ainda mais movimentadas. Muita gente vai sair e poder um tempo maior”.

Considerando os últimos feriados, o assessor conta que outra preocupação da PRF é o excesso de velocidade. Foram quase 3 mil infrações capturadas pelos radares no feriado de Finados, entre o dia 1º e 4 deste mês.

Os agentes vão fiscalizar o excesso de velocidade, condução irregular de motocicleta, inclusive sem a permissão para pilotar. Condução de veículos com crianças sem uso da cadeirinha para automóvel, falta do cinto de segurança, ultrapassagens proibidas e a direção de veículo sob efeito de álcool.

Restrição para veículos de grande porte

Os veículos de grande porte como caminhões bitrem, cegonha, ou que precisam de autorização especial para viajar sofrerão restrição de tráfego nas rodovias de pistas simples. Esses veículos estarão proibidos de transitar na quinta-feira, (15/11) das 6h ao meio-dia. No domingo (18/11), a restrição será das 16h às 22h.

Por conta do período chuvoso, a PRF orienta aos motoristas que revisem os veículos antes pegar a estrada para evitar problemas durante a viagem.

Imagens: zapcatalão 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

MP pede bloqueio de mais de R$ 500 mil de Marconi Perillo

Além da condenação de Marconi, o MP solicita que o ex-governador seja condenado ao pagamento de multa de R$ 2,5 milhões.
14/11/2018, 17h08

O ex-governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), responde a mais uma ação de improbidade administrativa por causa de  irregularidades na aplicação de percentuais mínimos no desenvolvimento de ações e serviços públicos destinados à saúde exigida pela legislação.

O Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) pediu o bloqueio de bens do ex-governador até o limite de R$ 558.386.110,00, como forma de garantir a reparação aos danos causados aos cofres públicos.

Além da condenação de Marconi, o MP solicita que o ex-governador seja condenado ao pagamento de cerca de R$ 2,5 milhões a título de multa civil, correspondente a cem vezes o valor de sua última remuneração; mais aproximadamente R$ 250 mil por dano moral coletivo e difuso; e ainda R$ 555.630.390,00 destinados à reparação dos danos aos cofres públicos.

Em relação ao Estado, o órgão pediu a proibição de inserir restos a pagar não amparados por disponibilidade financeira no exercício de inscrição no cálculo da apuração de investimento mínimo em ações e serviços públicos de saúde.

Marconi não investiu na saúde, constata TCE

A ação aponta que laudos do Tribunal de Contas do Estado (TCE), especialmente entre 2014 e 2017, mostraram irregularidades na aplicação mínima constitucional na área da saúde. De acordo com a promotora de Justiça, desde 2011, o TCE tem alertado sobre impropriedades nas prestações de contas do ex-governador, referentes ao déficit do Tesouro Estadual.

O relatório desta época verificou que o gasto com ações e serviços públicos de saúde foi de R$ 991.826.139, o equivalente a 11,93% do total da receita líquida de impostos. O órgão, no entanto, registrou que os restos a pagar cancelados no exercício, que afetam o índice de sua perspectiva inscrição, poderiam ser recompostos até o fim do exercício de 2012, num total de R$ 25.297.743,00.

Ao analisar os relatórios de 2011 a 2017, o MP ficou convencido de que Marconi lançou mão de várias manobras contábeis para manipular dados financeiros e simular o cumprimento da aplicação do mínimo constitucional na saúde.

De acordo com o processo, para alcançar o percentual mínimo, entre 2014 e 2017, Marconi contabilizou indevidamente despesas inscritas em restos a pagar não processados como investimento na saúde, cerca de R$ 550 milhões não amparados por efetiva vinculação financeira.

Estudos do TCE sobre esse período pontuam que os valores inscritos em restos a pagar não processados não poderiam ser incluídos na contagem de gastos com a saúde para fins de apuração do mínimo constitucional, uma vez que não havia, no final de cada exercício, recursos disponíveis na conta centralizadora do Estado e, posteriormente, na conta única do Tesouro Estadual, capazes de garantir as despesas.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.