Esportes

Em casa, Argentina bate o México por 2 a 0 em amistoso; Chile perde da Costa Rica

17/11/2018, 00h36

De olho na Copa América de 2019, que será disputada no Brasil, a seleção da Argentina fez nesta sexta-feira o primeiro de dois amistosos contra o México em casa. No estádio Mario Kempes, em Córdoba, o time argentino marcou uma vez em cada tempo e venceu por 2 a 0. Na próxima terça, o duelo será no estádio Malvinas Argentinas, na cidade de Mendoza.

Mais uma vez sem o craque Lionel Messi, que pediu para não ser mais convocado neste ano após a campanha frustrante na Copa do Mundo da Rússia – eliminada nas oitavas de final pela França, que viria a ser campeã -, a Argentina segue sem uma definição sobre o seu técnico. Após a saída de Jorge Sampaoli, Lionel Scaloni continua como treinador interino, com a ajuda de Pablo Aimar, mas os dirigentes já admitem a possibilidade de efetivá-lo em 2019.

Em campo, a Argentina mostrou superioridade. Criou algumas chances no primeiro tempo, mas só conseguiu abrir o placar aos 44 minutos. O meia Paulo Dybala cobrou falta da intermediária e o zagueiro Funes Mori, sem marcação, cabeceou sem chance para o goleiro Guillermo Ochoa.

Na segunda etapa, o México ficou com um jogador a menos aos 36 minutos devido à lesão de Nestor Araújo – a seleção já tinha feito todas as substituições permitidas. Dois minutos depois, a Argentina chegou ao segundo gol. Saravia cruzou da direita para Icardi, mas o lateral-direito Brizuela se antecipou e acabou marcando contra.

DERROTA EM CASA – Em outro amistoso nesta sexta-feira, o Chile mostrou poder de reação, mas foi derrotado em casa, no estádio El Teniente, na cidade de Rancagua, pela Costa Rica por 3 a 2. A seleção da América Central chegou a abrir 3 a 0 – com gols de Ronald Matarrita e Kendall Waston (duas vezes) – ainda no primeiro tempo, mas viu os sul-americanos marcarem com Sebastian Vegas e Alexis Sánchez.

O dia teve ainda outros três amistosos pelo planeta. No Oriente Médio, os Emirados Árabes Unidos e a Bolívia empataram sem gols e a Arábia Saudita derrotou o Yemen por 1 a 0. Por fim, a Palestina ganhou fora de casa do Paquistão por 2 a 1.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Pastor, mulher e sobrinha morrem em Anápolis após enterro da irmã dele

Pastor João Batista Gomes voltava do enterro da irmã dele quando bateu de frente com um caminhão.
17/11/2018, 09h30

Uma família goiana não tinha se acostumado à ideia de perder um ente querido quando foram avisados de que outros três, que haviam acabado de sair do sepultamento em Itaberaí, morreram tragicamente quando chegavam a Anápolis.

O pastor evangélico João Batista Gomes, de 60 anos, foi se despedir da irmã dele. Quando voltava, tentou fazer uma ultrapassagem e bateu de frente com um caminhão. Além de João, morreram a mulher dele, Sueli Pereira de Matos Gomes, de 49, e a sobrinha Irene Lúcia Gomes, de 49. A filha de João e Sueli sobreviveu.

Além da igreja, João se dividia na atividade política. Ele era chefe de gabinete do vereador de Anápolis Mauro Severiano. Para o G1, Severiano contou que a família voltava do velório da irmão do pastor, em Itaberaí. “Enterramos a irmã dele em Itaberaí e voltamos para Anápolis. Eu vim na frente e ele saiu cerca de uma hora depois. É uma tragédia”, lamentou Severiano.

Ultrapassagem pode ter causado acidente em Anápolis

Pastor, mulher e sobrinha morrem em Anápolis após enterro da irmã dele
Carro bateu de frente com caminhão de frete. Foto: reprodução/ Corpo de Bombeiros

De acordo com o Corpo de Bombeiros, testemunhas relataram que o carro do pastor bateu de frente contra o caminhão quando tentava fazer uma ultrapassagem. A causas dos acidente, contudo, devem ser esclarecidas apenas depois do resultado da perícia.

João Batista, Sueli e Irene morreram no local do acidente. Já a filha do casal foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao Hospital de Urgências de Anápolis (Huana). O caminhoneiro foi levado para a mesma unidade de saúde.

Os corpos foram liberados do Instituto Médico Legal (IML) no início da noite.

Acidente inusitado: ambulância

Uma pessoa morreu e outra ficou gravemente ferida em um acidente envolvendo uma ambulância e dois caminhões, na BR-153, entre São Luís do Norte e Ceres. O caso ocorreu no início da manhã do último domingo (11/11). Um dos veículos de carga transportava produto químico perigoso e a BR segue totalmente interditada para limpeza.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Cinco homens invadem casa, matam cachorro e executam jovem com 9 tiros, em Goiânia

A vítima tentou se esconder no banheiro, mas foi alcançada pelos criminosos.
17/11/2018, 12h01

Chovia quando pelo menos cinco homens pularam o muro, mataram um cachorro, arrombaram a porta da sala e atiraram pelo menos nove vezes em Gabriel Felipe Santos Silva, de 19 anos, por volta das 23h de sexta-feira (17/11). Ele estava em uma kitinete na Rua das Orquídeas, no Jardim Pompeia, em Goiânia.

O cachorro Pit Bull se irritou quando viu os homens pulando o muro e foi morto por um dos assassinos que passaram pelo quintal escuro da residência. O latido foi silenciado pelo primeiro tiro da noite.

O jovem tentou escapar, mas quando entrava no banheiro, foi alcançado pelos assassinos. Ele morava com um irmão e a cunhada, que estavam no quarto. Apavorados, esperaram a casa voltar a ficar em silêncio, abriram a porta e viram o corpo do jovem crivado de balas, de costas para o chão, como se tentasse se defender.

O irmão da vítima chamou os Bombeiros, que constaram que Gabriel estava morto. Enquanto isso, uma multidão de curiosos cercava a rua de asfalto molhado pela chuva e iluminada por giroflex de viaturas da Polícia Civil e Militar.

Crime em Goiânia: suspeita de execução

Usuário de drogas, Gabriel tem passagem por ato infracional quando ainda era menor de idade. Para o delegado plantonista que foi ao local do crime, Hellyton Carvalho, o crime tem características de execução. “Ele tentou se esconder no banheiro e ficou caído no chão, de costas, perto da sala”, descreveu.

Adjunto da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), o delegado Hellyton Carvalho, não adiantou nenhuma informação que pudesse indicar o que teria motivado a execução de Gabriel. “O caso será investigado por outro cartório”, informou Carvalho, assim que deixou o plantão, na manhã deste sábado (17/11).

O caso será investigado pelo delegado Marco Aurélio Ferreira, que deve iniciar os trabalhos na próxima segunda-feira (19/11). Na região em que ocorreu o crime, ninguém quis comentar o assunto. Apenas o irmão e a cunhada da vitima passaram algumas informações.

Até o final da manhã, o corpo de Gabriel Felipe permanecia no Instituto Médico Legal (IML) à espera de liberação da família,

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Rodada decisiva para Atlético Goianiense, Goiás e Vila Nova

Equipes jogam para superar inconstância dentro da competição e manter vivo o sonho do acesso.
17/11/2018, 12h07

Faltam apenas duas rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro da Série B. Embora os três representantes do futebol goiano ainda tenham chances de alcançar o acesso à elite do futebol brasileiro, o único que depende das próprias forças é o Goiás.

Em determinado momento do segundo turno da competição foi possível sonhar com Goiás, Vila Nova e Atlético Goianiense na primeira divisão. No entanto, a campanha irregular das equipes nesta reta final de Série B pode tornar esse sonho em pesadelo.

A 37ª rodada reserva fortes emoções para o torcedor.

Atlético Goianiense

Dos três times goianos, o Atlético é o que está em situação mais complicada. Com 53 pontos e ocupando a oitava colocação, o Dragão precisa de um milagre para alcançar o acesso. A campanha irregular durante todo campeonato complicou o rubro-negro que não conseguiu emplacar uma sequência de bons resultados.

Sem vencer em casa desde o dia 04 de setembro, quando derrotou a Ponte Preta por 2 a 0, o Dragão enfrenta o São Bento nesta sexta-feira, 16, às 20h30 , no Estádio Antônio Aciolly. Para esta partida a equipe vem com três alterações em relação ao confronto contra o CSA. Gilvan, que estava suspenso na última rodada, retorna no lugar de Lucas Rocha. O jovem lateral-esquerdo Moraes ganha espaço com a suspensão de Jonathan e Vitinho ganha a vaga de Fernandes no meio-campo.

Provável escalação do Atlético para o confronto contra o São Bento: Klever; Alisson, Oliveira, Gilvan e Moraes; Pedro Bambu, Vitinho e João Paulo; André Luis, Júlio Cesár e Renato Kayser. Técnico: Wagner Lopes

Vila Nova

A esperança de ver o Vila Nova na Série A parecia distante para o torcedor Vila Nova após a goleada sofrida diante do Brasil de Pelotas, mas após a vitória sobre o Figueirense na última rodada e o tropeço das equipes que estão à frente trouxeram esperança ao Tigre.

Caso vença o Criciúma no Serra Dourada, às 19h30, neste sábado (17/11), a equipe colorada, que possui 55 pontos e está na sétima colocação, pode retornar ao G-4 e ir para o último jogo depende apenas de si. Para que isso aconteça o Colorado precisa torcer para que o Londrina não vença o confronto contra o CRB nesta sexta-feira e contar com derrotas de Goiás e Avaí.

O tigrão perdeu pontos importantes jogando como mandante dentro da competição e não tem mais margem para erro. Se quiser o acesso, a equipe comandada pelo técnico Hemerson Maria precisa da vitória para seguir vivo na briga por uma das vagas a elite do futebol nacional.

Provável escalação do Vila Nova contra o Criciúma: Rafael Santos; Maguinho, Wesley Matos, Diego Giaretta e Hélder; Geovane, Moacir, Mateus Anderson, Alan Mineiro e Juninho; Elias. Técnico: Hemerson Maria

Goiás

O único goiano a depender das próprias forças é o Goiás. O alviverde é o quarto colocado com 57 pontos e garante o acesso com mais quatro pontos. Uma vitória e um empate nos dois jogos que restam são o suficiente para que o Goiás volte à primeira divisão após o rebaixamento em 2015.

Mas se engana quem pensa que a vida do Esmeraldino será fácil. O adversário do próximo sábado (17/11) é o Oeste, clube que corre risco de ser rebaixado e busca os três pontos para se distanciar dos fantasma da terceira divisão. As equipes se enfrentam na Arena Barueri, às 21h00.

Para o duelo deste sábado, o Goiás não contará com Lucão, artilheiro da competição com 16 gols. O atacante cumpre suspensão automática pelo cartão amarelo recebido na partida contra o Coritiba. Com isso, Júnior Viçosa ganha vaga entre os titulares.

Provável escalação do Goiás contra o Oeste: Marcos; Alex Silva, Victor Ramos, David Duarte e Ernandes; Gilberto Júnior, João Afonso e Giovanni; Michael, Júnior Viçosa e Rafinha (Maranhão). Técnico: Hermerson Maria

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Vídeo mostra preso sendo espancado com pau em cadeia de Goiás

"Socorro, socorro", gritava o preso, enquanto era espancado.
17/11/2018, 13h56

Um vídeo gravado por um preso denuncia o cotidiano dentro de presídios em Goiás. Um homem vestido com uma camiseta branca é espancado por colegas de cela da Central Regional de Triagem, do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, em Goiás.

Enquanto é agredido, o homem quer saber o motivo. Ele pergunta para outro preso, mas o colega de cela também não sabe. Chutes e socos deixam o rapaz em pânico.

Quando começam a bater nele com o chico doce (pedaço de pau), começa a gritar um grito que não costuma ser ouvido. A cela fica a 300 metros de agentes penitenciários.

Até a publicação desta reportagem, o Portal Dia Online não conseguiu contato com a Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP).

Fontes da Casa de Prisão Prisão Provisória (CPP) e da Penitenciária Odenir Guimarães (POG) contaram ao Portal Dia Online que agressões deste tipo são comuns quando presos não conseguem pagar dívidas, sobretudo aos domingos, quando familiares vão visitá-los e não levam dinheiro.

Normalmente, donos de cantinas – presos – dentro dos pavilhões dão prazos para o pagamento. Se os devedores não cumprem, são espancados. Com preços superfaturados, os presos têm uma semana para pagar. Uma Coca-Cola de dois litros, custam entre R$ 20 e R$ 30 reais, por exemplo.

Existem os casos de agressão por causa de dívidas com drogas e cigarros. Alguns presos são espancados por apenas olharem para a mulher de outros homens. “Ali é onde filho chora e mãe e o Estado não vê”, comenta um agente.

“Um preso chegou aqui ensanguentado há alguns meses depois que pegou comida de outro preso”, conta uma enfermeira. “Eles são duros e cruéis”, comenta um agente.

Veja vídeo de preso sendo espancado em presídio de Goiás

Já ocorreram casos em que advogados inventaram que presos por roubo ou tráfico têm passagens por estupro. É uma deixa para serem espancados, senão mortos.

Caso o preso for “caguete”, ou seja, conte algo para agentes penitenciários, ele também pode ser espancado até a morte. Normalmente, depois da agressão, os presos levam a vítima, amarrada, perto da grade de saída. Eles avisam que o preso perdeu o convívio. Ou seja, não é mais bem-vindo na cela. Depois, são levados para o isolamento, onde ficam sem televisão, por exemplo.

Raramente um preso consegue fugir da seção de espancamento. Às vezes, durante a visita, ele avisa a um agente que vai ser espancado por não ter conseguido pagar as contas porque a família não levou dinheiro. Outras vezes, os presos com dívidas são levados para as celas, amarrados até o final das visitas, quando são agredidos.

Com dores causadas por chutes, murros e enforcamentos, as vítimas são encaminhadas ao Posto de Saúde do Complexo Prisional, ou, caso seja mais grave, para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) ou Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa).

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.