Educação

Enade será aplicado neste domingo

A prova é voltada para estudantes que estão concluindo cursos de graduação.
19/11/2018, 14h03

Estudantes que participarão do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) neste domingo (25) têm até quarta-feira (21) para preencher o  Questionário do Estudante. Assim como a participação na prova, o preenchimento do questionário é requisito para colação de grau. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) que não haverá mais a opção de preencher o Questionário após a aplicação do Enade, como ocorria até 2016.

As informações sobre o exame estão disponíveis no site do Enade. Uma das novidades dessa edição é o Aplicativo do Enade, disponível nas plataformas Google Play e Apple Store . Com a nova tecnologia, todas as etapas de responsabilidade do participante podem ser feitas por meio de smartphones e tablets.

O Inep soluciona dúvidas sobre o processo por meio do Fale Conosco, exclusivamente pelo autoatendimento.

Prova dia 25

O Enade será aplicado neste domingo (25) a 550 mil estudantes de cursos de 27 áreas do conhecimento. A prova é voltada para estudantes que estão concluindo cursos de graduação. O exame é obrigatório e a situação de regularidade do estudante no exame deve constar em seu histórico escolar.

O Enade é o principal componente para o cálculo dos indicadores de qualidade dos cursos e das instituições de ensino superior. A cada ano, o exame avalia um grupo diferente de cursos superiores. A avaliação se repete a cada três anos.

O Cartão de Confirmação de Inscrição do Enade 2018 está disponível no endereço enade.inep.gov.br . O documento traz informações sobre o local de prova, horários e atendimentos, caso tenham sido solicitados e aprovados.

As áreas que serão avaliadas em 2018:

Grau de Bacharel: Administração; Administração Pública; Ciências Contábeis; Ciências Econômicas; Comunicação Social – Jornalismo; Comunicação Social – Publicidade e Propaganda; Design; Direito; Psicologia; Relações Internacionais; Secretariado Executivo; Serviço Social; Teologia; Turismo.

Grau de Tecnólogo: Tecnologia em Comércio Exterior; Tecnologia em Design de Interiores; Tecnologia em Design de Moda; Tecnologia em Design Gráfico; Tecnologia em Gastronomia; Tecnologia em Gestão Comercial; Tecnologia em Gestão da Qualidade; Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos; Tecnologia em Gestão Financeira; Tecnologia em Gestão Pública; Tecnologia em Logística; Tecnologia em Marketing; Tecnologia em Processos Gerenciais.

Imagens: Agência Brasil 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Um homem é morto e outro baleado em quadra poliesportiva, em Trindade

Vítimas jogavam na quadra, quando suspeitos entraram e efetuaram os disparos.
19/11/2018, 14h14

O pedreiro Antônio de Sousa Costa foi morto a tiros na noite do último domingo (18/11) em uma quadra poliesportiva, no Setor Vida Nova, em Trindade, região metropolitana da capital. Além de Antônio, um outro homem identificado como Matheus Ribeiro dos Santos também foi baleado durante a ação dos bandidos.

A Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) informou ao Portal Dia Online que o sogro de Antônio, o senhor Manoel Messias, compareceu à delegacia para relatar a morte do genro. De acordo com Manoel, pouco depois de ter conhecimento do crime, ele esteve na quadra onde o genro foi morto.

No relato da polícia, o sogro conta que terceiros informaram que depois de ser baleado, Antônio foi levado em um carro particular para o Hospital de Urgências de Trindade (Hutrin). No entanto, o pedreiro não resistiu aos ferimento e morreu.

Perícia não pôde ser feita pelo IML de Trindade

Manoel afirmou aos policiais que Antônio era casado com sua filha Patrícia e tinha dois filhos. Conforme relato do sogro a PC, ele disse que o genro não tinha envolvimento com o crime e nem usava drogas. A PC informou que como o corpo foi transportado por populares que estavam no local, não foi feita a perícia pelo Instituto Médico Legal (IML) de Trindade.

Segundo as informações divulgadas pela PC, Matheus Ribeiro dos Santos, que estava na quadra jogando com Antônio, também foi baleado e encaminhado por terceiros ao Hutrin para receber tratamento.

Testemunhas que estavam na quadra contaram que dois suspeitos entraram com uma bicicleta na praça desportiva, com tez morena e de estatura baixa, um deles com blusa de frio se aproximou e efetuou os disparos que mataram Antônio e balearam Matheus. A motivação e autoria do crime até o momento são desconhecidos pela polícia, que agora investiga o caso.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Centro de operações de satélite brasileiro é inaugurado no Rio

A inauguração do novo centro de controle do satélite SGDC-1 amplia a oferta de banda larga ao território nacional.
19/11/2018, 14h26

O governo brasileiro inaugurou hoje (19) novo centro de controle do satélite SGDC-1, que amplia a oferta de banda larga ao território nacional. O Centro de Operações Especiais Secundário (Cope-S), que funciona no Rio de Janeiro, vai operar como um backup  (reserva) do Centro de Operações Espaciais de Brasília, que controla o satélite.

Com isso, o polo do Rio ficará encarregado de operar e receber todos os dados do satélite em órbita, caso haja alguma falha na atuação da unidade do Distrito Federal. A ideia é manter a operação do equipamento, mesmo se houver algum problema com o centro principal.,

O Cope-S está localizado na Estação de Rádio da Marinha, na Ilha do Governador, na zona norte da cidade do Rio. Para o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, a instalação da base no Rio representa um avanço para diversas áreas, como segurança, saúde e agricultura.

“Isso significa que, no campo da segurança, teremos a possibilidade de fazer o monitoramento das nossas fronteiras. Já no campo dos serviços públicos, em especial saúde e educação – sejam municipais, estaduais ou da União – será possível levar banda larga de qualidade e de alta capacidade a todos os equipamentos. Além disso, a banda larga vai melhorar as condições da nossa agricultura, que vai poder contar com a agricultura de precisão”, afirmou.

Investimento

A parte terrestre do Centro de Operações foi implementada pela empresa estatal Telebras, em conjunto com o Ministério da Defesa, e custou R$ 450 milhões. As instalações irão ocupar mais de sete mil metros quadrados da área da Marinha.

O presidente da Telebras, Jarbas José Valente, explicou que a base é fundamental para as comunicações estratégicas do Estado e para a população.

“O projeto vai levar todas as condições de banda larga de qualidade que a própria Defesa pode utilizar. Parte da banda também será para uso de todo sistema de defesa nacional e da comunidade como um todo. Nós vamos levar banda larga para todos os locais do país, inclusive pequenas localidades que ainda não têm internet”, acrescenta.

Segundo a estatal, a intenção é que a construção ofereça maior controle sobre o tráfego de informações sensíveis e estratégicas para o Brasil, graças ao alto nível de confiabilidade da infraestrutura.

Imagens: Minas Hoje 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Mundo

Trump pretende cortar ajuda bilionária a quem 'não dá nada em troca'

Ele citou como exemplo o Paquistão, mas sugeriu que há outros casos.
19/11/2018, 14h41

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou sua conta oficial no Twitter para afirmar que pretende cortar a ajuda a muitos países que “não nos dão nada em troca”. Ele citou como exemplo o Paquistão, mas sugeriu que há outros casos.

“Nós não pagaremos mais ao Paquistão bilhões de dólares porque eles pegariam nosso dinheiro sem fazer nada por nós”, afirmou Trump, que deu como exemplo o caso de Osama bin Laden. O líder da rede terrorista Al-Qaeda era procurado pelos EUA por responsabilidade nos atentados de 11 de Setembro, mas apareceu apenas em 2011. O extremista se escondia na cidade paquistanesa de Abottabad, o que gerou críticas de Washington.

Trump disse que ele mesmo havia alertado em livro para o risco representado por Bin Laden antes do atentado às Torres Gêmeas. Segundo o atual presidente, o então líder Bill Clinton cometeu um erro, pagando bilhões de dólares ao Paquistão, mas sem nunca saber que o terrorista vivia no próprio país.

Para Trump, o Afeganistão é outro exemplo do problema da ajuda americana sem nada em troca. “Há simplesmente muitos países que tiram dos Estados Unidos sem dar nada em troca. Isso ESTÁ ACABANDO!”, afirmou o presidente americano. (Gabriel Bueno da Costa – gabriel.costa@estadao.com)

Imagens: El Pais 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Moro diz que nome do futuro chefe da PF pode ser conhecido até sexta-feira

Futuro ministro da Justiça confirmou que trouxe para o gabinete de transição dois nomes ligados à Operação Lava Jato, Rosalvo Ferreira Franco e Erika Marena.
19/11/2018, 14h53

O futuro ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou nesta segunda-feira, 19, que o nome do futuro diretor-geral da Polícia Federal pode ser anunciado ainda nesta semana. Cumprindo agenda de reuniões internas no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), Moro confirmou que trouxe para o gabinete de transição dois nomes ligados à Operação Lava Jato, Rosalvo Ferreira Franco e Erika Marena. Eles almoçaram no restaurante que fica no CCBB.

O principal nome cotado para assumir a função de diretor-geral é Maurício Valeixo, superintendente da Polícia Federal no Paraná e amigo de longa data do futuro ministro. Ele já atuou em Brasília na gestão do ex-diretor-geral Leandro Daiello, quando chefiou a Diretoria de Combate ao Crime Organizado (Dicor).

O antecessor de Valeixo no cargo de Superintendente da PF no Paraná, Rosalvo Ferreira Franco, por estar na transição, também passa a ser um nome cotado como possível integrante do grupo do futuro ministro. Rosalvo ocupou por quatro anos e oito meses a Superintendência da PF no Paraná, durante o início e a consolidação da Operação Lava Jato, até dezembro passado, quando assumiu Mauricio Valeixo.

Além de Rosalvo, também integra o gabinete de transição a delegada da PF Erika Marena, Superintendente do órgão em Sergipe. Ela é um dos nomes que devem trabalhar com Moro no Ministério. Rosalvo e Marena almoçaram com Moro, acompanhados também de Flavia Blanco, que deve ser chefe de gabinete de Moro, e do agente da Polícia Federal Marcos Koren, que está supervisionando a segurança do futuro ministro nas viagens à capital federal.

Exonerado do cargo de juiz federal na semana passada, Moro chegou a Brasília na manhã desta segunda e tem reuniões ao longo do dia no CCBB, em Brasília, onde funciona o gabinete de transição do governo.

Em breve conversa com jornalistas após almoçar no CCBB, Moro disse que está cuidando de formação de ministério e de organograma de atividades na transição e disse que “talvez” o nome a ser indicado para a diretoria-geral da PF saia esta semana.

O delegado da PF Igor Romário de Paula, um dos nomes da Lava Jato no Paraná, é cotado como possível chefe da Dicor na próxima gestão.

O atual diretor-geral, Rogerio Galloro, não deverá permanecer no posto. “No momento certo os anúncios públicos serão feitos”, disse Moro.

Moro chegou a Brasília por volta das 10h30 e deve ficar até quinta-feira. Entre as atividades em Brasília, Moro poderá ter novo encontro com os ministros das pastas que, fundidas, irá comandar: o da Justiça, Torquato Jardim, e o da Segurança Pública, Raul Jungmann.

Imagens: O Tempo 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.