Política

Plateia grita 'fica, Temer' durante evento, em Brasília

Os "pedidos" tiveram breve duração e ocorreram enquanto o presidente da CNM, Glademir Aroldi, fazia elogios à atual gestão em relação à atenção dedicada aos municípios.
19/11/2018, 16h42

O presidente Michel Temer participa, na tarde desta segunda-feira, 19, de encontro com prefeitos na sede da Confederação Nacional de Municípios (CNM), em Brasília. Integrantes da plateia do evento promovido pela CNM puxaram gritos de “fica, Temer”, despertando um sorriso do presidente.

Os “pedidos” tiveram breve duração e ocorreram enquanto o presidente da CNM, Glademir Aroldi, fazia elogios à atual gestão em relação à atenção dedicada aos municípios. “Nunca o movimento municipalista foi tão bem tratado pelo Palácio do Planalto”, afirmou Aroldi. Segundo ele, Temer foi o primeiro presidente da República a visitar a sede da entidade, em Brasília.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e ministros como Eliseu Padilha (Casa Civil) e Carlos Marun (Secretaria de Governo) também estão presentes no evento chamado de “Avanços na Pauta Municipalista”.

Imagens: A Crítica 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Sistema de monitoramento por tornozeleiras eletrônicas é reestabelecido, em Goiás

O sistema chegou a ficar inativo por alguns minutos, com a promessa do pagamento de uma parcela, a suspensão foi desfeita. Mas se o acordo não for cumprido, o serviço vai ser suspenso.
19/11/2018, 16h52

No início da tarde desta segunda-feira (19/11) a empresa Spacecom suspendeu o serviço de monitoramento por tornozeleiras eletrônicas no Estado de Goiás. No entanto, depois de negociação com a empresa, o serviço foi reestabelecido com a promessa de uma parcela da dívida ser paga amanhã (20/11) pelo governo de Goiás. Caso o pagamento desta parcela não seja efetuado, a empresa vai suspender os serviços de novo.

Segundo a Diretoria de Administração Penitenciária do Estado de Goiás (DGAP), o monitoramento foi suspenso para os agentes da DGAP. Porém, uma hora após a negociação com a empresa para o pagamento de uma parcela da dívida o funcionamento do acompanhamento dos presos com tornozeleiras eletrônicas foi reestabelecido.

Na nota enviada à imprensa informando sobre a suspensão do serviço em Goiás, a Spacecom afirmou que a dívida do Estado soma R$ 6,54 milhões de reais pelo atraso de aproximadamente 12 meses.

Em nota a DGAP, afirmou que a empresa de monitoramento concordou em não desligar os equipamentos de acompanhamento das tornozeleiras eletrônicas, no Estado, uma vez que as faturas em aberto, estão em processo para serem pagas.

Novela das tornozeleiras eletrônicas

A novela envolvendo a empresa que presta serviços e o governo de Goiás não é de hoje. Desde o ano passado, a empresa tem tentado receber os valores devidos pelo Estado. No início do mês de outubro, foi levantada a possibilidade do monitoramento ser suspenso. Mas depois de uma reunião entre integrantes da empresa e do governo do Estado, uma parcela foi paga e serviço não foi suspenso.

Nesta segunda-feira, a partir do momento que foi divulgada a informação e possibilidade de suspensão do serviço, o governo de Goiás começou a negociar para que o mesmo não sofresse a suspensão. Mesmo em negociação, a empresa decidiu suspender o acesso aos agentes da DGAP, aos presos monitorados. Situação que só foi desfeita depois do pagamento de uma parcela da dívida.

Confira a nota na íntegra sobre a suspensão na íntegra

“A Spacecom Monitoramento S/A – empresa responsável pelo monitoramento com tornozeleiras eletrônicas no Estado de Goiás – informa que bloqueou hoje (19 de novembro), às 14h, o acesso ao monitoramento de sentenciados para os agentes penitenciários da Diretoria Geral de Administração Penitenciária – GO por atraso de mais de 12 meses no pagamento dos serviços.  

Os débitos em atraso do governo com a companhia somam R$ 6,54 milhões, referentes aos serviços já prestados e aprovados, sem considerar juros e multas contratuais.

A decisão da Spacecom, baseada nas cláusulas contratuais, foi tomada após várias e infrutíferas tentativas de recebimento dos valores devidos.”

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Ministro da Saúde diz que edital para contratar novos médicos sai amanhã

A determinação de publicação do edital foi assinada durante evento da Confederação Nacional dos Municípios com o presidente Michel Temer, em Brasília.
19/11/2018, 17h03

O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, anunciou para esta terça-feira, 20, a publicação de um edital para preencher cerca de 8,5 mil vagas de médicos cubanos que começaram a deixar o País após a saída de Cuba do programa Mais Médicos. A determinação de publicação do edital foi assinada durante evento da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) com o presidente Michel Temer, em Brasília.

A partir das 8 horas de amanhã, médicos brasileiros ou estrangeiros com inscrição no Conselho Regional de Medicina (CRM) poderão entrar em um sistema e selecionar as vagas de interesse que, conforme Occhi, suprirão a necessidade de municípios em áreas urbanas, rurais e distritos indígenas.

Na semana que vem, um segundo edital será publicado para ampliar a inscrição a médicos brasileiros e estrangeiros formados no exterior. “Todos os médicos, inclusive os cubanos, poderão optar em permanecer e participar dessa seleção”, afirmou o ministro da Saúde.

O ministro afirmou que há aproximadamente 17 mil médicos formados no exterior esperando o edital e um “número expressivo” de brasileiros com CRM na mesma expectativa. Ele citou a discussão de implantação de um novo Revalida para médicos brasileiros formados no exterior. “A determinação do presidente Temer é que tenhamos o menor impacto possível na ausência de qualquer médico cubano que possa a partir da semana passada já ter saído.”

O Ministério da Saúde fechará as vagas que já tiverem sido escolhidas e não permitirá que mais profissionais disputem a mesma vaga em um município.

Enquanto o ministro assinava a determinação de publicação do edital, houve aplausos e gritos de “fica, Temer” entre prefeitos presentes no evento.

Imagens: O Globo 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Dívidas na conta de energia em Goiás já podem ser negociadas; confira os locais

Negociação é válida para contas que estejam vencidas há, no mínimo, 90 dias.
19/11/2018, 17h07

A partir desta segunda-feira (19/11), clientes de Goiás já podem negociar dívidas acima de 90 dias na conta de energia, por meio do feirão de negociação promovido pela Enel Distribuição Goiás. As negociações, que seguem até o dia 21 de dezembro, podem ser feita nas lojas, pela Central de Atendimento da empresa ou pelas redes sociais.

De acordo com a Enel, para conseguir negociar dos débitos, é necessário que a fatura de energia do cliente esteja vencida há, no mínimo, 90 dias. As dívidas vencidas entre 90 dias e 180 dias terão desconto total de juros e multas.

Para quem tem débitos superiores a 180 dias, além de desconto total de juros e multas, receberá ainda descontos no valor da conta, que variam de 6% a 60%. Os clientes têm a opção de realizar o pagamento à vista ou parcelar em até 11 vezes, caso seja dada uma entrada à vista.

Onde negociar as dívidas na conta de energia

O feirão de negociação ocorre nas lojas físicas da Enel em todo o estado, além da Central de Atendimento (0800 62 0196), atendimento móvel e redes sociais. Veja abaixo os links de acesso:

  • Facebook – https://www.facebook.com/EnelClientesBR/
  • Twitter – https://twitter.com/enelclientesbr

Para conferir o endereço de todas as lojas e os horários de atendimento, os clientes podem acessar o seguinte site: https://www.eneldistribuicao.com.br/go/Lojas.aspx.

Negociação da conta de energia em Goiânia

Em Goiânia, as negociações das dívidas podem ser feitas nas três lojas da Enel, localizadas no Setor Leste Universitário, Jardim Europa e Setor Pedro Ludovico. Em todas as unidades o atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Confira os endereços:

  • Loja – Goiânia Leste: Rua 261, nº23, Setor Leste Universitário
  • Loja – Goiânia Sudoeste: Rua Noruega Qd.91 Lt.12 – Jardim Europa
  • Loja – Goiânia Sul: Avenida 4ª Radial Qd.86 Lt.15 nº133 – Setor Pedro Ludovico

Descontos de 65% na conta de energia

Moradores de Goiânia e Anápolis e Águas Lindas tiveram até o dia 14 de novembro para faze o cadastro no programa Tarifa Social de Energia Elétrica, que garante até 65% de desconto nas contas de energia para famílias de baixa renda. O projeto foi instituído pelo Governo Federal.

Imagens: C&C 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Museu Zoroastro Artiaga preserva a história goiana

Se você pretende conhecer um pouquinho mais sobre a cultura e história goiana, nada melhor que fazer um passeio ao Museu Zoroastro Artiga! Confira!
19/11/2018, 17h11

Tradição, memória, cultura, geografia, política e tantas outras características são elementos essenciais para a formação da história de um povo. Há quem diga que aquilo que já passou não tem mais importância, no entanto, a partir de uma análise mais sensível é possível perceber o quanto o passado reflete na construção da sociedade que habitamos no presente e também daquela que nos aguarda no futuro. Portanto, se você é do tipo que sempre está em busca de mais conhecimento e faz questão de saber um pouquinho mais sobre a história de Goiás, o Museu Zoroastro Artiaga é o destino certo para fazer uma visitinha.

Embora tenha acabado de completar seus 85 anos, o que é pouco para uma cidade, Goiânia já é repleta de história. Para ajudar a preservar todas essas memórias e, ao mesmo tempo, contá-las para quem quiser ouvir, o museu é formado por um acervo repleto de artigos que reservam um pouquinho da capital e do estado.

Conhecendo o Museu Zoroastro Artiaga

Museu Zoroastro Artiaga preserva a história goiana
Foto: Carlos José Castro

Museu Estadual Professor Zoroastro Artiaga foi fundado no ano de 1946. Inicialmente foi chamado de Museu Estadual de Goiás. No entanto, seu nome foi alterado em uma homenagem prestada ao primeiro diretor do lugar, conhecido como professor Zoroastro Artiaga. Ficou no cargo até o ano de 1957 e, posteriormente, de 1964 a 1971, se tornando o responsável pela caracterização da instituição enquanto um museu eclético.

Com uma belíssima estrutura arquitetônica, o museu faz parte do plano urbanístico da cidade desenvolvido pelo arquiteto Attilio Corrêa Lima, que introduziu o estilo de art déco nas construções da época.

Hoje, com seus 72 anos, é considerado como o mais antigo museu de Goiânia, frequentado por um público bastante diverso. Apenas para que você tenha ideia, o local recebe turistas, estudantes, pesquisadores e, é claro, a comunidade como um todo. Os visitantes estão sempre em busca de maior conhecimento sobre aspectos culturais e históricos de nosso estado. A estimativa de público mensal está entre 800 visitantes.

Acervo

Museu Zoroastro Artiaga preserva a história goiana
Foto: Reprodução/ Di Lua

Museu Zoroastro Artiaga é dividido em duas alas onde é possível encontrar exposições, a administração, reserva técnica, biblioteca e artigos destinados para a seção de folclore.

Na primeira ala é possível encontrar exposições de coleções de arte sacra, arte popular e alguns objetos que se relacionam com a história da Revolução Industrial.

Na outra ala se encontram exposições de minerais e rochas do estado de Goiás e também de artefatos indígenas. No mesmo ambiente ainda é possível encontrar representações artísticas, um com aves que são nativas do cerrado, outro sobre mineração e mais um que se refere à etnologia.

A parte do museu que maior contempla a cultura goiana está no piso superior, que prestigia o folclore, destacando vestimentas e máscaras utilizadas nas tradicionais Cavalhadas de Pirenópolis e Santa Cruz. Mas é claro que existem materiais que representam diversas regiões do estado, a exemplo do desencaroçador de algodão, o tear, a roda e outros artigos que fazem o visitante ter a sensação de visitar os antigos mutirões de fiandeiras.

Portanto, se você pretende ver de perto documentos históricos, objetos que pertenceram aos índios do Brasil Central, peças artísticas e utensílios antigos, o Museu Zoroastro Artiaga é uma excelente opção e merece sua visita!

Informações:

Horário de funcionamento: terça a sexta, das 9h às 17h / sábado e domingo, das 9h às 15h

Telefone para maiores informações: (62) 3201-4675

Entrada: gratuita

Endereço: Praça Dr. Pedro Ludovico Teixeira, 13 – St. Central, Goiânia (na Praça Cívica) – GO, 74083-010

Imagens: Hostel 7 Di Lua 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.