Política

Fala, deputado: "Não é o momento oportuno para um aumento no STF", diz Virmondes Cruvinel

Tendo forte ligação com o campo jurídico goiano, Virmondes se manifesta sobre a corrida eleitoral da Ordem dos Advogados do Brasil de Goiás (OAB), e revela para quem é seu apoio.

Por Ton Paulo
22/11/2018, 11h34

Aos 38 anos, o deputado estadual reeleito Virmondes Cruvinel, do PPS, coleciona títulos e prêmios. Formado em Direito, Virmondes já foi eleito Político do Ano pelo Clube dos Repórteres Políticos (2013); Mais Admirado do Direito pela Contato Comunicação (2015); primeiro lugar na categoria Político Empreendedor pela Contato Comunicação (2016), entre outros.

Natural de Goiânia, o deputado Virmondes Cruvinel é graduado em Direito pela Universidade Federal de Goiás (UFG) no ano de 2002, e especialista em Direito Administrativo pelo Instituto de Direito Administrativo de Goiás (Idag) no ano de 2009. Em seu segundo mandato na Assembleia Legislativa de Goiás, Virmondes teve, em 2014, 37.655 votos e, em 2018, 30.576.

Virmondes se declara um defensor do Direito e de bandeiras como a educação e o empreendedorismo. Em seu novo mandato, o deputado promete lutar por, além de suas bandeiras tradicionais, também saúde e turismo – que ele acredita que deve ser incentivado em Goiás.

O deputado, cujo partido, o PPS, foi da coligação do candidato derrotado ao Governo de Goiás, Zé Eliton (PSDB), diz que, como representante público, quer que Ronaldo Caiado (DEM), eleito governador, faça um bom governo. “Desejo a ele boa sorte e um bom governo, assim como para o presidente eleito, Jair Bolsonaro”.

Fala, deputado: "Não é o momento oportuno para um aumento no STF", diz Virmondes Cruvinel

Tendo forte ligação com o campo jurídico goiano, Virmondes se manifesta sobre a corrida eleitoral da Ordem dos Advogados do Brasil de Goiás (OAB), e revela para quem é seu apoio. “Sempre tivemos um grande apoio da OAB, principalmente para a aprovação do Estatuto do Concurso Público. Quanto à eleição [do presidente da Ordem], tenho uma grande afinidade com a chapa do Lúcio Flavio”, diz.

O Estatuto do Concurso Público e o Estatuto da Micro Empresa, hoje transformados em lei, foram relatados pelo deputado. Este primeiro foi essencial para os concurseiros do Estado, pois estabelece o regulamento o concursos públicos em Goiás.

No cenário nacional, Virmondes Cruvinel opina sobre a mais recente polêmica do judiciário: o aumento de salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que, segundo a proposta aprovada no Senado, passarão a ganhar mais de R$ 39 mil reais. “Não é o momento oportuno para isso. Eu entendo a reposição que os magistrados pedem, mas este não é o melhor momento”, declara.

Quando interpelado pela tradicional pergunta da série de entrevistas ‘Fala, deputado!‘, “o que é ser um deputado?”, Virmondes é direto e categórico: “É fazer vez, voz e voto perante a população”.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Mundo

Família real aparece sorrindo em retrato em homenagem aos 70 anos de Charles

"É um privilégio para qualquer mãe poder propor um brinde ao seu filho no seu 70º aniversário", declarou a rainha.
22/11/2018, 11h48

O perfil oficial de Buckingham no Instagram postou duas imagens para celebrar o aniversário de 70 anos do Príncipe Charles. Na imagem, ele, Camila e os filhos, com suas respectivas esposas, e os netos aparecem sorridentes, em um momento de descontração. A data também é celebrada com um documentário que revela o cotidiano da família, com direito a depoimentos de pessoas que fizeram e fazem parte do dia a dia da realeza britânica.

No perfil oficial do Palácio de Kensington, outra homenagem ao aniversário de 70 anos do príncipe. “Duas novas fotos do Príncipe de Wales e sua família”, diz a legenda das imagens.

Além das fotos, o palácio divulgou outras imagens de família ao longo dos últimos meses, inclusive, o momento em que a Rainha Elizabeth aparece com o então pequeno Charles. “É um privilégio para qualquer mãe poder propor um brinde ao seu filho no seu 70º aniversário. Isso significa que você viveu o suficiente para ver seu filho crescer”, declarou a rainha.

Imagens: E+ Estadão 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Goiás recebe recomendações do MPF para impedir assedio moral a professores

As recomendações do MPF, em cooperação com o MP, orientam a Seduce e a SME de Goiânia a se absterem de qualquer atuação ou sanção arbitrária em relação aos professores.
22/11/2018, 12h06

Recomendações para conter o assedio moral a professores em Goiás foram expedidas pelo Ministério Público Federal (MPF) em conjunto com o Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO). As recomendações do MPF, em cooperação com o MP, orientam a Secretaria de Estado da Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce) e a Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) de Goiânia a se absterem de qualquer atuação ou sanção arbitrária em relação aos profissionais da educação. As informações são da Agência Brasil.

Foi dado ainda o prazo de 20 dias para que as secretarias informem as medidas adotadas para o cumprimento das recomendações ou para explicar as razões para não acatá-las.

O motivo das recomendações seria as sanções que representem violação aos princípios constitucionais e demais normas que regem a educação nacional. De acordo com o MPF, em especial quanto à liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o saber, além do pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas.

Os órgãos recomendam que as secretarias adotem as medidas cabíveis e necessárias para que não haja qualquer forma de assédio moral contra esses profissionais por parte de “servidores, outros professores, estudantes, familiares ou responsáveis e que atuem com objetivo de evitar intimidações a docentes e alunos, decorrentes de divergências político-ideológicas que resultem em censura”.

As ações integram um movimento coordenado nacional chamado de “Ação Coordenada PFDC – Princípios Educacionais. Liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar a cultura, o pensamento, a arte e o saber. Pluralismo de ideias e concepções pedagógicas. Respeito à liberdade e apreço à tolerância”.

Recomendações do MPF teriam sido motivadas pela preocupação com o ‘Escola sem Partido’

Causando polêmica, apoiadores do projeto Escola sem Partido têm incentivado as gravações de aulas e denúncias de professores. O projeto de lei está em discussão no Congresso Nacional. Individualmente, mais de 200 promotores e procuradores assinaram nota técnica em defesa do movimento.

“Os projetos de lei federal, estadual ou municipal baseados no anteprojeto do Programa Escola sem Partido não violam a Constituição Federal; ao contrário, visam a assegurar que alguns dos seus mais importantes preceitos, princípios e garantias sejam respeitados dentro das escolas pertencentes aos sistemas de ensino dos estados e dos municípios”, diz trecho do documento.

Em oposição ao movimento, a organização Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (Iede) em parceria com professores e educadores lançou o movimento Escola com Diversidade e Liberdade, que angariou mais de 67 mil assinaturas.

“A falta de clareza sobre o que é doutrinação possibilita que cada um entenda o que quiser sobre o termo e intérprete as aulas também de acordo com suas próprias convicções e ideologias. Assim, abrem-se caminhos para denúncias indevidas que podem corroer profundamente as relações de confiança entre educadores, estudantes e seus familiares, fundamentais ao bom funcionamento das escolas e à aprendizagem dos alunos”, diz trecho do texto.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Homem é morto a tiros na porta de casa, em Senador Canedo

Vítima esperava para receber o aluguel de uma chácara.
22/11/2018, 13h13

Luis Henrique Pereira da Silva, de 52 anos, foi morto a tiros na porta de casa, no Parque Alvorada, em Senador Canedo, região metropolitana da capital, na noite da última quarta-feira (21/11).

A Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) esteve no local e informou ao Portal Dia Online que o Registro de Atendimento Integrado (RAI) registrou que o sobrinho da vítima acionou a Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), para atender a ocorrência, um homem teria invadido a residência de Luis Henrique. A esposa da vítima, informou aos policiais que o marido estava esperando uma pessoa, para acertar o aluguel de sua chácara.

De acordo com a esposa da vítima, alguém que ela não soube precisar se era homem ou mulher, bateu no portão e Luis Henrique foi atender, momentos depois ela conta aos policiais que ouviu os disparos, mas não viu ninguém.

A PC informou que o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) também esteve na ocorrência e constatou a morte de Luis. Segundo as informações divulgados, a vítima apresentava 10 perfurações por arma de fogo. Não há informações sobre a autoria ou motivação do crime.

Mortos a tiros em Goiás

No último dia (9/11) o Pai de família Antônio Pinto Primo foi morto a tiros e sua filha Larissa de Sousa Primo baleada, dentro de sua casa, na Rua W8, no Jardim Itaipu, em Goiânia.

Na véspera do feriado da proclamação da república, um outro homicídio foi registrado na capital. Ricardo de Campos Moreira, de 29 anos, dormia ao lado de sua esposa, quando dois homens invadiram a casa, chegaram ao quarto da casal e efetuaram pelo menos quatro tiros contra a vítima, que se colocou na frente da esposa, para que ela não fosse morta.

Na madrugada de sábado (17/11) um outro caso também foi registrado, desta vez na Rua das Orquídeas, no Jardim Pompeia, em Goiânia. O jovem Gabriel Felipe Santos Silva, de 19 anos, estava em uma kitenete, quando cinco homens pularam o muro, invadiram o local, mataram o cachorro da raça pitbull e arrombaram a porta para chegar até o jovem e matá-lo com nove tiros.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

'Farei plano de trabalho com futuro ministro Marcos Pontes', diz Ernesto Araújo

Os dois se reuniram na última quarta-feira (21/11).
22/11/2018, 13h32

O futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, informou nesta quinta-feira, 22, em sua conta no Twitter que ele e o futuro ministro de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, ficaram de estabelecer um plano de trabalho conjunto.

Os dois se reuniram na quarta-feira, 21. “O Itamaraty deseja contribuir ao máximo no desenvolvimento tecnológico que transformará o Brasil numa sociedade do conhecimento”, escreveu.

Na mesma conta, Araújo havia registrado na quarta reuniões que manteve com o embaixador do Reino Unido, Vijay Rangarajan, com quem discutiu “perspectivas de negociação comercial”, a situação na Venezuela, inovação e a quarta revolução industrial; e com o embaixador da África do Sul, Ntshikiwane Joseph Mashimbye, com quem falou sobre cooperação, comércio, “a irmandade Brasil-África” e a “importância do sentimento nacional.”

Imagens: Twitter 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.