Saúde

Indicado para Ministério da Educação defende valores tradicionais

Também afirma que vai trabalhar para valorizar os professores Ensino Fundamental e Médio.
23/11/2018, 15h59

Em carta aberta divulgada hoje (23), o filósofo Ricardo Vélez Rodríguez, indicado para o Ministério da Educação, defende “valores tradicionais” na educação brasileira com destaque para os municípios na educação, visando a projeção internacional. Também afirmou que vai trabalhar para valorizar os professores Ensino Fundamental e Médio.

De acordo com o futuro ministro, esses pilares sustentam os desejos da sociedade brasileira. “Pretendo colocar a gestão da Educação e a elaboração de normas no contexto da preservação de valores caros à sociedade brasileira, que, na sua essência, é conservadora e avessa a experiências que pretendem passar por cima de valores tradicionais ligados à preservação da família e da moral humanista.”

Segundo Rodríguez, desde o governo de Getúlio Vargas, a educação é formatada “de cima para baixo”, ou seja, do governo federal para o municipal, o que “segundo plano a perspectiva individual e as diferenças regionais”.

“Assistimos a uma desvalorização da figura dos professores, notadamente no Ensino Fundamental e Médio. Ora, essa situação negativa deve ser revertida mediante uma política educacional que olhe para as pessoas. O sistema educacional deve olhar mais para as pessoas ali onde elas residem: nos municípios”, diz.

O futuro ministro defende ainda que é preciso “recolocar a nossa Educação Básica, Superior, Profissional e Tecnológica em patamares que nos posicionem em destaque no contexto internacional”, sem dar mais detalhes sobre o assunto. Ele conclui a carta com o slogan de campanha do presidente eleito, Jair Bolsonaro. “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos.”

O nome do colombiano Ricardo Vélez Rodríguez foi anunciado ontem (22) à noite por Bolsonaro como futuro ministro.

Cenário atual

Atualmente, o governo municipal é responsável sobretudo pela oferta de educação infantil e dos primeiros anos do ensino fundamental, ou seja, até o 5º ano. A educação do 6º ao 9º ano é compartilhada com os estados que, por sua vez, assumem a maior parte do ensino médio.

O financiamento é um dos maiores entraves para o maior protagonismo dos entes federados. Um dos principais mecanismos de financiamento da educação básica é o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), cuja manutenção está em discussão no Congresso Nacional. Um dos pleitos é que a União, ente que mais arrecada impostos, aumente a porcentagem de transferência de recursos para estados e municípios.

Em discussão no Congresso Nacional, cujo debate foi interrompido várias vezes, o projeto Escola sem Partido, conta com apoio de correligionários do governo eleito. A proposta estabelece em ambientes educacionais o “respeito às crenças religiosas e às convicções morais, filosóficas e políticas” de pais e alunos, ao colocar como precedência os valores de ordem familiar sobre a educação escolar nos aspectos relacionados à educação moral, sexual e religiosa.

Imagens: Renova Mídia 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Ex-prefeito de Vila Velha pode ser Secretário de Segurança Pública no governo de Ronaldo Caiado

Policial Federal aposentado com experiência pode assumir a pasta.
23/11/2018, 16h25

Enquanto não divulga os nomes, que irão compor o secretariado de seu governo, o governador eleito do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), segue conversando para definir os responsáveis pelas 17 secretarias, que o Estado vai ter em sua gestão. Nesta sexta-feira (23/11), a possibilidade é do ex-prefeito de Vila Velha do Espírito Santo, o delegado aposentado da Polícia Federal (PF), Rodney Miranda, assumir a Secretaria de Segurança Pública de Goiás

De acordo com informações divulgadas, o delegado aposentado da PF foi uma indicação do presidente eleito Jair Messias Bolsonaro (PSL). A assessoria de Rodney Miranda afirmou ao Portal Dia Online que o delegado aposentado da polícia ajudou na formulação do programa de governo na área de segurança pública no Estado. No momento presta uma consultoria a equipe de transição do governador eleito.

A assessoria de imprensa de Caiado afirmou que até o momento não tem nomes definidos. E voltou a frisar que o governador eleito, só vai anunciar os nomes no início do mês de dezembro.

Cardiologista pode assumir Secretaria do Estado da Saúde (SES) no governo de Ronaldo Caiado

No último dia (14/11) a colunista do Jornal Folha de São Paulo, Mônica Bergamo, trouxe a informação de que a médica cardiologista Ludhmila Abrahão Hajjar pode assumir a Secretaria do Estado de Saúde (SES) na gestão de Ronaldo Caiado (DEM). No entanto, a assessoria do senador, que assume o governo do Estado a partir do dia primeiro janeiro de 2019, também negou e disse que não passava de especulação.

O governador eleito concedeu entrevista a Rádio Sagres 730, antes da sua viagem para Inglaterra, onde vai participar de um evento sobre gestão pública e desenvolvimento educacional, promovido pela Fundação Lemann. Na entrevista, Caiado afirmou que “está ouvindo boas cabeças em Goiás e fora do Estado”, para poder compor a equipe de governo e que só divulga os nomes no começo do próximo mês.

Imagens: Facebook 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Programa para segurança pública não se resume a uma frase, diz Witzel

O governador eleito prometeu durante a campanha ao governo do Estado do Rio que pediria o uso de atiradores de elite para "abater" suspeitos que forem vistos portando fuzis.
23/11/2018, 16h27

O governador eleito do Rio, Wilson Witzel (PSC), afirmou nesta sexta-feira, 23, que seu programa de governo para a segurança pública não se resume a “uma frase”, numa referência à proposta de matar suspeitos de crimes que estejam portando fuzis, feita durante a campanha. Segundo Witzel, o enfrentamento ao crime será acompanhado de ações sociais – o programa Comunidade Cidade se dedicará à urbanização de favelas “conflagradas”.

“Nosso objetivo maior não é abater criminosos simplesmente. É mostrar que o crime não compensa”, afirmou Witzel a jornalistas após participar do encontro anual da Associação da Escola de Direito de Harvard do Brasil, no Rio. O governador eleito citou a reestruturação das polícias e do sistema carcerário como outros pontos de seu programa para a segurança pública.

Questionado sobre de onde viriam os recursos para custear investimentos previstos no Comunidade Cidade, Witzel citou a importância de uma “gestão eficiente” e mencionou que, após reunião com o presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, constatou que os investimentos da estatal para o próximo ano são “motivadores”.

Witzel prometeu durante a campanha ao governo do Estado do Rio que pediria o uso de atiradores de elite para “abater” suspeitos que forem vistos portando fuzis.

No início do mês, já eleito, reafirmou a posição em entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo”. “Se for um ato em confronto, em que o policial está acobertado por uma excludente de ilicitude, não é homicídio, é morte em combate”, disse Witzel, eximindo-se de eventual responsabilidade caso um desses snipers seja processado por homicídio. “Não vai cair no meu colo nada. Vai cair no colo do Estado. O Estado tem de entender que tipo de segurança pública quer.”

Imagens: O Dia 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Homem é preso por matar e abandonar corpo do pai em canavial, em Goiás

Filho confessou para a Polícia Civil que matou com ajuda de comparsas por causa de dinheiro.
23/11/2018, 17h18

Juliano Gomes de Jesus, de 23 anos, foi preso nesta sexta-feira (23/11) sob suspeita de ter matado e ocultado o corpo do pai, em Bom Jesus de Goiás. Edmundo Gomes da Silva, de 56, estava desaparecido há dez dias.

Foi Juliano que levou a Polícia ao local em que o pai foi abandonado, sem vida. Edmundo, segundo a Polícia Civil, foi visto pela última vez no do dia 12 de novembro. A vítima havia deixado de ir ao trabalho durante alguns dias e chamou atenção de amigos.

Quando abriram a porta da casa em que a vítima morava, policiais encontraram o local revirado. O carro e cartões de crédito tinham desaparecido.

Durante a investigação, os policiais chegaram ao filho da vítima, Juliano, com quem encontraram os objetos. Na casa da mãe, o suspeito justificou aos policiais que o pai dele havia deixado os cartões com a senha e o carro com ele para que pudesse usá-los.

Juliano  Gomes contou uma história para a Polícia Civil que não convenceu. Para os policiais, ele disse que deixou o pai perto da rodoviária da cidade. Perguntado pelos policiais se sabia para onde o homem iria, ele disse que o pai não comentou.

Em Goiás, filho não tinha boa relação com o pai

Testemunhas ouvidas pela Polícia Civil contaram que pai e filho não tinham uma boa relação. Uma perícia encomendada pela Polícia, constatou sangue sangue em um dos bancos, painel e maçaneta.

Segundo a PC, um saque foi feito em uma das contas bancárias de Edmundo Gomes. Depois de preso, no entanto, Juliano confessou o crime. Ele teria tido a ajuda de outras pessoas.

Conforme confessou, ele e comparsas armados entraram na casa da vítima, pegaram a senha bancária, cartões e o carro.

Logo depois, mataram Edmundo e abandonaram o corpo em canavial próximo à BR-452.

Juliano Gomes está preso no presídio de Itumbiara, onde vai aguardar julgamento por homicídio e ocultação de cadáver. O filho que matou o próprio pai pode ficar 33 anos preso.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Feiras livres em Goiânia: encontre a mais próxima de você

As feiras livres em Goiânia já são tradição na cidade, atraindo pessoas de todos os cantos que querem pagar pouco e ainda levar para casa produtos de qualidade.
23/11/2018, 17h22

Para quem quer economizar e não abre mão de comprar produtos com qualidade, fazer algumas visitinhas às feiras livres em Goiânia pode ser uma excelente opção! Normalmente oferecem alta diversidade em produtos, agradando desde aquele que tem interesse em hortifruti, até quem está em busca de renovar o guarda-roupa. E é claro que não para por aí. As feiras contam com um ambiente plural, dando espaço também para vendedores de peças em artesanato e bancas que vendem as mais tradicionais comidas goianas, por exemplo.

E é exatamente por esses motivos que o dia de feira acaba se transformando em um passeio obrigatório para muitos goianienses, afinal, quem é que não adora a ideia de ir até lá e se deliciar com um saboroso pastel? Ou tomar aquele caldo de cana no capricho? Convenhamos, poucas são as coisas capazes de superar isso!

Apenas para que você tenha ideia de como este é um hábito já difundido em nossa cultura, a capital conta com nada menos que 122 feiras livres registradas pela Secretaria Municipal da Indústria, Comércio e Serviços. Isso mesmo! E vale mencionar ainda que algumas estão passando por processos de regularização.

Pensando por esse lado, não foi à toa que nossa cidade conquistou o título de capital brasileira das feiras. Apenas à título de curiosidade, é no coração de Goiânia que se concentra a maior feira livre de toda a América Latina, recebendo milhares de visitantes durante seus dias de funcionamento. E aí, já sabe de qual estamos falando? Se respondeu Feira Hippie, acertou!

Conheça três das mais importantes feiras livres em Goiânia:

1 – Feira Hippie

feiras livres em goiania
Foto: Reprodução/ O Hoje

Assim como mencionado anteriormente, a Feira Hippie é considerada como a maior da América Latina e é também uma das mais antigas e populares de Goiânia.

Nasceu no fim da década de 60 em meio ao movimento hippie que apenas ganhava força naquela época, o que justifica seu nome. À medida que o tempo foi passando conseguiu se expandir e foi transformando seu formato, atraindo diversos tipos de feirantes.

Hoje, oferece alta diversidade de produtos e representa um dos maiores polos comerciais da região Centro-Oeste. Se você ainda não conhece, vale a pena!

Funcionamento: sexta, das 8h às 17h / sábado, das 7h às 17h / domingo, das 7h às 15h

Endereço: Viela da Rua 44, s/n – Centro, Goiânia – GO, 74063-300

2 – Feira da Lua

feiras livres em goiania
Foto: Reprodução

Quando falamos sobre as feiras livres em Goiânia é impossível deixar a Feira da Lua de lado! Uma excelente escolha para quem quer economizar de verdade, é possível encontrar variedade em produtos e que saem a um ótimo custo-benefício.

Se encontra na Praça Tamandaré e é considerada como a segunda maior feira livre da cidade, ficando atrás apenas da Feira Hippie. Funciona durante as tardes de sábado.

Funcionamento: sábado, das 16h às 22h

Endereço: Av. Assis Chateaubriand, 640 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74130-011

3 – Feira do Sol

feiras livres em goiania
Foto: Reprodução/ TripAdvisor

Se temos a Feira da Lua, por que não teríamos a Feira do Sol, não é mesmo? É assim chamada pois acontece em uma praça que recebe o mesmo nome.

Apesar de ser bem menor que as outras citadas anteriormente, ainda é uma das melhores opções para quem procura pelas feiras livres em Goiânia. Conta com diversas alternativas para vestuário, alimentação e decoração.

Funcionamento: domingo, das 16h às 20h

Endereço: St. Oeste, Goiânia – GO, 74110-100

Feiras Especiais em Goiânia:

feiras livres em goiania
Foto: Reprodução/ TripAdvisor

Praticamente todos os dias da semana contam com a realização de feiras na capital. As feiras especiais podem acontecer no período diurno ou noturno pelos mais diversos bairros. Dá uma olhada!

Terça-feira

  • Feira Praça do Violeiro Praça do Violeiro/ Urias Magalhães / Noturno
  • Feira da Família / Praça C-8, esquina com Rua C-69, Setor Sudoeste /Noturno
  • Feira do Luar/ Residencial Jardins do Cerrado/ Noturno

Quarta-feira

  • Feira das Estrelas/Avenida Engenheiro José M. Filho, Setor Novo Horizonte/Noturno
  • Feira da O.V.G/ Rua T-38, esquina com T-14, Setor Bueno/ Noturno
  • Feira dos Amigos Praça Abel Coimbra, Cidade Jardim Noturno
  • Feira da Madrugada/ Praça do Trabalhador, Setor Norte Ferroviário/Noturno
  • Feira Crimeia Leste0/ Setor Crimeia Leste/ Noturno
  • Feira Balneário Meia Ponte/ Avenida Ormezina Naves Machado/ Noturno

Quinta-feira

  • Feira da Madrugada/ Praça do Trabalhador, Setor Norte Ferroviário/ Noturno
  • Feira da Paz/ Vila União Rua U-55, esquina com Avenida dos Alpes, Setor União/ Noturno

Sexta-feira

  • Feira Entardecer/ Rua 115, Cepal do Setor Sul/ Noturno
  • Feira do Amor/ Alameda Moisés Santana, Vila Redenção/ Noturno
  • Feira do Requinte Rua Heitor Fleury, Vila Canaã/ Noturno
  • Feira Girassóis/ Avenida Circular, Setor Pedro Ludovico/ Noturno
  • Feira Monte Cristo/ Avenida Dom Eduardo, Setor São José/ Noturno
  • Feira Jacaré/ Avenida Dom Prudêncio, Setor Crimeia Oeste/ Noturno

Sábado

  • Feira da Lua/ Praça Tamandaré, Setor Oeste/ Noturno
  • Feira das Rosas/ Avenida Liberdade, Conjunto Riviera/ Noturno
  • Feira dos Namorados/ Avenida Gercina Borges Teixeira, Conjunto Vera Cruz I/ Noturno
  • Feira da Vila Nova/ Avenida Coronel Gomes esquina com Rua 208, Vila Nova/ Noturno
  • Feira Parque Amazônia/ Praça Senador José Rodrigues, Parque Amazônia/ Noturno

Domingo

  • Feira Hippie/ Praça do Trabalhador, Setor Norte Ferroviário/ Diurno
  • Feira do Sol/ Praça do Sol, Setor Oeste/ Noturno
  • Feira das Nuvens/ Avenida T-1, esquina com Avenida T-6, Setor Coimbra/ Noturno
  • Feira do Universitário/ Praça Universitária, Setor Leste Universitário/ Noturno

Fora essas, ainda é possível encontrar diversas outras feiras livres em Goiânia. Se você quiser conhecer todas elas, basta clicar aqui e conferir a mais próxima de você!

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.