Trânsito

Mãe e filho morrem em acidente ao voltar de velório, em Piracanjuba

A família estava voltando do velório de um parente em Uberlândia, Minas Gerais.

Por Ton Paulo
26/11/2018, 07h47

Um trágico acidente vitimou uma mãe, de 22 anos, e seu filho, de 4,  na tarde do último domingo (25/11), na BR-153, em Piracanjuba, quando o carro em que eles estavam saiu da pista e bateu numa árvore. No veículo também estavam a avó da mulher, de 65 anos, que dirigia, e outra neta, de 21 anos. Mãe e filho não resistiram aos ferimentos e morrem no local.

O acidente ocorreu por volta das 16h50, no KM 596, BR-153, no município de Piracanjuba, sul de Goiás. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), as cinco pessoas da mesma família voltavam do velório de um parente em Uberlândia (MG), e estavam indo para Aparecida de Goiânia, onde mora, quando a avó, que conduzia o veículo Corsa Classic, perdeu o controle por motivo desconhecido, girou na pista e bateu em uma árvore.

A mulher de 22 anos, neta da condutora, e seu filho pequeno, de 4, que estavam no banco de trás, não resistiram aos ferimentos e morreram no local. Já a avó e as outra neta foram socorridas e levadas para o Hospital Municipal de Morrinhos. Ela tiveram apenas ferimentos leves e foram liberadas ainda na noite de domingo.

Acidente em Jaraguá, na BR-153, também tirou a vida de mãe e filho

Em setembro deste ano, uma tragédia semelhante tirou a vida de uma mulher de 31 anos e sua filha recém-nascida, um bebê de quatro meses. O acidente aconteceu no BR-153, Km 366, próximo à cidade de Jaraguá.

De acordo com informações da assessoria da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente se deu por por volta das 17h30 do dia 30/9, envolvendo a condutora de um veículo GM Cobalt, Geska Aline Zago, e de sua filha, uma recém-nascida quatro meses de vida, e um Gol.

Segundo levantamento preliminar feito pela equipe PRF, a tragédia se deu por causa de um cálculo errado de uma ultrapassagem, na BR-153, Km 366, próximo à cidade de Jaraguá, quando para não colidir frontalmente com outro veículo, Geska, que dirigia o Cobalt e estava com sua filha recém-nascida e a mãe idosa no momento, jogou seu carro para o acostamento, perdendo o controle do veículo.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.