Dia Gourmet

Happy hour em Goiânia: 13 lugares para curtir com a galera

Procurando por um bom happy hour em Goiânia? Preparamos uma listinha com lugares para os mais diversos públicos. Encontre aquele que combina com você!
27/11/2018, 16h09

Embora happy hour tenha cara de sexta-feira, nada impede que as vezes aconteça durante a semana, não é mesmo? Após uma intensa jornada de trabalho, seja lá o dia que for, não há nada melhor que chamar os amigos para relaxar um pouquinho enquanto desfrutam de bons petiscos e de uma cerveja gelada. Faz bem sair da rotina de vez em quando! Portanto, se você procura por uma boa opção de happy hour em Goiânia, podemos te ajudar!

Nós do Portal Dia Online selecionamos alguns bares e restaurantes pela cidade que são excelentes para reunir os amigos após o expediente, e alguns contam com promoções especiais no horário de happy hour. Curioso? Então dá uma olhada!

Lugares para curtir um happy hour em Goiânia:

1 – Thiosti Restaurante e Choperia

happy hour em Goiânia
Foto: Reprodução

No mercado desde 2008, o restaurante serve gastronomia variada e contemporânea, contando também com um charmoso happy hour em Goiânia. Entre os pratos do cardápio, podemos destacar o bife de chouriço, filé cremoso, medalhão piemontesa e um dos preferidos dos clientes da casa, o filé a Thiosti.

Também é possível pedir caldos, peixes, aves, risotos e panelinhas, sem contar as bebidas: sucos, refrigerantes, cremes, e as preferidas do happy hour, cervejas especiais. Vale a pena conhecer!

Horário de funcionamento: terça a sexta, das 11h às 15h e das 18h às 00h / sábado, das 11h às 2h / domingo, das 11h às 17h

Telefone: (62) 3095-3838

Endereço: Rua 1136, 97, Quadra 239, Lote 30 – Setor Marista, Goiânia – GO, 74180-150

2 – Outback Steakhouse

happy hour em Goiânia
Foto: Reprodução

Falou em boa comida, falou também do Outback! Uma das maiores redes de restaurantes do Brasil, possui temática australiana e é bastante conhecido por servir deliciosos filés, frutos do mar e tantos outros pratos suculentos.

O destaque vai também para o happy hour do lugar, que é um dos melhores de Goiânia contando com cervejas e chopes especiais.

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 12h às 15h e das 17h às 23h / sábado, das 12h às 23h / domingo, das 12h às 12h

Telefones:

  • (62) 3293-3070
  • (62) 3605-8324
  • (62) 3093-5544

Endereços: 

  • Av. T-10, 1300 – St. Bueno, Goiânia (Goiânia Shopping) – GO, 74223-060
  • Passeio das Águas Shopping – Av. Perimetral Norte, 8303 – Jardim Diamantina, Goiânia (Passeio das Águas Shopping) – GO, 74573-260
  • Av. Dep. Jamel Cecílio, 3300 – 1 – Jardim Goiás, Goiânia (Flamboyant Shopping) – GO, 74810-907

3 – Cervejaria Mangueiras

happy hour em Goiânia
Foto: Reprodução

Procurando um bom happy hour em Goiânia? Então vá até a Cervejaria Mangueiras e aproveite! Rola pastel, tirinhas de filet acebolado, tirinhas de filet de frango, e muitas outras delícias para petiscar.

O happy hour da casa acontece de segunda a quarta, das 16h às 00h, quinta e sexta, das 16h às 21h e sábado das 11h às 21h. Vale lembrar que durante esses horários você paga metade do preço na caneca de chopp!

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 18h às 00h / sábado, das 12h às 00h / domingo, das 11h às 17h

Telefone: (62) 3252-1305

Endereço: Rua 11, 895 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74120-030

4 – Moony Restaurante

happy hour em Goiânia
Foto: Reprodução

Muito mais do que um simples restaurante, o Moony leva para seus clientes o que há de melhor da cozinha contemporânea e também da coquetelaria clássica, proporcionando excelentes momentos para quem busca um happy hour em Goiânia.

Seu cardápio conta com menu executivo, pratos à la carte e drinks que se adequam às preferências de cada um. Vale ainda lembrar que o ambiente é sem igual, com decoração jovem feita em um grande galpão grafitado. É lindo!

Horário de funcionamento: segunda, das 11h30 às 15h / terça a sexta, das 11h30 às 15h e das 19h às 23h / sábado, das 12h às 16h30 e das 19h à 1h / domingo, das 12h às 16h30 e das 19h à 1h

Telefone: (62) 3624-9329

Endereço: Alameda Ricardo Paranhos, 928 – St. Marista, Goiânia – GO, 74180-050

5 – Aquarius Restaurante

happy hour em Goiânia
Foto: Reprodução

Com um ambiente bem popular, o Aquarius é um boteco gastronômico e possui mesinhas internas e ao ar livre, servindo boa variedade de pratos e petiscos. Você ainda pode pedir sua bebida preferida! Ótimo lugar para um happy hour em Goiânia!

Horário de funcionamento: todos os dias, das 11h às 00h

Telefone: (62) 3278-8668

Endereço: Avenida Albert Einstein, Quadra 10, Lote 05, s/n – Jardim da Luz, Goiânia – GO, 74850-320

6 – Glória Bar

happy hour em Goiânia
Foto: Reprodução

Com estilo carioca e alma goiana, o Glória Bar nasceu da ideia de três amigos. Com muita música, futebol, petiscos, bebida boa e comida brasileira da melhor qualidade, é um excelente lugar para levar os amigos e colegas de trabalho para um bom happy hour em Goiânia. Vale a pena!

Horário de funcionamento: segunda, quarta, quinta e sexta, das 17h30 à 1h / sábado e domingo, das 11h30 à 1h

Telefone: (62) 3224-9033

Endereço: R. 101, 435 – St. Sul, Goiânia – GO, 74080-150

7 – Cantinho Frio

happy hour em Goiânia
Foto: Reprodução

Com mais de 30 anos de tradição na cidade, o restaurante oferece carnes nobres, panelinhas, pratos à la carte, caldos e deliciosos petiscos. O clima é bastante intimista e aconchegante, o que representa uma excelente opção para quem procura um bom happy hour em Goiânia!

Horário de funcionamento: todos os dias, das 11h30 à 1h

Telefone: (62) 3202-4831

Endereço: R. 228, 53 – Setor Leste Universitário, Goiânia – GO, 74610-140

8 – Bar do Dodô

happy hour em Goiânia
Foto: Reprodução

Adora degustar boas comidas e petiscos de boteco? Então o Bar do Dodô é a pedida certa para seu happy hour! Com variedade no cardápio e prezando sempre pela qualidade, o lugar ainda conta com cerveja gelada a todo momento. Vale a pena conhecer!

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 17h às 00h / sábado, das 11h às 00h

Telefone: (62) 3095-1181

Endereço: R. Horizonte, 160 – Aeroviario, Goiânia – GO, 74435-040

9 – Botequim Mercatto

happy hour em Goiânia
Foto: Reprodução

Denominado como um boteco raiz, conta com mesinhas externas e internas, a escolha do cliente. Se você busca um bom happy hour em Goiânia e não pretende pagar muito caro por isso, o lugar é uma excelente opção! Conta sempre com música ambiente, e comidinhas deliciosas, combinando porções e chopps.

Horário de funcionamento: todos os dias, das 11h às 00h

Telefone: (62) 3945-6112

Endereço: R. T-36, 2775 – St. Bueno, Goiânia – GO, 74223-055

10 – Kealoha

happy hour em Goiânia
Foto: Reprodução

Seu happy hour em Goiânia pode ser feito também em uma pizzaria, o que acha? Na Kealoha é possível encontrar deliciosas pizzas, mas os clientes também podem pedir chopps baratos e saborosos, desfrutando ainda do ambiente acolhedor do local. Como o próprio nome acaba sugerindo, é um espacinho bem casual que remete a temas havaianos.

Horário de funcionamento: terça a domingo, das 17h às 23h

Telefone: (62) 3626-1898

Endereço: Av. B, 616 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74110-110

11 – Brejaria Terres

happy hour em Goiânia
Foto: Reprodução

Com espaço amplo e excelentes opções no cardápio, a Brejaria Terres conta com deliciosos petiscos e cervejas especiais, capazes de agradar até os mais exigentes gostos. É perfeito para ir com os amigos e aproveitar o tempinho livre!

Horário de funcionamento: terça a quinta, das 17h às 00h / sexta e sábado, das 17h à 1h / domingo, das 12h às 20h

Endereço: R. C-135, 375 – Jardim America, Goiânia – GO, 74275-040

12 – Tainá-Kan Bar

happy hour em Goiânia
Foto: Reprodução

Nada melhor que beber uma boa cerveja enquanto saboreia deliciosos tira-gostos, não acha? Então aqui é o lugar certo para você curtir um happy hour! Sem contar que é sempre possível encontrar transmissão de jogos e tudo isso em um botequim de climinha bastante agradável e descontraído!

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 16h à 1h

Telefone: (62) 99974-0058

Endereço: Av. T-1, 1286 – St. Bueno, Goiânia – GO, 74210-045

13 – Mercado Popular da 74

happy hour em Goiânia
Foto: Reprodução

Lugar já bastante tradicional em Goiânia, está presente entre nós desde o ano de 1953. É um excelente lugar para diversas atividades, desde fazer compras até se deliciar com as melhores comidas e petiscos da cidade. É possível encontrar diferentes atrações musicais ao longo da semana, e é o lugar certo para você fazer seu happy hour acontecer! Preço baixo ainda é um bom diferencial!

Horário de funcionamento: segunda a sábado, das 7h às 23h

Telefone: (62) 3524-1111

Endereço: R. 74, 329 – St. Central, Goiânia – GO, 74045-020

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Trechos de três rodovias goianas estão no ranking dos 10 piores do país

Foram apontados problemas como buracos, falhas na pavimentação e vias antigas e saturadas.
27/11/2018, 16h36

Trechos de três rodovias goianas estão no ranking dos dez piores do Brasil, com classificação regular, ruim ou péssima. De acordo com a 22ª edição da Pesquisa CNT de Rodovias, publicada pela Confederação Nacional do Transporte, apesar de uma pequena melhora entre 2017 e 2018, as condições das rodovias brasileiras continuam insatisfatórias e apontam problemas como buracos, falhas na pavimentação e vias antigas e saturadas.

Foram avaliados 107.161 quilômetros, o que corresponde a toda a malha federal pavimentada e aos principais trechos estaduais também pavimentados. Destes, 57% apresentaram estado geral com classificação regular, ruim ou péssima. A melhora foi de 14,5 em relação ao ano passado, com 61,8%.

Segundo o levantamento, o que contribuiu para a melhoria das condições da infraestrutura foi a sinalização nas faixas laterais e centrais, e vertical (placaRAs). Neste ano, o percentual da extensão das rodovias com sinalização ótima ou boa foi de 55,3% contra 40,8% do ano passado.

Outro dado de destaque apontado pela pesquisa, é que o número de pontos críticos nas rodovias do país passaram de 363 para 454 casos, com problemas como quedas de barreiras, pontes caídas, erosões nas pistas e trechos com buracos grandes.

De acordo com a CNT, esses pontos são classificados como situações graves e que podem trazer riscos à segurança dos usuários, além de custos adicionais de operação, devido à possibilidade de dano severo aos veículos, aumento do tempo de viagem ou elevação da despesa com combustível.

Trechos de rodovias goianas que estão entre os piores

Em Goiás, os trechos das rodovias goianas que apresentam maiores problemas são: BR-158, entre Jataí e Piranhas, considerado ruim; GO-118, GO-118/BR-010, entre Brasília e Palmas (TO), classificado como regular e GO-174, entre Rio Verde e Iporá, também apontado como regular.

Segundo dados, os melhores trechos e os que mais apresentaram melhorias de 2017 para 2018, são de rodovias concedidas à iniciativa privada. No total, 81,9% do estado geral dessas vias administradas por Concessionárias foi classificado como ótimo ou bom, sendo que, no ano passado, esse índice foi de 74,4%.

Todos os trechos apontados como os 10 melhores do ranking são de rodovias concessionadas e passam por São Paulo. Já os piores, completamente destruídos, de acordo com o estudo, foram encontrados nas rodovias MA-006 (MA), BR-226 (MA), BR-174 (AM), BR-163 (PA) e BR-122 (BA).

Manutenção das rodovias brasileiras

De acordo com o presidente da CNT, Clésio Andrade, a participação da iniciativa privada é de extrema importância para a construção e manutenção das rodovias brasileiras. O levantamento aponta com clareza que, por exemplo, a região Norte, que não possui nenhuma rodovia com concessão, é a que apresenta as piores condições de pavimentação e, com isso, o maior custo operacional.

“Não temos dúvidas de que o poder público precisa reconhecer a importância da iniciativa privada e chamar os investidores para serem protagonistas dessa empreitada. A viabilização dos investimentos privados, com a garantia de segurança jurídica e propostas atrativas de parceria, deve ser sempre priorizada”, reafirma Clésio Andrade.

Imagens: Hilton Franco 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Menino de 1 ano e seis meses cai em piscina e morre afogado, em Goiânia

Os bombeiros tentaram reanimar, mas não conseguiram.
27/11/2018, 16h58

Um menino de apenas 1 ano e 6 meses morreu afogado no início da tarde desta terça-feira (27/11) dentro de um piscina da casa onde morava, na Via Getúlio Vargas, no Setor Condomínio Amim Camargo, em Goiânia.

Acompanhada pela babá, a criança não resistiu assim que chegou em um posto de saúde da região, onde uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada e tentou reanimá-la. 

Ocorrências de afogamento envolvendo crianças, em Goiás

O Portal Dia Online noticiou a morte da menina Thayriny Vitória Pereira Neves, de 5 anos, na cidade de São Luis de Montes Belos, a 120 quilômetros de Goiânia, no dia 29 de outubro deste ano.

No dia 14 de outubro, David Gabriel Barros, de 6 anos de idade, morreu afogado em uma piscina do Clube Jaó, em Goiânia, no momento em que sua mãe tinha saído para fazer mamadeira para sua irmã mais nova. O menino só foi encontrado depois de 15 minutos, mas apesar do esforço dos Bombeiros, infelizmente o ele morreu no local.

Outros caso foram registrados durante a semana, com um em Luziânia, onde um outro menino com nome de Gabriel Conceição, de 6 anos, morreu afogado na piscina de casa.

Quis o destino que dos casos registrado na mesma semana, envolvesse um outro menino de nome Gabriel Rodrigues dos Santos, de 14 anos, que morreu afogado depois de salvar o irmão no Residencial Santa Fé, em Goiânia.

Dicas de como cuidar de seu filho:

  • Nunca deixe crianças sozinhas quando estiverem dentro ou próximas da água, nem por um segundo. Nessas situações, garanta que um adulto estará as supervisionando de forma ativa e constante o tempo todo;
  • Ensine as crianças que nadar sozinhas, sem ninguém por perto, é perigoso;
  • O colete salva-vidas é o equipamento mais seguro para evitar afogamentos. Boias e outros equipamentos infláveis passam uma falsa segurança, mas podem estourar ou virar a qualquer momento;

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Saúde

Hugo e Hutrin funcionam "em plena normalidade", diz Saúde após OSs assumirem gestão 

Institutos Haver e CEM assumiram, respectivamente, a administração do Hugo e Hutrin, nesta terça-feira (27/11).
27/11/2018, 17h45

Hospital Estadual de Urgências de Goiânia Dr. Valdemiro Cruz (Hugo) passou a gerido, nesta terça-feira (27/11), pelo Instituto Haver e o Hospital Estadual de Urgências de Trindade Walda Ferreira dos Santos (Hutrin) pelo Instituto CEM. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO), as duas unidades já funcionam “em plena normalidade”.

Em reunião com as novas diretorias dos hospitais, o secretário de Saúde, Leonardo Vilela, informou que, durante o período transição, “nenhum paciente em estado grave, no perfil de urgência e emergência, deixou de ser atendido no Hugo”. Leonardo ressaltou ainda que a expectativa é que, de hoje em diante, a unidade volte a ser referência de atendimento em Goiás.

Durante vistoria, foi constatado que os serviços de médicos, de segurança, recepção, lavanderia, nutrição e higienização funcionam normalmente. A farmácia está abastecida e os atendimentos eletivos voltaram a ser realizados na unidade.

Segundo a Secretaria de Saúde, os repasses às novas OSs, que devem ser feitos na primeira quinzena de dezembro, continuam os mesmos realizados ao Gerir, sendo cerca de R$ 20 milhões mensais para o Hugo e R$ 2,2 milhões para o Hutrin.

Novas OSs assumem gestão do Hugo e Hutrin em caráter de urgência

Após episódios de interdição, serviços suspensos, falta de medicamentos e insumos, no dia 26 de outubro, o Instituto Gerir, que administrava as duas unidades, pediu a rescisão de contrato com a Secretaria do Estado da Saúde de Goiás.

Um mês antes, no em 26 de setembro, a promotora de Justiça Fabiana Lemes Zamalloa do Prado havia recomendado ao secretário estadual de Saúde a rescisão do contrato com a organização social, para que o Estado reassuma imediatamente a direção das unidades. O objetivo era evitar a interrupção dos serviços.

Em caráter de urgência, os Institutos Haver e CEM assumiram a gestão do Hugo e Hutrin, respectivamente. Ambos os contratos têm validade 180 dias, até que sejam concluídos os processos de licitação definitivos. De acordo com a SES, as OSs foram selecionadas porque estão “entre as organizações sociais que são atuantes ou que foram participantes dos processos de chamamento público da secretaria.”

Imagens: Pauta Goiás 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Desarticulada organização criminosa liderada de dentro de presídio em Goiás

Líder do grupo está preso e matou capanga por desavença.
27/11/2018, 18h03

Quatro suspeitos de integrarem uma organização criminosa especializada em roubo de veículos e tráfico de drogas foram presos, nesta terça-feira (27/11), durante a Operação Lei do Crime, deflagrada pela Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO). Os crimes eram encomendados de dentro de um presídio em Goiás, onde o líder cumpre pena por tráfico de drogas e roubo de veículos.

A ação da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA), que desarticulou o grupo criminoso, cumpriu quatro mandados de prisão e sete de busca e apreensão, além de apreender materiais usados para o tráfico de drogas.

Os dados da operação Lei do Crime foram apresentados pelo delegado Gustavo Rigo, durante entrevista coletiva na sede da DERFRVA, localizada no complexo de Delegacias Especializadas da Polícia Civil, no setor  Cidade Jardim, em Goiânia.

Líder está preso em presídio de Goiás e matou capanga por desavença

O delegado do caso afirmou, durante a entrevista, que a operação foi batizada com o nome de Lei do Crime, pelo líder do grupo criminoso ter matado um dos capangas, em virtude de uma desavença entre eles.

“O líder do grupo passava as informações para sua companheira, que repassava aos comparsas às ordens do marido”, conta Gustavo Rigo. Segundo as informações divulgadas, outros seis integrantes da organização estão presos em presídios de Senador Canedo e na Casa de Prisão Provisória de Aparecida de Goiânia (CPP).

“É importante que essa operação reverbere no meio criminoso, porque é um franco recado aos jovens que pensam em enveredar-se para o lado do crime né, muitas vezes busca-se uma vida fácil, mas também perde-se uma vida facilmente”, informa o investigador.

Para o delegado, como o líder repassava as informações aos capangas através da companheira, por meio do direito das visitas íntimas, não mostra fragilidade no sistema e que talvez seja interessante, rever algumas regalias que são dadas a esses presos.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.