Política

Regulamentação do lobby prejudicaria os mais pobres, diz Toffoli

Para o ministro, o reconhecimento da atuação de lobistas favoreceria os mais ricos em detrimento da maior parte da população.
29/11/2018, 13h25

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, disse hoje (29) que é contrário à eventual regulamentação do lobby.

Para Toffoli, que também preside o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o reconhecimento da atuação de lobistas (pessoas contratadas para defender interesses de empresas e organizações junto a agentes públicos e políticos) favoreceria os mais ricos em detrimento da maior parte da população.

“Sou daqueles que são contrários à regulamentação do lobby, pois ela só vai criar mais burocracia e excluir aqueles mais pobres do acesso ao Estado e aos serviços prestados pelo Estado”, disse o ministro durante a cerimônia de abertura de seminário realizado pelo CNJ para debater formas de desburocratização de atos e procedimentos administrativos do Poder Judiciário.

Ao contrário de Toffoli, defensores da proposta costumam alegar que normatizar a atividade daria mais transparência a algo que, na prática, já é feito, permitindo sua fiscalização.

Desburocratização

Após apontar, em tom de brincadeira, a necessidade de o Poder Judiciário começar a desburocratizar suas práticas extinguindo as cansativas e desnecessárias saudações nominais em eventos que reúnem autoridades que todos os presentes conhecem, Toffoli afirmou que o Estado tem que interagir com a sociedade de maneira direta e transparente.

“O que traz resultados positivos à sociedade é a transparência”, disse Toffoli, elogiando a aprovação da Lei 13.726. Em vigor desde 8 de outubro, a lei federal procura racionalizar atos e procedimentos administrativos da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, além de instituir o Selo de Desburocratização e Simplificação.

“O intuito da lei é claro: deflagrar uma política permanente de redução de entraves burocráticos, para que o Estado deixe de existir por si e para si e passe a movimentar a sua estrutura com o objetivo maior de promover o desenvolvimento do país”, disse Toffoli, observando que a necessidade da lei é a “demonstração máxima” de que a burocracia está “tão arraigada na vida do brasileiro que temos dificuldade de identificá-la”, mesmo que a burocracia acarrete impactos sociais e econômicos para toda a sociedade.

“A burocracia funciona como importante fator de exclusão de parcela da população, que, em meio a um emaranhado de exigências desprovidas de sentido, se vê impossibilitada de exigir seus direitos”, acrescentou Toffoli.

Presente à abertura do seminário, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e a advogada-geral da União, Grace Mendonça, também defenderam a necessidade de redução das exigências burocráticas, em particular no âmbito do Poder Judiciário.

“A desburocratização desenvolve confiança para as relações, seja relações entre pessoas, seja entre as pessoas e as instituições públicas”, comentou Dodge. “É importante simplificarmos procedimentos, eliminarmos fases desnecessárias e de sobreposições de etapas, não somente no âmbito da administração pública, mas também dos processos judiciais”, defendeu Grace Mendonça.

Imagens: Agência Brasil 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

PF prende 21 por tráfico internacional de drogas

Os presos são suspeitos de envolvimento com tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro e crimes contra o sistema financeiro nacional em São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e Goiás.
29/11/2018, 13h40

A Polícia Federal (PF) prendeu na manhã desta quinta-feira, 29, 21 pessoas durante operação em parceria com a Receita Federal. Os presos são suspeitos de envolvimento com tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro e crimes contra o sistema financeiro nacional em São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e Goiás.

Segundo a PF, a movimentação financeira clandestina somou R$ 1,4 bilhão nos últimos três anos. A investigação já rastreou cerca de 90 empresas de fachada e 70 pessoas empregadas como “laranjas” do grupo para a operacionalização da lavagem de dinheiro e operações de câmbio ilegais.

A ação, batizada de Planum, investiga uma organização criminosa que enviava cocaína da Bolívia para Rio Grande do Sul. No decorrer da investigação, a PF identificou que aviões partiam de Mato Grosso do Sul, onde pousavam em fazendas adquiridas pela quadrilha. Posteriormente, a droga seguia por via rodoviária para outros Estados e permanecia em depósitos até ser despachada para a Europa por meio de portos brasileiros.

São cumpridos 23 mandados de prisão e 40 endereços são alvos de mandados de busca e apreensão. A ação cumpre ordens judiciais para sequestro e bloqueio de imóveis, fazendas, aeronaves, embarcações, veículos e contas bancárias estimados em mais de R$ 25 milhões.

Imagens: Terra 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Teatro em Goiânia: boa opção cultural na cidade

Ir ao teatro em Goiânia é sempre uma atividade que proporciona momentos de contato com a cultura e a expressão artística. Conheça os principais lugares da capital que promovem esse tipo de experiência!
29/11/2018, 14h46

Filmes até que são bem legais e conseguem prender nossa atenção, mas você já teve a oportunidade de presenciar uma peça teatral? O teatro é algo muito mais intenso, pois tudo acontece bem ali, diante de nossos olhos. Conseguimos captar com exatidão toda a emoção que os atores deixam transparecer, bem como suas expressões e movimentos bem calculados. Ir ao teatro em Goiânia é um passeio que todos deveriam experimentar de vez em quando!

Se você tem o costume de frequentar espaços de cultura na capital, é bem provável que já conheça boa parte de nossos teatros. Caso contrário, fica aqui o nosso convite para que se permita viver esse tipo de experiência. Com certeza irá se apaixonar! Pensando nisso, preparamos uma listinha com os principais teatros da cidade. Dá uma olhada!

Teatro em Goiânia:

1 – Teatro Madre Esperança Garrido

Teatro em Goiânia
Foto: Reprodução/ Facebook Teatro Madre Esperança Garrido

O Teatro Madre Esperança Garrido é um dos principais de Goiânia. Sempre recebe grandes nomes e peças. Sua programação é sempre bastante diversificada, e conta com peças infantis, comédias, dramas e apresentações musicais, sejam elas de âmbito regional ou nacional. O auditório conta com um amplo espaço e é bastante confortável. Se você ainda não conhece, vale a pena!

Lotação: 785 pessoas

Telefone para contato: (62) 3212-3531

Para conferir espetáculos em cartaz, acesse: Compre Ingressos

Endereço: Av. Contorno, 241 – St. Central, Goiânia – GO, 74055-140

2 – Teatro Rio Vermelho

Teatro em Goiânia
Foto: Reprodução

Este é um teatro em Goiânia sempre bastante lembrado pela população. Sua estrutura conta com diversos espaços para a realização dos mais distintos eventos, sejam peças teatrais ou grandes palestras, por exemplo.

O espaço multiuso conta com a “Sala Paranaíba”, o “Espaço Goyas”, e o “Hall da Rua 30”. E ainda tem o Auditório Lago Azul, onde é possível encontrar por ali cabine de som e iluminação dotada de equipamentos que são operados pela equipe técnica do teatro. Já o Teatro Rio Vermelho, espaço principal, possui plateia em dois níveis com poltronas numeradas.

Lotação: 1888 pessoas, sendo 1189 na parte inferior e 699 na superior (6 lugares extras para cadeirantes)

Telefone para contato: (62) 3219-3473

Endereço: Av. Paranaíba, 1576-1864 – St. Central, Goiânia – GO, 74075-057

3 – Teatro Inacabado

Teatro em Goiânia
Foto: Reprodução

Este é um teatro em Goiânia que sempre visa atender espetáculos da cena experimental, abrindo suas portas para peças do segmento alternativo e oficinas culturais. Mas também é válido mencionar que seu palco já recebeu diversos artistas do cenário nacional, a exemplo de Fernanda Montenegro, Sérgio Brito e Procópio Ferreira, sempre promovendo o desenvolvimento das artes cênicas em nosso estado.

Lotação: 243 pessoas

Telefone para contato: (62) 3233-0722

Endereço: Av. Anhanguera, 7030 – St. dos Funcionários, Goiânia – GO, 74543-010

4 – Teatro Goiânia

Teatro em Goiânia
Foto: Reprodução

Inaugurado no ano de 1942, este é sem dúvida o mais tradicional teatro em Goiânia. Faz parte do conjunto arquitetônico do projeto da cidade, carregando consigo traços do estilo de art déco, presente em diversas construções da cidade.

Além de toda sua importância histórica, também é claro que é um dos principais a valorizarem a cultura do estado, abrindo espaço para apresentações de dança, teatro e música erudita. Uma curiosidade, é que o teatro foi declarado como Patrimônio Nacional no ano de 2003.

Lotação: 850 pessoas

Telefone para contato: (62) 3201-4684

Endereço: Rua 23, esq. com a, Av. Tocantins, 252 – St. Central, Goiânia – GO, 74015-005

5 – Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro (Teatro Goiânia Ouro)

Teatro em Goiânia
Foto: Reprodução

O Teatro Goiânia Ouro é bastante confundido com o Teatro Goiânia, já que ambos possuem pequena diferença no nome. No entanto, apesar de ambos se encontrarem no Setor Central, são teatros diferentes.

Foi construído ainda na década de 70, dentro do que era conhecido como “Galeria Ouro”, que mais tarde foi dividida para a construção do teatro. No ano de 2006, a prefeitura revitalizou o local e construiu um centro cultural, onde atualmente funciona não apenas o teatro e o cinema, mas também uma biblioteca, um café e cursos de informática.

O espaço sempre recebe evento lugados a cultura e sua programação conta com filmes independentes, bandas ao vivo e apresentações de peças teatrais.

Lotação: 291 pessoas

Telefone para contato: (62) 3524-2542

Endereço: Rua 3, 1016 – St. Central, Goiânia – GO, 74023-010

6 – Teatro João Alves de Queiroz

Teatro em Goiânia
Foto: Reprodução/ Teatro João Alves de Queiroz

Este é um jovem teatro em Goiânia. Apenas para que você tenha ideia, foi fundado apenas no ano de 2004, mas isso não significa que é “menos experiente”. Atualmente é considerado como um dos mais importantes espaços da cidade para a manutenção das artes e da cultura. O objetivo é sempre o de conectar seu público com a nobre intenção de ensinar e aprender, divertir e entreter com eventos e ótimas apresentações artísticas.

Lotação: 370 pessoas

Telefone para contato: (62) 3235-2096

Endereço: R. Castorina Bittencourt Alves, 349 – Jardim Goiás, Goiânia – GO, 74810-909

7 – Teatro SESC

Teatro em Goiânia
Foto: Reprodução

O Teatro Sesc recebe peças e eventos que tenham origem, principalmente, no âmbito regional. Também costuma apresentar shows ao vivo de artistas goianos.

Telefone para contato: (62) 3933-1700

Endereço: R. 15 Q 42, 237 – St. Central, Goiânia – GO, 74030-030

8 – Teatro PUC

Teatro em Goiânia
Foto: Reprodução

Localizado no Campus V da Pontifícia Universidade Católica de Goiás, este é um teatro em Goiânia que costuma receber variados eventos culturais e até mesmo empresariais. Dispõe de um palco amplo, bilheteria, camarins, sala vip e hall. Entre os grandes nomes que já passaram por seu palco, estão Oscar Filho, Luan Santana, Os Barbixas e tantos outros.

Lotação: 574 lugares

Telefone para contato: (62) 3946-3036

Endereço: Avenida Fued José Sebba, Quadra A 16, 1184 – Jardim Goiás, Goiânia – GO, 74605-010

9 – Teatro Marista

Teatro em Goiânia
Foto: Reprodução

Este é um teatro contemporâneo localizado no Setor Marista. Embora não seja um dos maiores da capital, ainda oferece poltronas bastante confortáveis para seus visitantes e é claro, recebe espetáculos que garantem bons momentos para todos.

Lotação: 450 lugares

Telefone para contato: (62) 4009-5887

Endereço: St. Marista, Goiânia – GO, 74160-010

10 – Teatro Sesi

Teatro em Goiânia
Foto: Reprodução

O Teatro Sesi nasceu em um importante momento para o setor cultural em Goiás. Seu propósito é o de sempre oferecer programas culturais e artísticos de alto nível, proporcionando a oportunidade e o acesso de trabalhadores da indústria a esse tipo de atividade, possibilitando que suas famílias também possam desfrutar destes bons momentos. Aberto não apenas aos trabalhadores da indústria, mas também à comunidade de forma geral.

Lotação: 600 lugares

Telefone para contato: (62) 3269-0800

Para conferir espetáculos em cartaz, acesse: Agenda Teatro Sesi

Endereço: Av. João Leite, 1013 – Santa Genoveva, Goiânia – GO, 74670-040

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Produtores de grãos de Goiatuba têm prejuízo de R$ 20 milhões após serem vítimas de golpe

Grupo desviou carga e vendeu a mercadoria sem repassar o dinheiro para os donos da mercadoria.
29/11/2018, 15h42

Pelo menos cinco pessoas foram presas na última quarta-feira (28/11) durante a Operação Ouro Verde, deflagrada pela Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), que investiga o desvio e a venda de grãos de soja de produtores da cidade de Goiatuba, por uma empresa de armazenamento da cidade, que pode ter ocasionado um prejuízo a 20 milhões de reais aos produtores.

As investigações foram comandadas pelo delegado Patrick Carniel. Ao Portal Dia Online, o delegado afirma que as investigações não foram concluídas e os presos nesta primeira fase são dois sócios proprietários da empresa e três funcionários. Os suspeitos foram identificados como Sebastião Luiz Oliveira Júnior, 45 anos; Vera Lúcia Vieira Silva Oliveira, 44 anos; Ueslei dos Santos 36 anos; Hugo César Camilo de Sousa, 34 anos, e Dalario Alves Silva, 37 anos.

“A empresa foi contratada para fazer o transporte de soja. No caminho, eles substituíam a nota original por outra com o porto de destino para onde a mercadoria era trasportada”, conta o delegado.

Grupo que agia em Goiatuba desviou e vendeu grãos sem repassar o dinheiro para os produtores

De acordo com Patrick Carniel, essa ação do grupo configura o crime de apropriação indébita, onde o indivíduo obtém a posse da mercadoria com consentimento da vítima. No outro caso, a empresa de armazenamento foi contratada apenas para guardar os grãos, sem ter autorização de compra ou venda da mercadoria. Porém, os envolvidos comercializaram a mercadoria e não repassaram o dinheiro aos donos dos grãos.

“Geralmente esse tipo de crime acontece em um curto espaço de tempo. Os donos da empresa não esperavam que os clientes fossem procurar pelos produtos, mas eles procuraram e descobriram que nos armazéns não tinha mais nenhum grão e o dinheiro não foi repassado a eles”, informou o Partick Carniel.

A empresa é investigada em dois inquéritos. O primeiro por desvio da carga de soja, a empresa desviou mais de 1 tonelada do produto.

E o segundo investiga a empresa por estelionato, apropriação indébita e associação criminosa, pois a empresa vendeu a mercadoria e não repassou o dinheiro aos proprietários dos grãos. Os cincos suspeitos foram levados para à Unidade Prisional de Pontalina e vão responder pelos crimes de apropriação indébita, associação criminosa e estelionato.

O prejuízo para empresa contratante é equivalente a R$ 1.679.388,00.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Homem é preso acusado de matar companheira e filhos em Minas Gerais

O crime foi cometido no último sábado, 24, e o suspeito teria continuado no imóvel sem se preocupar com os cadáveres.
29/11/2018, 16h08

Um homem de 43 anos foi preso nesta quarta-feira, 28, sob a acusação de matar a esposa de 17 anos e os dois filhos, uma menina de um ano e meio e um menino de 6 meses. As vítimas foram encontradas estranguladas na casa onde moravam, no bairro Vila Monteiro, município de Lima Duarte (MG).

Os corpos foram descobertos por vizinhos que estranharam o mau cheiro que saía do local e acionaram a Polícia Militar. O crime foi cometido no último sábado, 24, e o suspeito teria continuado no imóvel sem se preocupar com os cadáveres.

Policiais contaram que a residência estava revirada e havia alguns móveis quebrados. A mulher, Talia Aparecida do Nascimento e os filhos, Sophia Gabriele da Silva e Calebe Emanuel da Silva, encontravam-se sobre a cama do casal.

Vizinhos contaram que o autor era ciumento e não deixava a mulher sair de casa. A polícia também recebeu informações de que a mulher estaria grávida, mas esta e outras questões somente serão confirmadas quando saírem os laudos de exames feitos no corpo.

História

O suspeito, que não teve o nome revelado, morava no Rio de Janeiro e conheceu a mulher através de página de bate-papo na internet. Há cerca de quatro anos ele teria se mudado para morar com ela em Minas.

Ele não reagiu ao ser preso e foi levado para uma delegacia de Juiz de Fora (MG), onde teria confessado o crime. Segundo o delegado José Márcio de Almeida Lopes, ele alegou sofrer de depressão e garantiu estar arrependido do que fez, mas responderá por triplo homicídio com agravantes.

Imagens: Terra 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.