Mundo

Queda dramática de Carlos Ghosn reverbera no Líbano

02/12/2018, 10h52

Embora tenha caído em desgraça international, o brasileiro Carlos Ghosn, um dos líderes mais poderosos da indústria automotiva, ainda pode contar com o apoio de pelo menos um país no mundo. No Líbano havia a expectativa de que Ghosn, que embora tenha nascido no Brasil tem ascendência libanesa (seus avós nasceram no país) e cuja família ainda detém grandes projetos no país, viria a ter um papel maior na política libanesa um dia, ou ajudaria a resgatar sua enfraquecida economia.

Em reação a sua prisão, políticos libaneses estão se mobilizando em sua defesa, com alguns sugerindo que o caso talvez seja parte de uma conspiração com motivações empresariais ou políticas e o governo estaria inclusive considerando extraditá-lo de Tóquio para que seja julgado no país.

Ghosn, principal arquiteto da aliança global firmada há quase duas décadas entre a francesa Renault e as japonesas Nissan e Mitsubishi e que ocupava o cargo de executivo-chefe do grupo, foi detido no Japão no mês passado sob suspeita de ter falsificado declarações de renda, entre outras irregularidades. Na sexta-feira, um tribunal japonês estendeu sua prisão por 10 dias.

O executivo é suspeito de ter usado uma subsidiária da Nissan na Holanda para dissimular pagamentos de quase US$ 18 milhões para a compra de um imóvel de luxo em um condomínio no Rio de Janeiro e de uma casa em Beirute. Além disso, Ghosn teria usado a subsidiária para fazer vários pagamentos à irmã mais velha, para consultoria, segundo uma fonte. Em um exemplo, ela recebeu uma comissão de US$ 60 mil para assessorar a habitação no Rio, mas a Nissan não encontrou provas de que a irmã realmente realizou o trabalho.

Famoso por sua capacidade de cortar custos e recuperar negócios em crise, as investigações sobre Ghosn tiveram início a partir de uma denúncia interna. (Fabiana Holtz, com informações da Associated Press – fabiana.holtz@estadao.com)

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Homem invade igreja em Aparecida de Goiânia e esfaqueia quatro pessoas

Ele se sentiu motivado após assistir um vídeo no qual "Deus amaldiçoava negros e carecas".
02/12/2018, 13h55

Um homem de 28 anos invadiu uma igreja no Setor Colina Azul, em Aparecida de Goiânia, e esfaqueou quatro fiéis. O crime ocorreu por volta das 10h30 deste domingo (2/12), e segundo testemunhas, o jovem entrou no local dizendo que todos iriam morrer. As vítimas, que têm 31, 33, 40 e 42 anos, estão em restado regular.

O homem foi preso no local e levado para o 1º Distrito Policial de Aparecida de Goiânia. De acordo com PMs que atenderam a ocorrência, o homem disse que cometeu o crime depois de assistir a um vídeo na internet, no qual “Deus amaldiçoava negros e carecas”.

Homem invade igreja em Aparecida de Goiânia

Tudo começou por volta das 10h30, enquanto fiéis estavam em um culto dominical, na Igreja Jesus Cristo dos Últimos Dias, no Setor Colina Azul. Testemunhas relataram que o homem, aparentemente trastornado, entrou no local dizendo que todos iriam morrer e logo atacou quem viu pela frente. Ele, usando duas facas, esfaqueou quatro pessoas, entre elas um homem que tentou conter a ação.

As vítimas têm 31, 33, 40 e 42 anos, e foram socorridas por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Um dos feridos foi levado ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) e os outros três para o Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa). O quadro de saúde deles é considerado regular.

Preso ainda na igreja

O suspeito, que ainda não teve o nome divulgado, foi preso ainda na igreja, todo sujo se sangue. Ele foi encaminhado ao 1º Distrito Policial da cidade, onde seria registrada a ocorrência.

Durante a prisão, o homem contou aos policiais militares que cometeu o crime depois de assistir a um vídeo na internet, no qual “Deus amaldiçoava negros e carecas”. Ele, por se sentir ofendido por é um pouco careca, resolveu ir até a igreja e “esfaquear todo mundo”. Ainda não se sabe se o suspeito reside perto da igreja.

Imagens: Instagram 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Trânsito

Capotamento mata motorista e deixa sete passageiros feridos, em Goiânia

Acidente ocorreu na madrugada deste domingo (2/12).
02/12/2018, 14h38

Capotamento de um carro de passeio mata motorista e deixa sete passageiros feridos, no Residencial Buena Vista I, em Goiânia. O acidente ocorreu na madrugada deste domingo (2/12), na Avenida Vicente Rodrigues. As vítimas têm de 14 a 32 anos de idade.

De acordo com a Delegacia de Crimes de Trânsito (Dict), Lucas Vitorino, de 19 anos, que dirigia o carro, perdeu o controle da direção, subiu na calçada e capotou sobre um monte de terra. O jovem morreu no local. Ainda não se sabe o que teria provocado o acidente.

Vítimas de capotamento em Goiânia

Além do motorista, outros sete rapazes estavam no veículo, sendo eles: dois menores, de 14 e 17 anos; Michael Douglas Ferreira dos Santos, de 18 anos; Anacleto Franco de Macedo Neto, de 32 anos; Sebastião Carlos Batista da Silva, de 23 anos; André Alves Pereira, de 22 anos; e Cleison Rodrigues Vitorino, também de 18 anos.

Todos sofreram ferimentos e foram encaminhados ao Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol). O menor de 17 está na UTI em estado grave e Michael Douglas Ferreira dos Santos, de 18 anos, está na emergência, consciente e em estado considerado regular; os outros cinco passageiros já receberam alta.

A Dict, que apura as causas do acidente, informou que mais informações a respeito do ocorrido só serão repassada na segunda-feira (3/12). Neste domingo não há plantão na delegacia.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Lojas da região 44 atendem em horários especiais em dezembro; confira

Neste mês, com as festas de fim de ano, a expectativa é movimentar cerca de R$ 1,2 bilhões.
02/12/2018, 15h49

Durante todo o mês de dezembro, as lojas da Região da 44, em Goiânia, atenderão em horários especiais. O objetivo dos comerciantes é aproveitar o fluxo de compradores no período, que deve aumentar pelo menos 22%. A fiscalização no comércio também será reforçada, principalmente sobre a ação de vendedores ambulantes irregulares.

Segundo o presidente da Associação Empresarial da Região da 44 (AER44), Jairo Gomes, até o dia 24 de dezembro, véspera de Natal, o movimento na região, que normalmente já movimenta em torno de R$ 600 milhões por mês, deve ser intenso. Cerca de 150 mil pessoas trabalham no local, e a expectativa é que 70 mil vagas temporárias sejam abertas.

Horários especiais na Região 44

Em todos os domingos do mês, a partir de hoje (2/12), as lojas estarão abertas das 7h às 13h. Aos sábados, o comércio atende até às 19h. Outra novidade é que em dezembro os estabelecimentos funcionarão também às segundas-feiras.

Veja a relação de horários e programe-se!

  • Segunda-feira a sábado – das 7h às 19h
  • Domingo – das 7h às 13h

De acordo com pesquisa da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Goiânia sobre intenção de compras para o Natal, as roupas estão entre os itens de maior preferência dos consumidores, o que aumenta a estimativa da AER44, que é movimentar R$ 1,2 bilhões neste mês.

Segurança na Região 44

Segundo a Prefeitura de Goiânia, em dezembro e janeiro, a Guarda Civil Metropolitana reforçará a segurança nos setores Central e Campinas, com a intenção de “fiscalizar as atividades urbanas, principalmente o comércio de ambulantes irregulares e passeios públicos, além de orientar a população que visita a região sobre os cuidados para evitar furtos e roubos, que nesta época aumentam.”

“Com a chegada do Natal e Ano Novo, a população vai às compras com um montante muito expressivo, geralmente, com o dinheiro do 13º salário e, pensando na segurança delas, a GCM planejou a estratégia de trabalho para estes meses”, reforça o comandante do Programa Goiânia+Segura, Luiz Paulo.

Imagens: iConnect 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Goiás anuncia Maurício Barbieri como novo treinador

Contrato com o técnico segue até dezembro de 2019.
02/12/2018, 17h14

Neste domingo (2/12), o Goiás Esporte Clube anunciou, por meio das redes sociais e no site oficial, Maurício Barbieri como novo treinador; contrato com o técnico segue até dezembro de 2019. Anúncio é feito seis dias após a saída de Ney Franco, que participou de um dos momentos mais aguardados pelos esmeraldinos, o acesso à Série A, depois de três anos na segunda divisão.

Veja abaixo o comunicado:

Sem trabalhar desde a saída do Flamengo, no segundo semestre deste ano, o treinador terá a missão de comandar o Goiás na volta à Série A

Após a saída de Ney Franco, a diretoria do Goiás agiu rápido e acertou a contratação de Maurício Barbieri. O perfil de um treinador novo, estudioso, extremamente tático e bom de grupo, fez com que o nome de Barbieri aparecesse como uma aposta perfeita para os desafios de 2019. Barbieri já fez estágio em Portugal com José Mourinho e treinou clubes do interior de São Paulo e o Flamengo.

O treinador chega para ajudar o Goiás no ano de retorno à elite do Futebol Brasileiro e de disputa pelo Pentacampeonato Goiano .

Vale lembrar que o último trabalho do novo técnico foi no Flamengo. Maurício Barbieri assumiu primeiro como interino, em abril, depois da demissão de Paulo César Carpegiani. Comandou o time em 39 jogos, sendo 19 vitórias, 12 empates e oito derrotas. A saída de Barbieri aconteceu após a eliminação na semifinal da Copa do Brasil para o Corinthians.

A primeira missão de Maurício Barbieri será no dia 20 de janeiro, quando o Goiás medirá forças com o Goiânia, no Estádio Olímpico, na abertura do Estadual.

Aos 37 anos, Barbieri, chega para dirigir seu sexto time na carreira. O contrato vai até o final do Campeonato Brasileiro 2019, e o novo treinador deverá ser apresentado oficialmente esta semana.

Histórico de Maurício Barbieri

O trabalho mais recente de Maurício Barbieri, de 37 anos, foi no Flamengo, após a demissão de Paulo César Carpegiani. Com o time Rubro-Negro, ele acumulou 39 jogos, sendo 19 vitórias, 12 empates e oito derrotas. A equipe chegou a liderar o Brasileirão, mas depois de apresentar queda de rendimento e a eliminação na Copa do Brasil para o Corinthians, Barbieri foi demitido.

O treinador atuou também nos seguintes clubes:

  • Audax Rio: de 20 de setembro de 2011 a 12 de setembro de 2013
  • Red Bull Brasil: de 12 de novembro de 2013 a 31 de dezembro de 2016
  • Guarani: de 20 de fevereiro de 2017 a 23 de março de 2017
  • Desportivo Brasil: de 22 de junho de 2017 a 9 janeiro de 2018
Via: Goiás EC 
Imagens: Página1 News 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.