Política

Em carta à BBC, Lula diz que Moro fez política e agora se beneficia disso

06/12/2018, 17h32

A emissora de televisão britânica BBC publicou nesta quinta-feira, 6, em seu site trechos de uma entrevista feita por carta com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde abril pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no caso do triplex de Guarujá (SP).

Em suas respostas, o petista acusa o ex-juiz federal Sergio Moro, futuro ministro da Justiça no governo Jair Bolsonaro, de ter agido politicamente durante o seu processo, para prendê-lo e, assim, tirá-lo da disputa presidencial. “Bolsonaro só ganhou porque não concorreu contra mim”, disse o ex-presidente.

“Então, Moro fez política e não justiça, e agora se beneficia disso”, continua Lula, em referência ao fato de o ex-juiz ter aceitado o cargo de ministro da Justiça de Bolsonaro, após a vitória do capitão da reserva contra o candidato do PT, Fernando Haddad, que substituiu Lula na disputa.

O ex-presidente foi condenado por Moro, à época juiz de primeira instância, a nove anos e meio de prisão. Na segunda instância, julgado por desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), de Porto Alegre, o petista teve a pena aumentada para 12 anos e um mês.

Proibido de dar entrevistas presenciais ou por telefone, Lula respondeu a perguntas feitas por carta pelo jornalista brasileiro Kennedy Alencar, para um documentário da BBC, informou a emissora.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Detran GO faz leilão de 3,3 mil veículos, em Aparecida de Goiânia

Entre os itens leiloados, estão carros de passeio, motocicletas e veículos para transporte de carga.
06/12/2018, 17h51

Nos próximos dois dias, sexta-feira, 6, e sábado, 7, o Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran GO) fará um leilão de veículos em Aparecida de Goiânia. Entre os itens leiloados, estão carros de passeio, motocicletas e veículos para transporte de carga. No leilão, serão 3,3 mil veículos à disposição dos interessados. No entanto, nem todos têm condições de voltar a circular nas ruas. Boa parte dos veículos é sucata com algumas peças úteis para o comprador.

Conforme o presidente da Comissão Especial de Leilões do Detran GO, Waldheir Albino, os veículos disponíveis no leilão serão vendidos nas condições atuais, sem modificação ou reparo.

Para quem deseja comparecer e conferir pessoalmente, o leilão terá início às 10h desta sexta-feira na sede da Leilões Brasil, na BR-153, Lot. Expansul, em Aparecida de Goiânia. Outra opção para a população será participar do leilão pela internet através do site da Leilões Brasil.

Os carros e motos disponíveis para leilão estão recolhidos há mais de 60 dias em pátios por todo Estado. Esses veículos são resultado de apreensões feitas pela polícia em blitzes devido infrações de trânsito, documentação irregular, entre outros. Segundo o Detran GO, o objetivo do leilão é esvaziar os pátios e quitar as dívidas dos automóveis com o dinheiro arrecadado.

Detran GO faz leilão de carros e motos em setembro

Detran GO promoveu nos dias 25, 26 e 27 de setembro deste ano, um leilão para comercializar carros, motos e sucata nas cidades de Goiânia e Anápolis. No primeiro dia de leilão, 25, foram leiloados carros e motos. Nos dias 26 e 27, o Detran GO leiloou apenas motos recuperáveis.

Os veículos ficaram disponíveis para a visitação do público, que precisou levar documentos pessoais e comprovante de endereço para participar do leilão.

A retirada dos veículos recuperáveis adquiridos pelos compradores foi feita após o dia 8 de outubro.

Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Após mandar matar mulher e fingir latrocínio, em Goiânia, marido é condenado a 27 anos de prisão

Crime ocorreu em novembro de 2015; Cibelle de Paula Silveira, de 31 anos, morreu, ao lado do marido, com um tiro na cabeça.
06/12/2018, 18h12

Depois de dois dias em julgamento, o advogado Eduardo de Oliveira Francisco, de 34 anos, foi condenado a quase 28 anos de prisão por mandar matar a esposa, a bancária Cibelle de Paula Silveira, de 31 anos, e fingir se tratar de um latrocínio. O crime ocorreu em novembro de 2015 enquanto o casal andava de bicicleta na BR-060, entre Goiânia e Abadia de Goiás; a ciclista levou um tiro na cabeça.

Em dezembro do mesmo ano, três suspeitos do crime foram presos, sendo um deles, Pedro Henrique Domingos de Jesus Félix, ainda com 18 anos, que gravou um vídeo confessando ter cometido o crime com ajuda de um adolescente. Ele foi condenado por homicídio e pegou pena de 22 anos e 5 meses.

Dez dias após o crime, o inquérito foi concluído e enviado ao Ministério Público que denunciou Pedro Henrique por latrocínio e o menor por ato infracional análogo ao latrocínio. Já o terceiro preso foi retirado do processo, após comprovado que não tinha envolvimento com o crime.

Reviravolta no caso ocorrido em Goiânia

Após dois meses da conclusão do inquérito policial, a Polícia Civil recebeu o laudo cadavérico da bancária, onde foram constatadas lesões no corpo de Cibelle, que não eram compatíveis com as causadas pela morte.

A polícia ouviu amigos e familiares, que disseram ao delegado Thiago Martimiano, responsável pelo caso, que Cibelle era vítima de agressões físicas por parte do marido. Diante disso, a polícia abriu uma investigação paralela, conhecida como Verificação Preliminar de Informação (VPI), para constatar se o crime era mesmo latrocínio ou homicídio.

As investigações concluíram que o marido tinha participação na morte da mulher. Em setembro deste ano, Eduardo foi preso em um apartamento, no Setor Celina Park, quatro dias depois da expedição de um mandado de prisão preventiva do juiz Lourival Machado da Costa, da 2ª Vara de Crimes Dolosos contra Vida.

Em novembro, o advogado, mandante do crime, e o Pedro Henrique, quem atirou em Cibelle, foram denunciados por homicídio qualificado. Nesta quarta e quinta-feira, 5 e 6 de dezembro, três anos após o crime, os acusados passaram por júri popular.

Marido recebeu seguro e benefícios

Depois da morte de Cibelle, Eduardo recebeu cerca de R$ 50 mil do seguro de vida dela, além de ficar com bens como casa e carro, além de uma herança que ela deveria receber depois que o pai morreu atropelado. Apesar do relacionamento conturbado, e do ciúme exagerado do advogado com a mulher, o delegado acredita que a mulher morreu por interesses financeiros.

Imagens: Facebook 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Conmebol rejeita recurso do Boca Juniors e confirma final no domingo

Enquanto o River exigia jogar em seu estádio, o Boca pedia para ser declarado campeão.
06/12/2018, 19h16

A Conmebol rejeitou nesta quinta-feira o recurso do Boca Juniors e confirmou a realização da segunda partida da final da Libertadores. O clube argentino pedia o título da competição sem ter que entrar em campo no domingo, mas teve a ação negada pela entidade continental.

O recurso do Boca foi realizado no dia 30 de novembro, para o Tribunal de Apelações da Conmebol, logo depois da entidade negar o pedido inicial do clube para a exclusão do River da competição pelos acontecimentos ocorridos nos arredores do Monumental de Núñez no último dia 24.

O Boca considerava que deveria ser declarado vencedor daquela partida e, consequentemente, campeão da Libertadores. Mas, nesta quinta, a Conmebol anunciou que manteve a decisão de seu Tribunal Disciplinar e reafirmou que o segundo jogo da final acontecerá domingo, no Santiago Bernabéu, em Madri.

Conmebol suspende final após confusão

Depois do empate por 2 a 2 na ida, em La Bombonera, os rivais argentinos deveriam se enfrentar no último dia 24, mas o apedrejamento do ônibus do Boca, que deixou alguns jogadores do clube feridos, resultou no adiamento e, posteriormente, na suspensão da partida.

A disputa foi para os tribunais. Enquanto o River exigia jogar em seu estádio, o Boca pedia para ser declarado campeão. A Conmebol, então, decidiu tirar a aguardada partida de Buenos Aires e a levou para o estádio do Real Madrid, onde será disputada domingo, às 17h30 (de Brasília).

Imagens: Massa News 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Obras da primeira creche para idosos em Anápolis devem ser entregues em 2019 

Local receberá nome da vereadora Vilma Rodrigues, idealizadora do projeto, que morreu em março deste ano.
06/12/2018, 20h01

Assinada nesta quinta-feira (6/12), em Anápolis, a ordem para início das obras do primeiro Centro Dia do Idoso, a creche para idosos; o local, que deve inaugurado no segundo semestre de 2019, oferecerá cuidados a pessoas acima de 60 anos que residem ou mantêm vínculos com suas famílias, mas não dispõem de atendimento em tempo integral em casa. O centro para idosos funcionará de segunda a sexta, das 8h às 17h.

De acordo com a Prefeitura, a creche para idosos vai dispor, em 344. 75 metros quadrados, de salas de repouso, salas para atividades coletivas e individuais, ambulatório, academia e refeitório. Será construído ainda um espaço para o cultivo de quatro hortas.

O Centro-dia do Idoso, iniciativa da vereadora Vilma Rodrigues, que morreu em março deste ano, vai ser coordenado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, e ocupará uma área da prefeitura localizada no setor Vila Esperança, na cidade. As obras contam com investimento de R$ 784 mil, sendo R$ 600 mil fornecidos pelo Governo de Goiás e o restante pelo município.

A solenidade contou com a presença do prefeito Roberto Naves e do delegado titular da Delegacia do Idoso e filho da vereadora responsável pelo projeto, Manoel Vanderic.

Creche para idosos em Anápolis

Depois de inaugurado, o Centro Dia do Idoso funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O objetivo é oferecer à população idosa, além de proteção, melhoria na qualidade de vida e ainda diminuição da sobrecarga de trabalho dos cuidadores domésticos.

A creche para idosos, classificada pelo Conselho Nacional da Assistência Social com um Serviço de Proteção Social Especial de Média Complexidade, deve atuar como espaço para atender idosos:

– Que possuem algumas limitações para a realização das atividades da vida diária, como alimentação, mobilidade e higiene;

– Que não possuem comprometimento cognitivo severo ou que apresentam perdas cognitivas leves ou moderadas;

– Que na maioria das vezes ainda residem ou mantêm vínculos com suas famílias, mas não dispõem de atendimento em tempo integral em seus domicílios.

Imagens: Press Minho 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.