Brasil

Produção de bicicletas tem alta de 19% no acumulado até novembro

Foram produzidas 90,1 mil motos em novembro.
11/12/2018, 11h00

A produção de motocicletas cresceu 19% de janeiro a novembro deste ano em comparação com o mesmo período de 1017. Segundo balanço divulgado hoje (11/12) pela Associação Brasileira de Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Bicicletas e Similares (Abraciclo), saíram das indústrias 968,8 mil unidades até novembro, contra as 813,8 mil fabricadas de janeiro a novembro de 2017.

Foram produzidas 90,1 mil motos em novembro, uma expansão de 8,4% em relação ao mesmo mês do ano passado. Em comparação com outubro, no entanto, quando foram fabricadas 101,1 mil unidades, foi registrada uma queda de 10,9% na produção.

Exportações

As exportações apresentaram uma retração de 12,9% no acumulado de janeiro a novembro, com a venda de 65 mil unidades, contra 74,6 mil no mesmo período do ano passado. Segundo o presidente da Abraciclo, Marcus Ferminian, as vendas para o mercado externo sofrem com os reflexos da crise na Argentina, maior comprador dos produtos brasileiros.

Projeção

A partir dos números, a Abraciclo projeta fechar o ano de 2018 com um crescimento da produção de 17,2% em relação ao ano passado, com um total de 1,03 milhão de motos. Para 2019, a expectativa é de uma expansão de 4,3% na produção, com a fabricação de 1,08 milhão de motos.

Apesar dos números positivos, Ferminian destacou que a fabricação ainda está abaixo da capacidade das fábricas instaladas na Zona Franca de Manaus. De acordo com ele, a expansão neste ano “reverte o ciclo de queda” enfrentado pela indústria desde 2011. Com a volta do crescimento, o setor volta ao mesmo patamar que tinha em 2004. “A gente celebra o crescimento, mas ainda estamos distantes da ocupação total das nossas plantas”, ressaltou.

Entre os fatores que permitiram a retomada em 2018, Ferminian apontou a melhora da confiança dos consumidores na economia e a expansão do crédito, inclusive a partir das próprias marcas que tem bancos próprios para financiar as vendas.

Bicicletas

De janeiro a novembro, a fabricação de bicicletas aumentou 16,5% em relação ao mesmo período de 2017, totalizando 751,8 mil unidades em 2018 contra 645,5 mil no ano anterior.

Segundo o vice-presidente do segmento de bicicletas da Abraciclo, Cyro Gazola, entre os fatores que permitem a expansão do setor está o aumento da estrutura cicloviária nas cidades, com a construção de ciclovias e ciclofaixas. Foram implantados 33 quilômetros em 2017.

Essa infraestrutura, entretanto, ainda representa, de acordo com Gazola, apenas 3% da malha viária do país. Mesmo assim, é um fator importante para a expansão do mercado de bicicletas no país. “Já é um elemento que hoje determina o crescimento da nossa indústria”, ressaltou.

Imagens: Agência Brasil 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Homem é morto a tiros na porta do trabalho, em Senador Canedo

Danyllo esperava a abertura da oficina quando foi alvejado.
11/12/2018, 11h09

Um homem identificado como Danyllo Teixeira Barbosa foi morto a tiros na manhã desta terça-feira (11/12), na frente da oficina onde trabalhava, no Setor Morado do Sol, em Senador Canedo, enquanto esperava o estabelecimento ser aberto.

O caso foi confirmado pelo delegado titular do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Senador Canedo, Antônio André Santos Junior, que busca outras informações sobre o caso e que a perícia trabalha no local nesse momento.

De acordo com a polícia, testemunhas afirmaram que Danyllo esperava a oficina ser aberta, quando dois suspeitos passaram em uma moto e efetuaram os disparos que atingiram a vítima. O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) foi acionado para atender a ocorrência, e constatou o óbito. Segundo a polícia, ainda não há informações sobre a motivação e sobre a autoria do crime.

No início do mês um homem foi morto a caminho do trabalho e ao lado da esposa em Aparecida de Goiânia

No dia (1/12) Pablo Pego de Oliveira, de 35 anos, foi morto a tiros dentro do carro e ao lado da esposa, no Jardim Tropical, em Aparecida de Goiânia, região metropolitana da capital, quando saia de casa para trabalhar.

Segundo informações da Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), Pablo saia no carro com a esposa, por volta das 5h da manhã, quando o suspeito se aproximou e alvejou a vítima. A polícia esteve no local, para levantar informações sobre autoria e motivação do crime, que até o momento são desconhecidas.

De acordo com a polícia, a esposa e os familiares de Pablo vão ser ouvidos a partir da próxima semana sobre o crime. A princípio o Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Aparecida de Goiânia trabalha com duas possibilidades, a primeira delas é de homicídio e a segunda de latrocínio – roubo seguido de morte.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Veja quais são os nomes confirmados até agora por Ronaldo Caiado para compor as secretarias em Goiás

Os nove nomes das 17 secretarias confirmadas por Caiado foram anunciados durante uma coletiva de imprensa, no início da tarde de hoje (11/12).

Por Ton Paulo
11/12/2018, 13h04

O governador eleito por Goiás Ronaldo Caiado (DEM) anunciou no início da tarde desta terça-feira (11/12), no Castro’s Park Hotel, nove nomes escolhidos para assumir as pastas do governo e cargos de diretoria e presidência dos órgãos do Estado. Os nove nomes das 17 secretarias confirmadas por Caiado foram anunciados durante uma coletiva de imprensa que começou por volta de meio-dia.

Com nove confirmados, resta ao governador eleito confirmar o nomes dos outros oito.

Confira abaixo os nomes confirmados, até agora, por Caiado:

1. Secretaria de Segurança Pública – Rodney Miranda

Delegado aposentado da Polícia Federal, Rodney Rocha Miranda tem 54 anos e é formado em Administração e Direito pela UNIUDF, pós-graduado em Carreiras Jurídicas pela Escola Superior da Magistratura do DF e em Segurança Pública pela ANP/DPF/MJ. Foi integrante da Comissão de Reforma das Leis Criminais e autor do texto que originou o projeto de criação do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP). Foi por duas vezes secretário de Segurança do Espírito Santo (2003-2005 e 2007-2010) e também secretário de Defesa Social de Pernambuco (2006). Foi prefeito de Vilha Velha (2013-2016) e deputado estadual (2011-2012).

Veja quais são os nomes confirmados até agora por Ronaldo Caiado para compor as secretarias em Goiás

2. Saneago – Ricardo Soavinski

Oceanógrafo formado pela Universidade do Rio Grande, Ricardo José Soavinski tem 55 anos, é analista Ambiental Federal de carreira e atual presidente da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar). Foi presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), secretário nacional de Recursos hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente, secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Paraná e presidente do Conselho Fiscal da Paraná-Previdência.

Veja quais são os nomes confirmados até agora por Ronaldo Caiado para compor as secretarias em Goiás

3. Secretaria de Saúde – Ismael Alexandrino Jr

Médico formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Pernambuco com Fellow em Terapia Intensiva pela Universidade de Milão e Bolonha, Ismael Alexandrino é atual diretor-presidente do Instituto Hospital Base e também conselheiro titular do Colegiado Gestor da Saúde do Distrito Federal. Tem MBA em Gestão da Saúde pela Fundação Getúlio Vargas, foi da diretoria Médica Executiva da DASA, chefe da UTI do Hospital Regional do Gama, Diretor Geral do Hospital de Base do Distrito Federal, superintendente de Saúde da Região Sul do DF e secretário Adjunto de Gestão da Saúde do Distrito Federal.

Veja quais são os nomes confirmados até agora por Ronaldo Caiado para compor as secretarias em Goiás

4. Secretaria de Desenvolvimento Econômico – Adriano da Rocha Lima

Engenheiro formado em Engenharia Elétrica e Telecomunicações pela PUC-Rio, Adriano da Rocha Lima tem 46 anos e é pós-graduado em Planejamento Estratégico de Redes pela Telia Academy (Kalmar-Suécia) e em Administração Executiva de Negócios pela COPPEAD/UFRJ. É mestre em filosofia pela UFRJ e já atuou como engenheiro da Nortel (multinacional de tecnologia da Flórida, nos EUA) e da Promon Eletrônica. Foi diretor de engenharia da Claro Brasil e também fundador e CEO da WebRadar.

Veja quais são os nomes confirmados até agora por Ronaldo Caiado para compor as secretarias em Goiás

5. Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social – Marcos Cabral

Prefeito de Santa Terezinha de Goiás pelo terceiro mandato (1997-2000; 2009-2012; 2016-2018), Marcos Ferreira Cabral é filiado ao Democratas e foi um dos fundadores do PFL em Goiás. Tem 49 anos, é formado em Gestão Pública e também técnico em Mineração e em Pavimentação Asfáltica. Já foi vereador em Santa Terezinha de Goiás, diretor do programa Asfalto Novo da Agetop e um dos coordenadores em Goiás da campanha de Ronaldo Caiado à Presidência da República, em 1989.

Veja quais são os nomes confirmados até agora por Ronaldo Caiado para compor as secretarias em Goiás

6. Detran – Marcos Roberto

Advogado com pós-graduação em direito civil e processual civil, foi sócio-fundador do escritório Rios e Silva Advogados Associados S/S, membro da comissão de Direitos e Prerrogativas da OAB-GO 2010/2012 e 2013/2015. Foi Procurador da Câmara Municipal de Mozarlândia 2011 a 2013. Atualmente é Tesoureiro e procurador estadual do Democratas em Goiás.

Veja quais são os nomes confirmados até agora por Ronaldo Caiado para compor as secretarias em Goiás

7. Indústria e Comércio – Wilder Morais

O senador Wilder Morais (DEM) tem 50 anos de idade. Formou-se em Engenharia Civil, na antiga Universidade Católica de Goiás (UCG), hoje Pontifícia Universidade Católica (PUC). Pai de três filhos. Wilder entra na política nas eleições de 2010. É convidado a ocupar uma secretaria no Governo, na pasta da Infraestrutura. Em 2012 Wilder assumiu vaga no Senado. Apesar de não ter experiência na área política, é considerado uma das grandes revelações no Senado por sua capacidade de articular a liberação de emendas e recursos para Goiás. Ainda no campo da política, Wilder iniciou sua vida partidária no DEM. Depois ingressou no PP. Sem espaço na base do governo para disputar a reeleição, Wilder deixou o PP e voltou para o DEM, a convite de Ronaldo Caiado.

Veja quais são os nomes confirmados até agora por Ronaldo Caiado para compor as secretarias em Goiás

8. Operacional do Detran – José Soter

Gestor público em contratos e licitações. Trabalhou na Celg D por 33 anos, onde atirou como presidente da Comissão de Licitações da Celg. Foi também Membro dos conselhos de Administração e Fiscal da CelgPar.

Veja quais são os nomes confirmados até agora por Ronaldo Caiado para compor as secretarias em Goiás

9. Secretaria da Fazenda – Cristiane Schmidt

Mestre e doutora em Economia pela EPGE/FGV, Cristiane Alkmin Junqueira é conselheira do CADE, professora da FGV e parecerista da Revista de Direito Administrativo da FGV Direito Rio. Foi secretária-adjunta da Seae/MF, gerente-geral de assuntos corporativos da Embratel, economista do Ibre/FGV, diretora do departamento econômico do Family Office do Grupo Libra e economista do Itaú Asset. Foi também gerente estratégica da Cementos Progreso, diretora da ONG Pacunam (ambos na Guatemala), diretora do departamento econômico da Compañia de Comércio e Exportación e diretora adjunta da Autoridade de Desenvolvimento Local, ambos em Porto Rico.

Veja quais são os nomes confirmados até agora por Ronaldo Caiado para compor as secretarias em Goiás

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Suspeito de assalto é agredido por populares, em Jataí

Populares perceberam a ação e agrediram o suspeito.
11/12/2018, 13h13

Um homem identificado como Ederson José Paris Batista, de 32 anos, foi preso em flagrante na noite da última segunda-feira (11/12) depois de uma tentativa de assalto a um estabelecimento comercial no setor Jardim Liberdade, em Jataí, a 372 quilômetros da capital. O suspeito ainda foi agredido por populares que perceberam a ação.

A Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) foi chamada para atender a ocorrência e ao chegar ao estabelecimento encontrou o suspeito machucado e imobilizado pelos populares. Segundo as informações divulgadas pela PM, vizinhos do comércio e a dona do estabelecimento afirmaram aos policiais que o suspeito entrou no local e simulou estar armado.

Conforme a corporação, no momento que o homem deu voz de assalto, os vizinhos do comércio e que estavam próximos ao estabelecimento perceberam a ação e agrediram o suspeito. De acordo com a polícia o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) foi acionado para prestar os primeiros atendimentos ao suspeito da tentativa de assalto.

Ederson José foi encaminhado para o Hospital de Jataí, onde recebeu os atendimentos  e depois de receber alta médica, o suspeito foi levado para Delegacia da Polícia Civil da cidade, onde foi preso em flagrante por roubo.

Em dezembro de 2017 um outro caso com bandido agredido por populares aconteceu no Distrito Federal (DF)

No dia 21 de dezembro do ano passado, um jovem de 20 anos foi agredido por populares depois de assaltar duas mulheres no Riacho Fundo II, no Distrito Federal, utilizando uma faca. As vítimas reagiram, chamando a atenção de vizinhos. Indignados, eles pegaram o homem e quase o lincharam.

Quando os policiais militares chegaram ao local, encontraram o ladrão imobilizado, com os pés e mãos amarrados, e ferido. O homem acabou socorrido e encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Depois de medicado, ele foi levado para 27ª Delegacia de Polícia  (Recanto das Emas) e autuado em flagrante.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Vereadores aprovam projeto que revoga parágrafos da planta de valores de Goiânia

Projeto vai para segunda votação na Câmara Municipal de Goiânia e em caso de ser aprovado vai para veto ou sanção do prefeito.
11/12/2018, 14h18

Em meio a muita discussão devido as notificações enviadas aos moradores de Goiânia para atualização cadastral de imóveis e a retirada do projeto que alterava a planta de valores do município pelo prefeito Iris Rezende na semana passada, os vereadores de Goiânia aprovaram em primeira votação na manhã desta terça-feira (11/12) projeto de lei que revoga os parágrafos da planta de valores da cidade.

A proposta da prefeitura alterava o cálculo do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) para imóveis com valor venal de R$ 200 mil reais, em que o reajuste é feito de acordo com o índice inflacionário, e passaria a abranger residências com valor venal de R$ 500 mil reais.

Em uma primeira votação o projeto da Prefeitura foi acolhido pelos vereadores, no entanto, com uma emenda dos vereadores Elias Vaz (PSB), Lucas Kitão (PSL) e Alysson Lima (PRB), a qual impedia a retirada de descontos do imposto do próximo ano, o prefeito retirou da pauta a proposta.

Em entrevista ao Portal Dia Online o vereador Alysson Lima (PRB) afirmou que não acreditava ser um recuo por parte da Prefeitura a retirada do projeto da pauta. Embora a proposta do Paço Municipal tenha sido retirada, um outro projeto com os mesmos modelo da emenda tramitava na Câmara Municipal e foi aprovado pelos vereadores nesta terça-feira.

Comissão de Finanças aprovou o projeto que vai para segunda votação amanhã

O projeto impede que a Prefeitura faça a cobrança da planta cheia dos valores imobiliários da capital e mantêm os deflatores (descontos). A proposta dos vereadores foi encaminhada para a Comissão de Finanças da casa e aprovada com uma emenda proposta pelo presidente da Câmara, Andrey Azeredo (MDB), no qual impede que o contribuinte seja penalizado com o aumento do imposto, não importando o dia que for feita a atualização cadastral.

Caso seja aprovado em segunda votação pelos vereadores, o projeto vai ser encaminhado para o veto ou sanção do prefeito Iris Rezende.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.