Goiás

Vereadores aprovam projeto que revoga parágrafos da planta de valores de Goiânia

Projeto vai para segunda votação na Câmara Municipal de Goiânia e em caso de ser aprovado vai para veto ou sanção do prefeito.
11/12/2018, 14h18

Em meio a muita discussão devido as notificações enviadas aos moradores de Goiânia para atualização cadastral de imóveis e a retirada do projeto que alterava a planta de valores do município pelo prefeito Iris Rezende na semana passada, os vereadores de Goiânia aprovaram em primeira votação na manhã desta terça-feira (11/12) projeto de lei que revoga os parágrafos da planta de valores da cidade.

A proposta da prefeitura alterava o cálculo do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) para imóveis com valor venal de R$ 200 mil reais, em que o reajuste é feito de acordo com o índice inflacionário, e passaria a abranger residências com valor venal de R$ 500 mil reais.

Em uma primeira votação o projeto da Prefeitura foi acolhido pelos vereadores, no entanto, com uma emenda dos vereadores Elias Vaz (PSB), Lucas Kitão (PSL) e Alysson Lima (PRB), a qual impedia a retirada de descontos do imposto do próximo ano, o prefeito retirou da pauta a proposta.

Em entrevista ao Portal Dia Online o vereador Alysson Lima (PRB) afirmou que não acreditava ser um recuo por parte da Prefeitura a retirada do projeto da pauta. Embora a proposta do Paço Municipal tenha sido retirada, um outro projeto com os mesmos modelo da emenda tramitava na Câmara Municipal e foi aprovado pelos vereadores nesta terça-feira.

Comissão de Finanças aprovou o projeto que vai para segunda votação amanhã

O projeto impede que a Prefeitura faça a cobrança da planta cheia dos valores imobiliários da capital e mantêm os deflatores (descontos). A proposta dos vereadores foi encaminhada para a Comissão de Finanças da casa e aprovada com uma emenda proposta pelo presidente da Câmara, Andrey Azeredo (MDB), no qual impede que o contribuinte seja penalizado com o aumento do imposto, não importando o dia que for feita a atualização cadastral.

Caso seja aprovado em segunda votação pelos vereadores, o projeto vai ser encaminhado para o veto ou sanção do prefeito Iris Rezende.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Dia Gourmet

Café da manhã em Goiânia: 10 opções para começar bem o dia

Para começar bem o dia, nada melhor que tomar um reforçado café da manhã em Goiânia! Se você está procurando por boa opções na cidade, preparamos uma listinha para te ajudar! Confira!
11/12/2018, 15h16

Nada melhor que tomar um café da manhã reforçado para já começar o dia com bastante energia! E se você pretende ter um dia mais leve, o ideal é apostar em opções mais saudáveis e nutritivas durante a manhã, pois dessa forma seu organismo fica mais acelerado, ajudando a queimar calorias e evitando picos de fome durante o dia. Portanto, se você pretende tomar um bom café da manhã em Goiânia, podemos te ajudar!

A cidade conta com diversas opções que cabem em todos os bolsos e gostos. Padarias e cafeterias são boas apostas para quem não pretende pular a refeição mais importante do dia! Confira!

Boas opções de café da manhã em Goiânia:

1 – Ateliê do Grão

Café da manhã em Goiânia
Foto: Reprodução

Para quem pretende sair de casa e tomar um delicioso café da manhã em Goiânia, o Ateliê do Grão é uma boa escolha. O local funciona como uma cafeteria e possui um ambiente elegante e bastante acolhedor. Além de pedir os melhores e mais concentrados cafés, os clientes ainda podem optar por salgados, quitutes em geral e doces. É tudo uma delícia!

Horário de atendimento: todos os dias, das 8h às 20h

Telefone: (62) 3226-0101

Endereço: R. 36, 354 – St. Marista, Goiânia – GO, 74150-240

2 – Padoca Casa de Pães

Café da manhã em Goiânia
Foto: Reprodução

Na Padoca você pode aproveitar os melhores momentos do seu dia em um ambiente confortável e com clima bastante familiar. A padaria visa sempre garantir o melhor atendimento para seus clientes, oferecendo muito mais do que um delicioso cafezinho acompanhado de pão francês, mas proporcionando o conforto necessário para satisfazer os desejos gastronômicos de seus clientes.

Apenas para que você tenha ideia, é possível encontrar mais de 14 lanches no cardápio que contam com variados tipos de pães e recheios, sempre com uma opção capaz de agradar até o mais exigente paladar. Vale a pena conhecer e experimentar!

Horário de atendimento: todos os dias, das 6h às 21h

Telefone: (62) 3661-5051

Endereço: Av. T-1, 2139 – St. Bueno, Goiânia – GO, 74215-110

3 – Panificadora Maná

Café da manhã em Goiânia
Foto: Reprodução

Para quem pretende começar o dia bem e tomar um farto café da manhã em Goiânia, a Panificadora Maná também oferece deliciosas opções. No mercado desde os anos 2000, o ambiente é bastante confortável e é ideal para levar os amigos ou família. O principal objetivo da casa é sempre oferecer o melhor atendimento para seus clientes, bem como alta qualidade em seus produtos.

Na padaria é possível encontrar saborosas opções de pães, bolos, roscas, quitandas  e torradas. Mas vale lembrar também que há opções de salgados, pizzas, sanduíches, tábua de frios e serviço de confeitaria. Basta escolher aquilo que mais te agrada!

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 6h às 21h / domingo, das 6h às 13h

Telefone: (62) 3259-1317

Endereço: Av. T-15 – Nova Suíça, Goiânia – GO, 74230-010

4 – Café Coreto

Café da manhã em Goiânia
Foto: Reprodução

O Café Coreto também é uma das melhores opções de café da manhã em Goiânia. Aberto a partir das 8 horas, conta com um espacinho bem aconchegante que tem como principal proposta fazer com que seus clientes sintam-se em casa. É possível contar com um amplo cardápio de cafés gourmets, que atendem aos mais variados gostos.

Mas ainda é possível encontrar lanchinhos e quitandas para acompanhar essa tão querida bebida. E vale lembrar que durante o almoço também é possível pedir pratos executivos. Vale a pena conhecer!

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 8h às 20h / sábado, das 9h às 18h

Telefone: (62) 3087-0309

Endereço: R. 142, 221 – Qd 59 , Lote 05 – St. Marista, Goiânia – GO, 74170-040

5 – Jota’s Café & Restaurante

Café da manhã em Goiânia
Foto: Reprodução

Presente no mercado goiano há mais de 20 anos, o Jota’s foi um dos primeiros da região a oferecer comida por quilo. Atualmente é uma das opções mais lembradas quando se trata de café da manhã em Goiânia, não decepcionando também na hora do almoço. Com um climinha descontraído e ambiente familiar, é ideal para você passar bons momentos enquanto mata a fome.

O café da manhã tem início às 6 horas e acaba às 10 horas, onde os clientes podem pedir pães, salgados, tortas, quitandas, sanduíches, bolos, frutas e é claro, ainda podem contar com suquinhos naturais e nosso tão querido café.

Horário de atendimento: todos os dias, das 6h às 10h e das 11h às 15h

Telefone: (62) 3215-5550

Endereço: Av. República do Líbano, 155 – Sala 73/76 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74120-170

6 – Fran’s Café

Café da manhã em Goiânia
Foto: Reprodução

O conceito do Fran’s Café surgiu ainda no ano de 1972, quando a ideia era criar uma cafeteria onde as mulheres pudessem tomar um bom café em um ambiente elegante e diferenciado. Com o passar do tempo o negócio foi apenas se expandindo e ganhando ainda mais força, sendo atualmente, considerado como um dos mais importantes cafés do Brasil.

No cardápio, além de encontrar cafés que vão do tradicional ao gourmet, ainda é possível encontrar cappuccinos, chás, dentre outros tipos de bebida. Para um bom café da manhã, a casa conta com sanduíches, pães, frutas, mistos e muito mais!

Horário de atendimento: atendimento 24 horas na unidade do St. Oeste / de segunda a quinta, das 6h40 às 23h e de sexta a domingo, atendimento 24 horas na unidade do Marista

Telefones: 

  • (62) 3215-1590
  • (62) 3942-1314

Endereços:

  • R. João de Abreu, 192 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74120-110
  • Alameda Dom Emanuel Gomes, Qd 238 Lt 24, 66 – St. Marista, Goiânia – GO, 74175-040

7 – Doce Café

Café da manhã em Goiânia
Foto: Reprodução

Com uma decoração simplesmente encantadora e um ambiente bastante confortável, o Doce café é uma boa opção se você pretende tomar um delicioso café da manhã em Goiânia. Sanduíches, salgados, pães, doces e tortas são alguns lanchinhos que os clientes podem encontrar no variado cardápio. Vale lembrar ainda que a casa também oferece chá da tarde!

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 7h às 20h / sábado, das 7h30 às 13h

Telefone: (62) 3093-6080

Endereço: Galeria Portugal – Rua 9, 1202 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74110-100

8 – Coruja Café

Café da manhã em Goiânia
Foto: Reprodução

Para quem pretende tomar um delicioso café da manhã em Goiânia, nada melhor que ir até uma unidade do Coruja Café. Com um amplo cardápio de cafés gourmets, é sempre possível encontrar aquele que melhor lhe agrada.

Para acompanhar, é possível pedir deliciosos croissants e donuts. Vale a pena conhecer o local e experimentar!

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 7h às 21h / sábado e domingo, das 8h às 21h (os horários podem ser diferentes de acordo com cada unidade)

Telefone: (62) 3942-0212

Endereços:

  • St. Bueno, Goiânia – GO, 74215-060
  • Condomínio do Edifício Gold Center – Rua 10, 109 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74120-020

9 – Café do Mundo

Café da manhã em Goiânia
Foto: Reprodução

Presente no mercado goianiense há algum tempo, o Café do Mundo é uma excelente opção de café da manhã em Goiânia para quem estiver passando pelo Shopping Bougainville. Com diferentes preparos e sabores, a casa trabalha com o desenvolvimento de cafés que rementem às mais diferentes nações, onde o cliente pode pedir um café francês, irlandês, brasileiro e por aí vai.

Para acompanhar, também é possível pedir clássicos salgados e diferentes quitandas,, sem contar os doces de confeitaria fina.

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 10h às 22h / domingo, das 14h às 20h

Telefone: (62) 3088-0980

Endereço: Shopping Bougainville – Rua 9, Quadra E-16, 1855 – St. Marista, Goiânia – GO, 74150-130

10 – Pão e Companhia

Café da manhã em Goiânia
Foto: Reprodução

A empresa teve início no ano de 1982, em Belo Horizonte. Não demorou muito até que conquistasse o coração e o paladar da população, o que possibilitou que a padaria se transformasse em uma grande rede que atualmente, está presente em diversas regiões.

Para quem busca uma boa opção de café da manhã em Goiânia, o local trabalha com o sistema de buffet, o que garante mais liberdade para que os clientes escolham tudo que desejam comer no momento. Vale a pena conferir!

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 6h às 22h / sábado e domingo, das 6h às 21h

Telefones: 

  • (62) 3215-1691
  • (62) 3275-6545

Endereços: 

  • Av. República do Líbano, 2376 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74115-030
  • Avenida T4, Quadra 156, Lote 10A , 1230- Setor Bueno – Serrinha, Goiânia – GO, 74230-120

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Saúde

Cartão de vacinação da criança passa a ser obrigatório para matrícula nas escolas municipais de Goiânia

A ideia é aumentar a colaboração entre as áreas da educação e da saúde para que esta consiga chegar a mais crianças sem a devida imunização.

Por Ton Paulo
11/12/2018, 15h30

Os pais que forem matricular os filhos na rede municipal de ensino infantil de Goiânia precisarão ter a partir de agora, obrigatoriamente, o cartão de vacinação da criança em mãos. Isso se deve ao Projeto de lei que foi aprovado nesta terça-feira (11/12), em definitivo, e que vai abranger todas as escolas municipais infantis do Município.

O Projeto de lei aprovado nesta terça, de autoria da vereadora Sabrina Garcêz (PTB), obriga que os pais ou responsáveis apresentem a carteira de vacinação das crianças durante a matrícula nas escolas públicas municipais de ensino infantil.

Se a criança não tiver a carteira ou faltar  a comprovação de qualquer vacina obrigatória, será dado aos pais um prazo de 30 dias para que ela seja providenciada e a situação regularizada. A não apresentação do documento que registra o histórico de vacinação da criança pode acarretar providências por parte do Conselho Tutelar.

Na matéria apresentada a vereadora destaca que “as crianças são alvo de diversas infecções, algumas leves e inevitáveis como os resfriados e as diarréias. Outras, têm complicações sérias, como é o caso da difteria, coqueluche, tétano, poliomielite, sarampo, caxumba e rubéola. Mas, todas podem ser evitadas com a vacinação”.

Sabrina ainda esclarece que a falta da carteira de vacinação não impedirá a matrícula. A ideia é aumentar a colaboração entre as áreas da educação e da saúde para que esta consiga chegar a mais crianças sem a devida imunização e, alertar os pais sobre os perigos da falta dela. De acordo com ela, a compreensão pelos pais ou responsáveis da importância da proteção garantida pela vacina, é fundamental para a adesão ao esquema vacinal completo.

Projeto que obriga apresentação do cartão de vacinação no ato da matrícula foi aprovado em primeira votação em novembro deste ano

Agora aprovado em definito, o Projeto de lei da vereadora Sabrina Garcêz que torna obrigatória a apresentação do cartão de vacinação no ato da matrícula havia sido aprovado em primeira votação em novembro deste ano.

À época, a vereador declarou que percebia “a volta de doenças que já haviam sido erradicadas, devido à falta de vacina”. “Nós temos que proteger nossas crianças independentemente se o pai gosta o não, se acha que é efetiva ou não”, disse.

Segundo ela, a intenção é que os pais voltem a ver a importância de prevenir os filhos de contrair doenças como sarampo, entre outras.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Lei Orçamentária Anual de Goiânia é aprovada por unanimidade em primeira votação

Dos R$ 5,2 bilhões arrecadados R$ 2,9 bilhões deverão ser gastos com saúde, previdência e assistência social.
11/12/2018, 15h49

Os vereadores de Goiânia aprovaram na manhã desta terça-feira (11/12) a Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2019 em primeira votação por unanimidade, com 178 emendas apresentadas durante a tramitação da proposta na casa. A lei fixa as receitas e despesas que a prefeitura vai utilizar durante 2019. A princípio, é estimado que o município arrecade o equivalente a R$ 5,2 bilhões de reais, com R$ 2,9 bilhões que deverão ser gastos com saúde, previdência e assistência social.

O vereador Clécio Alves (MDB) foi o relator do projeto da LOA 2019, o qual também foi aprovado pela Comissão de finanças da casa por unanimidade. Clécio Alves afirmou ao Portal Dia Online que foi o único a apresentar uma emenda impositiva, que busca fortalecer o Instituto Municipal de Assistência Social (Imas) para que seja repassado R$ 8 milhões de reais para reestruturação do Instituto e para otimizar os seus serviços.

“Não acredito que o prefeito Iris Rezende (MDB) vai vetar o projeto parcialmente, pois da maneira que fiz o relatório, ele vai ter que vetar o projeto inteiro”, afirma. Ainda segundo o vereador, o valor para ser repassado ao Imas é baixo comparado ao que vai ser arrecadado no próximo ano.

Projeto segue para segunda votação na Câmara Municipal

Com a aprovação da LOA 2019 por unanimidade na casa em primeira votação nesta terça-feira, o projeto vai voltar ao plenário da casa no período de 24h, para segunda e última votação, o que pode acontecer amanhã (12/12) ou na quinta-feira (13/12), segundo o vereador.

O vereador Tiazinho Porto (Pros), líder do prefeito na Câmara, afirmou que não acredita que o prefeito vete todas as emendas apresentadas como em anos anteriores e que não sabe ao certo quantas delas serão aprovadas por Iris Rezende.

Caso o projeto da lei seja aprovado na segunda votação, o mesmo vai ser enviado ao prefeito para o veto ou sanção.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Leilão suspenso em Goiás venderia áreas públicas avaliadas em R$ 22,6 milhões

Seriam leiloadas 93 áreas, de quatro estatais goianas que estão em processo de liquidação: Emater, Metago, Prodago e Casego.
11/12/2018, 16h52

O leilão de áreas públicas do Estado de Goiás (Edital nº 2/2018), marcado para hoje a amanhã, 11 e 12 de dezembro, foi suspenso pela Justiça, após pedido do Ministério do Público de Goiás (MPGO). Ao todo, seriam vendidas 93 áreas, avaliadas em R$ 22,6 milhões, de quatro estatais goianas que estão em processo de liquidação: Emater, Metago, Prodago e Casego. A decisão foi do juiz Avenir Passo de Oliveira, que considerou que o Estado pode sofrer, com a venda dos imóveis, “prejuízos incalculáveis”.

Pedido para suspensão de leilão de áreas públicas

O pedido de suspensão das áreas públicas foi feito pela promotora de Justiça Villis Marra, da 78ª Promotoria de Goiânia, apontou que inquérito civil instaurado para apurar o processo identificou que não foi editada lei autorizando a venda dos bens públicos na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), o que contraria o artigo 17 da Lei nº 8.666/1993 (Lei de Licitações).

Foi verificado ainda que não houve audiência pública para discutir as condições e justificativas para a venda dos imóveis, o que impede a transparência dos negócios públicos. Villis Marra ressaltou que, se as condutas citadas forem comprovadas, pode-se caracterizar atos de improbidade administrativa. De acordo com o Ministério Público, no pedido da promotora, a Alego instaurou um processo legislativo com a finalidade de impedir o leilão.

“Não há autorização legal para a venda dos referidos bens públicos do Estado de Goiás, haja vista que não foi editada lei pelo Legislativo Estadual definindo as condições e os imóveis que poderiam ser leiloados. Pelo contrário, como mencionado, por iniciativa do Deputado Jean Carlo, a ALEGO publicou o Decreto Legislativo nº 03 de 28 de novembro de 2018 sustando os efeitos do Edital de Leilão nº 002/2018″, diz o documento.

A promotora ressaltou ainda que “faltam apenas 20 dias para o encerramento deste Governo, o qual, como se sabe, foi derrotado nas últimas eleições e possuem diversos ex-integrantes do 1º escalão presos por envolvimento em atividade ilícitas e de corrupção, fatos estes suficientes para que as ações finais desse Governo sejam cuidadosamente analisadas e adotadas as medidas necessárias para evitar prejuízos irreparáveis ao patrimônio público.”

Via: MP-GO 
Imagens: Exame.com 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.