Economia

Aumento de 0,7% no preço do diesel nas refinarias passa a valer hoje

16/12/2018, 13h28

Começou a vigorar deste domingo, 16, o aumento de 0,7% no valor do diesel nas refinarias e terminais da Petrobras. O preço médio do combustível passou a ser de R$ 1,8115 por litro, válido até o último dia de dezembro. A elevação, informa a estatal em nota, decorre da aplicação da metodologia estabelecida pela Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) na Resolução nº 743/2018.

O reajuste reflete a média aritmética dos preços de diesel rodoviário, sem tributos, praticados pela Petrobras em suas refinarias e terminais do País. Este novo período do Programa de Subvenção continua a prever o ajuste nos preços médios regionais (Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Norte sem Tocantins e Nordeste com Tocantins).

A companhia informa ainda que recebeu, na sexta-feira (14), o pagamento da subvenção econômica à comercialização de óleo diesel, no valor de R$ 665,4 milhões, referente ao terceiro período da terceira fase do programa, de 30 de setembro a 29 de outubro.

O impacto do aumento no preço do diesel para o varejo dependerá de cada posto. Com isso, o efeito sobre os índices de preços ao consumidor (IPCs) é indireto. Já o repasse da alta para os índices gerais de preços (IGPs) é direto.

No dado mais recente da Fundação Getulio Vargas (FGV), o Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) de dezembro mostrou queda de -12,14% no diesel, após recuo de 2,22% em novembro. O IGP-10, por sua vez, cedeu 1,23% ante queda de 0,16% no penúltimo mês do ano.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Integrantes de grupo de teatro morrem em acidente na GO-333

Oito pessoas ficaram feridas; acidente ocorreu na manhã deste domingo (16/12).
16/12/2018, 14h43

Um acidente entre uma caminhonete e um ônibus que transportava integrantes de um grupo de teatro deixou duas pessoas mortas e oito feridas, na GO-333, entre Rio Verde e Paraúna, interior de Goiás. Caso ocorreu na manhã deste domingo (16/12). O grupo saiu de São Luís de Montes Belos e seguia para Jataí, onde se apresentariam neste domingo.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o motorista do ônibus, que saiu da pista e capotou, perdeu o controle da direção depois que a caminhonete bateu na traseira do veículo. Não se sabe de o motorista da caminhonete ficou ferido e por qual motivo teria batido no ônibus.

Integrantes de grupo teatral morrem na GO-333

As vítimas fatais foram identificadas apenas como  Shirley e Gabriel, mãe e filho, que ficaram presos às ferragens. Os outros oito feridos foram socorridos por equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), e levadas para o Hospital Municipal de Rio Verde.  Todos estavam no ônibus que transportava a equipe do Grupo de Teatro Star.

Por meio das redes sociais, o prefeito de São Luís de Montes Belos, Major Elderício, postou um vídeo atualizando o estado de saúde dos feridos, para tranquilizar amigos e familiares. Ele também esteve no local do acidente e acompanha os atendimentos na unidade de saúde de Rio Verde.

De acordo com ele, algumas das vítimas sofreram apenas escoriações e outros, que necessitarem de mais cuidados médicos serão encaminhados para o hospital municipal de São Luís. “Seguem internados aqui a senhora Jaqueline, a Karmosina, a Dilce, que está no centro cirúrgico […] o jovem Ezequiel e a Rosimar Gonçalves. Segundo o médico me relatou, todos estão fora de risco”, disse o prefeito.

Grupo de Teatro Star

Segundo informações da página oficial, o Grupo de Teatro Star, de São Luis de Montes Belos, é voltado para cultura e entretenimento dos cidadãos goianos. A equipe já levou prêmios como Ator revelação em Xica Boa: Carlos Pedro (1996); Indicação de melhor atriz em Santo Inquérito: Karmozina (2002) e I Festival de Teatro Comunitário Jardim Curitiba e Região Noroeste 1º lugar, em Goiânia, realizado pela Escola de Teatro Arte Viva.

Imagens: Ratinho Notícias 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Senadora quer que crime de estupro seja imprescritível após caso João de Deus

"Muitos casos denunciados contra João de Deus, e contra outros, se comprovados, estão prescritos. Cruel, injusto", escreveu Simone Tebet.
16/12/2018, 15h32

A líder do MDB no Senado, Simone Tebet (MS), defendeu, por meio de sua conta no Twitter, a aprovação de uma PEC que torna o crime de estupro imprescritível. Simone relacionou a proposta com as denúncias contra o médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, acusado de uma série de abusos sexuais contra mulheres em Abadiânia (GO).

Para Simone Tebet, as denúncias contra o líder espiritual, se comprovadas, demonstram o quanto a retirada da prescrição para casos de estupro é importante. “Muitos casos denunciados contra João de Deus, e contra outros, se comprovados, estão prescritos. Cruel, injusto”, escreveu a senadora.

A PEC, de autoria do senador Jorge Viana (PT-AC), permite que as vítimas denunciem o crime à Justiça a qualquer tempo. Hoje, esse prazo é de 20 anos, após o qual ocorre a prescrição. A medida está parada na Câmara dos Deputados devido à intervenção federal nos Estados do Rio de Janeiro e de Roraima, até 31 de dezembro.

Caso João de Deus

João de Deus é considerado foragido da Justiça e seu nome foi incluído na lista da Interpol. A prisão preventiva contra ele havia sido decretada no fim da manhã de sexta-feira, 14. O prazo para se entregar terminou às 14 horas do sábado, 15. João de Deus deve se entregar neste domingo, 16. O jornal “O Estado de S. Paulo” apurou que a data foi definida em uma negociação entre a polícia e a defesa do médium.

A reportagem ainda não conseguiu contato, neste domingo, com os defensores do líder espiritual para saber quando e onde, de fato, ele irá se entregar. O advogado de defesa de João de Deus, Alberto Zacharias Toron, havia afirmado em entrevista que seu cliente vai se entregar antes da apresentação do habeas corpus. A ação será proposta na segunda-feira (17).

Uma vez preso, João de Deus seria levado para Goiânia, onde deve acontecer o interrogatório. O Ministério Público de Goiás também investiga eventual movimentação suspeita de recursos financeiros, como transferência de dinheiro das contas de João de Deus.

Imagens: Metro Jornal 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Criminosos invadem igreja e roubam fiéis em Águas Lindas de Goiás

Vítimas foram feitas reféns em um cômodo do local.
16/12/2018, 15h38

Três homens foram presos na madrugada deste domingo (16/12), suspeitos de invadir uma igreja e roubar pertences de fiéis, em Águas Lindas de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. As vítimas foram feitas reféns em um cômodo do local. Os bandidos levaram celulares e um carro.

Um dos fiéis conseguiu acionar a polícia, que prendeu o trio pouco tempo após o crime. Com eles, foram encontrados os aparelhos celulares, dinheiro e o carro que havia sido roubado, além de uma arma falsa usada no assalto.

Os homens, que não tiveram as identidades reveladas, foram encaminhados para a delegacia, onde foram reconhecidos pelas fiéis.  Eles foram autuados por roubo.

Invasão em igreja

Este é o segundo caso no mês de crime cometidos em igrejas, em Goiás. No dia 2 de dezembro, um homem de 28 anos invadiu uma igreja no Setor Colina Azul, em Aparecida de Goiânia, e esfaqueou quatro fiéis. Segundo testemunhas, o jovem entrou no local dizendo que todos iriam morrer.

O homem foi preso no local e levado para o 1º Distrito Policial de Aparecida de Goiânia. Durante a prisão, o homem contou aos policiais militares que cometeu o crime depois de assistir a um vídeo na internet, no qual “Deus amaldiçoava negros e carecas”. Ele, por se sentir ofendido porque é um pouco careca, resolveu ir até a igreja e “esfaquear todo mundo”.

Uilker Alves teve a prisão preventiva decretada e está detido no  Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia. Por meio de um vídeo, ele falou sobre a motivação do crime: “Assisti a um vídeo que fala que aquela igreja lá eles negam o nascimento de Jesus Cristo, e fala que, na primeira batalha contra Lúcifer, fala que Jesus Cristo colocou a maldição no corpo da pele escura e, depois que ele morreu na cruz, ele jogou a maldição da calvície sobre o povo”.

Nas imagens, gravadas pela polícia, Uilker disse ainda que se arrepende do que fez. “Ninguém quer ir para a cadeia, ninguém quer fica preso. Aconteceu. Se eu pudesse voltar atrás, eu voltava”, declarou.

Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Médium João de Deus se entrega à polícia em Goiás, segundo defesa

Líder religioso era considerado foragido desde o sábado (15/12).
16/12/2018, 17h10

João Teixeira de Faria, de 76 anos, o João de Deus, se entregou à polícia na tarde deste domingo (16/12), em Goiás, de acordo com a defesa. Informações preliminares apontam que local combinando para entrega foi um ponto da BR-070, entre Goiânia e Brasília. Ele era considerado foragido desde o sábado (15/12) e foi procurado em mais de 30 endereços apontados pela investigação. O líder religioso, denunciado por mais de 300 mulheres por abuso sexual, nega todas as acusações.

De acordo com a Polícia Civil de Goiás, João de Deus se apresentou espontaneamente ao delegado-geral, André Fernandes, e ao delegado titular da Delegacia de Investigações Criminais (Deic), Valdemir Pereira da Silva. Ele estava acompanhado dos advogados. Ainda de acordo com a PC, o local que o médium ficará recolhido não está decidido.

João de Deus deve ser encaminhado para Goiânia, onde prestará depoimento sobre as acusações. Devido a idade e crimes no qual é acusado, ele deve ficar em uma cela individual. A defesa informou, no sábado (15/12), que entrará com um pedido de habeas corpus para suspender a prisão preventiva.

Caso João de Deus

A Justiça aceitou na última sexta-feira (14/12) o pedido de prisão preventiva do médium João de Deus, protocolado pela força-tarefa da Polícia Civil de Goiás. João de Deus é alvo de inúmeras denúncias de abuso sexual, que explodiram recentemente. Ele é acusado, inclusive, de ter abusado da própria filha.

O jornal O Globo trouxe neste sábado (15/12) que o médium retirou de sua contas bancárias R$ 35 milhões, após as primeira denúncias de abuso sexual contra ele. A publicação da matéria, revela que a movimentação financeira aconteceu na última quarta-feira (12/12), última vez que ele foi visto na casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia. Segundo a matéria, após o ocorrido os investigadores aceleraram o processo do pedido de prisão preventiva de João de Deus.

Desde o dia 7 de dezembro, o religioso se tornou um dos nomes mais noticiados na imprensa nacional e internacional depois que dez mulheres revelaram-se vítimas de abuso sexual, por meio do programa Conversa com Bial, da TV Globo. Os relatos encorajaram outras centenas de mulheres que também se sentiram abusadas. Foram mais de 330 denúncias.

Via: MP-GO 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.