Entretenimento

Parque Marcos Veiga Jardim oferece muita diversão e lazer

Um dos maiores e melhores espaços para lazer e diversão em Goiânia se encontra no Parque Marcos Veiga Jardim! Vale a pena fazer uma visita!
21/12/2018, 13h49
Atualizado há 46 minutos

Dizem as más línguas que Goiânia é uma cidade sem muitas opções de lazer. Embora essa seja uma afirmação que depende muito do ponto de vista de cada um, levando em consideração suas preferências no quesito diversão, podemos afirmar que não é bem assim. Um dos pontos fortes da capital goiana se encontra em seus parques, que costumam proporcionar bons momentos de descanso e alegria para a população. Um bom exemplo disso é o Parque Marcos Veiga Jardim, inaugurado há pouco tempo.

A Prefeitura de Goiânia investe bastante na implantação de unidades de preservação e conservação de áreas verdes. Apenas para que você tenha ideia, o Plano Diretor de Arborização Urbana (Pdau), considera nossa cidade como a capital brasileira que possui o maior número de metros quadrados de áreas verdes por habitantes!

Parte desse mérito vai para nossos parques, que ajudam a manter a qualidade de vida da população goianiense, ao mesmo tempo em que ainda representam boas opções de lazer. A título de curiosidade, temos registrados uma média de 32 parques e bosques implantados na cidade, sendo que o Parque Marcos Veiga Jardim é um dos mais recentes.

Conhecendo o Parque Marcos Veiga Jardim

Parque Marcos Veiga Jardim
Foto: Reprodução/ Mais Goiás

A inauguração do parque aconteceu em junho de 2016, integrando o Complexo Multiesportivo do Autódromo de Goiânia. Com extensão de 65 mil metros quadrados, o ambiente passa longe de ser tão verde quanto outros parques da capital, já que foi desenvolvido principalmente como um espaço de lazer, convivência e destinado também para a prática de esportes.

Embora seja bem novinho na capital dos parques, o local já se destaca pela qualidade de sua infraestrutura. Apenas para que você tenha ideia, os visitantes podem encontrar quadras poliesportivas e de areia, playground para as crianças, quiosques de alimentação, academia ao ar livre, teatro de arena, 1,2 mil metros de pista para caminhada e pista de patinação.

Ainda é possível encontrar uma das maiores pistas de skate do Centro-Oeste, atração esta que é uma das mais apreciadas por quem vai ao local. São duas pistas destinadas às modalidades de skate bowl e skate street. O cuidado com essa parte do parque foi tanto, que a equipe responsável pelo projeto contou com a ajuda de um especialista em pistas do tipo, que acompanhou todo o processo de desenvolvimento e construção.

Parque Marcos Veiga Jardim
Foto: Reprodução/ Portal do Servidor

Embora o Parque Marcos Veiga Jardim seja um espaço para lazer e realização de atividades, isso não quer dizer que a vegetação esteja em falta. É claro que quando comparado aos maiores e mais antigos parques da cidade, acaba perdendo nesse quesito, mas ainda conta com uma área verde composta por diversos tipos de plantas, coqueiros e espelhos d’água, que proporcionam aos visitantes um ambiente tranquilo, repleto de belas paisagens e com muito contato com a natureza.7

Para matar a curiosidade, vale lembrar que o parque recebeu tal nome em uma singela homenagem ao automobilista Marcos Veiga Jardim, que participou de forma bem ativa do Autódromo Internacional Ayrton Senna.

Se você ainda não conhece o lugar e ficou interessado, o acesso pode ser feito pela GO-020, saída Goiânia/ Bela Vista, ou ainda pela Avenida Ayrton Senna, no Parque Lozandes. Se encontra aos fundos do Autódromo e o portão de entrada está em frente ao Condomínio Portal do Sol.

Mais informações?

Horário de funcionamento: todos os dias, das 5h às 23h

Endereço: Av. Ayrton Senna – Alphaville Araguaia, Goiânia – GO, 74884-591

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Fim de semana em Goiânia tem Marília Mendonça e muito mais

O último fim de semana em Goiânia antes do Natal merece ser aproveitado com estilo! Confira a listinha que preparamos e encontre o evento que combina com você!
21/12/2018, 14h33

É incrível como passa rápido, não acha? Já estamos no fim de semana que antecede o Natal e o ano parece ter passado voando! Mas em todo caso, se você vai ficar na capital entre os dias 21 a 23 de dezembro (sexta a domingo), poderá encontrar bons eventos para participar. Sim amigos, o fim de semana em Goiânia promete!

Apenas para que você tenha ideia, a capital recebe um excelente show de humor, show de pop rock, feira de exposição e muitos shows sertanejos. Marília Mendonça, Ferrugem e Felipe Araújo são os principais destaques. Dá uma olhada!

O que fazer neste fim de semana em Goiânia?

1 – Ir ao show de humor de Fabiano Cambota

Fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

Se o fim de semana em Goiânia começa hoje para você, nada melhor do que ir a um bom show de humor, comandado por um dos mais talentosos humoristas da atualidade. Fabiano Cambota, que também é vocalista da banda Pedra Letícia e apresentador do programa de humor “A Culpa é do Cabral”, vem a Goiânia apresentar seu mais novo espetáculo “Viver Envelhece”.

O solo do comediante promete mais de uma hora de boas risadas, fazendo com que o público se identifique a todo momento. Fabiano contará de forma bem engraçada seu ponto de vista acerca da vida, ao longo de seus 41 anos.

O show está previsto para acontecer no dia 21 de dezembro (sexta), às 20h30, no Teatro SESI. Os ingressos saem a R$ 35 a meia e R$ 70 a inteira. É realmente imperdível!

Para saber os detalhes, acesse o evento em nossa agenda cultural!

2 – Ir ao show da banda goiana Liga Joe

Fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

O Café Nice recebe no dia 21 de dezembro (sexta-feira), a banda goiana Liga Joe, que promete eletrizar os amantes do bom rock e pop, na tradicional sexta de palco da casa. A apresentação começa às 23 horas e o repertório conta com diversos sucessos do pop rock internacional e nacional, que é pra todo mundo curtir e cantar junto.

Apenas para que você tenha ideia, o grupo  tem influências de bandas de peso como AC/DC, Scorpions, Titãs, U2, Bon Jovi, Beatles e Barão Vermelho, que por sinal, também serão a grande fonte de inspiração para o show no Café Nice. Não vai perder, hein?!

Para saber os detalhes, acesse o evento em nossa agenda cultural!

3 – Ir ao show de Jefferson Moraes

Fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

E aí, já tem algo programado para este fim de semana em Goiânia? Se você curte um bom sertanejo e está em busca de um rolê no estilo para aproveitar a penúltima sexta-feira do ano, a boate Santafé Hall pode ser uma boa opção.

Isso porque a casa traz para a cidade ninguém menos que Jefferson Moraes, um dos novos nomes do sertanejo universitário da atualidade. Cantando seus maiores sucessos, o músico promete embalar a noite com muita alegria e diversão. Vai ser imperdível!

Para saber os detalhes, acesse o evento em nossa agenda cultural!

5 – Participar do Quintal Criativo

Fim de semana em Goiânia
Foto ilustrativa: Reprodução/ Catraca Livre

O fim de semana em Goiânia conta também com a primeira edição da feira “Quintal Criativo”, que acontece neste sábado (22/12) das 15h às 21h e tem entrada gratuita. O evento reunirá diversos expositores de roupas, maquiagens e acessórios. Para deixar tudo ainda mais interessante, o público ainda poderá contar com sessões de flash piercing e um bate-papo bem legal sobre o prazer feminino.

O evento acontecerá na Casa do Zôto, na Av. Assis Chateaubriand, nº 1620, no Setor Oeste.

4 – Ir ao Bahrem White Sunset, com Marília Mendonça, Ferrugem e Felipe Araújo

Fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

No dia 23 de dezembro (domingo), acontece o famoso Pré-Réveillon do Bahrem, conhecido como Bahrem White Sunset. Portanto, se você pretende abrir as comemorações do fim de ano com chave de ouro, já pode anotar na sua agenda pois o evento promete grandes emoções.

No palco se apresentarão três dos cantores mais comentados e aclamados do momento: Marília MendonçaFerrugem e Felipe Araújo! O encontro está marcado para ter início às 16 horas e embalar o público com os maiores sucessos até a noite, no Cel da OAB.

Para saber os detalhes, acesse o evento em nossa agenda cultural

Imagens: Catraca Livre Istoé 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Vereador propõe projeto de lei para regularizar Fashion Trucks, em Goiânia

Projeto agora vai ser analisado pelas comissões permanentes e se for aprovado volta a plenário para ser votado.
21/12/2018, 14h50

Na sessão desta sexta-feira (21/12) na Câmara Municipal de Goiânia, o vereador Lucas Kitão (PSL) apresentou um projeto de lei para regulamentar os Fashion Trucks na capital – a venda de acessórios e roupas em caminhões na cidade, no mesmo modelo dos Food Trucks.

“Nós queremos com essa proposta permitir que outras pessoas também entrem nesse negócio e possam investir seus capitais na compra, na venda [de roupas] e na mobilização de pessoas”, explica.

Kitão afirmou que essa é uma atividade econômica bastante explorada em outros países e em outras cidades. Com a proposta, o vereador afirma que vai dar mais praticidade para os empresários venderem acessórios, roupas e calçadas, levando os produtos até o consumidor.

“Ao levar os produtos para o consumidor em uma região ou lugar com grande concentração de pessoas, iremos facilitar a compra e a venda de produtos, daqueles que não têm tempo ou até mesmo estão desempregados”, conta o vereador.

Projeto de lei que regulamenta os Fashion Truck também vai auxiliar a gerar empregos

Outro ponto importante lembrado pelo autor do projeto, é que o mesmo vai contribuir para que além de vender os produtos, os empresários possam gerar novos empregos na capital. Além disto, a proposta também visa aumentar a arrecadação do municípios, com a aprovação da proposta.

Lucas Kitão afirmou que espera que a proposta caia no gosto popular assim como os food trucks. “O empreendedor e o consumidor vão ter a certeza que é um negócio possível de regulamentação, onde o empresário vai poder tirar uma licença, e ter mais segurança para investir sem medo. Da mesma forma o cliente vai saber que a prefeitura vai estar ali fiscalizando, vigiando e trazendo segurança para que o consumidor possa comprar os produtos e outros serviços na capital”, conclui.

Os veículos dos Fashion Trucks poderão comercializar em diversos espaços abertos da cidade, menos em feiras livres ou espaços que tenham legislação específica. Além disto, o projeto de Kitão permite que além dos produtos vendidos pelos empresários, permite que eles comercializem bilhetes de loterias, carnês, cartelas ou similares.

Proposta do vereador vai ser analisada pelas comissões permanentes da Câmara e caso seja aprovada, a mesma vai ser votada no plenário da casa. Caso seja aprovado na câmara em duas votações, o projeto é enviado para o Prefeito Iris Rezende (MDB) que vai analisar e decidir pela sanção ou veto da proposta.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Padrasto é preso suspeito de estuprar enteadas, em Goiatuba

Suspeito saía com a mãe das meninas para trabalhar e voltava para cometer os estupros.
21/12/2018, 15h02

Um homem de 49 anos foi preso preventivamente na última quinta-feira (21/12), suspeito de estuprar as duas enteadas na cidade de Goiatuba, a 178 quilômetros de Goiânia, no Sul do Estado de Goiás.

Portal Dia Online conversou com o delegado Patrick Carniel, que cumpriu o mandado de prisão contra o padrasto das meninas. “Ele e a esposa saíam para trabalhar, mas ele voltava e cometia os abusos contra as meninas, que hoje tem 13 e 16 anos”, conta o delegado.

Conforme o delegado, os abusos começaram quando as meninas tinham aproximadamente 10 anos e sem a mãe ter conhecimento do caso. “A mais nova fugiu várias vezes de casa, por causa dos estupros, a mãe acreditava que era por ela ser custosa”, relata.

Patrick Carniel afirmou que a polícia tomou conhecimento do caso esse ano, após a adolescente de 13 anos fugir de casa. Segundo o delegado, durante essa fuga, o Conselho Tutelar da cidade, procurou a delegacia e encontraram a menina, na oportunidade ela foi questionada qual a razão dela fugir de casa e ela contou que era por conta dos estupros do padrasto.

Delegado vai pedir o indiciamento do padrasto por estupro de vulnerável

A polícia ao tomar conhecimento do caso começou a investigar os abusos e chamou as duas adolescentes para depor. De acordo com o delegado, como os depoimentos eram parecidos, o delegado pediu pela prisão preventiva do padrasto.

O delegado afirmou à reportagem que concluiu o inquérito nesta sexta-feira (21/12) e pediu o indiciamento do padrasto por estupro de vulnerável no caso das duas meninas. Caso seja condenado em cada um dos casos, o padrasto pode pegar de 8 a 15 anos de prisão.

Outro caso de estupro foi registrado em Luziânia

No dia 20 de novembro de 2018, policiais das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (ROTAM) prenderam um homem no Parque JK, em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal (DF), suspeito de estupro de vulnerável, pois os policiais o encontraram dentro de um carro com uma criança de 11 anos. Durante a abordagem, o suspeito não desceu do carro, pois estava sem roupa e com a esposa no local.

O homem ainda tentou fugir da polícia, mas acabou se envolvendo em um acidente, e a criança que estava com ele no carro, aproveitou para fugir e gritar por socorro. Diante dos acontecimentos, o homem foi preso em flagrante por estupro de vulnerável.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

João de Deus já foi chamado de "João Curador" e acusado de tráfico de drogas e tortura

João de Deus, antigamente chamado de "João Curador", já foi acusado dos crimes de tráficos de drogas e tortura, em Goiás.

Por Ton Paulo
21/12/2018, 15h22

A famoso médium João de Deus, imerso em denúncias de abuso sexual e preso no último domingo (16/12), tem um passado mais sombrio do que se imaginava. Documentos trazidos à tona pela revista Veja no final da manhã desta sexta-feira (21/12) mostram que João Teixeira de Faria, hoje João de Deus mas já chamado de “João Curador”, já foi acusado dos crimes de tráficos de drogas e tortura, em Goiás.

De acordo com os documentos, no ano de 1985 João de Deus foi pego transportando uma carga de minério que seria contrabandeada para o exterior. Ele chegou a ser preso e, à época, o médium confessou o crime à Polícia Federal (PF) e afirmou que, caso o roubo tivesse dado certo, ele teria lucrado ao equivalente a R$ 3,5 milhões de reais.

Depois de 11 anos, conforme revela a Veja, ele foi alvo de investigações e acusações ainda mais graves. No ano de 1996, três homens foram presos e acusados de portar drogas, brigar com um segurança e furtar a bolsa de uma mulher atendida na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia.

Depois de concluso o inquérito, apenas um dos suspeitos por furto foi condenado. O caso, porém, voltou-se contra o médium, já que o juiz do caso detectou falhas de procedimento e concluiu que as acusações eram “manobras policiais coordenadas por João de Deus”.

João de Deus, ou “João Curador”, era o “juiz” e “delegado” nas sessões de tortura, segundo documentos

Os três homens relataram que, em janeiro de 1996, foram conduzidos para a delegacia e forçados a confessar o porte de maconha, depois de serem submetidos a sessões de tortura e ameaças de morte. Tais sessões eram comandadas diretamente por João de Deus, que eles chamavam de “João Curador”.

Segundo os depoimentos dos homens envolvidos no inquérito, verificados nos documentos trazidos pela Veja, João de Deus atuava como um “delegado” e “juiz” durante as sessões de tortura. Era ele quem interrogava e dava as orientações para o espancamento.

Um dos três acusados chega a fazer a revelação surpreendente que João de Deus traficava cocaína e que trabalharam juntos por mais de seis anos.

Na época, o Dr. Alderico Rocha dos Santos, o juiz responsável pelo caso, pediu ao Ministério Público a instauração de um inquérito. Depois de oito anos, o caso foi encerrado porque os crimes prescreveram.

A Polícia Civil de Goiás afirmou recentemente que todos os casos envolvendo João de Deus, mesmo que prescritos, são de “extrema relevância, pois servem de prova testemunhal” para as investigações em andamento contra o médium.

Via: Veja 
Imagens: O Globo 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.