Economia

Investidor reduz exposição em países desenvolvidos e eleva em emergentes, diz IIF

23/12/2018, 15h56

Em meio a renovadas preocupações com a piora da economia mundial, os investidores internacionais começaram um movimento de migração de recursos para os mercados emergentes, destaca o Instituto Internacional de Finanças (IIF), com sede em Washington e formado pelos maiores bancos do mundo. Indicadores recentes mostram que fundos globais de ações e bônus estão aumentando a alocação nos emergentes, enquanto reduzem a de países desenvolvidos, ressalta relatório divulgado neste fim de semana.

“Com boa parte das más notícias já precificadas para os mercados emergentes este ano, incluindo perspectivas de crescimento mais brandas, a recuperação de novembro nos fluxos de capital sugere algum reequilíbrio em andamento”, afirma o IIF. Em novembro, os estrangeiros aportaram US$ 34 bilhões nestes mercados, o melhor mês desde janeiro.

Com 2018 chegando ao final, o IIF destaca que o ano termina com uma série de questões não resolvidas na economia mundial, que têm deixado o mercado financeiro muito volátil: Haverá acordo na saída do Reino Unido da União Europeia? Como se desenvolverá a questão comercial entre China e Estados Unidos? Como vai ficar o crescimento da China? Qual o futuro dos preços do petróleo? A paralisação total do governo americano poderá ser evitada?

“Contra esse pano de fundo instável, os mercados continuam um cabo-de-guerra com os bancos centrais sobre a trajetória apropriada da política monetária”, ressalta o IIF.

O relatório cita a recente reunião do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), que frustrou os investidores ao sinalizar duas altas de juros para 2019, quando parte do mercado esperava uma ou nenhuma elevação. Além disso, o Fed e outros BCs estão enxugando a liquidez no mercado, destaca o IIF, o que tem contribuído para o aperto das condições financeiras, que estão no pior nível desde 2015.

O reflexo desse aumento das preocupações dos investidores com a economia mundial e das questões não resolvidas é que o mercado financeiro em Wall Street e na zona do euro passou por forte correção, penalizando sobretudo as ações de bancos, de indústrias manufatureiras, e ainda houve forte retração dos preços do petróleo, observa o IIF.

A expectativa de aumento de lucros nos países desenvolvidos piorou e agora se espera expansão 5% no ano que vem, ante elevação de 11% em 2018. Nos emergentes esta desaceleração deve ser menor, de 6% este ano para 4% em 2019.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Ana Furtado diz que planejava visitar João de Deus após câncer de mama

Médium foi denunciado por mais de 500 mulheres por abuso sexual.
23/12/2018, 17h16

A apresentadora Ana Furtado, que recentemente lutou contra um câncer de mama, afirmou que tinha planos de se encontrar com João de Deus, médium acusado de ter abusado sexualmente inúmeras mulheres.

“Quando essas denúncias começaram a aparecer eu chorei demais, porque eu tenho fé em Deus, fé nas pessoas. E ele, João de Deus, sempre foi uma figura pra todos nós muito especial, com um dom divino, realmente, e abençoada”, contou durante o programa É de Casa, da TV Globo, de sábado, 22.

Ana revelou que visitaria o médium em 2019: “Todas as pessoas que vão até ele, vão em busca disso, de um alento, da cura. Eu própria, te confesso, depois de tudo que passei esse ano, quis ir no João de Deus. Estava me programando pra ir no ano que vem.”

E acrescentou: “É muita decepção. É muito triste. Perceber que realmente essa é a verdadeira índole, a verdadeira missão dele”, desabafou a apresentadora, que ressaltou que o que resta é “entregar agora nas mãos da Justiça do homem.”

Ana Furtado comemorou o fim de seu tratamento contra o câncer de mama em 17 de dezembro.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Depois de participar de racha, homem é esfaqueado em Goiás

Elisael desferiu dois golpes de faca, um no abdômen e outro no pescoço de Herondico.
23/12/2018, 19h01

Um homem foi esfaqueado e outro preso por tentativa de homicídio, na manhã desde domingo (23/12), após se envolverem em um acidente, durante um racha, na GO-164, na cidade de Goiás, a 148 quilômetros de Goiânia, antiga capital do Estado.

O delegado plantonista da cidade, Gustavo Cabral confirmou o caso ao Portal Dia Online. “Realmente houve um racha, um dos veículos colidiu com o outro, após o acidente, o condutor de um dos carros desceu e deu duas facadas, sendo uma no pescoço e outra no abdômen da vítima”, conta.

Os dois envolvidos no racha foram identificados como Herondico Gomes, de 48 anos, que foi esfaqueado. E Elisael Gonzaga de Castro, de 35 anos, suspeito de esfaquear a vítima.

Homem esfaqueado foi encontrado por familiares na rodovia próximo a um rio

Gustavo Cabral informou que Herondico foi encontrado mais tarde por familiares em um rio próximo a rodovia. A vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (SAMU) e levado para o Hospital de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lages (HUGOL). De acordo com as informações repassadas, Herondico está internado e seu estado de saúde é estável.

“Elisael alega que a vítima foi em sua direção com a faca, momento que o autor das facadas, tomou a arma da vítima e desferiu as facadas”, afirma o delegado.

O delegado plantonista afirmou à reportagem que no momento da briga, uma testemunha que acompanhava Elisael, interveio e separou a briga entre os dois. No entanto, a pessoa que não teve o nome divulgado, afirmou que não estava no local, no momento em que o autor desferiu as facadas.

Elisael foi preso em flagrante por tentativa de homicídio e levado para a delegacia da cidade de Goiás.

Presidente eleito Jair Messias Bolsonaro, foi esfaqueado durante a campanha

Durante sua campanha à Presidência da República, o então candidato na época Jair Messias Bolsonaro (PSL), foi esfaqueado, durante uma passeata na cidade de Juiz de Fora (MG). O até então candidato, foi socorrido e não participou de nenhum dos debates do segundo turno, por recomendação médica, vindo a ser eleito presidente do Brasil ao final da corrida presidencial.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Jovem morre atropelado próximo ao Centro de Treinamento de Goiás, em Goiânia

Depois do atropelamento, condutor do veículo perdeu o controle e bateu na traseira de outro carro que estava estacionado.
24/12/2018, 07h41

Um jovem, de 21 anos, morreu após ser atropelado na noite do último domingo (23/12), enquanto atravessava a Avenida do Contorno Sul, no Parque Anhaguera, próximo ao Centro de Treinamento do Goiás Esporte Clube, em Goiânia.

A Delegacia Estadual de Investigação de Crimes de Trânsito (DICT) identificou a vítima como Matheus dos Santos Ferreira, de 21 anos. De acordo com a delegacia, o jovem passava pela avenida no momento, quando o motorista Henrique Sousa Correa de Lima, de 22 anos, em um veículo Peugeot vinha pela faixa da direita, mas passou para a faixa da esquerda e atropelou Matheus enquanto ele atravessava a via.

Conforme as informações da delegacia, o impacto da batida fez com que a vítima fosse arremessada por alguns metros. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (SAMU) foi chamado para atender a ocorrência e constatou a morte de Mateus.

Depois de atropelar e matar o jovem, o motorista bateu na traseira de um outro carro

A DICT informou também que após atropelar Matheus, Henrique perdeu o controle da direção e colidiu com a traseira de um outro veículo modelo Renault Clio, que estava estacionado na Avenida. Além de bater na traseira do outro carro, o condutor do Peugeot colidiu também com um vaso de concreto de uma residência que estava na calçada. Depois do acidente, Henrique ficou no local e passou pelo teste do bafômetro, mas o resultado foi negativo.

Dados de pessoas que morreram atropeladas, em Goiânia

Segundo dados levantados em uma reportagem do Portal Dia Online, nos último três anos pelo menos 869 pessoas morreram em acidentes de trânsito em Goiânia, sendo 156 delas atropeladas. Esses números podem estar relacionados com os casos de embriaguez ao volante, que em 2018 já somam mais de 450 ocorrências.

Em 2016, de acordo com dados da Dict, 287 motoristas foram autuados pela infração. No ano passado, foram 350 casos, e este ano, até hoje o último dia 7 de dezembro de 2018, 455 condutores foram autuados em flagrante por assumirem, bêbados, a direção de veículos.

Segundo dados divulgados em maio deste ano pela Delegacia de trânsito, os horários de maior incidência de acidentes é das 17h às 20h; das 8h às 11h; e das 5h às 8h. Ainda de acordo com os dados, 50% dos casos ocorreram aos finais de semana.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Contas de começo de ano podem até triplicar os gastos do mês de janeiro

A recomendação é evitar entrar em janeiro numa ciranda de dívida que pode colocar a perder a organização financeira para todo o ano.
24/12/2018, 07h56

IPTU, IPVA, matrícula escolar… Apesar de ser sempre igual, as contas de começo de ano tendem a tirar o sono de muita gente. Na prática, essas despesas sazonais podem até triplicar os gastos das famílias e, por isso, especialistas solicitam cautela e organização na hora de pagar os boletos. A recomendação é evitar entrar em janeiro numa ciranda de dívida que pode colocar a perder a organização financeira para todo o ano.

Um levantamento da ONG Bem Gasto realizado a pedido do jornal O Estado de S. Paulo com cinco famílias de diferentes perfis sociais, todas da Grande São Paulo, mostra o peso do começo do ano no bolso do brasileiro. Curiosamente, o único entrevistado que não prevê estourar o orçamento de janeiro, um casal na faixa dos 35 anos, tem justamente o menor poder aquisitivo da amostragem.

Com renda mensal de R$ 6 mil, eles vão gastar R$ 4.150 em janeiro e guardar o restante para despesas futuras com o filho, que nascerá até abril. O segredo para isso, segundo Francisca Quitéria da Silva Rodrigues, é reduzir o consumo, anotar todas as despesas e sempre reservar algum dinheiro para investimentos.

“Eu era mais ‘gastona’. Mas tive problemas com cartão de crédito e cortamos tudo. Antes, a gente saia pelo menos seis vezes por mês para comer fora, agora são duas vezes, no máximo três”, diz Francisca, que trabalha com comunicação em Paraisópolis.

“Não é quanto ganha, mas quanto gasta. A regra da organização financeira é anotar tudo e se preparar para o começo do ano”, afirma o planejador financeiro pela Planejar Daniel Varajão. “Muita gente usa o décimo salário como uma verba extra para cobrir os gastos de janeiro e dezembro. Quando, na verdade, ele deveria ser usado para investimento.”

Segundo os especialistas, o melhor a fazer é aproveitar os dias de folga propiciados pelas festas para preparar um raio X de todas as despesas que costumam ser pagas no começo de cada ano.

Uma dica é recuperar as faturas de cartão de festas passadas e extratos bancários antigos para uma comparação, para compreender o impacto desses gastos no orçamento.

“O maior vilão de desequilíbrio financeiro desse período é o cartão de crédito. É preciso muito atenção”, afirma o coordenador do Programa de Apoio aos Superendividados do Procon-SP, Diógenes Donizete. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.