Brasil

Cidades serão obrigadas a ter pelo menos um ônibus de energia renovável

Durante a licitação, empresa deve ter em sua frota ao menos um veículo movido com energia renovável.
26/12/2018, 12h31

As cidades dos estados brasileiros podem ser obrigadas a ter ônibus de energia renovável, através de um projeto de lei do deputado federal, Beto Rosado (PP-RN) que tramita na Câmara dos Deputados em Brasília. A proposta do deputado obriga os municípios do país, a ter pelo menos um ônibus de energia renovável, ou seja, ônibus movidos a eletricidade, energia solar ou outros meios de energia.

Para o projeto ser implantado com o veículo de energia renovável, a proposta vai incluir a obrigatoriedade para contratação de serviços do transporte público coletivo, conforme a lei 12.587/12 das diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana.

Cidades deverão exigir na licitação que empresas forneçam ao menos um ônibus de energia renovável

Segundo a proposta do deputado, no momento em que a licitação for feita para o transporte coletivo das cidades, a lei de diretrizes vai obrigar que a empresa tenha pelo menos um ônibus da frota que seja movido por meio de energia renovável.

A Confederação Nacional do Transporte (CNT), durante a divulgação de dados do Anúario do Transporte 2017, mostra que a frota de ônibus em todo o país é de 107 mil veículos, mas com 18% do total em circulação no território nacional.

Durante a apresentação do projeto de lei, o deputado lembrou da greve dos caminhoneiros e que devido a ela, a qualidade do ar, por exemplo no Estado de São Paulo, aumentou 50%. O que segundo o deputado, mostra que essas modificações podem gerar grandes benefícios a todos.

O projeto de lei segue em tramitação na casa, e a proposta vai ser analisada pelas Comissões de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; de Viação e Transportes; de Desenvolvimento Urbano e de Constituição e Justiça e de Cidadania da casa.

Vale lembrar que em alguns Estados do país, ônibus com energia renovável já estão em circulação como: Santa Catarina e São Paulo.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Pai é preso suspeito de estuprar a filha de cinco anos, em Anápolis

Criança reclamou de dores na genital e disse a mãe que o pai teria passado a mão nela.
26/12/2018, 14h26

O pai de uma menina de cinco anos foi preso na cidade de Anápolis, a 55 quilômetros de Goiânia, suspeito de estuprar a própria filha durante o feriado de natal. A prisão do suspeito aconteceu na última terça-feira (25/12) após ele entregar a menina para a ex-mulher.

A informação do estupro da criança foi divulgada pelo radialista Marcelo Santos, da Rádio Manchester de Anápolis. Durante o seu programa, Marcelo contou que a mãe da criança foi buscar a filha que estava com o ex-marido, pois tinha ido passar o final de semana com o pai. A mãe narrou ao radialista que ao pegar filha, a menina lhe contou chorando que o pai havia passado a mão nela.

Menina estuprada pelo pai apresentava vermelhidão na genital

A mãe da criança disse durante entrevista ao radialista que ao buscar a filha, o ex-marido estava bêbado e que ao olhar a menina depois, constatou que a menina apresentava vermelhidão na região genital.

A mãe da pequena acionou a Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) da cidade de Anápolis e informou sobre o caso. Conforme as informações divulgadas pela polícia, a menina iria passar pelo exame de corpo de delito, para comprovar se foi estuprada pelo pai.

Portal Dia Online entrou em contato com a Delegacia de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA) da cidade, que informou que até o momento não foi informada sobre o caso, e que assim que tiver em posse das informações vai começar as investigações.

A menina foi submetida o exame de corpo de delito para comprovar se o estupro foi consumado. Mas, até a publicação desta matéria, o resultado do exame ainda não havia sido divulgado pelo Instituto Médico Legal (IML) de Anápolis. Caso se comprove o crime, o pai da menina pode pegar de 8 a 15 anos de prisão.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Edival Lourenço deve ser o secretário de cultura no governo de Ronaldo Caiado

Para terminar de desmembrar a Seduce, falta a indicação do secretário de Esportes.
26/12/2018, 15h04

O Governador eleito de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), ainda não terminou de nomear os 17 secretários de sua gestão, que aos poucos a população goiana vai conhecendo. Mas o próximo nome a ser anunciado por Caiado deve ser o do atual presidente da União Brasileira dos Escritores Seção Goiás (UBE-GO), Edival Lourenço, para a Secretária de Cultura.

Até o momento, o democrata apresentou os nomes de Rodney Miranda para Secretaria de Segurança Pública (SSPGO); Ismael Alexandrino para a Secretária de Estado da Saúde (SES); Adriano da Rocha Lima para Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SED); Marcos Cabral para Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (SEDS); Wilder Morais para Secretaria de Industria e Comércio; Cristiane Schmidt para Secretaria da Fazenda (Sefaz); Ernesto Roller para Secretaria de Governo; Fátima Gaviolli para Secretaria Estadual de Educação; Vassil Oliveira para Secretaria de Comunicação e Anderson Máximo de Oliveira para Casa Civil.

Além destes nomes, o governador eleito apresentou também o nome de Ricardo Soavinki como presidente da Saneago; Marcos Roberto como presidente do Detran e José Soter como Operacional do Detran.

Assessoria de Caiado ainda não confirma Edival Lourenço

Embora a informação já tenha sido divulgada pelo jornal O Popular a assessoria de Caiado não confirmou se o escritor é quem irá assumir a Secretária de Cultura. Segundo a assessoria, falta apenas um posicionamento de Ronaldo Caiado para confirmar o nome do escritor como secretário em sua gestão.

Caiado disse em várias oportunidades que iria ter 17 secretarias, extinguindo as extraordinárias e desmembrando as que foram unificadas em 2014 pelo então governador Marconi Perillo (PSDB). Com a confirmação do nome de Edival Lourenço para cultura, o democrata praticamente desmembra o que hoje é a Secretaria de Educação Cultura Esporte e Lazer (Seduce).

Uma vez que Caiado já indicou Fátima Gavioli para ser a secretária de educação e agora o escritor Edival Lourenço pode assumir a pasta de cultura. Com os nomes definidos para Educação e Cultura, quando indicar o nome para a Secretaria de Esportes do Estado de Goiás, o desmembramento da Seduce vai estar completo.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Mundo

Indonésia pede que população evite costa por onde passou tsunami

Tsunami foi causado por um vulcão em erupção e matou ao menos 430 pessoas no fim de semana.
26/12/2018, 15h15

Autoridades da Indonésia pediram à população e aos turistas que evitem a costa por onde passou o tsunami, que matou ao menos 430 pessoas no fim de semana. As ondas gigantes que se seguiram após a erupção do vulcão Anak Krakatoa (“Filho de Krakatoa”) devastaram as comunidades do Estreito de Sunda na noite de sábado, 22.

A erupção é considerada a causa de deslizamentos de terra no vulcão, aparentemente em sua encosta e debaixo d’água, deslocando as massas de água que invadiram as ilhas de Java e Sumatra.

A Agência de Meteorologia Geofísica e Climatologia da Indonésia pediu às pessoas que fiquem ao menos 500 metros da costa ao longo do Estreito, que está localizado entre as duas ilhas.

O órgão monitora as erupções do Anak Krakatoa, enquanto as tempestades continuam a prejudicar a região, informou a líder da agência, Dwikorita Karnawati. “Todas essas condições têm potencial para causar deslizamentos de terra nas montanhas, e tememos que isso possa desencadear um tsunami”, explicou ela em uma entrevista coletiva. Dwikorita pediu que as comunidades permanecem em alerta e não entrem em pânico.

Mau tempo

Equipes de resgate do país enfrentaram chuvas intensas nesta quarta, 26, para chegar a áreas remotas do litoral oeste de Java em meio a um alerta de “condições climáticas extremas”. Temporais assolaram vilarejos de pescadores ao longo da costa, cobrindo estradas de lama e atrasando comboios que levam máquinas pesadas e ajuda a áreas isoladas.

Nuvens de cinzas emanam do vizinho Anak Krakatoa, quase obscurecendo a ilha vulcânica. A agência de meteorologia disse que o clima ruim pode fragilizar a cratera do vulcão.

De acordo com o balanço mais recente, há 430 mortos e ao menos 159 pessoas estão desaparecidas. Quase 1,5 mil ficaram feridas e mais de 21 mil foram levadas para terrenos mais elevados. Um estado de emergência vigorará até o dia 4 de janeiro. (Com agências)

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Em depoimento dado hoje, João de Deus diz que "nunca abusou de ninguém"

O depoimento foi dado aos promotores da força-tarefa do Ministério Público de Goiás (MP-GO) que investiga as acusações de crimes sexuais contra o médium.

Por Ton Paulo
26/12/2018, 15h33

Em depoimento prestado na manhã desta quarta-feira (26/12), o médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, negou as acusações a ele atribuídas e disse que não abusou das mulheres que relatam os casos. O depoimento foi dado aos promotores da força-tarefa do Ministério Público de Goiás (MP-GO) que investiga as acusações de crimes sexuais apresentadas por centenas de mulheres do Brasil e do exterior.

A ida de João de Deus para o MP-GO teve uma pesada escolta policial, com carros blindados e policiais encapuzados. Uma viatura se posicionou na entrada do prédio para que, na saída do médium, sua imagem não fosse exposta.

De acordo o advogado Alex Neder em entrevista à Agência Brasil, que acompanhou o depoimento, os promotores de Justiça Luciano Miranda Meireles e Paulo Eduardo Penna Prado se fixaram em três dos casos que estão sendo apurados pelo MP goiano – segundo o qual já foram coletados 78 depoimentos formais de mulheres de todo o país que se apresentam como vítimas de abuso sexual de João Teixeira.

Segundo Neder, João de Deus respondeu a todas as perguntas, negando a todas as acusações. Neder ainda declarou que o médium não identificou a nenhuma das três denunciantes, e garantiu que não se lembra delas. Além disso, João de Deus reafirmou que os atendimentos “espirituais” que oferece ocorrem às vistas de muitas pessoas que frequentam a Casa Dom Inácio de Loyola,em Abadiânia.

“Ele explicou pormenorizadamente aos promotores que as fotos dos locais em que, segundo as mulheres, teriam ocorrido o abuso, indicam locais abertos, onde sempre há muita gente esperando ser atendida ou o auxiliando”, comentou o advogado, afirmando que, segundo a explicação do médium, as fotos exibidas pelos promotores são do salão da Casa Dom Inácio, que dá direto para o estacionamento.

Neder disse também que João de Deus garantiu aos promotores que, da forma como foi descrito, os fatos não ocorreram, e revelou que embora já venha acompanhando o caso há alguns dias, a convite do escritório do advogado criminalista Alberto Toron, só hoje teve oportunidade de conversar com o cliente de forma satisfatória.

Defesa de João de Deus pedirá que ele cumpra pena em liberdade, com uso de tornozeleira

O advogado Alex Neder também afirmou após o depoimento de seu cliente que a maior preocupação da defesa é com sua idade e estado de saúde. “Ele tem 76 anos, tem problema de coração e, recentemente, tratou-se de um câncer. O local [Casa de Custódia] é inadequado para alguém de sua idade e que precisa de cuidados médicos e de uma dieta adequada”, disse.

Neder também revelou que a defesa do médium já se movimenta para pedir à Justiça que ele cumpra pena fora da cadeia, usando tornozeleira eletrônica, “Estamos pleiteando a soltura e a possibilidade dele responder aos processos em casa, se necessário, com tornozeleira”, acrescentou, comentando o fato de, além dele, o médium contar com o assessoramento jurídico de dois dos mais prestigiados – e caros – advogados do país: Alberto Toron e Antônio Carlos de Almeida Castro.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.