Política

Ronaldo Caiado anuncia últimos secretários de seu governo

Novo governo de Goiás contará com 17 secretarias.
26/12/2018, 18h21

Os últimos quatro secretários do governo Caiado foram anunciados na tarde desta quarta-feira (26/12). O governador eleito escolheu Edival Loureço para a Cultura, Antônio Carlos de Souza Lima Neto para a Secretaria de Agricultura, Andrea Vulcanis para o Meio Ambiente e Rafael Rahif para a Secretaria de Esporte. Ao todo, o novo governo contará com 17 pastas.

Nos últimos dias Ronaldo Caiado havia anunciado outros quatro nomes para compor seu secretariado, sendo eles o prefeito de Formosa, Ernesto Roller (MDB), como novo secretário de governo; Vassil José de Oliveira para Secretaria de Comunicação; Anderson Máximo de Holanda, para a Casa Civil; e Juliana Pereira Diniz Prudente, como procuradora geral do Estado.

Últimos secretários confirmados por Caiado

Edival Lourenço – Secretário de Cultura

Edival Lourenço nasceu em 1952, em Iporá-GO. Funcionário da Caixa Econômica Federal, onde ocupou diversas funções, dentre elas a de Gerente de Marketing, comunicação social e Cultura durante 15 anos. Formado em direito, com pós-graduação e Administração de Marketing, assessorou a presidência da Caixa, no programa de Interiorização dos programas sociais da Caixa. Publicou livros de poesia, crônica e romance. A Centopeia de Neon recebeu o Prêmio Nacional de Romance do Estado do Paraná (1994).

Em 2008, foi agraciado com a Comenda Jorge Amado, da União Brasileira de Escritores do Rio de Janeiro, pelo conjunto da obra. Naqueles Morros, Depois da Chuva (Hedra, 2011) foi premiado na categoria romance do Prêmio Jabuti de 2012. Edival Lourenço é o escritor goiano mais premiado no cenário nacional, com uma obra densa e multifacetada, em que o diálogo com a tradição e a modernidade é permeado por sua dicção humorística peculiar.

Antônio Carlos de Souza Lima Neto – Secretário de Agricultura

Antônio Carlos de Souza Lima Neto é graduado em Engenharia Agronômica, possui especialização em Formação de Lideranças – Fundação Dom Cabral, é Pós-graduado em Gestão do Agronegócio pela Rehagro. Concluiu também curso de Pós-graduado em Gestão de Negócios – MBA Executivo. IBMEC. Atualmente é Superintendente do SENAR AR/GO.

Andrea Vulcanis – Secretária de Meio Ambiente

Possui graduação em Direito e Mestrado em Direito Sócio Econômico pela PUC Paraná, com foco em Direito Ambiental. É Procuradora Federal, vinculada à Advocacia Geral da União. Conta com mais de 22 anos de experiência, no exercício de cargos jurídicos e de gestão ligados à área ambiental, dentre eles o de Procuradora Geral do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), Superintendente Estadual do Ibama no Estado do Paraná.

Chefe de Gabinete junto a Agência de Águas e Saneamento do Distrito Federal e ultimamente o de Subsecretária de Assuntos Estratégicos da Secretaria de Meio Ambiente do Distrito Federal, tendo ainda exercido a advocacia e consultoria na área ambiental. Foi presidente da Câmara Técnica de Assuntos Jurídicos do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama). Professora de Direito Ambiental, com diversos livros e artigos publicados na área.

Rafael Ângelo do Valle Rahif – Secretário de Esporte

Bacharel em Direito pela Faculdade Anhanguera de Ciências Humanas. Foi diretor social do Country Clube de Goiás por quatro mandatos.

Secretariado do governo Caiado

  • Rodney Miranda – Secretaria de Segurança Pública
  • Ricardo Soavinski – Saneago
  • Ismael Alexandrino Jr – Secretaria de Saúde
  • Adriano da Rocha Lima – Secretaria de Desenvolvimento Econômico
  • Marcos Cabral – Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social
  • Marcos Roberto – Detran
  • Wilder Morais – Indústria e Comércio
  • José Soter – Operacional do Detran
  • Cristiane Schmidt – Secretaria da Fazenda
  • Vassil José de Oliveira – Secretaria de Comunicação
  • Anderson Máximo de Holanda – Casa Civil
  • Juliana Pereira Diniz Prudente – Procuradora geral do Estado
  • Edival Lourenço – Secretário de Cultura
  • Antônio Carlos de Souza Lima Neto – Secretário de Agricultura
  • Andrea Vulcanis – Secretária de Meio Ambiente
  • Rafael Ângelo do Valle Rahif – Secretário de Esporte
  • Ernesto Roller (MDB), secretário de governo

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Jovens morrem durante manobra perigosa com motocicleta no interior de Goiás; veja vídeo

Acidente ocorreu na tarde do último domingo (23/12), na pista do aeroporto de Sanclerlândia.
26/12/2018, 19h55

Dois jovens morreram e dois ficaram feridos após batida entre duas motocicletas, no momento em que eles faziam uma manobra perigosa na pista do aeroporto da cidade de Sanclerlândia, interior de Goiás. Um vídeo, gravado por uma amiga dos rapazes mostra como tudo aconteceu. Veja abaixo:

O acidente ocorreu na tarde do último domingo (23/12). Os jovens que morreram tinham aproximadamente 20 anos e foram identificados como João Vitor e Carlos Eduardo. Eles eram moradores de São Luís de Montes Belos e Mossâmedes, cidades próximas a Sanclerlândia.

Os feridos, que não tiveram os nomes relevados, foram encaminhados ao Hospital Municipal de Sanclerlândia por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Manobra perigosa com motocicleta

Segundo apurou o Jornal A Voz do Povo, o terreno onde aconteceu o acidente pertence ao município, no local funciona a pista de aeroporto da cidade. Um fonte revelou ao jornal  que o município não permite que motociclistas usem a área. “Praticamente toda semana somos obrigados a trocar o cadeado do acesso ao local. A Polícia Militar também tem feito a sua parte”, desabafa a fonte, que não quis se identificar.

Após o ocorrido, os moradores da cidade se mostraram indignados com a imprudência dos jovens motociclistas. Eles disseram ao jornal que não é a primeira que o grupo se reúne para praticar manobras perigosas em veículos no local.

Sem citar o nome, um policial militar de Sanclerlândia, por meio de áudios no WhatsApp também se mostrou revoltado com a ação. “Olha aí, pessoal do grupo serve de exemplo para o pessoal de Córrego do Ouro, tava todo mundo aqui, todo mundo correu, viu? Serve de exemplo, o pessoal tá aqui, morre não morre, e correu todo mundo, principalmente os do Córrego do Ouro, tinha uns 12 motoqueiros de lá aqui. A partir de hoje eles vão ver o que será a ação da Polícia Militar com esses motoqueiros irresponsáveis. Fica aí essa orientação, principalmente para os pais que deixam os filhos fazer isso”, disse o PM.

Imagens: Folha Z 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Em depoimento, mulher de João de Deus diz desconhecer relatos de crimes sexuais

Anna Keyla Teixeira foi ouvida na tarde desta quarta-feira (26/12), na DPCA, em Goiânia.
26/12/2018, 21h00

A mulher de João de Deus, disse, em depoimento, que desconhece relatos de supostos abusos sexuais cometidos pelo marido. Anna Keyla Teixeira Lourenço, de 40 anos, negou ainda saber de armas e dinheiro escondidos em propriedades dele, recolhidos pela Polícia Civil de Goiás durante cumprimentos de mandados de busca e apreensão. O depoimento, feito em tom declaratório, foi realizado na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), em Goiânia, na tarde de hoje (26/12).

João Teixeira de Farias, de 76 anos, e Anna Keyla estão juntos desde 2001 e têm uma filha de três anos. O religioso está preso desde o dia 16 de dezembro, após se entregar à polícia em Abadiânia. Ele é investigado por crimes sexuais, denunciados por centenas de mulheres do Brasil e algumas do exterior. De acordo com elas, os abusos ocorreram na Casa Dom Inácio de Loyola. Em um dos casos, concluído pela PCGO, o médium foi indiciado por violação sexual mediante fraude.

João de Deus presta 2º depoimento à polícia

Em depoimento prestado na manhã desta quarta-feira , o médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, negou as acusações a ele atribuídas e disse que não abusou das mulheres que relatam os casos. O depoimento foi dado aos promotores da força-tarefa do Ministério Público de Goiás (MP-GO) que investiga as acusações de crimes sexuais apresentadas por centenas de mulheres do Brasil e do exterior.

A ida de João de Deus para o MP-GO teve uma pesada escolta policial, com carros blindados e policiais encapuzados. Uma viatura se posicionou na entrada do prédio para que, na saída do médium, sua imagem não fosse exposta.

De acordo o advogado Alex Neder em entrevista à Agência Brasil, que acompanhou o depoimento, os promotores de Justiça Luciano Miranda Meireles e Paulo Eduardo Penna Prado se fixaram em três dos casos que estão sendo apurados pelo MP goiano – segundo o qual já foram coletados 78 depoimentos formais de mulheres de todo o país que se apresentam como vítimas de abuso sexual de João Teixeira.

Segundo Neder, João de Deus respondeu a todas as perguntas, negando a todas as acusações. Neder ainda declarou que o médium não identificou a nenhuma das três denunciantes, e garantiu que não se lembra delas. Além disso, João de Deus reafirmou que os atendimentos “espirituais” que oferece ocorrem às vistas de muitas pessoas que frequentam a Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia.

Via: Extra UOL 
Imagens: O Sul 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Polícia impede estupro, em Goiânia

Suspeito mostrou o órgão genital para a adolescente, chamou a menina, que não foi até ele.
27/12/2018, 07h50

Um homem, de 50 anos, foi preso na noite da última quarta-feira (26/12) por tentativa de estupro contra uma adolescente, de 13, em uma praça do Jardim Bela Vista, em Goiânia. A Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), afirmou que o suspeito parou o carro na praça, mostrou o órgão genital e chamou a menina, que não foi até ele, o homem então desceu do carro para ir em direção a adolescente, mas acabou sendo pego pela polícia.

A prisão do suspeito foi efetuada quando uma equipe do 31º Batalhão da Polícia Militar (31º BPM) fazia o patrulhamento pelo região. Os policiais viram que o homem estava em um carro do modelo VW/Gol e notaram que uma adolescente estava assustada próximo ao veículo.

Conforme as informações repassadas pela polícia, durante a abordagem, o condutor tentou fugir e não obedeceu a ordem de parada dos policiais. Alguns minutos após a primeira tentativa de abordar o homem, os policiais conseguiram deter o indivíduo.

Suspeito tem passagem por outra tentativa de estupro na mesma região

Os policiais que efetuaram a prisão do suspeito, acionaram o Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM), e ao levantar a ficha do homem, a equipe foi informada que o mesmo tinha um registro de tentativa de estupro no mesmo local em que a abordagem aconteceu.

Com o suspeito detido pela polícia, a vítima foi fazer o reconhecimento do suspeito e confirmou aos policiais que o mesmo era o autor do crime. A menina relatou aos policias que o estupro só não foi consumado pois havia uma equipe policial próxima que impediu que o homem a colocasse dentro do veículo.

Com o reconhecimento por parte da vítima e abordagem policial, o homem foi levado para a Central de Flagrantes da Polícia Civil do Estado de Goiás, onde foi autuado por tentativa de estupro.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Corpo de Camata será velado e enterrado hoje em Vitória

O enterro está previsto para as 15h no Cemitério da Serra.
27/12/2018, 07h51

O corpo do ex-governador do Espírito Santo e ex-senador Gerson Camata (MDB), de 77 anos, assassinado a tiros por um ex-assessor em frente a um restaurante na Praia do Canto em Vitória, será velado e enterrado hoje (27). O velório será de manhã no Palácio Anchieta, sede do governo capixaba, aberto ao público.

O sepultamento está previsto para as 15h no Cemitério da Serra, na região metropolitana de Vitória. O governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, decretou ontem (26) luto oficial de sete dias no estado pela morte de Gerson Camata.

O secretário de Segurança Pública do Espírito Santo, Nylton Rodrigues, afirmou que Marcos Venício Moreira Andrade, de 66 anos, confessou ser o autor do disparoque matou o ex-governador. O acusado está preso. A arma utilizada no crime, sem registro, também foi apreendida pela Polícia Civil.

Segundo o secretário, Marcos Venício foi assessor de Gerson Camata por cerca de 20 anos e, atualmente, o ex-governador movia uma ação judicial contra o ex-auxiliar, na qual a Justiça já havia determinado o bloqueio de R$ 60 mil da conta bancária do autor do crime.

Imagens: Agência Brasil 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.